História Negócios à parte! (NAP) (BTS) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Pentagon (PTG)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 138
Palavras 1.338
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Um coração partido.


Fanfic / Fanfiction Negócios à parte! (NAP) (BTS) - Capítulo 6 - Um coração partido.

Taehyung On

 Eu peguei as flores que Sarah havia comprado, peguei também uma vasilha com morangos. É minha fruta predileta. E enfim fui para o meu xodó, meu Koenigsegg Agera 5.0 v8 prata. Todos me desejaram boa sorte antes d'eu sair, mas assim como eu, estavam com medo de Hoseok estar na casa de Fernanda. Mas agora era um caminho sem volta, eu já estava saindo e indo em direção a sua casa, tanto ele quanto eu tínhamos o direito de lutar por ela. Eu mais ainda que deixei bem claro com o beijo na mão de Fernanda, enquanto que Hoseok apenas beijou sua bochecha expondo sua dúvida do que fazer. Assim que cheguei percebi que o carro de Hoseok não estava ali, olhei no relógio e eram 19h10. Decidi que não deixaria tão claro o que estava fazendo e deixei as flores no carro e também notei que eu não estava vestido tão formal quanto mais cedo e nem havia necessidade disto, pois já comecei o dia tomando café às 06h30 em uma importante reunião com Jimin. Nossos pais entre outros empresários nos orientavam melhor sobre nossa entrada na empresa e ainda tivemos que fechar nosso primeiro negócio sozinhos e por sorte, ou por Deus, deu tudo certo. Nós dois estávamos muito bem vestidos para aquele momento. Assim que acabou a negociação nós fomos para o shopping e eu comprei por ali mesmo uma outra roupa mais básica, Jimin decidiu que continuaria com sua roupa da negociação, levei a roupa que tinha tirado pro porta malas do carro do Jimin e voltamos pro shopping indo em direção ao restaurante, 20m depois ela chegou trazendo todos os olhares pra ela. Fernanda Maldonado é com certeza alguém que rouba a cena aonde chega. Respirei fundo depois do pequeno Flashback que tive com ela e agora estou decidido a mostrar pra Nanda que não sou o cara que ela acha que sou. Aquele "ogro" que fui o dia todo hoje não sou eu de verdade. Na verdade, até sou um alguém muito ruim mas diferente de todas as outras antes dela, mudar por Fernanda me parecia valer a pena. Talvez fosse realmente muito bom que eu lutasse por ela e mudasse, ter alguém como Jimin havia disse mais cedo, dividir minha vida outra vez com alguém. Ia ser legal ir devagar com as coisas e ir mostrando aos poucos que eu posso ser tudo o que ela sempre quis. Segurei forte o volante, respirei fundo outra vez e desci do carro. Apertei a campainha e vi uma mulher loira muito bonita abrir a porta, aparentava ter 38/39 anos. Se não me recordo já vi uma foto sua junto de Fernanda e Eurico em uma revista. Pelos meus cálculos, deve ser sua mãe.

- Olá, em que posso ajuda-lo? - Ela me perguntou gentilmente. 

- Olá, eu sou Kim Taehyung. Vim buscar Fernanda para um jantar entre amigos. -Ela arregalou os olhos assim que ouviu meu nome, afinal, toda a sua vida agora dependia exclusivamente do meu pai e do pai de Jimin. Mas dei de ombros com aquilo. 

- Óh, eu sou Soraia, mãe da Fernanda. Mil perdões mas a Fernanda é realmente a garota mais desorganizada do planeta. Acredito que seja um amigo seu, um rapaz coreano que Eurico me disse que passou mais cedo para busca-la para um passeio antes do jantar. Acredito que não te avisaram. - Ele me olhou com pena e eu me enchi de fúria com aquilo. Era realmente tudo o que eu queria ouvir. Sem responder nada, virei de costas e entrei no carro dirigindo o mais rápido que podia. Entrei em casa passando correndo para o meu quarto e vendo praticamente todos virem atrás de mim. Lembrei que Hoseok apareceu logo depois que Sarah deu um grito, será que ele ouviu a conversa? Dane-se, isso já não me importava mais. Bati forte a porta do meu quarto, fechando-a. Ouvi vozes do lado de fora: "Tae o que aconteceu?", "cara, abre essa porta agora", "é uma ordem, Taehyung. Abre isso!". Aquilo tudo não me importava mais, eu não queria dividir aquilo com ninguém. Tirei as lentes de contato azuis e fiquei encarando o teto deitado na cama. O que eu fiz de tão errado nessa vida? Ah, dane-se! 

30 minutos depois

Já estava quase dormindo quando ouvi Jimin me chamar do lado de fora e fingi não ouvir. 

- Tae, o Jin já vai servir o jantar. - ele fez uma pausa e deu pra ouvir que respirou fundo - Hoseok está lá embaixo com a Fernanda. Ele disse algo que eu acho que você realmente vai precisar ouvir. - Jimin concluiu e pude ouvir os passos dele se afastando. Eu realmente estava com muita fome, não havia comido nada desde que voltamos do shopping só os morangos. Decidi descer mesmo sentindo que ia me arrepender. Assim que desci pelas escadas fiquei entre a sala e a cozinha, senti todos os olhares em mim e eu me recompus totalmente. Eu sou Kim Taehyung, um garoto de 22 anos trilionário. Ajustei a barra do blazer azul que ainda estava vestindo, mas logo percebi que ele não tinha mais utilidade então o tirei e segui caminhando até a sala de refeições que fica do lado de fora da casa de frente para a piscina. Não comemos do lado de dentro por ordem do Jin, ele mandou fazer a casa já com a mesa de refeições do lado de fora, já que a casa foi toda feita de acordo nossos gosto mas a maioria foi Jin quem decidiu. Ele disse que somos muito porcos para o ato de comer e que a mesa estando fora de casa seria mais fácil de limpar. Só que é claro, quando ele tá dormindo ou fora de casa todos comemos no sofá. Os quartos são responsabilidade de seus donos, mas mesmo assim, Jin contratou uma senhora para tomar contar de todos os tipos de limpeza, só pra garantir. Que a propósito, ela vem todos os dias porque somos muito bagunceiros, mas é sempre Jin que faz as refeições quando está em casa. Ele adora cozinhar. Ri de meus pensamentos assim que cheguei na mesa e coloquei meu blazer atrás de minha cadeira. Fiquei ali sentado sozinho enquanto eles arrumavam a mesa, fiquei olhando a piscina já que estava sentado de frente pra ela e ignorei a presença de Fernanda, que logo veio andando de mãos dadas com Hoseok. Eles sorriam. Vinham acompanhados de todos, a mesa era de 16 lugares. Era um grande quadrado, sendo 4 cadeiras em cada canto. Ainda haveria bastante lugar vago e eu torci para que nem Fernanda, nem Hoseok se sentassem do meu lado e eles pareceram que leram meu pensamento. Jimin e Jungkook, por sua vez, tomaram a liberdade de fazer isso. Namjoon e Yoongi se sentaram de frente pra nós, no caso, de costas para a piscina. Jin e Sarah de costas para a casa. Hoseok e Fernanda se sentaram de frente pro casal. Percebi que havia uma garrafa de vinho na mesa e antes que a gente se servisse, Namjoon abriu a mesma e colocou um pouco de vinho nas nove taças ali. Espera, eu já vi isso antes. AH, EU NÃO TÔ ACREDITANDO NISSO!

- É com muito gosto que eu anuncio a mais nova integrante da família, Fernanda Maldonado. - Aquelas palavras do Namjoon fizeram eco na minha cabeça.- Quero que saiba Fernanda, que todos aqui nos consideramos irmãos, então você agora passa a ser considerada nossa cunhada, assim como Sarah. Seja bem vinda a família. Sinta-se em casa sempre que vir aqui e que você ajude o Hoseok a por um pouco mais de juízo em sua cabeça. - Namjoon terminou seu pronunciamento fazendo todos rirem, menos eu e Jimin que me olhou percebendo que eu havia engolido a seco. Todos aplaudiram menos eu e Jimin novamente. Se antes pra Jimin ela significava a certeza de uma boa digestão, agora pra mim, não passava de um incômodo sentando na mesa. 

Sarah On


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...