História Neighbors - Jelsa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias A Origem dos Guardiões, Como Treinar o seu Dragão, Enrolados, Frozen - Uma Aventura Congelante, Valente
Personagens A Fada dos Dentes, Anna, Astrid, Elsa, Flynn Rider, Gothel, Hans, Jack Frost, Kristoff, Mérida, Personagens Originais, Rapunzel, Soluço
Tags Anna, Elsa, Flynn Rider, Flynnzel, Hans, Hiccup, Jack Frost, Jelsa, Kristanna, Kristoff, Mericcup, Merida, Rapunzel, Tooth
Visualizações 48
Palavras 749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiii seus lindos, cheguei aqui com mais um capítulo pra vocês ❤️
Espero que gostem ❤️
Boa leitura ❤️
Bjsss ❤️

Capítulo 2 - Capítulo 2


POV Jack

Meu nome é Jack Frost, tenho 20 anos e estou no terceiro ano da faculdade de medicina. Posso dizer que sou famoso entre as mulheres.

Depois de ser expulso de vários colégios minha mãe resolveu que estava mais que na hora de me mudar. 

Morar sozinho, ter minhas próprias responsabilidades. Mal sabia ela que morar sozinho mais contribuiria para as farras, longe dela eu iria arranjar mais problema ainda. Poxa, eu não tenho culpa, estou na melhor idade, tenho que aproveitar.

Eu vim morar no mesmo prédio que meu primo, Kristtoff mora, nossos apartamentos ficam no mesmo andar.

O despertador tocou. Como assim já era de manhã? Eu fui dormir lá pelas 2 horas da madrugada, pisquei, e quando abri os olhos já está claro? Estou pensando seriamente em faltar no primeiro dia.

Com grande custo levantei, tomei banho, coloquei uma calça jeans, uma camiseta preta bem básica mesmo e um All star preto também. Passei um perfume derrete corações, o qual as garotas amavam.

Estava sem fome, então comi apenas uma torrada com geleia e fui escovar meus dentes.

Peguei minha mochila, fui até a garagem. Observei numa vaga distante um carro, uma garota ruiva e um garoto estavam rindo dentro do veículo, enquanto uma outra menina, cuja qual me chamou muito a atenção, pois tinha cabelos claros como os meus, e a pele parecia a neve revirou os olhos pra eles.

Ela embarcou no carro, e então eles saíram do prédio.

Subi na minha moto e também segui meu caminho, rumo a prisão, também conhecida como faculdade.

Encontrei Kristoff com alguns garotos, inclusive aquele que eu vi no estacionamento com a ruivinha e a loirinha.

Acabou que virei muito amigo deles. Acabei descobrindo que moramos todos no mesmo prédio.

Hiccup, Hans e Kristoff moram todos no apartamento, no mesmo andar que eu. Flynn mora com a irmã e a prima. E eu moro sozinho.

Imagine agora um corredor pequeno, com duas portas de cada cada lado. Na primeira da direita mora Flynn com a loirinha e a ruivinha. Na segunda porta da direita mora eu. Na primeira porta a esquerda mora os garotos. E na segunda porta da esquerda mora três garotas.

Não que eu tenha pesquisado e nem nada, mas que eu dei sorte eu dei. Pois pelo que soube, todas estão solteiras.

–Olha só aquele grupinho de gatas vindo pra cá. Ai se eu pego.

Disse Hiccup com uma cara maliciosa. Flynn, por outro lado deu um soco no braço dele.

– Aquela ali de cabelo branco é minha irmã, seu otário.

– Eu não estava falando especificamente dela.

– Ela foi a que mais me chamou a atenção entre elas.

Acabei falando, mais me arrependi quando olhei pra cara de Flynn.

– Minha irmã nunca nem olharia pra um cara como você.

Olhei pra ele com um olhar desafiador.

A aula foi tranquila, sem muitas novidades, a mesma coisa de sempre.

No intervalo sorri pra várias garotas. Inclusive consegui piscar pra loirinha, sem que O idiota do Flynn notasse.

Mais um tempo de aula, quando terminou não pude acreditar.

Peguei minha moto e fui até meu apartamento.

Liguei pra alguns lugares que estavam procurando alguém pra trabalhar. Acabei contratado pra trabalhar como garçom em uma casa de shows noturna.

Eu vou começar na segunda, hoje é sexta-feira, isso quer dizer que ainda tenho um certo tempo.

A noite tomei um banho, coloquei uma calça de moletom cinza, e uma camiseta azul clarinha, me joguei na minha cama com o meu celular.

Chegou uma mensagem, fui rápido ler.

————————————————

FLYNN CRIOU O GRUPO "MANOS"

Flynn: Fala ae seus cuzão. Amanhã a noite aqui na minha casa. Vocês podem?

Hiccup: posso sim.

Kristtoff: falaaa. Tô livre

Eu: mais é claro.

Hans: vai ter umas gatinhas? Brincadeira, porém queria. Mas vou sim.

————————————————

E assim ficou resolvido.

Escutei alguns barulhos na sacada vizinha, aquela sacada era praticamente colada na minha. Dava facilmente pra invadir.

Sai na sacada, senti o vento bater no meu rosto, o clima estava realmente agradável, o céu estava limpo, pude ver as estrelas, a lua...

Me deparei com uma garota só de sutiã na sacada ao lado. Mas não era qualquer garota. Era aquela garota. Aquela cujos cabelos eram tão brancos quanto a neve.

Consegui falar algo, mas a verdade é que meus olhos estavam vidrados nela.

Ela ficou vermelha, entrou correndo pra dentro do quarto, fiz o mesmo.

Mal consegui dormir aquela noite, eram tantas novidades, tantas coisas boas na minha cabeça. Ela também estava em meus pensamentos.


Notas Finais


Me perdoem pelos errinhos
Até maisss ❤️
Tchauuu ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...