História Neji Hyuuga - O Gênio Narrador (NejiTen) - Capítulo 32


Escrita por: ~ e ~NejiloveTen

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, TenTen Mitsashi
Tags Hyuuga Neji, Mitsashi Tenten, Neji, Neji Hyuuga, Tenten, Tenten Mitsashi
Visualizações 264
Palavras 1.809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá leitores! Sejam muito bem-vindos a mais um capítulo! Caprichei nesse! Me digam depois o que acharam!

Foi muito sofrimento para estar postando hoje kkk A minha conta tá maluquinha. Não envia nem mais mensagens e nem adiciona capítulos ou histórias novas. Nessa décima tentativa deu certo, ainda bem! Espero que gostem!!! E desculpe aos que comentaram anteriormente pela demora pra responder. Foi por causa desse problema que comentei.

Agradeço a todos que acompanham, especialmente aos que comentaram o último capítulo:
PaulinhaNy, Narutaik, BebelUzumaki, NayoLee, Kah_Hatake, AmineHokusho, nejiinthesky, NightGreen, rafa2468, Sara035, n4ju_, MiMiNamikaze, luluzinha22, Dinha_Uzumaki10.

Tenham todos uma ótima leitura ^^

Capítulo 32 - Halloween - Parte 2


Fanfic / Fanfiction Neji Hyuuga - O Gênio Narrador (NejiTen) - Capítulo 32 - Halloween - Parte 2

-Pronto, estão entregues –disse Hiashi parando o carro em frente à Universidade olhando para  mim, que estava no banco de trás, sentado no colo de Tenten já que Ino estava na frente, Lee, Sakura e Tenten nos três espaços traseiros.

-Por que eu tive que vir no colo?

-Porque não tinha espaço suficiente para todos nós –disse Sakura.

-E por que logo eu fiquei sem lugar? Não é justo, esse carro é do meu pai! Ah, esqueci, nem meu pai ele é mais.

-Estou bem aqui, filho –disse Hiashi.

-Era pra você ouvir mesmo.

-Depois nós conversamos com calma.

-Até nunca mais –eu disse abrindo a porta do carro para sair.

-Podem cuidar dele pra mim? –pediu Hiashi.

-Claro, pode deixar –disse Tenten sorrindo.

Depois que todos desceram, fomos andando pelo gramado. Tenten me segurava pelo braço enquanto Ino levava Ursinho Feliz no colo, Sakura Nejizinho e Lee Neji III.

-Onde é que vocês estavam? –Shikamaru perguntou se aproximando com uma garota loira ao seu lado.

-Longa história –disse Ino.

-Longa até demais –falou Sakura.

-Que barulho é esse? –eu perguntei ao ouvir um som de música alta.

-“Que barulho é esse”? –repetiu Shikamaru.- Está brincando? É simplesmente a festa mais badalada do ano acontecendo!

-E o monitor está vigiando os alunos ou se divertindo com eles? –indagou Ino maliciosamente olhando para a loira ao lado do garoto.

-Hoje eu estou como aluno comemorando –Shikamaru disse sorridente.

-Estamos comemorando o quê? –eu perguntei.

-Hallowen.

-“Halloween”? –eu gritei.- E cadê os ovinhos do Papai Noel? Nós vamos procurá-lo na floresta? Tem de chocolate? É o meu sabor favorito! –eu falei cambaleando sendo segurado por Tenten.

-Quê? –disse Shikamaru sem entender.

-Liga não, ele exagerou na dose hoje –explicou Sakura.

-Ok.... Enfim, a festa vai até as cinco da manhã. Se ainda quiserem ir... Agora que são três. O melhor horário da festa.

-Vamos? –disse a loira ao lado de Shikamaru.

-Até mais, pessoal.

-Divirta-se –disse Lee olhando para a loira.

-Temari é fantástica –disse Shikamaru apenas por leitura labial ao amigos.

Enquanto todos foram para seus quartos, Tenten me levou ao nosso.

-Cadê seus filhos? –eu indaguei no corredor.

-Pedi para Lee tomar de conta deles.

-Por quê? Não quer que eles vejam o pai bêbado?

-Você não é pai deles! –Tenten disse enquanto procurava pela chave do quarto na mochila.

-Achei que fosse.

-Achou errado.

-É pra hoje essa chave ou não é?

-Você quer procurar?

-Apressa porque é perigoso ficar dando bobeira no corredor a essa hora da madrugada.

-Você tá me dando sermão? Não sei se eu acho graça ou se choro.

-Anda logo! Vamos acabar sendo assaltados aqui!

-Ninguém vai nos assaltar!

-Com essa sua lerdeza os ladrões nem precisam se apressar.

-Não tem ladrão nenhum! –ela gritou.

-Ouviu isso?

-É, eu gritei com você.

-Não. São vozes. E estão vindo de dentro do quarto –eu falei girando a maçaneta e abrindo a porta.

-Aberta? –disse Tenten surpresa.

-Por que essa aglomeração? –eu disse olhando para Naruto Hinata e outros estudantes espalhados pelo quarto.- Estão distribuindo alguma coisa por acaso?

-Ah, oi pessoal –disse Naruto sorrindo ao nos ver.

-Naruto, como entrou aqui? –indagou Tenten.

-Pela porta.

-Não idiota! Quis dizer como! Eu tranquei e levei a chave.

-Eu dei um jeitinho.

-O que acha da segurança daqui? –perguntei olhando para Tenten.

-Eu acho uma boa ideia ter uma –intrometeu-se Naruto.

-Fora daqui, todos vocês -Tenten falou para o restante dos alunos.

-Não estraga a festa –pediu Naruto.

-Se quer festa, faça no seu quarto! Aliás, tanto você como a Hinata têm um quarto. Por que vivem aqui?

-Gostamos mais do de vocês –respondeu Naruto.

-Tá vendo como eu reclamava dessa invasão com razão? –eu falei.

-Já estamos indo –disse Hinata ao lado de Naruto quando o restante já tinha ido embora.- Está tudo bem? Vocês estão machucados.

-Você nunca acreditaria se contássemos –disse Tenten.

-Fora, loiro burro e traidora! –eu gritei apontando para a porta.

-Ei! –disseram Hinata e Naruto ao mesmo tempo.

-Por que eu sou traidora? –Hinata perguntou.

-Eu já sei que sou adotado!

-Quê?

-E não me venha com essa carinha de anjo porque eu se que você sabia! As mais quietas costumam ser as piores. Você sempre reclamou que era invisível, mas o bom de ser invisível é que ninguém nota que você está lá! Aposto que você sabia! E nunca me contou, sua traíra!

-Você nunca me perguntou!

-Hinata? –disse Tenten pasma.

-Como eu deveria perguntar uma coisa que eu nem sabia, sua anta?! Mentirosa!

-Não menti, apenas omiti.

-Fora daqui –eu falei puxando Hinata pelo braço.

-Ai, não aperta meu braço assim! Como você descobriu? Papai contou?

-Aquele rato ia morrer sem me dizer a verdade. Descobri sozinho!

-Sozinho? –disse Tenten.

-Meio que em conjunto –eu corrigi.

-Já conversou com nosso pai?

-Primeiro, seu pai. Segundo, falei e falei muito! Tô me tremendo até agora.

-Mas... –Hinata tentou argumentar.- Neji, vamos conversar.

-Não, fora, os dois! –falei empurrando ela e Naruto para fora do quarto.

-Neji!

-Silêncio que eu vou bater a droga da porta na sua cara! –eu disse fechando a porta com toda a força.

-Vá tomar um banho pra vê se melhora essa sua ressaca.

-Fora você também –eu gritei apontando para a porta.

-Como é que é? –Tenten disse mudando sua feição.

-Ótimo, então eu saio –falei girando a maçaneta.

-Não vai nada! –Tenten falou me puxando para longe da porta.- Você está com raiva. Eu já entendi. Mas já chega de tanta infantilidade!

-Que seja –eu falei deslizando as costas pela parece até ficar sentado no chão.

-Vá tomar seu banho.

-Imagine que existe uma porta invisível entre mim e você e que eu estou batendo ela bem na sua cara.

-Não dá pra você parar de ser trouxa?

-Só recebendo uma carta de Hogwarts –eu disse rindo e caindo de lado, com a cara no chão.

-Vem logo –Tenten disse me levantando.- Aqui –ela falou me empurrando uma muda de roupas.- Tome um banho que vai melhorar.

-Você vem junto?

-Só se for pra afogar você na banheira.

...............................

Alguns minutos depois, saí do banheiro.

-Melhor? –Tenten perguntou deitada na cama ao me ver.

-Minha cabeça ainda não começou a explodir.

-Pode se preparar. Pela quantidade de bebida que você ingeriu, terá uma bela de uma ressaca.

-Já tenho uma solução para isso –eu falei me aproximando da porta.

-Vai sair?

-Enquanto eu não parar de beber não vou ter ressaca. Além do mais, a festa do Halloween tá bombando lá fora.

-Você que sabe –ela disse abrindo um livro.

..........................

Ao chegar na festa não reconheci ninguém. Todos estavam mascarados. Sentei em uma mesa sozinho quando Naruto chegou ao lado de Hinata.

-Gostei da fantasia –falei olhando para os dois. Naruto estava fantasiado de raposa e Hinata de gatinho.

-Essa festa está o máximo –ele disse gritando no meu ouvido.

-Não grita! Minha cabeça tá explodindo!

-Desculpe –ele falou abaixando o tom.- Por que não veio fantasiado?

-Ainda está falando alto.

-Desculpe –ele disse cochichando.- Cadê sua fantasia?

-Ainda está falando alto –resmunguei.

-Mas mais baixo só ficando mudo.

-Agradeço muito a gentileza –falei saindo da mesa e me afastando dos dois, sentando no pé da escada no fundo do local da festa.

-Oi –disse Ino sentando ao meu lado.

-Oi.

-Ressaca?

-Ainda não, mas minha cabeça já tá explodindo.

-Oi pessoal –disse Sasuke.- Estou indo com os veteranos à uma floresta aqui do lado. Dizem que é assombrada e que na noite de Hallowen os mortos saem de suas covas. A cada dez pessoas que entram na floresta, dezessete morrem.

-Não, obrigada –disse Ino.- Nós estamos bem aqui.

-Não sabem o que estão perdendo –ele disse indo embora.

-Que bom que amanhã eu não serei o único de ressaca–falei observando Sasuke se afastar.

-Por que não foi dormir se está com dor de cabeça?

-Não quero ter pesadelos.

-Já que está aqui, por que não convida umas das meninas para dançar?

-São todas feias.

-Tá bom, Brad Pitty.

-Por que não está dançando?

-O meu paquera ainda não me chamou. Sou tão bonita! Por que ele ainda não me notou?

-Vai ver ele é cego.

-Engraçadinho. Cego é você, mesmo enxergando.

-Eu?

-É, você não nota nada ao seu redor –continuou a loira.

-Que conversa é essa? Eu poderia descrever qualquer pessoa de olhos fechados!

-Características físicas não são as únicas coisas que você deveria notar. Mas tudo bem. Eu desafio você a fechar os olhos e me descrever como estou agora.

-Tá bom –eu disse fechando os olhos.

-Pode começar.

-Você é loira.

-Muito bem observado.

-Apesar da desconfiança severa da Tenten.

-Quê?

-Deixa pra lá.

-Continuando... você é branca.

-Fale mais. Qual a cor do meus olhos?

-Depende. Muda de acordo com o clima.

-Errado. Que fantasia estou usando?

-A da Branca de Neve.

-Errado de novo. Estou de Cinderela.

-É tudo a mesma coisa –eu falei abrindo os olhos.

-Vim de princesa esperando que meu príncipe aparecesse com flores –ela falou entristecida.

-Você pode morrer. Aí com certeza seu príncipe aparecerá com rosas no enterro.

-Cala a boca –Ino disse me dando um tapa no braço.

-Eu deveria ter vindo fantasiado, assim talvez ficasse mais no espírito da festa.

-Achei que estivesse fantasiado.

-De quê?

-Rapunzel.

-Muito engraçado. Acho que já vou indo –falei levantando.

-Ino –disse um garoto moreno vestido de príncipe.

-Olha, ele é mesmo um príncipe!

-Cala a boca e vai embora, Neji!

-Não me trate assim. Eu, que sempre fui um amigo tão bom! Nunca falei que você vive falando mal dos outros.

-Neji!

-Tchauzinho –falei indo embora.

-Oi, Sai –Ino falou sorrindo envergonhada.

...................................

Ao voltar para o quarto, encontrei Tenten deitada com a luz apagada.

-Está dormindo? –eu perguntei.

-Sim –ela respondeu.

-Tá bom –falei sentando na ponta da cama dela.- Desculpe por ter sido tão grosso com você hoje cedo. Sei que você só estava sendo legal comigo, como sempre. E eu fui um idiota.

-Tudo bem.

-Não, não está tudo bem. Apesar da bebida, eu sabia o que estava falando. Estava alterado, mas parte de mim tinha consciência do que estava sendo dito. Desculpe, você não merece um amigo assim.

-Está tudo bem, Neji. Mas da próxima vez que você ficar bêbado daquele jeito, eu vou cortar seus cabelos enquanto dorme.

-Esse é um bom motivo para nunca mais beber –eu falei rindo.- Falando em cabelo, acredita que as pessoas na festa acharam que eu estava fantasiado de Rapunzel?

-Não discordo –ela falou rindo.

-Passa pra lá –eu disse deitando ao lado dela na cama.

-Você tem cama –reclamou Tenten.

-Gosto mais da sua. É perto da janela, é mais ventilada.

-A sua também é.

-É, mas lá não tem você.

-Acho que é efeito da bebida falando –ela falou.

-Acho que não –eu disse a beijando nos lábios.

 


Notas Finais


Obrigada por ler!
Se possível, deixe sua opinião que em breve responderei ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...