História Neko love - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias JoJo no Kimyou na Bouken (JoJo's Bizarre Adventure)
Personagens Dio Brando, Jotaro Kujo, Kakyoin Noriaki
Tags Dio, Dioxkakyoin, Jotakak, Jotaro Kujo, Jotaroxkakyoin, Noriaki Kakyoin
Visualizações 38
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe pela demora, tive um bloqueio de criatividade.

Capítulo 5 - Um Delinqüente bonzinho?.


Fanfic / Fanfiction Neko love - Capítulo 5 - Um Delinqüente bonzinho?.

-Dio.- Jotaro praticamente rosnou aquelas palavras, com as orelhas pra trás e o rabo balançando.

-Jotaro.- Dio estava na mesma situação dele, ninguém naquele mercado ousava chegar perto, o clima entre eles era tenso pra caramba.

-Oque faz aqui?.- Rosnou o loiro andando até ele a passos pesados.

-Eu quem devia dizer isso.- Respondeu o de boné, deixando a cesta no chão, pouco se importava para aquilo agora.

-Oh! Então você está se aproximando de mim?.- Falou Dio dando um sorriso e parando de andar, vendo que o outro não parará, ele então colocou a cesta no chão e o encarou, se assustando ao ver que ele já estava na sua frente.

-Assustado?.- Zombou Jotaro dando um sorriso provocando-o.

-Se ferra moleque.- Disse Dio balançando sua cauda de um lado pro outro.

-Você fala como se fosse mais velho.- Falou Jotaro invocando seu Stand.

"Já vai parti pro ataque? Jura Jotaro?." pensou o loiro invocando o seu Stand. Mas fora pegou de surpresa ao ver que Jotaro apenas pegou uma bandeja de uva que estava atrás de si, reconheu seu stand e ficou encarando confuso com o ato do mesmo.

-Oque diabos você está fazendo?!?.- Questionou Dio, gesticulando com as mãos.

-Pegando uvas?.- Disse Jotaro caminhando até a sua cesta e a pegando, colocando a bandeja que acabará de pegar dentro.

-Mas você não ia... Você...- Falou o loiro sem consegui raciocinar direito, o de boné apenas suspirou e foi caminhando para o caixa.

Dio não estava entendendo, oque houve com ele afinal?!?. Deixando isso de lado, o loiro estava louco para ver a cara que Kakyoin iria fazer quando lhe desse suas frutinhas favoritas. Com esse pensamento, Dio sorriu e foi pro caixa, afinal, amanhã ele poderia ver se Jotaro tinha realmente enlouquecido.


Dio chegou em casa sorrindo, abriu a porta e viu o Ruivinho sentado no sofá, abraçado ao travesseiro e assistindo algum filme, na mesma hora ele se virou e suas orelhas ergueram junto de seu sorriso brilhante.

-Dio!!.- Falou Kakyoin soltando o travesseiro e correndo para o abraçando.

-Opa! Isso tudo foi saudade?.- Disse Dio sorrindo e retribuindo o abraço.

-Você sabe! Eu tenho medo... Medo de você não voltar!.- Falou o ruivo enfiando o rosto no peito do maior.

-Noriaki...- O loiro segurou o rosto do menor e o encarou, seus olhos estavam brilhando por conta das lágrimas, aquilo fez o peito de Dio doer.- Eu nunca... NUNCA! Irei abandoná-lo! Se lembra da promessa que fiz?.

Kakyoin concordou com a cabeça,aquele havia sido o dia em que Dio o salvou, mesmo quase inconsciente, ele se lembrava, e muito bem.

Flashback- alguns anos atrás.

Noriaki estava no colo do loiro, este que estava escondido num arbusto.

-Noriaki... Eu sei que você pode não estar me ouvindo, mas eu prometo! Com todas as minhas forças, que irei lhe proteger, nunca mais irei deixar você voltar pra lá, NUNCA MAIS!! Então, confie em mim quando digo, nós vamos sair daqui.- Fala o jovem Dio totalmente decidido e confiante, aquilo fez Noriaki sorri, um sorriso fraco, mas de muita importância para ambos.

-Ei!! Eu ouvi algo ali!!.- Disse uma voz.

- Droga.- Falou Dio, depois disso, Noriaki havia desmaiado.

Flashback off


-Sim, eu lembro.- Respondeu calmo, começou a ronronar ao senti um cafuné na cabeça.

"Eu queria que você me amasse... De um outro jeito.." Pensou Dio suspirando triste.


Era um outro dia, um novo dia. Jotaro Kujo, no dia anterior, havia tido uma conversa com a mãe e descobriu através de fotos que Kakyoin estudo consigo no jardim, ele sentiu péssimo. Havia decidido agir de modo mais "calmo" com o ruivo, queria ver se sentia algo diferente se aproximando dele, até mesmo decidiu aturar o loiro.

Estava andando quando avistou os dois juntos,Dio segurava um guarda-chuva, afinal, ele iria morrer sem, era oque Jotaro pensava. Kakyoin caminhava calmamente, então aproveitou para se aproximar.

-Err... Bom dia Kakyoin... E Dio.- Falou ele ficando ao lado dos dois.

-Jo-Jotaro!!?! H-Hã b-bom dia!.- Disse Kakyoin corado, oque deixou Dio com ciúmes.

-Bom dia, JoJo.- Respondeu o loiro, sem o encarar.

-Sobre ontem... Eu agi como um idiota.. Me desculpe.- Aquilo foi difícil pra cacete de dizer! E olha que ele treinou várias vezes, bem, a frase era mais comprida.

- T-Tudo bem Jotaro... Nós agirmos como idiotas também, não é? Dio.- Falou Kakyoin cutucando Dio com o cutuvelo, que resmungou um pouco.

-É...- Rosnou o loiro e por alguns instantes, Kakyoin podia jurar que viu o Kujo sorri.

Noriaki se virou para o de boné e sorriu, Jotaro por algum motivo, sentiu seu peito se aquecer e o coração acelerar, não impedindo de corar.

-Yare yare daze.- Abaixou a aba do boné e apressou o passo.- Vamos, ou iremos NPS atrasar.- 

-Será que ele mudou?.- Sussurrou o ruivo pro amigo ao lado.

-Da noite pro dia? Impossível.- Respondeu Dio, com uma cara carrancuda.

- Talvez sim, talvez não, quem sabe? Eu tenho esperanças que sim.- Sorriu o menor correndo até ficar do lado de Jotaro.

Dio suspirou, agora tinha um rival a altura e isso o irritava.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...