História Nem a morte, nem a vida, ou os poderes, podem nos separar... - Capítulo 54


Escrita por: e littledarkfary


Notas do Autor


Oi? Tudo bom? Voltamos como planejado e agora com dia específico para postagens. Sim finalmente resolvemos os nossos problemas.

Antes que vocês comecem a ler gostaria de informar vocês que haverá alterações na história em questão de alguns personagens e algumas partes da história. Relaxem, nada que seja muito para vocês e algumas alterações já estão ocorrendo em alguns capítulos.

É isso, boa leitura e desculpem os erros...

@littledarkfary

Capítulo 54 - "Medo da Morte"


Fanfic / Fanfiction Nem a morte, nem a vida, ou os poderes, podem nos separar... - Capítulo 54 - "Medo da Morte"

(...)

Tudo aquilo parecia ser uma tentação, não vou mentir. A meia hora atrás estávamos fugindo de alguns jogadores e agora estamos aqui encurralados no meio da multidão. Eu provavelmente era a única que ainda mantinha dez porcento da mente lúcida, eu acho. Eu tentava lutar porém, tudo aquilo parecia estar enfeitiçado e havia algo naquelas bebidas que faziram com que ficássemos assim, todos nós, mas não havia escolha ou tomavamos ou nos matavam aqui mesmo e essa não é uma opção para nós.

Você deve estar se perguntando o que estou falando? Antes mesmo que o meu sub consciente adormeça com o que provavelmente eu ingeri vou tentar fazer um breve resumo enquanto tento lutar para que o meu corpo volte a corresponder com esses dez porcentos que ainda se mantém em pé.

*Alguns instantes antes*

Namjoon: On

Havíamos chegado no endereço informado pela Agnes, era um bar e em cima do balcão haviam algumas dozes deixadas, provavelmente uma para cada um de nós.

- Eu não acredito que vou viver esse dia mais uma vez.- Ingrid diz enquanto segura a doze

- Pessoal- Taehyung se vira para nós- eu não quero fazer besteira de novo.

- Pelo o que fiquei sabendo a besteira que você fex em um dos tais desafios foi muiti bom- Yoongi pega a doze e sem mais nem menos vira o copo- agora seja o que as forças do Universo quiserem.

- Yoongi!?- Aline o repreende- você está louco?

- Por acaso existe outra opção senhorita Marrie?- pergunta e ela não responde- foi o que eu pensei.

— Mais uma vez vocês estão correndo riscos por mim. — Erica vira a bebida. — eu sinto muito.

— Bom — pego um dos copos — agora não podemos ter arrependimentos e muito menos pensar, precisamos agir. — viro o copo e sinto o líquido amargo descer queimando— nossa que bebida é essa?

- Porra — Hoseok tosse- que negócio ruim é esse?- pergunta

- Nem para escolher algo mais doce essa praga não faz.- Ingrid joga o copo no chão fazendo com que virasse apenas cacos

- Tem algo nessa bebida.- Aline diz deixando escorrer um pouco em sua mão

- Jura?- Nataly pergunta em um tom de ironia- daqui a pouco veremos a Ingrid quase ficando nua no meio da rua.

- Gente? Cadê a noção?- Jungkook pergunta

- Certo, precisamos ir.- Stefani foi a primeira a sair do bar e Jimin foi logo atrás dela.

Por fim saímos todos e colocamos as máscaras e caminhamos em direção ao que a Agnes chamou de segundo campo, não sabíamos o que iríamos enfrentar as próximas horas e isso por incrível que pareça me causava medo, eu não sei nem o que pensar para ser mais claro.

Nataly segurava a minha mão, mas era nítido que havia algo de errado além dela estar com medo também. Ela apertava a minha mão cada vez mais forte me fazendo presumir que ela estava vendo algo ou ela estava sentindo o mesmo que eu.

- Nataly?- sussurro- está tudo bem?- pergunto

- Eu vi uma coisa- ela estava tremendo e paro de andar no mesmo instante

- O que você viu?- pergunto

- Eu não posso contar.

- Porque?

- Porque se eu contar uma coisa muito ruim irá acontecer.

- Nataly, você está me assustando.

- Namjoon? Nataly?- Stefani nos chama- está tudo bem?

- Sim.- Nataly a responde rápido e nesse mesmo instante percebo que havia algo relacionado- Namjoon, as vezes eu vejo coisas que nos não podemos interferir porque seria mudar toda uma história.

- É algo muito serio?

- Não para nós dois.

- Para quem então?

- Namjoon, não se preocupe a nossa família sempre da um jeito no final.

(...)

Aline: On

Aqui onde estamos é o segundo campo e eu só quero voltar a ter controle de mim mesma, eu estou no meio de tanta gente e virando garrafas descontroladamente e isso é uma tortura, porque uma parte do meu cérebro ainda tem consciência do que está havendo, mas eu não consigo voltar.

Me sento sobre a calçada e em seguida tiro a minha máscara e me levanto, porém antes mesmo que eu desse um passo alguém me empurra fazendo com que eu perdesse o equilíbrio.

- Você está cego caralho?!- logo sinto algo rasgar minha pele- Para! Você está me machucando!

- Aline! Para de gritar!

- E você está fazendo o que seu infeliz?- paro assim que era apenas o Jimin- Jimin?!

- Acordou né? Como você se sentiu?- pergunta

- Para ser sincera? Que tortura é horrível, tipo a minha mente foi totalmente tomada pelo o momento, porém uma parte de mim tentava me acordar.

- É eu sei, parecia que alguém estava sussurrando na sua mente.

- Como conseguiu sair do feitiço?- pergunto

- Fui mordido.- responde

- Mordido?- pergunto- como assim?- olho para meu braço que estava com a marca das suas presas- você injetou veneno em mim para me acordar?

- Basicamente sim, acho que a Agnes já imaginava que iríamos descobrir.

- Ou ela presumir que um de nós faria besteira antes mesmo de ficar consciente. Mas agora você foi moedido?

- É fui mordido.

- E como isso aconteceu?

- É complicado de explicar a situação, porém ela me mordeu e o veneno dela limpou meio que limpou o feitiço do meu corpo.

- Jimin, mas você se lembra de tudo o que estava fazendo?- o vejo ficar sério ele aprontou é certeza- porque eu mesma só lembro de algumas coisas e não é muita coisa.

- Eu não estava totalmente inconsciente.

- Mas como?

- Eu também não sei, talvez algum dos Meninos também não estavam totalmente inconsciente.

- Então quer dizer que você sabia o que estava fazendo?

- Basicamente sim.

- E o que você fez?- pergunto eu sabia que ele tinha feito algo de errado, mas não vou ficar forçando ele a falar.

- Talvez eu esteja certa do que eu imagino, mas não direi nada a ninguém, porque você sabe e estava consciente das suas ações, pelo o que entendi, então se você fez algo de errado que se uma outra pessoa ficar sabendo isso irá causar um impacto muito grande para ela isso é um problema seu e eu não irei me intrometer.- toco em seu ombro

- Eu não sei o porquê fiz o que eu fiz, não sei como me entreguei a essa tentação.

- Jimin, como eu disse não irei me intrometer, não precisa contar mais com detalhes eu provavelmente já entendi o que se trata, mas também não direi nada a ninguém.

- Essa conversa morre aqui?- pergunta

- Sim, isso ficará entre nós dois, mas eu espero que voce reveja o que fez.

- Muito obrigada Aline.

- Agora precisamos encontrar os outros.

- E passar pela a multidão.

- E por fim prender a alma da a Agnes mais uma vez.

Taehyung: On

Havíamos todos acordado do nosso modo de psicopatia é lucidez e claro conseguimos todos saír daquela multidão que agora provavelmente estão todos agora jogados no chão do segundo campo e graças ao Jimin que foi o primeiro a acordar, voltamos todos.

- Garoto esperto- Yoongi passa o braço em volta de seu pescoço- quando voltarmos para casa o que vai querer? Pode pedir garoto, não é todos os dias que vemos o Jimin não se entregar as tentações da vida.

Jimin estava muito quieto, porém nenhum de nós questionou nada, talvez ele só estivesse cansado além do mais estamos nas ruas a horas e eu mesmo só queria a minha cama, já fazem anos que eu não sentia as minhas pernas doerem e isso é porque sou imortal.

- Você esta bem?- eu estava carregando a Erica nas minhas costas

- Estou sim Tae- sussurra- eu só não aguento mais ficar de pé.

- Aí Jimin- Ingrid analisava seu braço- precisava morder tão forte assim? Meu braço está até roxo.

- Para de reclamar.- Jungkook diz

- Está acabando pessoal- Jin diz assim que percebemos que estávamos perto de um estúdio de gravação.

- Esse é o lugar?- Nataly pergunta

- Pelo o que parece sim.- Namjoon olha para a tela de seu celular que agora estava todo quebrado

Conforme chegávamos cada vez mais perto, tudo se tornava mais frio o que significava que ela estava por perto. Agnes sempre conseguiu não sei como, manipular as nossas sensações.

Paramos todos em frente a entrada que por acaso estava aberta, de longe eu conseguia ver o pessoal que a Agnes conseguiu levar para o seu lado.

Como se não conseguimos vê-los, inútil se esconder, mas do mesmo jeito eu conseguia sentir medo, não deles, mas sim dela minha Tia sempre foi boa com as suas táticas em um jogo, ela nunca perdeu e quando perdeu ainda sim tivemos que nos sacrificar para encerrar. Eu já enfrentei ela uma vez e muitos que eu amava morreram o medo disse se repetir é muito grande.

- Pessoal?- Ingrid nos chama- eu não queria falar assim, mas seja o que for que acontecer daqui alguns minutos saibam que vocês foram a melhor parte de mim.

- Ei?- Jungkook a puxa- você ta ficando louca? Nada vai acontecer com nós.

- Ela está certa- Erica concorda- quando entrarmos, nenhum de nós sabemos se iremos conseguir enfrentar todos que estão lá e sairmos bem.

- Nataly?- Aline fica de frente para ela- você não consegue ver?- pergunta

- Eu não posso, se eu forçar haverá consequências.

- Nem sempre podemos alterar o futuro.- Namjoon diz e era claro a preocupação em seu olhar

- Pessoal- Hoseok da um passo a frente- não existe outra escolha ou morremos aqui tentando ou vivemos a eternidade sendo perseguidos e vendo as pessoas próximas morrerem por causa de nós.

- Ele está certo- Yoongi caminha em direção ao estúdio- se um de nós morrer pelo menos não foi em vão.

Pelo o que conheço o meu irmão ele está fingindo apenas ser forte, porque está vendo todos com medo. Eu estou com medo, estou com medo de algo acontecer com a Erica, estou com medo de perder a minha família. Eu estou vivendo a eternidade e durante os duzentos anos que vivi essa tem sido a melhor parte. Eu encontrei em outras pessoas o que faltava em mim, essas pessoas significam tudo para mim.

Não quero que acabe aqui.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. E dêem um apoio da minha história no Wattpad por-favor??
Com todo nosso amor meu e da @littledarkfary💛
@docesuicida


https://my.w.tt/fvisMu3Vh3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...