História Nem a morte, nem a vida, ou os poderes, podem nos separar... - Capítulo 10


Escrita por: e littledarkfary

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Romance
Visualizações 45
Palavras 1.962
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooiiiieeee Voltei, pessoal preciso avisar que, haverá a segunda temporada de "Nem a morte, Nem a Vida ou Poderes podem nos separar", mas sem data para o primeiro capítulo.
Então é isso...
Boa Leitura...

BEIJOS DE LUZ

Capítulo 10 - Relíquias??


Fanfic / Fanfiction Nem a morte, nem a vida, ou os poderes, podem nos separar... - Capítulo 10 - Relíquias??

*DEZEMBRO 2020*               Narrador Pov's

 Stefani já tinha 17 anos e Nataly tambem so Ingrid que não, ela era chamada de Cry Baby entre eles.                  Ingrid: On   

 22:40 PM   12/12/20 

 Estava subindo para o meu quarto, meus pais deveriam estar dormindo, assim que passei pela porta do quarto deles escultei eles falando de mim, desliguei as luzes e encostei na porta do quarto dele. 

 - Ela não pode namorar agora, se eu souber que ela está com putaria com moleque, ela vai ver só.

 - Calma, talvez seja coisa de minha cabeça, mas é bom você falar com ela. 

- Pode começar a cortar umas coisas delas. 

- Tipo? 

- Festas, sítios, praias com os amigos, celular. 

- Mas e s ela não tiver tendo nada com esse garoto o Jungkook? 

- Do mesmo geito e bom ficar de olho nela. 

 Affz logo agora que iríamos começar a estudar como quebrar a maldição? Que odiooooooo. Não tendo também uma coisa, tudo bem que eles querem o melhor para mim, mas o que teria de errado em eu namorar agora? Eu não iria me desviar do caminho e nem parar a escola ou não fazer faculdade que eu tanto quero por causa de um garoto apesar que o Jungkook me apoia quando se trata do melhor para o meu futuro eo Jungkook não  e como eles pensam , um garoto que não quer nada, so que zuar, beber e não tem expectativa de vida. Apesar que minha família não sabe que eu namoro há quatro meses e nem vão saber.       Terça feira 12:00PM 

 Estava terminando de me até umas para ir a escola.    

 *SMS* 

*OI DI.. QUER QUE EU PASSE NA SUA CASA E TE LEVAR PARA A ESCOLA?* 

* OI E ME ESPERA NO PONTO DE ONIBUS QUE TE AQUI PERTO DE CASA?* 

* PORQUE, ACONTECEU ALGO?*

 * EU TE EXPLICO DEPOIS SO ME ESPERA LA!* 

*TABOM*

 Olhei para trás e levei o maior susto, meu pai estava me observando, ele estava de folga hoje: 

 - Me assustou! 

- Com quem estava falando?

 - Com uma amiga!

 - Que amiga?

 - Stefani, nossa quantas perguntas, está me enterrogando agora? 

- Não só preciso falar com você.

 - Tem que ser agora? Porque eu ja estou indo para a escola.

- Não, mas tarde

 - Tchau. 

 Ele estava estranho demais, certeza que ele quer falará sobre o Jungkook comigo Me sentei no banco do ponto de ônibus e logo Jungkook chegou, entrei no carro e nos beijamos: 

- Aconteceu algo Ingrid?

 - E, bem, sim..

 - O que foi?

 - Meus pais estão desconfiados de nos, e vão começar a proibir de sair de casa. 

- Argh! Logo agora que iríamos começar a correr atrás de acabar com a maldição. Não quero te causar problemas.

 - Calma vamos dar um geito, eu tenho que ajudar vocês eu sou uma das chaves para acabar com a maldição, certo? 

- Certo.     

 15:38 PM- Intervalo..          

Ingrid: Off       

Narrador: Pov's 

 Estavam todos em uma mesa, almoçando enquanto Jimin e Jungkook tentavam descobrir sobre a maldição nos livros deles. Jimin deu um grito e todos do refeitorio, ficaram o encarando. 

 - Achei! 

Jungkook: 

 - Achou o que?

 - Algo que pode nos ajudar a encontrar algo para acabar com a maldição. 

- O que extremamente?

 - Relíquias. - Relíquias? 

- Isso, agora precisamos localiza-las. 

- Como vamos saber quais são as relíquias? 

- Vamos precisar de ajuda de um certo bruxo... 

- Namjoon?

 - Também, precisamos do nosso irmão Jin e da Aline.

 - Vou pedir para o Namjoon ligar para eles. 

 19:00PM Ingrid: On 

 Falei para os meus pais que iria precisar dormi no apartamento da Nataly, porque tinha que fazer um trabalho mas na verdade estava na mansão Hyung com os meninos, Nataly, Stefani, Jin e Aline. Estavamos tentando encontrar as relíquias, mas naquele momento tenho certeza que éramos inúteis ali. Aline, Namjoon e Jin estavam o ajoelhados no chão em um círculo de mãos dadas havia uns desenhos também em volta deles parecia as runas do livro "Instrumentos Mortais"; eles  falavam Umas coisas estranhas, até que os três desmaiaram. Jungkook me viu assenti e segurou em minha mão:


- Esta tudo bem ele iram acordar.

Nataly estava bem assustada, so Stefani que parecia não ter se assustado. Em questão de segundos os três acordaram.
           Aline:

- As, as relíquias estão em Helston, Paris e Madrid.

Ela falava ofegante..

jimin:


- Mas o que são?

Jin:

- Não sei muito bem, mas em Paris havia algo na "Catedral de Notre-Dame" eu não sei, acho que tinha algo no Templo de Debod em Madrid. Em Helston no Jardim Bonython Estate Gardens.
Aline:

- Só sabemos que cada um desses lugares tem haver com vocês, tem algo nesses lugares que se conectam com vocês, porque lá estão algo que pertencia a Clarisse, Tifany e Júlia. Agora ea vez de vocês, Ingrid, Stefani e Nataly de descobrirem o que e que vocês estão a procura.
Stefani:

- Como iremos descobrir?
- A verdade irá vim, vocês talvez em um sonho com o que e, imagens aleatórias do nada na mente de vocês.
Agora vocês vão descobrir mas sobre a Clarisse, Tifany e Júlia.

Ela se aproximou de nos três e:

- Ou talvez vocês descubram agora.

Eu vi tudo ficar nítido até ficar escuro.

                       Ingrid: Off
                    Stefani: On

Acordei encostada em uma Barra de ferro, estava com um vestido da época Vitoriana Preto e Verde, as pessoas pareciam diferentes tudo estava diferente. Olhei para cima e parecia ser uma construção,  Me afastei um pouco e era a Torre Eiffel, so que pela metade estavam ainda construindo ela. Me afastei e um homem pálido segurou em meu braço:

- Qu'est ce que tu fais ici? Ce lien et propriéte privíe.

O homem estava falando em francês, eu nunca aprendi francês, mas eu sabia o que o homem estava dizendo, eu entendia. Sai correndo e sem querer esbarrei em alguém, senti algo cair de mim, era um rapaz ele me ajudou a levantar, assim que olhei bem para seu rosto era Jimin:

- Tout na bien? Vous laissez tomber.

Ele me entregou um pingente parecia que a pedra que tinha nele era Citrino, de algum geito eu conhecia aquele pingente de algum lugar.
Imagens aleatórias apareceram. Era Ingrid e Nataly, mas não eram elas. Elas estavam segurando pingentes também é eu olhava para elas segurando o Citrino.
A garota que parecia ser Ingrid se aproximou e Nataly também é disseram:

- Amis pour Toujours.

Assim entendi que era um presente da Ingrid para nós duas.
Do nada tudo ficou distorcido, minha consciência voltou d eu lembrei de tudo.
O pingente de Citrino da relíquia que devo encontrar na Catedral de Notre-Dame.

                  Stefani: Off
                  Ingrid: On 

Estava vagando em uma rua pessoas gritavam, me aproximei e era uma tourada, vi um rapaz dr Costa e resolvi pedi informações:

- Con licencia, moço por favor tiene como...

Assim que o rapaz se virou para mim, era Namjoon, e eu estava falando Espanhol, como assim? Ele me respondeu:

- ¿Si?
- ¿Como me dicem que dia y host?
- ¿Si hoy es....
Interrompidos.

Alguém passou esbarrando em nos e fazendo algo cair da minha mão, nem sabia que estava segurando algo. Ele agachou e pegou a pedra que estava no chão:

- Creo que lo dejaste Caer.

Peguei a pedra e era uma Quartzo-Rosa, do nada imagens surgiram em minha mente eu via Ingrid me entregando essa pedra, até que tudo ficou pré tom
Eu com certeza estava em Madrid, mas lembrei que tinha que encontrar a relíquia e assim que toquei na Quartzo-Rosa, tudo se deslanchou se transformando em um enorme vazio e percebi que eu estava procurando era isso, esse pingente.
 
                   Nataly: Off
                 Ingrid: On

Estava na Inglaterra em Londres, no Big Bang, parecia ser a década de 1850, tudo estava estranho.

- Clarisse? Where were you? You Forgot your pendant me.

Quando me virei era Jungkook ele estava falando em Inglês e me chamou de Clarisse, como assim?

- Clarisse takes your pendant I can put on your?
- Yes.

Me virei e levantei o cabelo, assim que ele colocou o pingentes meu pescoço.

Senti Algo forte vindo dele, era uma mestista, toquei nela e uma onda de lembranças vieram.
Estava em uma cabana com Nataly e Stefani e ela estavam diferente não apreciam ser a que eu conheço. Do nada eu toquei no pingente e elas também, e então dissemos:

- Frindes Forever!

Então lembrei de tudo, o que aconteceu com o Jungkook, o sítio dos pais da Stefani, a briga da Nataly e do Namjoon, lembrei sobre o que Aline e Jin disseram sobre as relíquias e percebi que a relíquia estava ali os três pingentes eo que vai ajudar a quebrar a maldição.
Tudo que eu vi virou pó, me trazendo para a minha consciencia normal.

               * 21:10PM *
      
                  Jungkook:

- Ingrid você está bem?
- An? Que?
- Você viu algo?
- Que? Calma devagar. O que aconteceu?
- Aline fez com que você a Stefani ea Nataly, dormisse por um tempo para que vocês conseguissem saber o que exatamente vamos procurar.
- Então acho que ja sei o que e...

           Ingrid: Off
           Stefani: On

- Foi tão real Jiminnie, e estranho não entendo como poderia falar francês e entender cada palavra se eu nunca pronunciei uma palavra que seja Francês.
- Deve ter sido o feitiço.

Ele se senta na cama ao meu lado me entregando uma xícara de chá:

- Mas então Ste, descobriu o que e a relíquia?
- Sim se não me engano..

Escultamos alguém bater não porta..
Jimin:

- Entram

Eram Jungkook e Ingrid.

- Você está bem Ingrid,
- Estou bem, você Ste?
- Estou.
Stefani:

- Você já sabe quais são as reliquias,
- Sim, e você também. Acho melhor esperar a Nataly para falarmos o que e.
- Concordo.
- Alguém falou Nataly?

Eram Nataly, Namjoon, Aline e Jin?
Jin:

- Então, já sabem o que e?
Ingrid:

- Amestista.
Nataly:

- Quartzo- Rosa
Stefani:

- Citrino.
Jimin:

- Que? Não entendi o que essas pedras tem haver?
Stefani:
 
- Há muito tempo Clarisse deu para Tifany um pingente de Citrino.
Nataly:

- Para Júlia Quartzo-Rosa e Clarisse tinha a Amestista.
Jungkook:

- Mas porque esse lugares estariam essa pedras se Clarisse, Tifany e Júlia moravam na Geórgia?
Namjoon:

- Vai ver as bruxas que as mataram sabiam sobre esses pingentes que tinham uma ligação muito forte e que poderiam ser importante para quebrar a maldição.
Jimin:

- Se fosse assim era so destruir então.
Aline:

- Essas pedras são do zodíaco, Citrino-Libra, Quartzo-Rosa-Touro, Amestusta-Peixes, nem uma bruxa pode destruir as pedras do zodíaco.
- Porque?
- Regra dos Ancestrais, não entendo, mas Tabom.
Namjoon:

- Então já sabemos por onde começar eo que procurar.
Jin:

- Bem, está ficando tarde, acho melhor eu e Aline irmos embora.
Jimin:

- Tem certeza que não querem dormi aqui Jin?
- Sim irmão, não quero incomodar.
- Você não incomoda ninguém.

Namjoon se aproximou de Jin para um abraço:

- Muito obrigado irmão.
- Quando precisar e so ligar.

Ficamos um tempo na Sala principal conversando, todos subiram para os quartos e eu fiquei com Jimin na sala conversando ele me contava sobre como era a Tifany, quando a mãe dele matou seu pai, essa história foi cruel:

- Jiminnie? Posso fazer uma pergunta?
- Sim.
- Como foi seu relacionamento com a Tifany?
- Eu não cheguei a ter um relacionamento com ela.
- Como não?
- E que ela era uma pessoa difícil de se lidar.
- Vocês se amavam?
- Sim, eu amei ela é ela ne amou. Mas foi tarde demais quando dissemos isso um para o outro.

*Flashback*
Jimin: On


Notas Finais


Porque foi tarde demais para Jimin dizer para Tifany que ele a amava?
O que essas pedras irão fornecer?
O que eles terão que enfrentar para poder quebra a maldição??

Ass: D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...