História Nem a Morte, Nem a Vida ou Poderes podem nos Separar... - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~NepomucenoSz

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 10
Palavras 1.448
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiieeeee Pessoal

O capítulo de hoje, irá contar como eles irão para Paris, Helston e Madrid e sobre um pouco do Jimin e da Tifany e teremos uma passagem de tempo para finalmente chegarmos ao capítulo da busca pelas pedras...
Espero que gostem.
Boa Leitura...

Beijos de Luz

Capítulo 11 - Paris, Helston e Madrid.


Não consegui enxergar muito bem a fumaça estava fazendo meus olhos lacremejarem, consegui tocar na Maçaneta da porta daquele hospital abandonado. Abri a porta e la estava ela amarrada em uma espécie de altar feito pelas bruxas. Essas bruxas, desgracadas,  passaram todosos limites. Meus olhos ficaram violetas de ódio. Dessamarrei Tifany das cordas, ela havia sido torturada, seu corpo estava cheios de cortes.

- Tifany! Tifany! Por-favor acorda, olha para mim.

Ela abriu os olhos, mas eu podia sentir seus batimentos ficando cada vez mas fracos. Ela tentava fazer um esforço para respirar mas não conseguia:

- Tifany eu vou te transformar.
- Não! Não, não se preocupe comigo.
- Tifany eu preciso de você.
- Nada pode curar o feitiço que fizeram para mim.

Ela estava fechando os olhos:

- Tifany não vai Por-favor.

Eu dizia com lágrimas escorrendo em meu rosto:

- Jimin, eu te amo.

Assim que terminou, de dizer eu te amo, seus olhos se fecharam, senti algo sendo arrancado de mim. Senti a mesma dor que um pai senti ao perder seu filho, a dor de um filho ao perder seu pai que ele nunca deu importância.

                    Jimin: Off
Meus olhos se encheram de lágrimas:

- Ste, não precisa ficar assim, ja passou, eu a amei? Amei ela sim, e ela me amou, mas eu tinha que seguir em frente eu ea maldição que nunca me deixou se aproximar das pessoas:
- Você sofreu muito Jimin.
- Eu sei princesa, posso te chamar de princesa?
- Meio clichê mas pode.
- Que dormi no meu quarto? Assim podemos conversa mas, um sobre o outro.
- Hm! Tabom.

Jimin colocou um colchão ao lado de sua cama, para mim nos ficamos um bom tempo conversando que fomos dormi 03:00AM. O mas interessante e que eu entendia ele é tudo o que ele passou e ele me entendia, era algo novo para mim.
 
                Stefani: Off
                 Ingrid: On

Estava deitada no colchão que Jungkook havia colocado para mim, não conseguia dormi pensando em como minha vida mudou completamente nos últimos meses. Escultei Jungkook entrar no quarto fingi que estava dormindo:

- Nossa Di você mente muito mal.

Eu não respondi:

- Eu sei que você não está dormindo.

Não falei nada. Em cerca de uns cinco minutos me sentei sobre o colchão:

- Kook, não consigo dormi.
- Deita aqui comigo!

Me levantei e deitei ao seu lado, ele me cobriu com seu edredom e me abraçou por tras:

- Ei o que se passa em sua mente agora?

Me virei para ele:

- Eu estava pensando em como minha vida mudou completamente, depois que conheci você ea verdade sobre quem sou.

                  Ingrid: Off
                 Narrador Pov's

Eram 08:10AM Namjoon e Nataly estavam acordados:

- Namjoon, você vai falar com os meninos hoje sobre irmos para o Litoral, nesse mês?
- Vou ja que e a unica opção.
- Se os pais da Ingrid não tivessem desconfiados do namoro dela, poderíamos falar que iriamos passar uma semana na casa de praia da minha mãe, assim não precisaríamos se preocupar.
- Vai dar tudo certo.
- Agoraque os pais da Stefani estão separados, a mãe dela está mas liberal com ela não é atoa que vai para o Guarujá com nós.
- Sim, só vamos ter que agir rápido.
- Como vamos fazer para ir para esses lugares? Porque tipo não tem como de avião.
- Vamos ter ajuda de um certo meio anjo e um bruxo incrível, espetacular, lindo e forte.
- Esse bruxo seria o Jin?
- Nossa Nataly eu estava falando de mim.
- Eu sei, estou te zuando idiota.

Namjoon prensa Nataly contra a parede perto do quarto de Jungkook:

- Enquanto você não falar que eu sou o melhor eu não vou te soltar.
- Você eo melhor.
- Foi muito fácil, gosto quando e difícil.
- O que você vai fazer?
- Não sei, mas tarde eu te conto.
- Eita...!

Namjoon bateu na porta do quarto de Jungkook:
 
                  Jungkook: On
- Entra...

Eram Nataly e Namjoon.
Namjoon:

- Preciso falar com você!
- Fala vaixo que ela está dormindo.

Eu olhava para Ingrid dormindo ao meu lado:

- Foi bom?
- O que?
- Sua noite irmãozinho?
- Onde você que chegar,
- Ah, não sei.
- Otário...

Nataly não aguentou e começou a rir.

       
Ingrid:

- Fala baixo eu quero dormi.
- Foi mal.
- O que vocês querem?
Namjoon:

- Queríamos falar sobre como vamos para Helston, Madrid e Paris.
- Tem como esperar? Eu estou com sono.
- Então ta, daqui a pouco conversamos.
Nataly:

- Foi mal, atrapalhar vocês.
- Vai, tchau..

Eu levantei e Ingrid ficou na cam, cheguei perto dela e beijei seu rosto:

- Vai levantar agora?
- Só mas um pouco...

Ela dizia manhosa virando para o lado.

- Vem Di!
- Tabom..

Esperei Ingrid sair do meu quarto, fiquei sentado no corredor do quarto; escultei a porta bater, Passos no corredor, mas era o Jimin ea Stefani.
Jimin:

- O que aconteceu? A Ingrid te chutou para fora do quarto?
- Nossa que engraçado, e você não fez muito barulho com a Stefani, ne?
Stefani:

- Não aconteceu nada idiota!
- Ata!

Ingrid caminhava em direção a nós com os fones de ouvido.
Ingrid:

- O que eu perdi?
- Nada Di..

                  Jungkook:Off
                 Narrador: Pov's

Assim que todos desceram, e se sentaram na mesa.
Namjoon:

- Então precisamos falar sobre como iremos ir para esses lugares. Logicamente não tem essa de avião.
Jimin:

- Magia, talvez?
- Talvez. Jungkook?
Jungkook:

- O que tem eu?
- Alguma ideia?
- Acho que sim...

Jungkook olhou para Ingrid  pensativo.
Ingrid:

- O que foi?
- Você ja viu algo que nunca pode explicar?
- Não sei, talvez. Quando eu tinha 11 anos eu sonhava com uma sombra escura ela me perseguia.
- Qual era a sensação?
- Frio, sólido, medo, irá...
- Anunciador.
- O que e isso?
- São coisas que ligam o passado com o presente, carregam mensagens, são inofensivas.
- E como faz para usa las?
- Vou ensinar vocês três a manipula-las.

*3 SEMANAS DEPOIS*

27 De Dezembro  12:30

Tudo estava bem, Ingrid em uma casa na praia em Guarujá com sua família, os meninos, Stefani e Nataly na casa de praia da mãe de Nataly. Todos já sabiam o que procurar, onde procurar e ir. Jungkook havia ensinado as meninas em como manipular um Anunciador, vislumbra-lo e como usá-lo para ir ao passado. Stefani ea que passava mas tempo com Jimin vislubramlo a vida de Tifany, aquilo para ela era incrível, coisas que eram só histórias para assustar crianças antes de dormirem são todas reais.

*SMS*

*-Didi, vou ai na casa que você está.*
*- Para que Stefani?*
*- Você vai ver.*
*- Olha la o que você vai aprontar.*
*- Relaxa.*

                    Ingrid: On

Meu primo havia me chamando para tomar sorvete com a Mulher dele, que inclusive e muito legal, Minh prima Fran e minha irmã Nicole também iriam com nós.
Ingrid:

- Nicole sua minha, não sabe nem chupar um sorvete.
- E você sabe?
Fran:

- Ela sabe bem mas que chupar um sorvete.
Ingrid:

- Ai nossa, mas que merda vocês em.

Fran e Nicole davam risada e Ingrid não falava absolutamente nada. Assim foram todos conversando, até que quando viraram a rua chegando perto de casa que alugaram.
Nicole:

- Ingrid aquele Jeep, me lembra o carro do seu Crush.
- Que? Aonde?
Fran:

- Crush?

Meus primos ficaram me olhando:

- Gente eu não tenho Crush, Tabom.
Nicole:

- Então Jungkook e o que?
- Meu melhor amigo.
- Ah, tabom sei.

            Ingrid: Off
           Narrador Pov's

Assim que tido a entraram, Ingrid ouviu sua mãe rindo, ela foi direto para a Sá e então:

- Stefani?

Ela estava sentado no sofá com meus pais e meus tios, ela se levantou para me cumprimentar:

- Oi Miga.
- Oi Ste, porque não me avisou que horas viria?
- Quis fazer surpresa e mas vim pedi para seus pais deixaram vocês dormi na casa que estamos.
Pai:

- E pode ir, so que só hoje.
- Nossa meu DEUS vai chover.
Stefani:

- Ok, preciso ir, Jungkook disse que iria usar o carro.
- Ele deixou você pegar o Jeep,
- Sim, relaxa.
- Não é nada. Kkkkk

Quando ela estava preste a sair, ela se virou e:

- Você trouxe seu skate?
- Sim, porque?
- Você vai precisar quando viemos  te buscar.
- Ai Senhor..

                 15:00PM

Tinha pegado uma mochila e tirado algumas coisa de minha mal e colocado dentro dela, coisas como roupas, coisas de uso pessoais. Estava com um shorts  preto          


Notas Finais


Anunciadores é?
Skate? O que eles irão fazer?
O que será que vai acontecer quando estiverem dentro dos "Anunciadores"??

Ass: D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...