História Nem a Morte, Nem a Vida ou Poderes podem nos Separar... - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~NepomucenoSz

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 17
Palavras 1.871
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieeee pessoal, essa éa primeira vez que escrevo algo assim, e como eu havia dito, não sou muito experiente.
Espero que gostem...
Boa Leitura..

BEIJOS DE LUZ

Capítulo 8 - Primeira Briga, Primeira Vez (Nataly e Namjoon)


  Foi assim um dia eu estava indo embora para casa, estava à noite eu sentia como se alguém tivesse me seguindo e foi exatamente isso, haviam dois caras atrás de mim eles começaram a assoviar e me chamar de gostosa mas na hora que esses caras começaram a me puxar pelo braço e tampar minha boca pra eu não gritar, eu escultei esse dois caras caindo no chão, olhei para trás e vi, vi ele, cai de joelhos no chão,e ele agachou no chão também, aqueles olhos fixaram os meus e ele levou uma das Lágrimas que escorriam em meu rosto. Foi tão estranho porque era como se eu conhecesse ele, era como se já tivesse sentido o toque dele minha pele. Então ele ajudou a me levantar e me ofereceu uma carona para casa e eu aceitei. Então uma semana depois eu encontrei ele no ônibus, diariamente no ônibus quando estava indo para escola, nós acabamos conversando sobre a vida um do outro. Até que um dia ele me chamou para ir em um restaurante japonês e eu aceitei também. Assim que saímos do restaurante, estava chovendo e saímos correndo na chuva só que eu acabei escorregando e do nada sentir os braços de Namjoon me envolverem pela cintura, assim me aproximei mas de seu rosto enquanto olhava para sua boca e encostei a minha na dele, seu beijo foi o mais doce delicado possível, foi tão bom. Então a partir desse dia percebi, o quanto precisava dele, que ele era o meu porto seguro, a pessoa em quem eu posso confiar todos os meus segredos, que vai me ajudar quando eu precisar e quem vai enxugar minhas lágrimas.  No dia seguinte ele me contou que ele era um híbrido, meio vampiro e bruxo. Lógico não aceitei no início a história sobre eu ser a reencarnação da Júlia, mas depois percebi que o amor tudo pode, que o amor nunca morre... 

Ingrid: 

 - Nossa que profundo, adorei!

 - Tenho certeza de que eu amo ele!♡ 

Stefani: 

- Oooouuunnnwwwwtttt! Mas agora, sua vez Ingrid.

 - Minha vez do que? 

- De contar como que foi sábado com o Jungkook. 

- E... Vi Ingrid ficar com vergonha. Nataly: 

 - Pode falar, eu contei sobre mim agora ea sua vez! 

- Hm!! OK.. No sábado a noite, ele foi me buscar em casa, meu pai falou com ele, não sei o que, mas ok. Então quando estávamos quase chegando no parque...

 - Parque??? Perguntou Stefani.

 - Sim, ele vendo os meus olhos, e... 

Interropida: 

 *Ligação* 

Nataly: 

 - E ele.. 

- Atende Nataly. 

 *- Oi Môr.* 

*- Oi. Fala o endereço?* 

*- Falo. Rua: Mariana Bert Flor, residência 95A. 

*- Vlw.* 

*- Tá bravo comigo?*

 *-Não! Até daqui a pouco.* 

*- Ate..*

 Alguns minutos depois, escutamos o barulho do portão, saímos nos três para fora. 

Eram eles... Assim que fui cumprimentar Namjoon ele virou o rosto: 

 - Preciso falar com você! 

- Fala a verdade, ta bravo comigo? 

- Vamos! 

 Ele me puxou para a parte da piscina. Jungkook e Ingrid, entraram com Jimin e Stefani. Assim que chegamos na piscina, me sentei em um dos bancos que estavam de frente para a piscina.

 - Você sabe que nenhuma de vocês poderia sair da cidade, sem um de nós..

 - Eu sei, mas foi a Stefani que pediu, para que viessemos com ela. 

- Deveria ter contado para elas...

 - E deixar elas mas apavorada do que já estão, não vou jogar tanta pressão nelas.

 - Elas vão ter que saber. 

- Espera até Dezembro? 

- Não é para você sair da cidade. 

- E agora vai ficar me impondo regras?

 - E para o seu bem! 

- Não parece! Nataly virou as costa, e saiu andando, Namjoon pega em seu braço e ela se solta.. 

 - Não sou seu bicho de estimação. 

- Não estou te tratando como u bicho de estimação. 

- Não parece. 

 Eu desci para entrar na casa e ele veio atrás de mim, sem dizer uma palavra. Assim que entramos todos perceberam o clima tenso entre nós dois, fui direto para o quarto e ele ficou na sa.                    

Nataly: Off                 

  Stefani: On

 - Aconteceu alguma coisa que eu não saiba? 

Jimin:

 - Vai ver briga Normal, ou talvez porque ela sabia que vocês corriam perigo, se saíssem de cidade. 

- Porque perigo?

 - Porque todos os clãs existentes estão atrás de vocês, porque vocês podem quebrar um dos maiores feitiços ja feito. 

- E por isso? Então não podemos sair da cidade, e isso? 

- Não sem um de nós. 

- Nossa que ótimo.                

Stefani: Off              

  Nataly: On 

 Tinha trancado a porta, haviam lágrimas em meu rosto, não gosto quando as pessoas ficam querendo me por limites, me tratando como objeto. Não aceito ser domesticada, me sinto um animal. Havia alguém batendo na porta... 

- Quem é?! 

 Limpava as lágrimas, enquanto me levantava em direção à porta, destranquei e pedir para entrar. Era Namjoon, ele entrou e fechou a porta e sentou na beirada da cama, ele ficou quieto e me olhava enquanto eu estava deitada, ele percebeu que meus olhos estavam cheios de lágrimas: 

 - Nath? Você estava chorando? 

Fiquei calada e não respondi. 

 - Nataly fala comigo? 

- Não! Dizia em soluços. 

 - Desculpa! 

- Não estou bem Namjoon! 

 Ele deitou em cima de mim 

 - Sai Namjoon! 

- Não vou sair enquanto você não falar comigo direito. 

- Já estou falando com você!

 -Não do jeito que eu quero.

 - E eu sou obrigada, a falar do jeito que você quer? 

- Nossa! Tem como eu fazer algo, para você esquecer o que eu disse? Ele beijava meu pescoço.. 

 - Nataly me desculpa? 

- Você sabe como eu sou e ainda fala uns negocio desse para mim? 

- Foi mal, eu sei que você não gosta que te coloquem limites.

 Ele fica sobre mim, e me beija intensamente. Seus beijos foram descendo para o meu pescoço, ele colocou a mão em baixo da minha blusa tocando em meus seios. Troco as posições ficando por cima dele e retirando sua blusa. Ele pega em meus braços e... 

 - Acho melhor trancar a porta. 

 Eu me levanto e tranco a porta pegando a chave colocar em cima do criado-mudo, voltei para cima dele mas ele me levantou me pegando colo e me encostando na parede do quarto, mordi seus lábios devagar  sentindo ele arfar. Me jogou na cama e tirou minha blusa, apertando meus seios enquanto ainda estavam com sutiã preto rendado.. 

 - Se você retirar mas uma peça minha, eu não paro mas, então, vai parar ou continuar? 

- Não sei? 

- Se continuar, prometo que mão vou te machucar. 

- Então Tabom.. 

 Assim voltamos para os beijos, depois de tirar meu short, abri o zíper de sua calça, ele mordiscava meu seios fazendo eu gemer baixo. Assim que tirou suas últimas peças, ele me beijou enquanto passava a mão e minha barriga. Assim que começou a me penetrar, seus olhos ficaram vermelhos, fiquei observando e vi ele assenti. 

 - Não precisa ter medo, isso e normal. 

- Não tenho medo.  

Doeu um pouco, mas, com essa dor você acaba se acustumando, depois de um tempo eu gemia baixo e ele também, assim que chegamos ao nosso ápice ele se jogou em cima de mim, estávamos cansados. Comecei a mexer em seu cabelo, enquanto ainda estava ofegante, ele saiu em cima de mim me fazendo deitar em seu peito. Entrelaçada seus dedos em meus cabelos, fazendo carinho em meu rosto até dormi....          

 Manhã da Terça-feira                    10:40AM 

 Acordei, Namjoon não estava no quarto. Me levantei e peguei minha bolsa da minha mala onde eu colocava sabonete, shampoon, esses tipos de coisas, entrei no banheiro que havia no quarto e tomei um banho, escove os dentes, o básico do dia a dia. Peguei uma sai a Preta e uma blusa branca com o número 82 em preto e meu tênis da vans também Preto Assim que saí do quarto, estavam todos na Sama tomando café. 

 - Bom dia! Todos me deram bom dia, peguei uma xícara na cozinha e voltei para a sala me sentando no colo de Namjoon, vendo todos assentirem...

 - O que foi? 

Ingrid: 

 - Estou vendo que a noite foi Boa! 

Vi Ingrid dizer enquanto colocava as pernas no colo de Jungkook, enquanto Stefani tentava nao rir alto.

 - Não aconteceu nada. Namjoon corou assim que olhei para ele, todos começaram a rir.

 - Nossa seus idiotas! 

- Mas não é verdade? 

- Cala a boca Ingrid, apesar que você não terminou de contar como foi sábado você Eo Jungkook. Jungkook ela beija bem? Porque ela nunca ficou ninguém, não por falta de opção mas porque ela não queria mesmo... 

 Vi ela ficar corada enquanto todos davam risada..

 - Foi um encontro, como outro qualquer. Jungkook; 

- Nossa Di! 

E sério, que foi como qualquer outro encontro? Todos pararam de ri:

 - Kook, desculpa! Falei sem pensar! Beijava seu pescoço.

 - Ok vocês dois, vamos parar com essa putativa e vamos fazer alguma coisa já que só vamos embora amanhã de manhã. 

Stefani: 

 - Tem algo em mente?

 - Psicina!

 - Ah não!

 - Vamos por favor?

 - Affz, Tabom. 

 Ingrid tinha colocado so a parte de cima de seu biquíni vermelho e um shorts Preto jeans. Stefani também so havia colocado a parte de cima que era um azul muito forte quase Preto e um shorts Branco. Já eu optei em usar as suas partes do biquíni, o meu era roxo igual a um dos vestidos que Ingrid tinha.                 

 Nataly: Off               

Narrador: Pov's 

 Assim que as menina subiram para a parte da piscina, os meninos estavam sentados envolta da piscina com as pernas na água. Todos entraram na piscina menos Stefani e Ingrid.            

 Jimin: 

 - Vocês não vão entrar? Stefani olhou para Ingrid: 

 - Está muito gelada? 

- Entra.

 - Mas... 

Jungkook saiu da piscina correndo em direção a Ingrid, ele pegou ela no colo:

 - Para Jungkook! 

- Não.

 Ele jogou Ingrid na piscina e mergulhou em seguida: 

 - Idiota! A água ta gelada.

 - Também Te Amo! 

Ele ficou abraçada com ela:          

Jimin: 

 - Stefani?

 - Eu não sei nadar.

 - Eu te seguro.

 Stefani fica corada e senta na borda da piscina, todos ficaram olhando tipo o que? WTF? Ele pegou em suas mãos e passou os braços em volta de sua cintura e ela colocou seus braços em seu pescoço. Depois de um tempo de conversa:              

  Nataly:

 - Vamos brincar de briga de galo?                Stefani: 

 - Você não tem coisa melhor para fazer? 

- Não, não tenho. Você está falando isso porque não sabe nadar.               Jungkook;

 - Vamos eu aceito.. 

 Os primeiros foram Nataly e Namjoon ea Ingrid eo Jungkook. Nataly vence derrubando a Ingrid de costas, Jungkook puxou ela de volta. 

 - Nunca perco! Namjoon jogou Nataly para trás batendo as costas na água. 

 - Ai! Machucou Porra! 

- Desculpa, môr♡! 

 Stefani abraçou ainda mas Jimin encostando seu corpo no dele, ela encosta a cabeça no peito de Jimin e ele passou a mão seu cabelos. Ingrid dormiu embaixo do sol com o Jungkook. Stefani ficou com Jimin conversando na sala e Nataly e Namjoon apostando corrida na piscina... 


Notas Finais


Mal sabem o que está por vim..

Ass: D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...