História Nem Sempre Sai Como Planejado!!! - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Recomendo que leiam este capitulo com alguma música para entrarem no clima.
Esse capitulo será praticamente puro Lemon, então quem não gostar não leia.

Espero que gostem!!!

Música de Exemplo: Photograph - Me Before You

Capítulo 19 - Completos!!!


Fanfic / Fanfiction Nem Sempre Sai Como Planejado!!! - Capítulo 19 - Completos!!!

Boruto On*

 

Não consigo diferenciar se isso é um sonho ou um pesadelo, afinal estava nas alturas com aquele desafio, esse baka parece ter o controle do meu corpo, seus toques, suas falas, seu olhar... tudo que ele fazia meu corpo reage. Não sei o que mais está me dando prazer neste momento, se são o toque de suas mãos, seus lábios tocando em minha pele delicadamente ou sua respiração calma. Eu parecia que possuía o Sentido Aranha de tanto que estava arrepiado, todos meus pelos, repito TODOS OS PELOS estavam reagindo aos seus atos. Teoricamente havia perdido o desafio faz tempo, mas quem liga para isso agora?

Quanto mais ele subia pelo meu corpo mais minha boca queria se expressar, gemidos involuntários saia por ela como se fosse uma canção que implorava por mais. Sua mão foi direcionada a minha coxa não aguentei e soltei outro chamado por mais, meus olhos se ergueram de prazer para cima por conta dessa estase.

Maldito Inojin... Só continue!!!

Minhas mãos apertavam a coxa com força, a qual ia aumentando conforme Inojin subia seus beijos pelo meu corpo. Meus dedos dos pés se afastavam e esticavam sem nenhuma explicação evidente, tudo o que meu corpo fazia era involuntário talvez fosse uma tentativa falha de expulsar essa sensação dentro do meu corpo, o coração dentro de mim parecia uma turbina de trem de tão rápido que batia. Minha sexualidade estava totalmente dura e sedenta por receber um carinho humano, de preferência que fosse por um loiro que claramente não era a minha pessoa. De repente Inojin havia parado de me beijar e ficou olhando para minha cueca onde se implorava para ser aliviada. Seus olhos foram direcionados para mim como se pedisse permissão, como se claramente eu aceitasse não teria volta. Agora havia entendido que não se tratava de um desafio e sim de uma necessidade.

_Boruto... Você quer isso?

Seus olhos... não conseguia diferenciar se eram verdes ou azuis só sabia que eram perfeitos e muito mais bonito que qualquer um que já vi, tomaram um jeito de dava a entender que estavam me suplicando para que aceitasse, pelo jeito não era só eu que necessitava desse ato. Sua face tornou-se séria e implorativa ao mesmo tempo, sua mão direita largou minha coxa e foi parar em cima de minha mão, quando o mesmo tocou sentimos ao mesmo tempo uma eletricidade daquelas que te faz não conseguir soltar.

Me levanto ficando sentado, encarando seus olhos que já me hipnotizaram inúmeras vezes e agora não seria diferente. Minha mão direita que estava solta foi em direção ao seu rosto lentamente, ao tocar sua face continuo olhando para suas írises, Inojin estava imóvel e me encarando com a boca semiaberta a qual tomou completamente a minha atenção, sempre quis saboreá-los. Nossos rostos vão se aproximando devagar como se fosse em câmera lenta, nossas respirações se encontraram, sentimos os corações desesperados por estar próximo do esperado ápice, e esse seria o meu sim. Não havia mais nada que nos separasse, seus lábios nos meus, o sabor de sua língua que transbordava sua saliva que misturava com a minha, o sabor não tinha como explicar, eu já havia dado passagem faz tempo não houve tempo de pensar minhas ações eram completamente involuntários só estava seguindo meus instintos, a língua de Inojin rodeava a minha, seu lábio superior estava nadando na parte de cima do meu. O fôlego foi se acabando, e quando se esgotou separamos nossos lábios, porém mantínhamos nosso nariz colado, sua mão esquerda fazia massagem nos meus bigodes que se encontravam em minha bochecha. O sorriso em nossos rostos era inevitável, nossa risada saia sem ar, estávamos ofegantes. E esse era só o começo.

_Uau – Comentou Inojin. – Acho que isso foi a coisa mais louca de toda minha vida.

Dou uma risadinha nasal.

_Você beija bem de +.

_Não sou só eu... você me deixou sem fôlego.

_Eae, vamos continuar?

Novamente ele dá um sorriso e se aproxima me beijando novamente, logo depois atacando meu pescoço com beijos bem molhados por assim dizer. Agora não tinha mais como era uma sequência de gemidos que não cessavam em sair. Me larguei disse sorrindo maleficamente.

_Você disse que beijaria meu corpo inteiro, e você não terminou!!!

Ele entende o recado e coloca a mão sobre meu membro coberto pela cueca.

_Onde parei mesmo?

Terminado a pergunta o mesmo coloca a mão no meu peito empurrando-me para deitar novamente, com isso ele volta a ficar cara a cara com minha última peça de roupa, bem sexualmente ele morde a parte de cima da cueca e puxa para baixo revelando assim meu órgão genital. O mesmo dá uma risada por vê-lo pessoalmente.

_E não é que é grande? Diria uns 12 centímetros.

Olho para ele rindo.

_Quase, é 13 centímetros.

Ele balança a cabeça em afirmação, o mesmo volta sua atenção ao meu órgão e segura firme e forte fazendo sair um gemido bem alto. Sua mão inicia o processo de masturbação, oque me fazia apertar a cama e morder meu lábio inferior. Claramente ele se divertia ao me ver sofrer, o mesmo levou sua boca dando um selinho na cabeça da minha peça.

_Chupa logo, Baka...Dattebasa.

_O senhor que manda.

No mesmo instante ele colocou tudo na boca, fazendo o movimento de vai e vem. O prazer tomou conta do meu corpo, minhas mãos largaram o cobertor e se direcionaram para os cabelos de Inojin o incentivando a continuar mais rápido. Ele sugava de um jeito que me deixava sem ar, conseguia sentir o pré-gozo sendo liberado, com um gato desse te chupando qualquer um soltaria rapidamente. Ele ia diminuindo o movimento para me provocar, porém empurrava sua cabeça para continuar, o mesmo parou de chupar e foi em direção a minha boca me beijar, sua língua me atacava novamente só que agora possuía o meu gosto próprio, teoricamente seria muito nojento, porém tudo que envolvia um certo loiro e olhos verdes se tornava gostoso. Aprofundei nosso beijo quando coloquei minha mão e sua nuca o trazendo mais ainda para mim, queria estar colado nele.

_Posso protestar? – Afirmei

_Diga – Disse e voltou a me beijar.

Empurrei ele e dei um sorriso.

_Você ainda está com roupas.

Ele olha pra si mesmo, neste momento digamos que estavam completamente amassados, sem contar o cabelo bagunçado do mesmo.

_Se quiser, você terá que tirar. – diz de forma sádica.

_Não precisa pedir de novo.

Voltei a beija-lo, levei minha mão para baixo de sua camisa, e a retirei rapidamente, as outras não foram nenhum problema. Estava em frente ao seu órgão prestes a retribuir o favor, mas ele parou com a mão.

_Você irá tê-lo, tenha calma. Deixa-me te preparar.

Fico de olhos arregalados.

_Eu serei o passivo? NEM QUE A VACA TUSSA. Pensei que tu me deixaria te comer... Tebassa

Ele continua sorrindo e propõe.

_Pedra, Papel ou Tesoura... 1 Rodada.... Concorda? – Propõe na maior cara de pau.

Olho para cima pensando.

_Que se foda!!!

Volto a beija-lo dessa vez eu que assumo o controle, minha língua invadindo sua boca sedento por suplemento.

_Tenho que chupar seu cú.

Deito ele na cama, vou engatinhando até seu rosto deixo minha bunda na sua cara. O mesmo leva as duas mãos para abrir passagem logo depois sinto sua língua invadindo meu interior, ela era quente e seus movimentos de vai e vem me deixava louco, claro que doía um pouco, mas o prazer de ter algo molhado dentro de mim era incomparável. Sons aleatórios saia de minha boca incontrolavelmente, esse garoto me deixava louco.

_Que bunda gostosa, pelo jeito lavou certinho já previa isso? – Fez uma piadinha.

_Cala a boca e continua!!!

O mesmo começou a rir e voltou a chupar. Até que parou e se afastou.

_Chegou a hora, se lembra como é a posição do frango inteiro que se compra no mercado?

Comecei a rir, nunca imaginei que sexo seria tão prazeroso e engraçado. Deitei de barriga para cima, e coloquei meus pés no seu ombro deixando minha bunda a amostra. Inojin se posicionou colocando as duas mãos novamente nos meus glúteos. Aparentemente Inojin possuía 14 centímetros e claramente iria doer. O mesmo ofereceu 3 dedos para que eu chupasse.

_Vai logo somos ninjas enfrentamos coisas piores!!!

O mesmo dá uma risadinha e volta sua mão para minha bunda abrindo, e calmamente começou a inseri-lo dentro de mim. A sensação não era de dor absoluta, porém estranho e incomoda, mas ao mesmo tempo completa. Depois de um tempo o mesmo estava completamente dentro de mim, seu rosto de prazer era incompensável.

_Boruto... você é muito apertado. Que gostoso.

Dou uma risadinha, o mesmo beija meu pé direito a qual estava no seu ombro e me olha esperando eu dar continuidade. Começo a me mexer devagar dando assim liberdade para se mover dentro de mim, em um desses movimentos e acabou sem querer em bater alguma coisa dentro de mim que resultou num prazer tão grande que me fez gemer muito alto. Neste momento tinha certeza que ele havia acertado minha próstata, o mesmo então acelerou o movimento acertando só nesse lugar e começou a sessão de gemidos, só que dessa vez o que saia de minha boca era:

_INOJIN... ISSO... MAIS RÁPIDO!!!

Implorava para que acelerasse o movimento, e a cada estocada que recebia me deixava nos céus de tanto prazer. Nunca imaginaria que estaria na cama gemendo e implorando para que um cara continuasse a me estocar que nem uma puta.

_Puta que pariu Boruto, você é muito gostoso.

Seus movimentos estavam rápidos, minha bunda ia em sua direção numa tentativa falha de ser mais rápido, estava suando, o cheiro de sexo no quarto fazia o clima ser carnal e romântico ao mesmo tempo. Em meio aos movimentos ele me beijava sedento, me levantei e coloquei minhas mãos em suas costas arranhando saindo assim sangue dentro de si. Inojin por sua vez gemia de dor e prazer enquanto continuava me estocando, ele me dava chupões em meu pescoço, aquilo doía, porém aumentava o prazer. Tudo o que eu queria era senti-lo, sentir seu corpo dentro de mim, sentir seu sangue, sentir sua saliva, tudo o que vinha dele era maravilhoso, em meio aos beijos me jorrei em seu abdômen, me fazendo contrair dentro de meu corpo o que consequentemente fez que Inojin chegasse ao ápice.

Depois do beijo juntei nossas testas e ficamos de olhos fechados só aproveitando o momento, estávamos suando, sangrando, melados e o mais importante..................................................................... completados!!!

 

 

 

 

 

 

CONTINUA___________________________________________________________________


Notas Finais


Preciso saber o que vocês acharam!!!

Dúvidas, Criticas, Analises podem deixar nos comentários.

See you!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...