História Nem tudo é o que parece - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Oppa, Taehyung, Taetae, Você
Visualizações 20
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
~ ♡

Capítulo 9 - O estranho sorriso


Fanfic / Fanfiction Nem tudo é o que parece - Capítulo 9 - O estranho sorriso

 

 

"Seu sorriso me transmite algo que não é normal"

 


 Estava colocando o café na mesa, estava em cima da hora, mas não iria deixar minhas vidas sem comer... sentir mãos ao redor do meu corpo... era o...


- Bom dia, minha princesa - um beijo foi selado em meu ombro


- Bom dia, meu príncipe - escutei sua pequena risada, virei para o ver... - não vai trabalhar - perguntei visualizando o homem em minha frente, apenas de box... sair de seus braços, fui até o quarto e peguei um roupão... voltei para cozinha - Vista se - entreguei 


- Meu chefe me deu uma folgar - Sorriu e se vestiu... eu gargalhei... 


- Aé... finalmente, ele viu o quanto você precisava de um tempo para família - sorri, entrando na brincadeira...


- É verdade... tenho que cuidar da minha princesa - me beijou... ficamos nesse ósculo, até escutarmos uma linda voz...


- Eca... - Nós separamos para olhar a pequena que estava na porta da cozinha... - Aah papai, eu que sou sua princesa - correu até nós com um grande bico nos lábios rosados...


- Aah claro que você é minha princesa - apegou no colo, dando um beijo na bochecha da minha vida...


- Hum... É eu sou o que - Fiz drama, é tentei ser fofa... tentativa falha... com um bico nos meus lábios


- É você é a rainha... minha rainha - Me puxou com uma das mãos... para um abraço


- Preferia princesa, mas ta bom - Apertei as bochechas da menor...


- Mamãe...- a pequena reclamou pelo aperto


- Ok desculpa coisinha fofo - sorri, comecei a fazer cócegas na pequena, ela se remexia no colo de seu papai, ouvia suas risadas pedindo para que eu parasse...- vamos tomar café, estou um pouco atrasada - falei dando um beijo no rosto da menor e logo os dois sentaram em seus devidos lugares... Nosso café da manhã, foi repleto de risadas... taegeuk pedia ao seu papai que a levasse ao parque, eu só ria dos fofos eiygos que a pequena fazia... com aquela carinha de cachorrinho pidão, tentando convencê lo... ao ouvir um não, chorou baixo... uma tática que ela tinha para amolece o coração do pai... ahh como amo esses dois...


- Ah minha princesinha, ok papai levará você ao parque - Rendesse a birra da pequena.


- sorrir - ... ok minhas vidas, tenho que ir - Me levantei, dei um beijo no rosto da menor e um selinho em chanyeol 


- Amor, que horas sairá do trabalho - Se levantou e me acompanhou até a porta 


- As seis...


- Então a buscarei no trabalho... ok - Segurou em minha cintura 


- ok... - Sorrir, e lhe dei mais um beijo, só que demorado...


- Cuidado... - Se aproximou de meu ouvido - Não quero ninguém olhando para o que é meu - Sussurrou e logo depois beijou meu pescoço...


- Impossível...


- Não é não... poderia deixar todos os homens cegos,  só para não olharem para você... - Continuou distribuindo selares em meu pescoço 


- Você não tem jeito mesmo - Sorrir com olhos fechados, aproveitando os beijos sendo espalhados pelo meu pescoço - ok amor, tenho que ir - O parei antes das coisas esquentasse, senão iria perder meu primeiro dia de trabalho


- Aah ok... Você rejeitará isso - Abriu o roupão, deixando amostra o seu corpo esculpido pelos Deuses... que golpe baixo...


- Pode pará, você sabe que tenho responsabilidades né amor - Abrir a porta... tentando fugir daquela situação... muito perigosa...


- Sim sei - Suspirou - então tchau amor... 


- Tchau... - Me aproximei e novamente o beijei, levei uma das mãos até o abdômen dele, e dei uma leve arranhada... sussurrei - gostoso... - sorrir safada, me distanciei indo para o elevador


- Isso terá troco, senhora park... - Falou alto o suficiente para eu escutar. Apertei o botão para o estacionamento, lembrei que faltava avisa um de meus novos pacientes, disquei o número anotado pelo meu amigo... mais não obtive sucesso...  o elevador abriu revelando um enorme espaço cheio de carros dos mais caros até os mais regulares... entrei em minha mercedes preta, coloquei o cinto de segurança, e sair do condomínio fechado... o trânsito estava razoável, cheguei no consultório, estacionei, entrei no prédio de três andares, e fui até a recepção confirmar minha sala, ouvir meu celular apitar alertando a chegada de uma mensagem , verifiquei e era de chanyeol, me desejando um bom primeiro dia de trabalho... sorrir com a mensagem, olhei as horas e faltava pouco para meu primeiro paciente chegar. Estava indo para elevador, só que por acidente, um homem derramou café em minha blusa social... branca ... tive um pequeno deijav mas deixei para lá... isso vem acontecendo frequentemente... Ele se desculpou e eu deixei passar, corri um pouco pedido para que segurasem o elevador, um homem segurou com uma das mãos, entrei e agradeci com a cabeça baixa por estar tentando limpar minha blusa com um lenço aumidecio... fiquei assim até chegar no último andar, pedir desculpas e sair do elevador, estava a caminho da minha sala, mais fui impedida por um voz de timbre forte... que me arrepior...


- Espere, como é seu nome - Me virei para responder,  ao olhar para o homem, que era muito lindo, só que me olhava estranhamente... Quando ia responder minha amiga fez literalmente isso por mim 


- ____, Estão lhe esperando - lisa veio até nós


- Com licença, tenho que ir - Sorrir e me distanciei, algo me pedia para eu virar novamente e sim fiz


- A propósito seu sorriso é lindo - me elogiou, e novamente mais um deijav... tenho que ir ao médico... apenas acenei o visualizando com um belo e estranho sorriso nos lábios rosados... fui para minha sala em companhia de lisa, ela será minha recepcionista particular... encontrei hoseok assentado em minha poutrona...


- Oi baixinha - Veio até mim com aquele sorriso que tanto me encanta


- Oie hope - chamei pelo apelido que eu mesmo dei, ele me abraçou 


- Como estava com saudades de você minha coisinha fofa - me apertou ainda mas, desfez do abraço, e segurou meu rosto com uma das mãos e ele continuava com o sorriso mais lindo que já vir... - Você está linda...


- Sei que estou - sorri pela expressão que ele fez ao ouvir minha resposta


- Seria melhor você ter falado, você também está lindo hope - virou de costa emburrado - Sua convencida - resmungou


- Sou sincera hope, sabe que não gosto de mentir - O virei para mim


- Sua chata insensível - dobrou o rosto para o lado


- Aah hope, você sabe que é lindo - o abracei pela cintura - lindo até demais - falei olhando para ele - e grande - pensei alto, referindo a minha altura, o vir sorrindo malicioso... - idiota - sorri e dei um tapa de leve no ombro dele


- Foi mal baixinha - beijo minha testa - foi difícil não malícia a palavra grande - desfez do abraço e se sentou no sofá - e a propósito, que mancha é essa em sua blusa...


- Aah foi só um acidente ...- olhei o estrago - hope, quando vai para daegu - me sentei em minha poltrona 


- A tarde, as três horas - olhou para o relógio de pulso - avisei quase todos os meus pacientes sobre minha saída temporária do consultório


- Também entrei em contato com quase todos... - peguei uns papéis em cima da mesa em minha frente - só faltou o... kim taehyung - sorrir, sempre achei o sobrenome kim muito bonito... principalmente pelo seu significado... lembra riqueza...


-  Foi o mesmo... bom ele deve estar em minha sala, o informarei sobre você - Se levantou, o levei até a porta - Tchau baixinha...


- Tchau hope, boa viagem - O abracei novamente... dei um beijo acidentalmente no canto da boca dele - desculpa...


- Tudo bem - sorriu, tocou minha bochecha e fez um pequeno carinho - e melhor eu ir, se não farei algo que não possa gosta...


- O que eu não gostaria - perguntei curiosa... Não seria que estou pensando... seria? Não, ele é ético demais...


- Não é nada - sorriu novamente, se aproximou, me encarou por uns tensos segundos... mas logo me deu um beijo em meu rosto e saio da sala... voltei a sentar em minha poltrona... Aah poxa, deveria se um pecado se tão lindo assim... infelizmente não posso pegar, hoseok e muito certinho... ele nunca praticaria aduterio... Meu Deus... credo _____, para de pensar paranóia, você e casada... ca-sa-da... isso que dar ter amigos lindos... sorrir com meus pensamentos idiotas... ouvir batidas de leve em minha porta, dei permissão para entrar...


- Eeh oi...


- Ah olá... senhor 
 



 Oohhh... O dono do belo e estranho sorriso ...

 


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
《Comentem》


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...