1. Spirit Fanfics >
  2. Nem tudo que reluz é ouro >
  3. Desejos e motivações

História Nem tudo que reluz é ouro - Capítulo 310


Escrita por:


Capítulo 310 - Desejos e motivações


- E ai prin - ele começou a falar mas ela tapou a boca dele com a mão .

- Não me chama assim seu burro - protestou inconformada - não sou mais e quero esquecer que era - Aquela declaração intrigou Lilian , como assim não era mais ? Ou tinha fugido mesmo de casa , e nesse caso teria um alerta e tanto se ela fosse mesmo uma princesa , ou tinha usado magia pra de alguma forma mudar isso e pra fazer tal coisa tinha que ser uma poderosa , quem sabe um Djinn ? É difícil de encontrar mais não impossível . Reconheceu o rapaz pela voz , conviveram um tempo juntos , o suficiente pra lembrar um pouco , era Zayn , com ele ajudando poderia ser sim um Djinn mas duvidava que Samira estivesse envolvida . Voltando ao assunto da fonte do poder , tem diversos por ai , nem todos ruins mas tem e realizam pedidos da mesma forma . 

Foi os seguindo de perto , ele era cauteloso e olhava para os lados com bastante frequência. Em determinado momento a pegou no colo e voou , nesse ponto ela não poderia segui-los muito mais , sentiu que não deveria também . 

Havia muitas perguntas em sua mente , porque a aura dela agora tinha pontos vermelhos? O que ele ganhava com isso e porque estava vagando pela cidade a noite se a tarefa de seu povo era guardar o deserto além de achar os renegados traidores?

- Está ai  - chamou pelo broche ao se afastar de lá percebendo que alguém a  seguia e indo pra direção da faculdade , eram quase nove , talvez pudesse resolver o assunto dos livros ainda e ficar em segurança - preciso que verifique uma coisa pra mim , pode ser ? - enquanto isso mantinha o passo se permitindo seguir já pronta pra usar magia . 

- Um a sua esquerda , não muito amistoso - falou no momento que uma cimitarra irrompeu a escuridão mirando a garganta dela , que o arremessou com magia alguns metros para longe - esquece , acho que não precisa de reforços .

- Eu criei um escudo ao redor dele pra não se machucar mas o impacto deve ficar tonto - disse desviou de mais, um esse de adaga . estalou os dedos e o imobilizou em uma parede - temos um que usa magia -  criou um círculo mágico que rebateu o encantamento dele , ele desviou e a atacou novamente com areia imbuída de energia negra - santio aura - se cobriu de luz e depois conjurou um jato de água no intruso , que desviou novamente e continuou atacando até que não pode , foi a brecha para criar um escudo cilíndrico e correntes que o imobilizaram - eles estão bem só desorientados , pode acionar uma equipe pra cá, por favor ? - continuou a conversar com sua amiga pelo broche como se nada tivesse acontecido .

- Já pedi , eles devem estar a caminho - Respondeu Evie - é , diferente o quão calma você está após uma tentativa … dessas .

- Eu tenho que sobreviver a isso e ao vestibular - comentou um pouco animada ao entrar no campus - mal posso esperar pra começar a faculdade . 

- Tá , esquece - riu da situação - nada vai te impedir de arrumar um livro novo - brincou - a equipe acabou de interceptar o primeiro . 

- Que bom que me conhece - disse ao dobrar a esquerda no corredor acenar para um professor - agora vou desligar , te ligo assim que estiver perto da barreira . 

- Obrigada e até mais tarde - disse e desligou .  

- Olá - cumprimentou o homem ,  Alan certo ? 

- Isso - concordou o jovem professor - Você deve ser a Lilian , certo ? Samira falou de você - foi a guiando para uma sala - história , é isso que vai cursar , ela me disse , se não escolheu ainda vai escolher . 

- É - disse um pouco sem graça - já tinha decidido mas não comentei com ela , nem precisa na verdade . 

- Não mesmo - piscou pra ela , que ficou sem graça e preferiu fingir que não tinha visto - mas como posso te ajudar ?

- Eu gostaria da grade de história e uma lista de livros base que vou precisar ao longo do curso - disse o mais séria que pode ainda mantendo a cortesia , já saindo da sala e indo para o corredor , ele percebeu que ela estava evasiva e não insistiu .

- Tenho isso aqui - lhe entregou uma pasta - a grade assim como lista de livros recomendado da minha matéria estão nas duas próximas folhas e tem mais referentes às outras matérias - comentou - mas dependendo do professor ele pode pedir mais - disse enquanto indiscretamente a encarava de cima abaixo . 

- Obrigada - se afastou sem graça , não gostava da forma como ele a olhava apesar de não ter entendido exatamente sua intenções - eu vou indo .

- Ah , claro - abriu a porta da saída pra ela - mas se quiser vir aqui com um motivo menos formal …Tomar um café quem sabe  mais ?

- Entendi - saiu apressada dali , não sabia como reagir aquilo , ele estava claramente a chamando pra um encontro , uma possível aluna , era muita informação , nem a conhecia , como ? Será que era só pra conversar mesmo ? ou não , aquele olhar esquisito era parecido com o que Atlas fazia sempre que iam a praia . 

Ao mesmo tempo a princesa estava no esconderijo , dessa vez sozinha com a Djinn , como não tinha pra onde ir dormiria ali mesmo . 

Deixou as coisas em um canto e falou sobre seu passeio por ai , sua amiga da lâmpada parecia tão interessada nos detalhes , contou todos , desde como passeou pela cidade até as amigas que fez inclusive uma que estava ali na cidade . 

Ela não percebeu um ligeiro espasmo no rosto de Verônica quando a descreveu falando sobre a faculdade , ainda mais tendo amigos lá. Estaria por perto ? suspeitava de tudo , talvez , será que agora que tinha encontrado a menina poderia vê-la pela bola de cristal ?

Tinha tomado os devidos precauções quanto a isso a obrigando colocar o anel do Ladino toda vez que fosse entrar no esconderijo mas mesmo assim , era com uma criança que lidava , será que estava seguindo a instruções a risca ?Zayn estava facilitando ou pelo menos deveria mas não era garantia , não confiava nele totalmente e nunca o faria , ele tinha um olhar no qual não se deve confiar , ganância e egoísmo emanavam dali as duas vezes que se falaram . Conforme combinado ele fingiria não a conhecer e ela a ele permanentemente , a o final do acordo Zayn não lembraria dela , assim o feitiço estava programado . 

- Eu quero que ele se apaixone por mim - ela pediu a Djinn, a tirando dos pensamentos onde vagava  - que fique perdidamente apaixonado.

- Receio que eu não possa fazer isso - disse cortando a esperança pela raiz  - lembra das regras ?

- Eu esqueci … -  comentou a menina emburrada . 

- Mas - Verônica pensou um pouco  - talvez - olhou para ela como quem lembra de algo - tenha algo que possamos tentar mas não é permanente , ainda vai ter que conquistá-lo .

- No que pensou ? - Questionou a menina empolgada . 

- Pode desejar que tenha poção do amor , é bem eficaz mas , como disse , não é um efeito permanente. Uma hora o efeito acaba se não tomar de novo - lhe explicou .

- É igual remédio então - deduziu a menina sem prestar atenção completamente . 

- Sim , podemos comparar com um remédio controlado - retrucou a mulher .

Legal - deu um pulinho ao se arrumar sentada no chão - eu estava pensando...

- No que ? - flutuou até ela . 

- Se ele descobrir vai ficar zangado comigo … - comentou ao abaixar o olhar , a insegurança dela podia ser útil mais tarde . 

- Podemos desistir da ideia então - jogou no ar - existem outras formas de conquistá-lo.

 - Não vamos , eu quero tentar - insistiu a menina antes que sua amiga entrasse na lâmpada  - só assim ele me nota - diz tristemente - e eu gosto dele .

- E então , diga o que devo fazer - Falou a Djinn . 

- Eu desejo ter muita poção do amor para que eu consiga um beijo dele .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...