História Nephirim - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 8
Palavras 1.132
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Heey gente, desculpem não postar ontem, tive uns problemas e por isso atrasei, mas agora estou aqui novamente \o/ ❤❤
Espero que gostem.

Capítulo 3 - O portal


Eu ainda estava atordoada, não entendia o que estava acontecendo, onde foi parar Carmona? Porque Caorls estava machucado? O que havia acontecido. A única coisa que me lembro é daquela lamina que atravessava o peito de minha mãe. 

 Já estava anoitecendo, Caorls ainda me carregava em seu colo, eu pedi para que ele me colocasse no chão, minhas pernas estavam bambas, eu estava fraca, não havia comido nada o dia todo, estava exausta e assustada. Me sentei no chão, me encostei em um muro que possivelmente pertencia a alguma casa em Carmona.

 - Sinto muito pelo que aconteceu com Roxy...- Caorls disse enquanto se abaixava diante de mim. - Ela era muito querida por todos nós de Ridarian.- Eu não era capaz de dizer nada, ainda não havia caído a ficha de que minha mãe havia morrido, muito menos de toda aquela história. 

 - Estamos próximos ao portal que dará para a outra dimensão, é uma longa viagem até Ridarian, precisamos ir logo, antes que mais comissários sombrios venham a sua procura.- Ele estendeu a mão direita para mim, para que eu pudesse me levantar, eu o olhei, no fundo de seus olhos, ele sorriu, segurei em sua mão e levantei, e começamos a andar. 

 Carmona não era uma cidade muito grande, então não demorou muito até que chegássemos a esse tal portão dimensional, era como uma rachadura no ar, que aos poucos ficava maior, dentro dela haviam estrelas, e um vazio, azul e roxo, era como uma galáxia. Caorls foi na frente, estávamos nos aproximando do portal quando de dentro dele, uma pessoa pulou, e gritou: - CORRAM! - Ficamos sem entender, alguns instantes depois vários daqueles monstros surgiram saindo de dentro do portal. Caorls e eu corremos, seguimos o jovem que havia saído pulando de lá, ele era tão rápido, mal pude vê-lo enquanto corria. 

Quando estávamos já bem distantes dos comissários, o garoto parou, Caorls parou ao seu lado e pediu para que eu me escondesse em algum lugar, o jovem me viu e acenou para mim, e me deu um sorriso, ele parecia ter aproximadamente a minha idade, cabelo curta e uma barba bem-feita, o que ia contra suas roupas, ele se vestia como um ladino, ou melhor, um mercenário. Ele olhou para Caorls e disse alguma coisa, não pude ouvir, estava longe, mas vi que Caorls concordou, o jovem sorrio novamente, mas agora de maneira maliciosa, ele se abaixou se preparou como quem fosse participar de uma corrida, Caorls esticou seu braço para frente, um círculo com vários runas se formou e em seguida uma luz forte, que deu origem a uma enorme espada, que ele deixou apoiada no ombro ao se preparar para correr também. E então os dois foram em direção aos comissários sombrios. 

Aquele garoto era muito rápido, ele corria e saltava como se fizesse parte do vento, por onde ele passava, pequenas explosões aconteciam, pude ver de relance bombas que apareciam em sua mão a partir de círculos de mágicos, parecidos com os de Caorls, que explodiam ao entrar em contato com os monstros, um ladino, mercenário alquimista, ele daria um ótimo personagem para Dungeons & Dragons, todos seus movimentos eram rápidos e em questão de segundos ele explodia no minimo uns cinco monstros, e o que mais me chamou atenção nisso tudo, além de seus movimentos, era que ele fazia tudo sorrindo, ele estava se divertindo muito, matando os comissários sombrios, isso era meio assustador, houve um momento em que na sua frente tinham muitos monstros no mínimo uns vinte, o garoto esticou suas mãos para cima e um círculo de magia enorme apareceu, e de dentro dele começou a sair uma bomba gigantesca, como uma caveira com olhos de coração desenhada, ele se curvou um pouco para atrás para pegar impulso e então jogou aquela bomba imensa em direção aos monstros que estavam congelados de medo ao ver tamanha bomba, se só o tamanho era absurdo, imagina a explosão que aquilo causaria, a bomba foi girando em direção a eles que corriam na tentativa de fugir mas que eram esmagados por ela, e então a bomba de repente parou, imaginei que naquele momento ela explodiria, mas, ela simplesmente despareceu, deixando apenas uma fumaça onde estava, o garoto caiu no chão de tanto rir, tenho certeza que ele sabia que todos esperavam uma grande explosão. 

Logo atrás dele vinha Caorls, com passos e movimentos pesados, ele esmagava e cortava ao meio vários comissários sombrios ao mesmo tempo, seus movimentos eram assustadoramente fortes,  Houve um momento em que Caorls estava cercado por vários monstros, então, ele ergueu sua enorme espada e a cravou no chão, o impacto que aquilo causou fez com que os monstros que estavam em sua volta fossem arremessados para longe. Apesar da espada gigante Caorls se movimentava muito rápido, não tanto quanto o outro garoto, mas era muito rápido, a velocidade era tanta que as vezes saiam chamas de sua espada, eu o vi incinerar no mínimo dez.

Em poucos minutos Caorls e o garoto já tinham derrotado todos os comissários sombrios que estavam nos perseguindo, os dois foram de encontro um ao outro, o jovem pulou em cima de Caorls e o abraçou, Caorls não parecia muito contente com aquele movimento, mas não recuou, parecia que os dois se conheciam a muito tempo. Eu sai de trás a rocha onde estava escondida, os dois vieram em minha direção, o garoto com um enorme sorriso no rosto, e Caorls serio como esteve desde  mais cedo quando o conheci.

- Hey Lua! Faz muito tempo desde a última vez, você está... diferente, o que houve com seu cabelo? Até gostei da cor rosa, mas, porque tão curto? Enfim, tudo bem. - Ele disse tudo isso enquanto estendia a mão para me cumprimentar, eu confusa apenas o olhei, não estava entendendo nada do que ele estava falando. - Aí, me desculpe, você não lembra de nada né?! Sou eu Queen. É um prazer revê-la vossa alteza.- Ele sorriu e se curvou, ironicamente. 

 - Me chame de Amy, é um prazer conhece-lo.- 

 - Bem, o que está fazendo aqui Queen? - Caorls perguntou, olhando para ele com um olhar de reprovação.

- É o seguinte, você estava demorando, fiquei preocupado, e quando descobri que os servos do sacerdote sombrio estavam vindo atrás dela também, eu vim ajuda-lo no resgate. - Ele olhava para mim fixamente enquanto falava e sorria. 

 - E a rainha autorizou a sua vinda? - 

 - Ah, você sabe que nunca precisei de permissão para sair do reino escondido. - Queen coçou a cabeça sem graça e se virou para direção do portal. - Enfim vamos? Estou com sede e ouvi dizer que a taberna do Baião está com promoção de cerveja terrestre hoje.-  

Então seguimos os três em direção ao portal.


Notas Finais


PRONTINHOOOO!
Minha deusa, estou muito orgulhosa desse capitulo, um novo personagem foi inserido e ja deu brecha para mais um.
Logo menos saberemos mais sobre esse jovem alquimista ❤
Espero que tenham gostado e que estejam gostando, criticas são sempre bem vindas, e n esquece de deixar um comentario e divulgar pros amigos.
Kissus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...