História Nerd - Shawn Mendes - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Hailey Rhode Baldwin, Shawn Mendes
Visualizações 194
Palavras 954
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oe, gente! Bom, se você vem das outras fanfics, sejam bem-vindos novamente.

Se você não gosta que o Shawn sofra, não leia essa fic... kkkk.

Eu só coloquei esses personagens mais com certeza vai ter mais alguns.

Essa fic é totalmente minha, e de meu direito, então não a copie. Pegue inspiração! Cópia é crime!


Bom os avisos são esses, boa leitura e espero que goste dessa bela sofrência com nosso querido e amadissimo Shawn Mendes! Beijos e boa leitura a todos!


(Capítulo não corrigido!)

Capítulo 1 - Chapter one.


Fanfic / Fanfiction Nerd - Shawn Mendes - Capítulo 1 - Chapter one.

Shawn Mendes

- Shawn? Filho? Acorde, já tá na hora de se arrumar para ir a nova escola. - Sou acordado com minha mãe entrando em meu quarto. - Está ansioso? - Me perguntava no maior animo. Aposto que vai ser mais uma escola que vou ser bulinado, aposto, sempre é assim.

- A senhora sempre fica empolgada com meus primeiros dias de aulas, em novas escolas. Sinceramente não sei o motivo. - Me sentei na cama coçando meus olhos e ao mesmo tempo bocejando.

- Querido, não seja pessimista! Aposto que nessa escola vai ser diferente! - Sempre o mesmo discurso, que porcaria.

- Está bem mãe! Já que a senhora mais linda do mundo diz! - Dei um  beijo em sua bochecha. - Agora me de licença para me trocar.

- Bom, te espero lá em baixo para tomar café. - Saiu do quarto fechando a porta do mesmo.

Nossa! Que deselegante eu, nem me apresentei. Bom sou Shawn Mendes, e tenho dezessete anos, apesar de aparentar que acabei de sair dos quinze e chagar nos dezesseis. Gosto de tocar violão, na verdade amo instrumentos, se pudesse teria todos. Minha cores favoritas são verde e azul, apesar de não serem muito presentes na minha vida. É basicamente isso, tudo o que precisam saber de mim.

Termino de me arrumar, como quase sempre, uma blusa social com um suéter por cima, uma calça preta e meus All Stars preto, versão cano alto. Pego minha mochila e desço as escadas.

- Mãe, já vou indo. - Entro na cozinha e minha mãe logo se vira para mim.

- Não irá tomar café, querido? - Perguntou em um tom de questionamento.

- Eu como alguma coisa na cantina da escola. Fica tranquila.

- Okay. Quer que eu vá te lavar, ou você vai a pé? 

- Acho que não vai ser legal eu chegar com a minha mãe no primeiro dia de aula. - Tentei dar uma desculpa para não ir com ela.

- Aí Shawn, você liga muito para o que os outros pensam. - Minha mãe é àquelas super protetoras. Sendo assim eu reviro o olho.

- Mesmo assim eu vou a pé. Tchau, te amo! - Logo saiu de casa.

Fui para a escola e o caminho todo foi em silêncio e tranquilo. Chegando na escola, vi vários olhares se posicionem sobre mim, deve ser pelo fato de eu ser novo na escola. 

- Oi, menino novo! - Uma garota loira, bem bonita veio falar comigo.

- Oi. - Disse meio sem jeito.

- Não precisa ficar com vergonha não, aposto que seremos bons amigo.

- HAILEY. - Outra garota gritou pela loira.

- Bom como pode ver meu nome é Hailey Baldwin, como é o seu? - Parece que minha mãe estava certa.

- Shawn Mendes. Inclusive seu nome é muito bonito. - Eu realmente não sabia o que dizer

- Bom Shawn, nos vemos por aí. - Falou em meu ouvido. Menina estranha. Após dizer isso a mesma saiu.

Entrei na escola e fui procuarar o meu armário. São muitoa armários e foi até difícil encontar o meu. Quando encontrei, coloquei minhas coisas lá e fui para a minha sala, agora seria história. Entrei na sala e o professor ainda não tinha chegado e nem todos os alunos. Eu me sentei nem na frente e nem no fundo, podemos dizer que foi um meio termo. Alguns minutos depois o resto dos alunos, e no meio a tal Hailey, e o professor entraram na sala.

- Bom alunos, como podem ver temos um novo colega aqui na sala. - Falou para todos. - Shawn, né? - Agora perguntou a mim, e eu assenti. - Enfim, eu hoje vou sem bonzinho e pedir um texto de no mínimo dias páginas sobre idade média. - Vi todos os alunos reclamarem com um "Ahhh", e sinceramente não sei o por que, se isso vai ser moleza. - E como eu vou ser mais bonzinho ainda vou deixar vocês fazerem duplas. MAS, sem duplas de três ou mais! - Gostei desse professor.

- Shawn posso sentar com você? - A Hailey perguntou.

- Pode sim! - Disse e vi ela arrastar uma mesa para o meu lado.

Resumindo, ela me ajudou um pouco com o texto, fizia piadas besta e ela ria, ela chegou a colocar a mão na mimha perna, o que foi meio estranho.

- Shawn, você é virgem? - Nossa que maravilha de pergunta, não é mesmo? Já tinhamos entregado o texto primeiro que todo mundo, e já estavamos livres.

- Por que a pergunta? - Realmente, por que a pergunta? Esse dia tá ficando cada vez mais estranho.

- Sei lá, curiosidade. - Tá né, já que você diz, fazer o que!

- Bom... ne verdade, sou sim. Mas não ligo. - O que é verdade, nem ligo para isso.

- Um menino bonito desses, virgem? Duvido! - Aí meu Deua vai começar.

- Acredite se quiser. - Disse e rimos. Hailey parece ser gente boa, acho que pode ser uma boa pessoa para se ter uma amizade.

- Relaxa, logo mais você perde ela. 

- É como eu disse, eu nem ligo para isso. 

- Já que você diz, quem sou eu para contradizer, não é mesmo? - Ela disse e rimos.

Ficamos trocando papo até o sinal tocar. As outras aulas foram sem a Baldwin, que de certa forma deixou a sala sem graça. As aulas se passaram e já estava na hora da saída, não vi a Hailey. Mas com certeza irei vê-la amanhã.

(...)

- Oi, filho! Como foi seu primeiro dia? Tomara que tenha sido bom. - Como eu amo minha mãe, sempre otimista.

- Foi muito bom, fiz até uma amizade nova.

- Eu te disse meu filho, falei que essa escola seria diferente. 

- Deveria ter te ouvido. - Rimos. - Vou subir, tá? Depois eu como algo.

- Tá bom, querido.



Notas Finais


Quem aí gostou? Deixa aí nos comentários se é para eu continuar, tenho muitas idéias para essa fic.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...