História Never be alone - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags One-shots
Visualizações 11
Palavras 418
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Famí­lia, LGBT, Literatura Feminina, Poesias, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Imagem aleatória ☺


Leiam com atenção😊

Capítulo 2 - Família


Fanfic / Fanfiction Never be alone - Capítulo 2 - Família

Enter subject:_

Família

Família...por onde começar?

Família são pessoas que você conhece quando nasce?

Família é só pai,mãe,tios,avós,etc?

Não,família é mais que isso.Pode ser alguém,ou algumas pessoa(s) que te acolhem,que estão lá quando você mais precisa para te apoiar.

Família pode ser os amigos que te fazem rir nos momentos mais tristes.

Família pode ser seu gato,cachorro,peixe,passárinho,dentre outros.

Família é tudo oque você ama,tudo aquilo que não irá te abandonar.

Eu sempre tive um pai,uma mãe,duas irmãs e uma cachorra.Não sei como é a vida de quem não tem isso,não sei como é.Gostaria de saber como é a vida de quem tem pai e mãe separados,isto é,se gostaria de falar sobre esse assunto.

O que é família para você?

Família para mim?hm...olha,família para mim são pessoas que me fazem rir,limpam minhas lagrímas,podemos brigar 1...2...3 vezes,nós iremos voltar.Até porque elas são importantes para mim.Mesmo que seja um grupinho pequeno ou um grupo grande.

Por que nomeamos família?

Olha,fui pesquisar e...sempre dizia:"grupos de pessoas que vivem em um mesmo teto" ou "pessoas que tem um tipo de parentesco entre si.Mas sinto que é mais do que isso,mas...por enquanto não sei o que é.Parece ser um sentimento bem forte quando ouço essa palavra.

"Se não era amor, era da mesma família. Pois sobrou o que sobra dos corações abandonados. A carência. A saudade. A mágoa. Um quase desespero, uma espécie de avião em queda que a gente sabe que vai se estabilizar, só não se sabe se vai ser antes ou depois de se chocar contra o solo. Eu bati a 200 km por hora e estou voltando a pé pra casa, avariada.
Eu sei, não precisa me dizer outra vez. Era uma diversão, uma paixonite, um jogo entre adultos. Talvez este seja o ponto. Talvez eu não seja adulta o suficiente para brincar tão longe do meu pátio, do meu quarto, das minhas bonecas. Onde é que eu estava com a cabeça, de acreditar em contos de fada, de achar que a gente muda o que sente, e que bastaria apertar um botão que as luzes apagariam e eu voltaria a minha vida satisfatória, sem seqüelas, sem registro de ocorrência? Eu não amei aquele cara. Eu tenho certeza que não. Eu amei a mim mesma naquela verdade inventada.
Não era amor,era uma sorte. Não era amor, era uma travessura. Não era amor, eram dois travesseiros. Não era amor, eram dois celulares desligados. Não era amor, era de tarde. Não era amor, era inverno. Não era amor, era sem medo. Não era amor, era melhor."

-Martha Medeiros

Lembre-se:família é tudo o que amamos e não vamos abandonar,em qualquer circunstância.



Notas Finais


E para você?o que é família?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...