História Never Be Alone - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Amanda Seyfried, Camila Cabello, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Robbie Amell, Shawn Mendes
Personagens Amanda Seyfried, Camila Cabello, Hailey Baldwin, Personagens Originais, Robbie Amell, Shawn Mendes
Tags Romance, Shawn Mendes
Visualizações 39
Palavras 1.620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Juntos novamente


Fanfic / Fanfiction Never Be Alone - Capítulo 2 - Juntos novamente

Shawn: Me desculpa, não fiz por querer – Pede ainda em cima de Julie.

Julie: Peso pena agora? – Sorri forçado.

Shawn: Oi? – Franzi o cenho sem entender.

Julie: Você! – Diz brava – Em cima de mim. Não tem peso pena! – Conclui.

Shawn: É claro, me desculpa – Diz saindo de cima dela. Ele estende a mão a ajudando levantar.

Julie: Você não olha por onde anda? – Questiona.

Shawn: Eu estava procurando a minha reserva, não te vi – Explica.

Julie: Ah, claro! – Diz irônica – Agora eu sou invisível?

Shawn: Eu não disse isso – Retruca.

Julie: Mas deu a entender.

Shawn: Talvez você não seja muito inteligente para entender as coisas – Ela arregala os olhos.

Julie: Está me chamando de burra? – Sorri irônica – É só o que me faltava – Olha fixo para ele que a olha sem entender um pouco sua reação – Você me derruba, fica com esse peso todo em cima de mim, e ainda insinua que sou burra – Conclui.

Shawn: Não disse isso, garota. Eu di... – Ela o corta.

Julie: Julie – Ele a olha sem entender – Meu nome é Julie. Depois eu que sou a lerda.

Shawn: A questão é, você é tanto culpada quanto eu. Por ter ficado igual a um poste na minha frente.

Julie: Quer saber de uma coisa? – Ele continua a encarando – Eu vou subir para o meu quarto e dormir, fingir que essa noite nunca aconteceu. Passar bem – Diz saindo dali.

Shawn: Desejando que eu passe bem? – Sorri a provocando – Depois de agora, achei que ia desejar que eu me asfixiasse no travesseiro – Ri. Ela grita esperando o elevador sem olhar pra trás.

Julie: Cada um deseja aquilo que tem.

Shawn: Hey, você ta querendo dizer que... – Ela o corta com um grito.

Julie: Adeus, Shawn! – Entra no elevador. Julie sorri consigo mesma da situação que acabou de passar. Quando alguém coloca um braço sobre a porta do elevador impedindo que ele feche – O que? Você de novo? – Encara Shawn.

Shawn: Esqueceu seu cartão de acesso – Ela pega da mão dele – Estava sorrindo sozinha?

Julie: Tchau, Shawn! – Diz apertando o botão do seu andar, fechando o elevador.

 

[...]

 

~Julie pensamento On~

“Que garoto maluco – Sorri lembrando da discussão – Não posso negar que ele é bem bonito – Sorri novamente lembrando de seu rosto coladinho no dele – Pode ir parando, Julie – Se repreende – Ele não passa de um garoto arrogante, vamos dormir que amanhã o dia tem que ser produtivo.”

~Julie pensamento Off~

 

[...]

Outro dia, 07:00 da manhã.

Toc, toc, toc, faz o barulho da porta. Julie vai abrir, quando se depara com uma moça um pouco mais baixa que ela de olhos claros.

Julie: Desculpa – Sorri – Você é?

XxxX: Sou Amanda, Amanda Seyfried – Sorri se apresentando – Sou tipo a sua guia turística aqui na Itália – Explica – Que você pediu, para conhecer os lugares – Termina.

Julie: Ou, claro! – Diz se lembrando – Me perdoa, minha cabeça ta cheia – Abre a porta de seu quarto – Quer entrar, já estou quase pronta pro café.

Amanda: Tudo bem, acho que vou te esperar la em baixo guardando uma mesa pra gente – Sorri simpática – Aqui é um lugar muito visitado, os turistas acordam mega cedo pra visitarem cada lugarzinho da cidade, se não chegarmos cedo, ficamos sem mesa para o café.

Julie: Sim, claro. Já devia imaginar – Diz – Pode ir indo na frente, Amanda! Vou pegar meu caderninho, vai que encontro alguma inspiração pelo caminho.

Amanda: Como quiser. Te aguardo lá em baixo – Diz saindo dali. Julie entra em seu quarto, pega seu caderno e um lápis colocando dentro de sua bolsa, dá uma checada rápida no espelho. Saindo de seu quarto ela fecha a porta e corre para o elevador que está quase fechando a porta.

Julie: Hey, segura pra mim, por favor – Pede correndo até ele. Quando alguém gentilmente segura a porta para ela que entra distraída ainda fechando sua bolsa – Muito obrigada por me esperar e... – Quando ela é cortada por quem vê ao seu lado.

Julie e Shawn: Você de novo? – Falam juntos.

Julie: Só pode ser brincadeira, né? – Bufa.

Shawn: “Ai, muito obrigada, Shawn! Você salvou minha vida segurando a porta do elevador pra mim” – Afina sua voz.

Julie: O que foi isso? – O encara.

Shawn: Foi o que eu esperava ouvir de você agora! – Ela ri sem vontade.

Julie: Como você é engraçado, Shawn! Achei que só cantasse – Ele a encara.

Shawn: Me conhece?

Julie: Estou vendo o violão com você – Ele continua a encarando – Tudo bem – Sorri - Todo mundo conhece o Shawn Mendes, devo admitir que você é uma febre – Ele sorri.

Shawn: Você me elogiando? – Ela revira os olhos.

Julie: Aperta o botão logo pra gente descer, quanto menos eu ficar aqui dentro eu agradeço.

Shawn: Durou pouco – Diz apertando o botão para o restaurante do hotel. Quando de repente o elevador dá uma chacoalhada e faz um barulho, parando.

Julie: O que foi isso? – Pergunta com os olhos arregalados.

Shawn: O elevador deve ter parado – Diz calmo.

Julie: O e-e-levador – Guagueja – PAROU? – Grita desesperada – Iremos morrer aqui dentro, Shawn! – Ela começa a esmurrar a porta – Socorro!!!!! Estou presa aqui – Ela senta no chão – Eu to ficando sem ár – Ela começa respirar fundo e soltar repetidamente, Shawn a encara franzindo o cenho.

Shawn: Você esta bem? – Pergunta ainda calmo.

Julie: Claro que não – Diz com o semblante desesperado – Respira pouco para sobrar oxigênio suficiente para não morrermos – Ele ri e ela o encara – Está rindo do quê?

Shawn: Quanto drama – Diz – Um minuto – Diz apertando o botão para falar com alguém da recepção.

XxxX: Já sei pelo qual motivo ligou – Diz – A energia acabou e os geradores resolveram não funcionar, mas um técnico já está a caminho e rapidamente serão retirados daí.

Shawn: Muito obrigado – Diz desligando – A energia acabou o gerador parou e... – Ela o corta.

Julie: Eu ouvi!

Shawn: Okay! – Ela levanta e o encara – Que foi?

Julie: Não vai fazer nada? – Pergunta.

Shawn: O que quer que eu faça?

Julie: Tenta abrir a porta, sei lá – Diz o “Sei lá” com voz de choro.

Shawn: Com certeza, estamos uns 13 andares pra cima do chão e você quer mesmo que eu abra a porta e pule lá embaixo – Diz irônico.

Julie: Ter-treze? – Guagueja novamente engolindo seco – Eu tenho claustrofobia, eu to ficando sem ár – Senta novamente no chão realmente desesperada.

Shawn: Você ta falando sério que nunca ficou presa em um elevador? – Diz sentando a sua frente.

Julie: Ah claro, é super normal ficar presa em um. Sou anormal por isso.

Shawn: Perguntei numa boa, não precisa ser agressiva – Ela respira fundo ainda nervosa e não responde nada. Shawn pega seu violão – Isso me acalma, espero que funcione com você também – Sorri começando a tocar.

“And I'm not tryna ruin your happiness

But darling don't you know that

I'm the only one for you

And I'm not tryna ruin your happiness, baby

But darling don't you know that

I'm the only one”

Julie fica olhando encantada para Shawn, que para de tocar percebendo. Ele sorri tímido e abaixa a cabeça. Julie disfarça limpando a garganta.

Julie: Me perdoa, Shawn – Agora ele a olha esperando que ela prossiga – Pelas grosserias de ontem e hoje – Sorri sem graça – É que minha vida esses últimos dias está desmoronando.

Shawn: O que houve? – Ela respira fundo.

Julie: É uma longa história

Shawn: Acho que temos tempo – Os dois riem.

Julie: Vou resumir pra você – Sorri e ele continua quieto a escutando – Vim para Itália a serviço, não passeio. Tenho que entregar algumas coisas para o meu chefe em um mês, caso contrário estou na rua – Respira fundo – Batalhei tanto pra estar onde estou, que me parte o coração ver meu sonho indo buraco a baixo.

Shawn: Tenho certeza que vai encontrar sua inspiração aqui e vai mandar super bem no que tem que fazer – Ela sorri.

Julie: Muito obrigada.

Shawn: E você não namora? – Pergunta.

Julie: Namorava o Robbie, mas ele não foi um cara muito gentil.

Shawn: O que aconteceu?

Julie: Ele me traiu – Diz – Com minha melhor amiga – Sorri – Ou melhor, com quem eu achava que era amiga. Bella e eu éramos grudadas e ver os dois ficando bem no meu aniversario foi algo destruir – Termina.

Shawn: É, acho que essa foi oficialmente a nossa primeira conversa decente! – Diz levantando.

Julie: Concordo com você! – Sorri ainda sentada.

Shawn: Quem sabe se ontem quando trombei com você se eu tivesse cantado você teria ficado menos histérica – Ela levanta rindo forçado.

Julie: Você me chamou de histérica, Shawn?

Shawn: Sim – Continua – Você ficou toda estressadinha e... – Ela o corta.

Julie: Eu sabia que você não ia ser um fofo o tempo todo – Ele a encara sem entender.

Shawn: Não estávamos em uma conversa decente?

Julie: Até você me chamar de estressada e histérica – Respira fundo – Quer saber, foi um erro falar com você e... – Ele a corta.

Shawn: Foi um erro eu falar com você, não pode ouvir nada que... – Ela retruca.

Julie: Ah, claro! Esqueci que tudo é culpa minha. O elevador parar também é culpa minha?

Shawn: Com essa sua carga negativa, só pode ser – Ela ri alto e irônica batendo palmar.

Julie: Parabéns, Shawn! Você realmente é encantador com as palavras. – Quando de repente o elevador dá uma chacoalhada bruta, fazendo Julie se desiquilibrar pra cima do Shawn que a segura. Os dois ficam olho no olho naquele momento e não podem negar o clima que rola ali, quando de repente a porta do elevador abre, fazendo os dois olharem para fora ainda “abraçados”.

Julie: Robbie? – Pergunta encarando ele pro lado de fora que a encara.

Robbie: Julie?

Shawn: Hailey? – Também a vê do lado de fora. Julie e Shawn ainda estão grudados.

Hailey: Shawn? – Diz não gostando nada do que vê.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Fiquem com Deus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...