História Never Be Alone - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Shawn Mendes, Shelley Hennig
Personagens Camila Cabello, Shawn Mendes
Tags Amor, Colegial, Drama, Romance, Suspense
Visualizações 90
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


NOTAS FINAIS

Capítulo 23 - Eu te amo


Fanfic / Fanfiction Never Be Alone - Capítulo 23 - Eu te amo

- Kacya Barker -

Ainda em supervisão no hospital, recebo visitas todos os dias, a melhor visita é a da pessoa que nunca desistiu de mim, Shawn Mendes. 
As rosas que ele trouxe na tarde de ontem são maravilhosas e no laço do arranjo das rosas tem a fragrância do perfume dele. Minha tia as colocou em um vaso com água em cima da escrivaninha, ao lado de minha cama.

"Eu vou ir na cantina, o Mendes acabou de chegar" -minha tia diz ao abrir a porta do quarto.

Ela pega a bolsa em cima da poltrona, me da um beijo meloso na testa e deixa o quarto em seguida. 

Não demora muito e...1...2...3 batidas na porta.

"Entre" -digo e o garoto, dono do melhor olhar aparece.

Seus olhos me encaram gentilmente e quanto mais ele se aproxima do lado cama, o seu sorriso aumenta cada vez mais.

"Como você está?" -sua voz soa como um canto para o meu coração.

"Melhor" -sorrio e me sento na cama.

Shawn senta na poltrona ao lado da cama e segura em minha mão.

"Eu estou muito feliz que você esteja melhorando, era um dos meus sonhos" -ele diz acariciando minha mão e olhando a mesma. "Eu... Perdi a conta de quantas vezes agradeci à Deus" -agora ele me olha.

"Eu nem sei oque lhe dizer mais, senhor Mendes" -rimos juntos. "Só sei que sou eternamente grata por Deus ter lhe colocado em minha vida" -Shawn deixa um beijo minha mão.

"Você é incrível" -diz se encostando na poltrona. "Eu conversei com sua tia e ela me disse que você e o Eithor nunca foram para a casa dela em Los Angeles. Eu sei que não é da minha conta, mas... Para onde Eithor levou você aquela vez, Kacy?"

Droga. Como Shawn podia se lembrar dessa maldita viagem ainda?

Sentia os meus olhos arderem, a minha boca seca, o meu corpo doía, a minha cabeça latejava... Tudo que eu queria era apagar o meu passado, na verdade, eu queria morrer, porque não há como apagar esse maldito passado.

"Eithor... Ele, me levou para São Francisco" -engulo a seco.

"Por que?" -interroga novamente. 

"Porque eu estava grávida dele" -solto de uma só vez e Shawn me encara boquiaberto. "Lá, ele me levou até uma clinica clandestina, para retirar a vida que estava sendo gerada dentro de mim" -já não consigo conter as lágrimas, era horrível lembrar disso. "Eu sou uma assassina" -digo e Shawn nega diversas vezes com a cabaça. 

"Não, você não é. Acredite, você não é, Kacy" -me abraça rapidamente.

"Eu não pude fazer nada. Ele me jurou que se eu não fizesse aquilo, tudo iria piorar mil vezes mais, eu tive medo, Shawn eu tive muito medo" -Shawn me aperta ainda mais em seus braços. 

"Eu sinto muito, muito mesmo" -beija o topo de minha cabeça.

 

 

 

Algumas semanas depois...

Eu já estava bem melhor. Como eu não havia aparecido no colégio e todos ficaram sabendo do que havia acontecido comigo, recebi visitas de estudantes da minha sala e professores. Eu não queria nem sair na rua, sentia vergonha, todos me olhavam com um olhar de 'pena e dó', era horrível enxergar isso nas pessoas.

"Suas malas estão prontas?" -minha tia pergunta entrando em meu quarto.

"Estão" -sorrio sem mostrar os dentes.

"Eu sei que você não está nem um pouco feliz em se mudar para Los Angeles, mas você precisa deixar essa casa e essa cidade para trás" -ela se senta ao meu lado na cama.

"Eu sei, mas é que..."

"Shawn Mendes. Você o ama" -sorri me abraçando de lado.

"Sim. Ele não quer que eu vá também" -suspiro.

"Faltam apenas dois meses para o seu aniversário. Você poderá decidir durante esses dois meses o seu destino, eu não vou te prender, você terá seus 18 e será responsável por suas escolhas"

"Obrigada tia" 

"Vamos, o táxi chegou" -diz ao ouvir a buzina.

Desço com as malas e ao chegar na sala, olho ao meu redor todas as coisas e me despeço do lar onde eu convivi com meu pai, minha mãe e tive os piores momentos.

"Adeus" -murmuro saindo da casa.

Minha tia me entrega as chaves da casa e eu tranco a porta. 

É hora de ir.

"Então é isso?" -ouço a voz do Shawn atrás de mim.

Me viro e o abraço fortemente, ele retribui numa intensidade extrema. Uma eletricidade inexplicável se passa pelo meu corpo.

"Eu ia me despedir, novamente" -digo e ele rir.

"Mais do que já nos despedimos ontem, agora não tem como" -aperta a ponta do meu nariz. "Só me prometa novamente que, irá responder todas as minhas mensagens, ligações, e-mails, face-tim..."

"Eu prometo" -o interrompo. 

Shawn me abraça novamente e ao nos separar ele me beija. Eu não podia negar, eu o amo e esse pode ser o nosso último beijo.

"Me aguarde, Kacya. Eu irei me formar no colégio e iremos ficar juntos, para sempre" -Shawn diz antes que eu entre no carro.

"Eu te amo" - digo e entro no carro.

Shawn coloca as mãos na cabeça e puxa seus fios de cabelo, rindo de nervoso. Ele bate na janela do carro e eu nego que não irei abaixar o vidro. Antes do carro sair, por leitura labial vejo que ele disse "Eu te amo, Kacya". 


Notas Finais


RETA FINAL OWOW

Espero que tenham gostado do capítulo MEUS BABYS

Não vou poder estar atualizando sempre, minhas aulas voltaram, é meu último ano do ensino médio técnico e pra piorar tudo, tirei nota vermelha na matéria de psicologia, enfim... Não tem como melhorar minha vida esse ano, a tendência é só piorar. Os vestibulares estão quase batendo na porta e eu não estou me esforçando muito. Estou com sérios problemas psicológicos, ter ansiedade e crises, são as piores coisas... Bem, espero realmente que vocês estejam gostando da fanfic.

Beijos, amo muito vocês ❤
Até breve
xXx Mari


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...