1. Spirit Fanfics >
  2. Never Be Alone >
  3. Cap 70

História Never Be Alone - Capítulo 74


Escrita por:


Capítulo 74 - Cap 70


Gilinsky: Mudando de assunto, eu tenho uma surpresa.

Cami: Qual? 

Gilinsky: Aquilo que a gente conversou, em algumas semanas a gente pode ir buscar. - Termino de comer.

Riley: O que? 

Gilinsky: Vocês vão saber na hora! - Pego mais batata. 

Cami: Sabe o que você esqueceu...

Gilinsky: Lá vem!!

Cami: Do sorvete...

Gilinsky: Eu sabia! Tem no freezer. - Me levanto que nem uma criança feliz e abro o freezer pegando sorvete. - Que que eu fiz pra merece isso? 

Cami: Depois dessa eu até vou embora. - Me retiro da cozinha e me sento no sofá,  Jack aparece do meu lado.

Gilinsky: Ela ficou brava ? - Ignoro ele - Cami.... meu amor....- Dou uma colherada no sorvete. - Tá bom então! - Ele senta do me lado e começa a me cutucar. 

Cami: Jack para!

Gilinsky: Viu como eu sempre consigo o que eu quero? - Dou a língua pra ele. - Ela me ama que eu sei. 

Cami: Amo nada! - Dou outra colherada no sorvete.

Gilinsky: Não? - Nego com a cabeça e ele me puxa pro colo dele. - Mesmo? 

Cami: Mesmo. 

Gilinsky: Ousada! - Ele junta nossos lábios em um beijo, coloco minha mão no seu rosto. - Eu te amo!

Cami: Mas eu não! - Rio e dou mais uma colherada no sorvete o que faz o Jack revirar os olhos. - Eu te amo muito, muito, muito!

Gilinsky: Bom mesmo! - Volto a me sentar ao seu lado e termino o sorvete.

Cami: Eu vou ficar gorda desse jeito. 

Gilinsky: Vai não! Eu vou te arrastar pra academia que nem antes. - Faço bico. - Vamos pro parque! 

Cami: Uhm! - Me levanto e subo pegando minha bolsa e as coisas das crianças, desço as escadas e eles ja estavam no carro, entro no mesmo.

Riley: A gente pode ouvir aquela música? 

Cami: Qual música? 

Gilinsky: Não, porque ela ainda não tá pronta!

Cami: Que música? 

Riley: Ah...

Gilinsky: Uma que tô escrevendo ainda.

Cami: Hm... 

Gilinsky: Você vai amar porque é outra pra você como sempre.

Cami: Tem alguma música que não é?

Gilinsky: Tem! Wild Life não é pra você! Nem Like That.

Cami: Como assim? Como você ousa a escrever....

Gilinsky: Foi o Johnson que escreveu. - Ele começa a rir e dou um tapa nele. - Acho que eu não tenho nenhuma que não seja pra você que eu tenha escrito. 

Cami: Hm...

Gilinsky: Eu sou um ótimo noivo eu sei.

Cami: Convencido! - Ele estaciona no parque, desço do carro e abro a porta de trás pras crianças saírem.

Gilinsky: Que esses dois não saiam correndo.....- Vejo Austin com Riley já no parquinho - Tarde demais. - Jack tranca o carro e pega na minha mão me puxando até onde as crianças estavam.

Cami: Se eu conheço esses dois bem, não vão querer ir embora mais. 

Gilinsky: Nada que eu não consiga com poucas palavras.

Cami: Hm... quero ver!

Gilinsky: Eu tava pensando... A gente pode fugir de noite, já que ontem não deu 100% certo sabe...

Cami: Pra onde você quer ir?

Gilinsky: Que nem nos tempos antigos, que a gente saia pra jantar e passava a noite assistindo filme ou não.

Cami: Você esqueceu que agora a gente tem filhos.

Gilinsky: Que tem babá!

Cami: A gente pode sair e assistir o tal do filme que você quer, seja lá qual for.

Gilinsky: Hm... A gente dorme na sua casa.

Cami: Ousado ele né?

Gilinsky: Meu amor, eu fiz os planos basta você aceitar.

Cami: Jack você...

Gilinsky: Jack o caralho! - Ele cruza os braços.

Cami: A própria criança!

Gilinsky: Eu não acredito que você vai ficar a vida toda me chamando de Jack e eu tendo que te corrigir.

Cami: Você que lute! - G revira os olhos - Não revira os olhos pra mim senhor Gilinsky.

Gilinsky: Reviro sim, onde já se viu fazer isso comigo?

Cami: Fica bravo não! - Coloco as mãos no rosto dele.

Gilinsky: Eu não tô bravo.

Cami: Tá sim - Dou um selinho nele.

Gilinsky: Sai eu não quero seus beijos não.

Cami: Não? 

Gilinsky: Para! - Rio e observo as crianças. - Eu tô morrendo de tédio. - A gente devia ter ido pra praia.

Cami: Semana que vem a gente vai.

Gilinsky: Pra semana que vem você falar que tem algo pra resolver e eu ter que ir pra gravadora, vulgo casa do Johnson?

Cami: A gente cancela um dia e vai pra praia.

Gilinsky: Simples assim?

Cami: Simples assim.

Gilinsky: Ela acha que é realmente simples assim! 

Cami: Eu sei que não é!

Gilinsky: Exatamente, eu já faltei hoje.

Cami: Você escolhe o dia então. - Me sento num dos bancos.

Gilinsky: Eu só queria ir embora mas...

Cami: Ele não quer acabar com a felicidade dos filhos dele.

Gilinsky: Exatamente. 

Cami: Eu podia tá debaixo das cobertas dormindo.

Gilinsky: Ela só pensa em dormir.

Cami: Eu não dormi essa noite.

Gilinsky: Eu muito menos.

Cami: A gente já pode ir embora?

Gilinsky: Pode eu acho! - Me levanto e vou até as crianças.

Riley: Mas já? 

Gilinsky: Sim, eu tenho que trabalhar. 

Riley: Naquela música? 

Gilinsky: Uhm! - Jack pega Austin e vamos todos pro carro. - Quem vai querer cannoli?

Riley: De chocolate né?

Gilinsky: Do que você quiser. 

Cami: Uhm! Eu quero de doce de leite.

Gilinsky: E vamos morrer de diabete! - Jack para na Carlo's Bakery.

Austin: Choxolateeee! 

Gilinsky: Eu vou comprar de chocolate e doce de leite! - Ele desce do carro e entra na padaria, pego o celular dele trocando de musica.

Riley: Eu quero bolo!

Cami: Fala isso pro seu pai que ele tem um treco.

Gilinsky: Falar o que?

Riley: Que eu quero bolo!

Gilinsky: Você acabou de falar que quer cannolli! 

Riley: Mas eu também quero bolo! Aquele colorido lá.

Gilinsky: No seu aniversário.

Riley: Mas vai demorar muito.

Gilinsky: Paciência! - Ele pega o pedido e entra no carro. 

Cami: Chegando em casa a gente tem que...

Gilinsky: Trabalhar!

Cami: Eu ia falar pra gente ver as coisas do casamento, mas ta bom né. - Jack ri e da partida pra casa.

Gilinsky: Ansiosa! A gente pode ver sim as coisas do casamento. 

Cami: Agora eu não quero mais! - Pego meu celular e respondo as mensagens.

*On- keeping Up with the 5* 

Bia: Tenho planos que o G não vai gostar e eu não tô nem aí! 

Stassie: Se for o que eu tô pensando eu gosto.

Kels: Já quero.

Taylor: Vamo! 

Cami: Problema dele.

Stassie: Vou contar pro Jack 

Bia: A festinha antes do casamento! Tenho várias ideias já pro cha de lingerie.

Stassie: Temos!

Taylor: Já gosto 

Cami: La vem

Bia: Jack que lute.

*Off* 

Gilinsky: Jack que lute o que? 

Cami: Nada demais! Eu juro. - Ele sai do carro ainda desconfiado -Amoooor!!!

Gilinsky: Enfia o amor no cu.

Cami: Mas.... Não teria que ser o contrário?

Gilinsky: Me deixa! 

Cami: GILINSKY! - Vejo Riley e Austin já dentro de casa.

Gilinsky: Não gostei! 

Cami: Como se eles não fossem te arrastar pra fazer algo.

Gilinsky: Eles ao menos me contam os planos! 

Cami: E quem disse que eu não sei? - Vou atrás dele e abraço o mesmo.

Gilinsky: Sai pra lá que agora eu tô com ciúmes.

Cami: Jack! -Começo a rir. 

Gilinsky: Claro elas querem te arrastar pra própria Vegas! 

Cami: A.... e eu vou fingir que seus amigos não querem te arrastar pra lá.

Gilinsky: Não gosto da ideia mesmo assim.

Cami: Meu amor você que lute com seu ciúmes.

Gilinsky: Eu que lute mesmo, porque eu sei que você não vai mudar de ideia.

Cami: Que bom que você sabe! - Pego minha bolsa e a comida e vou pra dentro de casa. Coloco as coisas na cozinha e abro a geladeira pegando um suco.

Gilinsky: Eu ainda morro por sua causa. 

Cami: Dramático. - Abro as sacolas e pego o cannoli comendo. 

Riley: Vou pra piscina. - Ela sobe as escadas correndo.

Gilinsky: Se você cair eu vou rir. 

Cami: Eu vou é dormir. 

Gilinsky: Vou dormir junto! - Dou de ombros e subo as escadas, me jogo na cama. 

Cami: Vem cá, eu quero dormir agarrada em você  - Jack deita do meu lado e vou até ele abraçando o mesmo.

Gilinsky: Já disse que eu te amo? 

Cami: Já, mas é tão bom ouvir isso. - Sorrio olhando pra ele. - A gente disse que ia...

Gilinsky: A gente tem a vida toda pra isso. Mas eu realmente quero dormir, porque depois eu quero sair.

Cami: Hm...

Gilinsky: Vira pra eu te abraçar - Me viro ficando de costas pra ele, e Jack me abraça, pego seu braço juntando mais em mim, sinto seu beijo na minha bochecha e sorrio. - Te amo!

Cami: Te amo! - Fico fazendo carinho na mão dele.

Gilinsky: Eu senti tanto a sua falta. 

Cami: Eu sei! Você sempre me falava.

Gilinsky: Você é uma orgulhosa.

Cami: Não sou, tá talvez um pouco, mas eu jamais conseguiria ficar sem você. 

Gilinsky: Ela tá fofa hoje. 

Cami: Com você? Fácil! - Me viro pra ele. - Eu sempre vou precisar de você Gilinsky.

Gilinsky: É bom saber disso! Porque aí eu tenho certeza que eu sempre vou te ter pra mim e você sempre vai me ter pra você.

Cami: Sempre! - Junto nossas testas. - Te amo! 

Gilinsky: Eu te amo! - Jack junta nossos lábios e eu coloco a mão no seu rosto fazendo carinho, G me puxa pra ele, chupo sua língua e desço minha mão pra sua nuca passando a unha. - Acho que alguém não vai dormir. 

Cami: .....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...