História Never Be The Same - Camren - Capítulo 71


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Luta, Romance, Surf
Visualizações 1.254
Palavras 1.229
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia, vamos lá.

Capítulo 71 - Nosso neném


P.O.V  Lauren

Escutei a campainha tocando sem parar, sabia que são meus pais e os meus sogros, Camila saltou do meu colo e foi atender a porta, aproveitei para ir na cozinha. Estávamos assistindo um programa legal na TV antes que o pessoal chegasse, nós vamos contar para a nossa família sobre a gravidez. Pego a vitamina que comprei para a minha mulher e começo a preparar, hoje a latina vomitou umas duas vezes e o enjoo passou, dei graças a Deus por isso, não gosto de vê-la com a carinha triste e pálida. Assim que termino de preparar a vitamina, despejo em um enorme copo, vou até a fruteira e pego varias frutas diferentes, corto elas em cubo e faço uma sala de frutas.

Coloco em um pote e deixo em cima da bandeja junto com o copo de vitamina, escutei as vozes dos meus pais e dos meus sogros na sala, vou direto para lá equilibrando a bandeja, cumprimento todos eles e coloco a bandeja no colo da minha esposa. Ganho um selinho como agradecimento, me sento ao seu lado.

- Como está a vida de casada? – Meu pai perguntou.

- Está muito bem – Sorrio – Nos damos muito bem.

- Mais ou menos – Camila interferiu – Lolo nunca aprende a por a toalha no banheiro, ela deixa em cima da cama.

- Ah amor...

- Michelle, você tem que obedecer a sua mulher – Minha mãe me fuzilou – Que coisa feia, trate de colocar as toalhas no banheiro.

- Foi mal, mãe – Sorrio amarelo.

- Se ferrou – Chris provocou.

- Hoje é seu aniversario? – Taylor entrou na onda do nosso irmão.

- Vai se foder vocês.

- Olha a boca – Clara me repreende.

- Ih, o que é isso? – Alejandro apontou para o meu rosto – Está com o lábio cortado e um lado do seu rosto está um pouco roxo.

- Não é nada – Olho para o lado.

- Nossa, isso aqui está tão bom – Camila gemeu aprovando a vitamina e a salada de frutas, só para mudar de assunto.

- Eu que fiz – Beijo a sua bochecha.

- Meu amorzinho – Camila roçou seu nariz no meu.

- Eca! – Sofia fez careta.

Começamos a rir da pequena, percebi a minha mãe me encarando, sabia que ela está tentando saber o motivo do meu rosto estar assim mas eu não vou contar a ela, que fique curiosa. Camila terminou de comer e foi levar a bandeja para a cozinha, certo, agora é a hora de contarmos a grande novidade. Minha esposa voltou a se sentar ao meu lado, automaticamente a minha mão para a sua barriga e eu faço algumas caricias, um sorriso largo brotou em meus lábios.

- Temos uma novidade – Camila chamou atenção de todos.

- Vamos ser mamães – Falei com animação.

- É O QUE? – Sinu arregala os olhos – Vou ser vovó?

- Uhum – Camila acenou e se jogou nos braços da mãe – Mama, eu vou ser mãe.

- Minha princesa vai ter uma princesinha – Alejandro disse todo bobo.

- Meus parabéns querida – Meu pai me abraçou forte – Cuide bem da Mila.

- Sim senhor.

- Mila, vamos planejar como vai ser o quarto do meu neto ou neta – Minha mãe puxou a minha esposa para o andar de cima, Sinu e Taylor seguiram elas.

- Kaki, vai ter um bebê? – Sofia indagou e eu assenti – Como foi parar um bebê na barriga dela?

- Outra hora eu te conta, meu amor – Beijo a sua testa.

- Agora que nossa mãe não está aqui, conte sobre isso – Chris apontou para o meu rosto.

- Uma idiota me atacou no beco, mas eu vou revidar – Falo entre os dentes – Aquela garota vai se arrepender de ter batido em uma Jauregui.

- É assim que se fala, filha – Meu pai bateu hi-five comigo.

- Gostaria de ver essa luta – Alejandro fez um bico.

- Nem queira ver – Faço careta – Sinu e a dona Clara mata nós.

- Laur, deixe-me te contar – Chris tocou em meu ombro – Ontem eu sai com uma gatinha.

- Onde foram? – Indaguei.

- Fomos em uma balada e depois em um motel – Chris comemorou – Nunca gozei tanto como ontem.

- Por isso que você passou a noite fora, espertinho – Meu pai deu um soquinho no meu irmão.

- Quem é a sortuda? – Questionei sorrindo.

- Gal Gadot.

Meu queixo foi parar no chão ao ouvir aquele nome, como assim o meu irmão saiu com a garota que me atacou? Arregalo os olhos e fito o Chris que continuava sorrindo todo bobo, meu Deus, ele não pode se apaixonar por ela de jeito nenhum. Fiquei estática no sofá, dei graças a Deus pelo Alejandro puxar assunto com o meu irmão sobre a noite de ontem, não queria que ele questionasse o meu ato incrédulo. Camila voltou com nossas mães e se sentou em meu colo.

- Que foi amor? Parece que viu um fantasma – Camila riu se aconchegando em meu colo.

- E-eu... – Gaguejei miseravelmente – Chris.

- Fala mana.

- V-você disse o seu sobrenome a ela? – Perguntei, torcendo para que ele não tenha falado.

- Não, apenas me apresentei como Chris, mesmo – Meu irmão me encarou confuso – Porque?

- Por nada, só curiosidade mas vou te dar uma dica – Engulo em seco – Não diga seu sobrenome, deixe-a curiosa que é sucesso.

- É SÉRIO? – Chris ficou animado – Não vou dizer a ela o sobrenome então.

- Isso ai garota – Sorrio falsamente – Amor, você pode me ajudar na cozinha por favor?

- Ah Lolo, aqui está tão gostoso – Camila se agarrou em mim.

- Por favor – Pedi quase implorando.

- Vamos então, neném – Camila puxou a minha mão e fomos para a cozinha, me encosto no balcão tentando controlar a minha respiração – Estou ficando preocupada, o que aconteceu amor?

- O Chris – Sussurro – Ele saiu ontem com a Gal Gadot.

- É O QUE? – Camila berra indignada.

- Sh... – Ajunto o meu corpo no seu e coloco meus dedos nos seus lábios para cala-la – Meu irmão foi numa balada com ela e depois para um Motel.

- Amor, isso é terrível – Camila tira os dedos da sua boca – Temos que contar a ele.

- Não, é capaz dele se virar contra mim.

- Será que ela foi atrás dele só para te prejudicar?

- Não – Nego com a cabeça – Chris não disse o sobrenome, pelo jeito ela não sabe que ele é o meu irmão.

- E se ela descobrir?

Sabia que poderia dar muita merda quando a Gal descobrir que o Chris é o meu irmão, mas eu não posso fazer nada, se eu alertar o Chris, sei que ele vai achar uma farsa e vai acabar ficando com raiva de mim, é perceptível que ele está todo bobo por aquela desgraça. Encaro a minha mulher que já me olhava com certo medo nos olhos, abraço o seu corpo e encho o seu rosto de beijos molhados.

- Vamos deixar rolar, acho que entre eles não rola namoro – Cochicho – Uma hora a casa cai.

- Espero que não caia para o nosso lado – Camila segurou em minha nuca e beijou meus lábios – Eu te amo.

- Também te amo amor – Fico de joelho no chão e levanto a sua blusa – Eu te amo meu bebê – Beijo a sua barriga.

- Fico tão boba com você falando com nosso neném.

- Nosso neném – Repeti me deliciando.


Notas Finais


Opa, Chris está se envolvendo com a pessoa errada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...