História Never Be The Same - Camren - Capítulo 92


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Comedia, Drama, Luta, Romance, Surf
Visualizações 939
Palavras 1.303
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia farofeiros.

Capítulo 92 - Mini Camila


P.O.V  Camila

A festa de Drake está muito bonita, tem vários balões brancos e azuis por todo quintal de sua casa, um painel na parede com a decoração de surf, varias mesas espalhadas pelo gramado do quintal, as crianças corriam de um lado para o outro, as vezes trombando em algum adulto, garçons serviam os convidados com refrigerante e salgadinho, na festa não está tendo bebidas alcoólicas. Angelina se agitou em meus braços, louca para sair correndo atrás daquele bando de criançada, apenas a apertei contra mim, não quero que ela começasse a bagunçar agora, depois eu deixo ela brincar um pouco. Lauren carregava o presente grande em suas mãos, um sorriso brincava em seu rosto.

Avisto uma mesa vazia lá no fundo, aponto para a mesa e a Lauren acena, nos acomodamos lá, não conhecíamos ninguém dali, apenas o Drake e o seu pai Robert. Olho em volta, não vejo nenhum dos dois, o que nos resta é esperar. É muito ruim em ir em uma festa onde você não conhece ninguém, Angelina agitou suas mãozinhas e logo as esticou para pegar a toalha na mesa, tiro rapidamente suas mãos, espero não passar vergonha hoje.

- Vocês vieram – Drake saltitou em nossa direção, lá atrás vinha o Robert e acho que a sua esposa.

- Claro que viemos, nunca furaríamos com você, campeão – Lauren disse e o abraçou – Meus parabéns.

- Obrigado, Laur.

- Parabéns, fofinho – Abraço ele e deixo um beijo estalado em sua bochecha – Compramos um presente para você.

- Obrigado, não precisava – Drake me olhou todo bobo, sorrio com aquilo.

- Aqui está – Lauren estendeu o embrulho grande.

- Nossa, isso é muito grande – Drake quase não conseguiu agarrar o presente – Posso abrir agora?

- Claro que pode.

- Olá, meninas – Robert nos cumprimentou com um beijo no rosto – Que bom que vieram.

- Esse aniversario é importante para o pequeno, não faltaríamos – Lauren murmurou olhando para o garoto que tentava abrir o presente.

- Deixe-me apresenta-la, essa é a minha esposa, Sam – Robert apresentou – Sam, essa é a Camila e a Lauren, essa gracinha aqui é a Angelina.

- Oi meninas – Sam beijou nossos rostos, da para ver claramente que ela ama esbanjar dinheiro – Nossa que fofinha essa princesa.

- Diga oi a ela, hija – Incentivo a Angel.

- Mama – Angelina agarrou o meu pescoço e ficou ali toda envergonhada.

Drake soltou um berro quando conseguiu abrir o presente e viu o que era, é uma linda prancha de surf com alguns desenhos praianos e o seu nome cravado no objeto. Ele pulou no colo da Lauren e a encheu de beijos, depois fez a mesma coisa comigo. Drake não pode ficar por muito tempo em nossa mesa, teve que ir cumprimentar os convidados junto dos seus pais, Angelina só foi tirar o rosto do meu pescoço quando a Sam foi para outro canto, ela se ajeitou em meu colo e ficou olhando para as mãozinhas como se fosse algo interessante.

- Servidas? – O garçom mostrou a bandeja com dois copos de refrigerante e um prato cheio de salgados.

- Hum...claro – Lauren pegou as coisas da bandeja e deixou em nossa mesa.

- Isso está bom demais – Comento após comer um salgado.

- Vai dar um para a Angel? – Lauren indagou bebericando de seu refrigerante.

- Uhum, ela pode comer coisas pequenas – Pego um pequeno pedaço do salgado e levo até a boca da minha filha – Está gostoso, neném?

- Tá mama – Angelina respondeu e levei mais um pouco do salgado até a sua boca – Mamãe.

- O que foi, meu amorzinho? – Lauren esticou a cabeça para poder ouvi-la melhor.

- Tó – Angelina estendeu um pedaço de salgado que ela alcançou do prato.

- Obrigada, princesinha – Lauren comeu o salgado e me olhou – Temos que ficar de olho nela, já está começando a mexer na mesa.

- Eu percebi isso agora – Reviro os olhos – Tenho trauma de mesas.

- Nossa pequena é uma sapeca.

- Podemos nos sentar aqui? – Um homem muito bem vestido pediu, acompanhado de uma mulher.

- Claro, fiquem a vontade – Fui simpática.

- Não tinha mais mesas disponíveis, aqui está uma louca – A moça comentou tirando o seu casaco social.

- Eu sou o Tom e essa é a minha esposa, Bea – Tom apresentou.

- O prazer é nosso – Lauren apertou a mão de ambos – Sou a Lauren e essa é a minha esposa Camila, e essa é a nossa bebê, Angelina.

- Nossa, prazer.

Ambos sorriram agradavelmente para nós e vi a Bea tentando chamar atenção da Angelina que parecia bem mais concentrada em comer o salgado que eu dava em sua boca, vi alguns convidados nos olhando, sabia que estão nos olhando porque não somos uma família tradicional e querem saber? Estou pouco me fodendo. Ficamos conversando com o casal a nossa frente, eles são bem legais, dessa vez a minha filha foi para o colo de Lauren e se agarrou nela. Vi o Drake correndo em nossa direção, ele parou ao meu lado e pegou em minha mão.

- Meus amigos querem conhecer você – Drake disse todo afobado.

- Está bem – Dou de ombros – Lo, cuida da nossa neném.

- Mama – Angelina estendeu as mãozinhas para mim.

- Fica ai bebê, depois a mama te pega – Beijo a sua testa e aproveito para beijar a bochecha da minha esposa.

- Vem! – Drake me puxou para um canto onde tinha algumas crianças brincando, um pouco mais afastado tem dois meninos – Esses são os meus amigos, Jeremih e Tobias.

- Oi – Jeremih acenou timidamente.

- Hey – Tobias sorriu – Você que é a namorada do meu amigo?

- Namorada? – Questiono sem entender.

- É, o Drake disse que namora com você – Jeremih disse de uma forma tímida.

- Mentira, eu não disse isso – Drake se encolheu, ficou todo vermelho.

- Eu sou casada – Falei coçando a minha nuca – Drake é um bom menino.

- Você mentiu para nós – Tobias acusou e riu.

- Sem implicâncias – Repreendi, deixo um beijo na bochecha corada do Drake.

- Huum – Tobias fez um som malicioso, típico de criança quando quer provocar.

- Eu também quero um beijo – Jeremih se aproximou de mim e apontou para a boca, ele não era tímido?

- Só na bochecha – Beijo a sua bochecha – A titia aqui não quer confusão com a esposa.

- O que tá pegando? -  Lauren apareceu de mãos dadas com a nossa filha.

- Você é a esposa da Mila? – Tobias indagou.

- Exatamente – Lauren sorriu para mim – Algum problema?

- Não – Jeremih levantou as mãos em rendição.

- Amor, vou deixar a Angel brincar um pouco.

- Pode deixar, Lolo – Entrelaço nossas mãos, nossa filha ficou correndo pelo gramado de um lado para o outro.

Jeremih e Tobias ficavam provocando o Drake, mas não era por maldada, é apenas uma brincadeira boba de crianças. Lauren me abraçou por trás e deixou um beijo em minha nuca, ficamos olhando para a nossa filha que agora corria atrás de uma garotinha, até que a nossa pequena caiu no chão e abriu um berro, fomos imediatamente até ela e a Lauren que pegou no colo, ninando-a para parar de chorar. Angelina se agarrou que nem um bebê coala na minha esposa.

- Neném machucou? – Perguntei com voz infantil, olho para as suas perninhas e só estava avermelhado um joelho.

- Sim – Angelina murmurou chorosa.

- Toma aqui – Coloco em sua boca a chupeta, imediatamente a pequena passou a sugar freneticamente.

- Mas que neném manhosa – Lauren beijou o seu pescoço, Angel riu e se contorceu em seus braços.

- Fome – Angelina resmungou abafado pela chupeta.

- Você estava comendo até agora – Lauren acusou.

- Fome!

- Eita mini Camila, vamos comer então.

- Ei! – Protestei – Você também come bastante.

- Por isso que a Angel é uma verdadeira Cabello Jauregui.


Notas Finais


Angel é uma gracinha mesmo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...