História Never be the same - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Meanie
Visualizações 59
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Wonwoo levantou-se de sua cama após amarrar os cadarços de seus tênis, caminhou preguiçosamente em direção à cadeira giratória de sua escrivaninha, e pegou sua mochila, colocando-a em seu ombro. Olhou-se uma última vez no pequeno espelho atrás da porta de seu quarto, e arrumou a posição dos óculos em seu rosto, soltando um longo suspiro. Não queria ter saído de sua cama quentinha, mas precisava ir para o colégio se quisesse se formar e acabar com aquela tortura de uma vez por todas. 

Caminhou em passos lentos pela escada, segurando no corrimão de madeira com uma de suas mãos. Aos seus sete anos de idade, o garoto havia caído de uma escada enquanto brincava com seu irmão mais novo, desde então, não desce por nenhuma escada sem se segurar no corrimão. Olhou para o relógio em seu pulso, percebendo que havia acordado mais cedo do que deveria para ir ao colégio, mas, gostava de caminhar nas ruas sozinho e sem pressa alguma. Assim que chegou à cozinha, colocou sua mochila pendurando em uma das cadeiras que estavam em volta da pequena mesa. Foi até a geladeira, abrindo-a em seguida, desceu seu olhar lentamente dentro da mesma, pensando no que iria comer. O Jeon não era bom quando o quesito era culinária, mas, sabia fazer um rámen aceitável. Soltou um longo suspiro, fechando a geladeira e indo em direção ao armário, procurando o pequeno pote do rámen. Assim que o avistou, pegou-o e o colocou em cima do balcão, indo ferver a água. Não demorou mais do que cinco minutos para que a água já estivesse quente o suficiente, e então, despeja-lá lentamente no pequeno pote. Sentou-se na cadeira em que sua bolsa estava, começando a comer.

Wonwoo arrumou a posição de seu cachecol em volta de seu pescoço, tentando aquecê-lo. Provavelmente por conta de sua pele, suas bochechas estariam rosadas, igualmente ao seu nariz. Quando criança, o garoto adorava o inverno, achava engraçado poder ver sua respiração no ar e beber o chocolate que sua avó vazia sempre. Mas, as coisas mudaram desde a morte de sua avó. O Jeon sempre foi mais apegado a ela, do que a sua própria mãe ou o seu irmão. Colocou suas mãos dentro dos bolsos de seu casaco, parando na calçada, juntamente a outras pessoas esperando para que o sinal abrisse. Ergueu uma de suas sobrancelhas, ouvindo a música e alta e abafada vinda dos grandes fones de ouvido de um garoto que estava ao seu lado. Virou disfarçadamente sua cabeça em direção a elo, o encarando. Ele parecia ser mais novo do que sí, era alguns centímetros mais alto, e também estava devidamente agasalhado. Revirou seus olhos, e voltou sua atenção para o sinal. 

Normalmente, de sua casa para o colégio, não demorava nem trinta minutos, mas, nos dias em que estava totalmente indisposto, demorava bastante. Hoje era um dos dias em que estava totalmente indisposto. Todas as vezes que sentia o vento gélido bater contra o seu rosto, lembrava-se de sua cama e suas cobertas quentinhas.

Assim que avistou as estruturas de seu colégio, apressou seus passos, querendo logo chegar dentro do mesmo, pois sabia que o aquecedor estaria ligado. Ao passar pelos portões, sentiu o vento quente bater contra o seu rosto, e então, um suspiro de alívio saísse por seus lábios. Retirou lentamente o cachecol da frente de seu rosto, caminhando em direção ao seu armário. Não havia gostado nem um pouco da ideia de ter armários em seu colégio, precisaria lembrar de uma senha, e ele não tinha uma memória muito boa. De primeira, pensou em colocar o número zero repetidas vezes, pois nunca iria esquecer, mas isso seria muito óbvio. Então decidiu o colocar a data da morte de sua avó, até porque, ele sabia que nunca iria esquecer esse dia. Colocou seu cachecol dentro do armário, e pegou os três livros que precisaria usar nas aulas de hoje. Colocou-os contra seu peito, e fechou a pequena porta de ferro do armário. Caminhou lentamente em direção à sala de aula, e então, viu uma forte luz clara vinda de trás de si, indicando que alguém havia entrado. Virou seu rosto para o lado, encarando a figura de um garoto, que não lhe era muito estranho, e assim que este virou seu rosto para frente, percebeu que era o garoto que estava ouvindo música ao seu lado mais cedo. Apenas parou de encara-ló quando sentiu que havia esbarrado no zelador do colégio, derrubando todos os seus livros no chão. Abaixou-se rapidamente para pegar, recolhendo cada um deles. Quando esticou seu braço ara pegar o livro de biologia, percebeu que alguém já havia o pego.

─ Aqui, seu livro ─ O garoto de pele amorenada abriu um sorriso em seus lábios, esticando o livro para Wonwoo.

O Jeon rapidamente se levantou, pegando seu livro da mão do outro. Colocou-o juntamente com os outros contra o seu peito, e então, arrumou novamente a posição de seus óculos. Ergueu um pouco de seu rosto para encara-ló. Ele estava com os contêiners em seu pescoço ─ apelido carinhoso que o Jeon havia dado para os fones de ouvido do maior. E também estava com seus cabelos castanhos um pouco bagunçados por conta do vento forte. 

─ Obrigado ─ Agradeceu, fazendo um breve aceno com sua cabeça. Virou-se para trás, afim de ir para sua sala de aula, mas, ao ouvir a voz do garoto novamente, parou.

─ Você pode me ajudar? Eu sou novo nesse colégio, não sei onde fica muito bem as coisas aqui

Wonwoo respirou fundo, e então virou-se em direção à ele. O garoto estendeu uma pequena folha de papel em direção à ele, e não demorou muito para pega-lá. Aqueles eram os horários das aulas dele, e por incrível que pareça, eles tinham a primeira aula juntos. 

─ Sua primeira aula será de biologia, e a minha também ─ Devolveu o papel para ele, abraçando os livros em seu peito. ─ Vamos juntos, huh?

─ Tudo bem ─ Colocou o papel de seus horários dentro de sua mochila, e então, voltou-se para ele novamente. ─ A propósito, meu nome é Mingyu

─ Wonwoo


Notas Finais


eu não iria postar a fanfic aqui, mas, resolvi posta-lá pois queria dar uma chance para o spirit. dêem amor e suporte pra never be the same ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...