História Never be the same - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Jeon Wonwoo, Junghan "Jeonghan", Kim Mingyu, Lee Chan "Dino", Lee Jihun "Woozi", Lee Seokmin "DK", Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi", Wen Junhui "JUN", Xu Ming Hao "THE8"
Tags Meanie
Visualizações 27
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Capítulo 2


Wonwoo o revirou seus olhos pela quarta vez apenas naquela aula. Não aguentava mais ouvir garotas atrás de sí soltando altos suspiros e conversando sobre o quão achavam Mingyu lindo. Abaixou seu olhar para o caderno em cima da pequena mesa de sua cadeira, e então, voltou a rabiscar o desenho de uma borboleta. Seu irmão mais novo sempre o dizia que deveria investir nisto, que ele sabia desenhar bem e que poderia ganhar dinheiro com isto. Mas, o Jeon desenhava apenas para passar o tempo, pois o que ele gostava mesmo, era dançar, para ser mais específico, ballet. Desde muito novo adorava ballet, assistia diversos filmes e documentários sobre o tema, e as vezes também assistia vídeos na internet de aulas. Ele sempre tentava reproduzir a dança em seu quarto todas as noites enquanto todos estavam dormindo. E em uma dessas noites, sua avó o pegou dançando, o que o fez ficar completamente assustado, pois, se se pai soubesse, provavelmente o mataria. Porém, a mais velha não o fez, muito pelo contrário, ela o incentivou a continuar, dizendo que ele havia talento para aquilo. E desde então ─ às escondidas, sempre ia para aulas de ballet, e pagava com o salário que ganhava trabalhando na biblioteca.

─ Senhor Jeon? ─ Ao ouvir seu nome, o garoto ergueu seu rosto rapidamente, saindo de pensamentos. 

─ Sim?

─ O senhor pode me dizer qual é o tipo de filamento que nós não encontramos na contração muscular? ─ Cruzou seus braços, encarando-o com uma de seus sobrancelhas erguidas, e um sorriso em seu rosto.

─ Glicocálix ─ Suspirou. ─ Pois ele não é um filamento e também não está relacionado à contração muscular. Ele está presente em células eucariontes e tem a função do reconhecimento celular.

O sorriso que o professor tinha em seus lábios rapidamente morreu ao ouvir a resposta correta de seu aluno. Por mais que sempre estivesse perdido em seus pensamentos durante as aulas, o garoto tinha um álibi: ele trabalhava em uma biblioteca. Sempre que estava entediado, pegava alguns livros e estudava.

─ Correto ─ Virou-se novamente de costas, escrevendo novamente no quadro.

O Jeon virou lentamente a página do livro, arrumando mais uma vez no dia a posição do óculos em seu rosto. Como não sentia fome durante o intervalo, ele devorava um bom livro. Wonwoo sempre gostou de ler, e por conta disso, acabou desenvolvendo a habilidade de ler mais rápido do que a maioria das pessoas. O livro que estava lendo era o terceiro de uma saga, havia lido os outros dois em menos de duas semanas e meia. Veja bem, por não sair muito como a maioria das pessoas, e passar a maior parte do tempo na biblioteca sem ter muito o que fazer, ele lia.

─ Oi? ─ Ergueu seu rosto, vendo Mingyu parado em sua frente, segurando uma bandeja com um pedaço de pizza e um refrigerante. ─ Eu posso me sentar aqui? O refeitório está lotado

Wonwoo apenas assentiu, voltando a sua atenção para o livro abaixo de sí. Mingyu não demorou para sentar, colocando sua mochila ao seu lado no banco. Ele apenas começou a comer sua comida em silêncio, olhando para a janela que estava atrás do Jeon. Não percebeu quando, mas passou a encarar o garoto a sua frente. Ele parecia tão entretido no livro que estava lendo, que nem ao menos pisacava. Seus olhos passavam rapidamente por cada linha, o deixando um pouco assustado com isso.

─ A minha segunda aula é química ─ Depois de um tempo em silêncio, o garoto de pele amorenada falou, respirando fundo antes. ─ Você poderia me levar até a minha sala? Eu ainda não sei onde é 

Wonwoo ergueu seu olhar, encarando o rosto do outro, que parecia um pouco envergonhado de estar pedindo mais uma vez ajuda para ele. O de pele alva soltou um longo suspiro, arrumando sua posição no banco. Como sunbaenim do outro, iria ajudá-lo em seus primeiros dias no colégio, mas esperava que ele aprendesse rapidamente, pois não tinha muita paciência.

─ Tudo bem ─ Guardou seus livro dentro de sua mochila, olhou rapidamente para o relógio em seu pulso, e então a colocou em seus ombros, levantando-se do banco. ─ Vamos?

─ Mas não tocou o sinal ainda

─ Três, dois, um ─ Olhou para seu relógio, acompanhado o ponteiro até que chegasse no doze. E assim que terminou sua contagem, o sinal tocou. ─ Vamos

Mingyu rapidamente se levantou do banco, limpando seu rosto com o guardanapo, colocando sua mochila em seus ombros em seguida, acelerando seus passos para poder alcançar seu sunbae.

Por pura coincidência, a sala da próxima de ambos era ao lado uma da outra, o que deixou Mingyu mais feliz, pois esperaria pelo Jeon para que pudesse levá-lo para a sala de sua terceira aula. A aula de Wonwoo seria física, e ele poderia dizer que era consideravelmente bem ruim nesta matéria. Sabendo que não conseguiria entender varios nada do que estava naquele quadro, resolveu fazer exatamente a mesma coisa que fez na aula de biologia: desenhar. Como já havia terminado de desenhar a pequena borboleta, começou a desenhar qualquer coisa que viesse em sua mente. Ele passava levemente o lápis pelo papel, desenhando um rosto aleatório, era um desenho que claramente não iria terminar, pois o Jeon não conseguia desenhar rostos com facilidade.

Apoiou seu cotovelo sobre a pequena mesa, apoiando seu rosto com sua mão, enquanto focava em desenhar os olhos daquele rosto. Como estava sentado ao lado da parede, conseguia ter uma clara visão do corredor por ter uma grande janela ali. Ergueu seu olhar para a janela, olhando para a outra a frente da sua. Conseguia ver Mingyu perfeitamente por conta de sua altura, seu rosto estava focado no que a professora estava dizendo. Mas de repente, se rosto virou-se em direção à janela, olhando para o rosto de Wonwoo. O de pele amorenada abriu um sorriso em seus lábios, fazendo um aceno de cabeça para o outro, que abriu um pequeno sorriso em seus lábios, e também acenou. Ele voltou sua atenção para o desenho, passando a ponta do lápis sob o olhos que estava desenhando no papel



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...