História Never Ever (BamBam - Lisa) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink, CrystaL Clear (CLC), Got7, Neo Culture Technology (NCT)
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jinyoung, Jisoo, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rosé, Sorn, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Bamlisa, Blackpink, Got7, Lisa
Visualizações 21
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Fly


Fanfic / Fanfiction Never Ever (BamBam - Lisa) - Capítulo 3 - Fly

Depois de conseguir achar todos os meninos, nos dirigimos para fora da balada, digamos que deixar eles sozinhos, não foi a melhor das ideias, resultado, todos estão bêbados, e duvido que saibam os seus próprios nomes, os únicos sóbrios, sou eu e o Mark Hyung, que como dito antes, odeia beber, e sempre acaba cuidando de todos.

Só de ver a situação em que meus amigos se encontram, e pensar que eu também ficava assim todos os fins-de-semana, me faz ficar com vergonha de dar tanto trabalho para o Mark Hyung, agora consigo entender o porque dele sempre querer nos convencer a ficar em casa.
Depois de um certo tempo tentando convencer os cinco bêbados que correr pela rua feito idiotas era uma péssima ideia, conseguimos entrar nos carros, onde Mark dirigiu um e foi na frente, e eu dirigia outro, o seguindo logo atrás, enfim conseguimos chegar em casa totalmente em segurança, tirando pelos surtos existenciais do Jinyoung Hyung, típico de quando ele bebe mais do que o normal.

Chegando no dormitório, eu com a ajuda de Mark, colocamos todos em suas camas, "que gracinha, quem vê pensa que são uns anjos, mal sabem o estrago que fazem", foi o que pensei, enfim, logo me lembro do que tinha acontecido a algum tempo atrás, quando eu tive a melhor conversa em anos, com uma menina realmente interessante, não sei explicar, mas parece que nos conhecemos a anos, logo percebo que um sorriso bobo se forma em meus lábios, sem pensar muito, mando uma mensagem de boa noite para ela, realmente não sei o que está acontecendo comigo, é uma sensação estranha, mas definitivamente quero ver o que pode vir a acontecer. Depois de ficar viajando pelo mundo da lua, decido ir dormir, afinal, amanhã será um dia importante.

Sou acordado pela claridade do sol, que traspassava a persiana, olho para o lado onde estava o meu relógio, e vejo que já são 9:30, e lembro-me de que marquei de sair com a Lisa ás 11 da manhã, então logo me levantei, fiz minhas higienes, e me dirigi a cozinha, procurando algo para comer, entro na cozinha, encontrando o Mark Hyung com uma cara de sono tomando café.

– Olha que cena incomum, o que faria o senhor levantar da cama tão cedo, ainda mais em um sábado?- Mark me pergunta sarcasticamente.

– Para hyung, não é como se fosse o fim do mundo- Falo um pouco envergonhado.

– Sei, vou fingir que acredito, então, ao que tudo indica, alguém roubou esse coraçãozinho, parece que aquele papo de que nunca iria se apaixonar por ninguém foi por agua abaixo- Mark fala com um sorrisinho de canto.

– É impressão minha, ou você esta se divertindo com toda essa situação?- Pergunto sarcasticamente.

– Não vou mentir, é bem divertido ver você todo eufórico por causa de uma garota- Fala rindo.

– Entendo..., mas eu sinto algo diferente com ela, como se já nos conhecêssemos a anos, ela não é uma garota hyung, ela é a garota- Falo sorrindo.

– Fico feliz por você, só espero que não acabe fazendo nenhuma besteira, não é sempre que se acha alguém realmente legal- Mark fala.

– Não vou fazer besteira, com ela não- Falo para Mark.

– Ok, bom..., se me der licença, tenho mais coisas para fazer do que escutar sobre a sua vida amorosa- Mark fala.   

– Tipo jogar Overwatch?- Pergunto.

– Garoto esperto- Fala rindo enquanto sai da cozinha.

Logo depois, tomo meu café, volto pra meu quarto, e vejo que já são 10 horas, trato de me arrumar rapidamente, visto uma roupa confortável, já que o dia estava bem quente, ligo meu celular para ver que horas eram, já passava das 10:30, só tinha trinta minutos para busca-lá, o que para muitos era um tempo extremamente razoável, mas para mim e meus nervos a flor da pele pareciam míseros segundos, esse sentimento é estranho, nunca liguei muito para horários e coisas do tipo, mas com ela é diferente, parecia que se me atrasasse um minuto sequer, ela já ano gostaria de sair comigo, não posso antecipar as coisas e afirmar que estou apaixonado ou algo do tipo, mas estou certo de que posso estar bem próximo disso.

Sai de meus devaneios e tratei de logo sair, fiquei especialmente feliz quando soube que ela morava bem perto de meu apartamento, deixo a ansiedade de lado enquanto dirijo, era capaz de me perder se continuasse daquele jeito, logo avisto seu prédio, procuro uma vaga e acho uma bem do lado da entrada, ainda eram 10:50, fiquei ponderando em sair ou não sair do carro, se eu saísse agora ela poderia ainda não estar pronta, ou pode achar que eu estou desesperado ou algo do tipo, mas se eu ficar aqui dentro, vou acabar sendo asado vivo pelo sol estar batendo diretamente nele, finalmente tomo coragem e saio do carro e aperto o interfone onde logo o porteiro atende e confirma que ela já estava descendo, agora mais do que nunca antes, meu coração batia freneticamente, mas quando a vi chegar ai sim eu quase tive um ataque cardíaco, ela linda, usava um shots com uma camisa simples e um vans nos pés, quase não usava maquiagem e deixou seus belos cabelos soltos, sinceramente, não sei como existe uma pessoa tão linda nesse mundo. Logo ela sai do prédio e vem em minha direção um pouco tímida, o que a deixa mais fofa ainda.

- Olá- ela fala ainda muito tímida.

- Oi Lisa, passou bem a noite?- a pergunto, já abrindo a porta do carro para ela entrar.

- Foi ótima, tirando o calor que esta fazendo ultimamente- ela fala entrando no carro juntamente a mim.

- Realmente, aqui no verão faz muito calor mesmo- falo para ela.

Logo ligo o carro indo em direção ao parque, o som também estava ligado, a musica era Cool Hot Sweet Love do Red Velvet.

- Eu amo essa musica- Lisa falou empolgada.

- Também- ri com a animação da garota ao meu lado.

- Eu sei que pode parecer estranho, mas poderia tirar algumas fotos, pra poder guardar esse momento não só na memória- ela me pergunta com a carinha mais fofa do universo.

- Com duas condições, que você me passe as fotos depois, para eu também guarda-las , e que esse não seja nosso primeiro-ultimo encontro- falo olhando para ela, que cora um pouco.

- Okay- ela fala de um modo tímido.

Pouco tempo se passou até que chegássemos ao parque, logo achei uma vaga bem perto da entrada, o parque parecia não estar muito cheio para um sábado.

- Chegamos alteza- faço uma referencia que a faz rir.

- Aqui parece ser realmente bonito- ela fala já saindo do carro.

- Acho que você vai tirar fotos muito bonitas hoje- Falo indo para o seu lado.

- Realmente, ja amei esse lugar- Fala com brilho nos olhos e o sorriso mais lindo do mundo.

- Então vamos entrar, quero ver a melhor fotografa do mundo tirando as melhores fotos do mundo- Falo para a mais nova

- Esqueceu de falar que estou na melhor companhia do mundo e no melhor encontro do mundo- Fala me deixando tímido.

Passeávamos por todo o parque, não podia dar um passo que Lisa já queria tirar outra foto, fico impressionado de como a menina tem realmente muito talento, achava engraçado as poses que ela fazia para que a foto ficasse em um bom angulo, ela era fascinante, o jeito que ela demostrava ter paixão em tudo que fazia, ela realmente era uma garota incomum.

Depois de algum tempo e varias fotos tiradas, decidimos tomar sorvete, fomos ate a barraca de sorvete onde eu pedi um de baunilha e ela um de framboesa, paguei o senhor e fomos andando e conversando pelo parque, alem da boa conversa o dia a ensolarado  com uma boa brisa realmente ajudava a tornar aquele dia ainda mais especial para mim.

infelizmente o dia no pode durar para sempre, Lisa precisava voltar para casa, então sem demora a levei, ela precisava terminar alguns trabalhos da faculdade que teria que entregar no começo da semana, ficava impressionado com a dedicação da mais nova, realmente estou me tornando um bobo apaixonado por essa garota singular.

 


Notas Finais


Okay, não me matem, demorei um ano pra postar? sim, mas eu voltei
Passei por algumas coisas chatas e um bloqueio criativo nessa fic inacreditável, eu decidi esperar até ter criatividade voltar em vez de postar só por postar, enfim, vou tentar atualizar a fic semanalmente, então sem desespero, amo vocês anjos^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...