História Never Say Never - Capítulo 17


Escrita por: , lliu30 e ParkKamys

Postado
Categorias Big Bang, EXO, G-Dragon, Got7, Jay Park, Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Brigas, Drama, Intrigas, Orgulho, Romance
Visualizações 11
Palavras 1.900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLHA QUEM VOLTOU!!!
Demorei né?! Sorry...

Nos últimos dias ando muito ocupada com a escola e outras coisas,mas assim que eu arranjar um tempinho eu publico mais capítulos...

Fotinha lindaaa do bias!!!! Já chega de surtos né... Ao capítulo...

📖 B O A _ L E I T U R A 📖

Capítulo 17 - Heavy Rain


Fanfic / Fanfiction Never Say Never - Capítulo 17 - Heavy Rain

Autora On...

  Alguns dias depois...

  Na casa de Catt,o clima era pesado,e ficava pior a cada dia. Até a senhora Lin já tinha percebido.

  Cattleya recusava a olhar para o irmão,e não tinha mais falado com Kihyun. Da casa pro trabalho. Silêncio absoluto quando chegava.

  Era algo estranho na família,porque Catt e Hyungwon sempre estavam brincando,conversando besteiras e brigando briguinhas bestas entre si. Mas agora...

  Naquela tarde,Catt estava de folga. Apenas deitada na cama,olhando pro teto. Pensando em nadas.

  Olhou pra parede onde tinha uma foto dela e Hyungwon e suspirou,o que estava acontecendo com seu irmão?

  Desceu pra sala e ligou a TV,se deitou no sofá e começou a assitir o noticiário,onde avisava que todos de Seul não saíssem de casa por que um forte temporal iria atingir a cidade aquela noite.

  Ela revirou os olhos e se assustou quando Hyungwon abriu a porta com agressividade. Catt não ligou muito e continuou vendo o noticiário.

  Hyungwon se sentou no outro sofá e ficou olhando pra ela. Silêncio constrangedor invadiu o lugar.

  - Catt - Ele chamou mas ela fingiu não ouvir - Hey,Não me ignore.

  - O que você quer? - Ela falou seco sem o olhar.

  - Eu queria te pedir desculpas... - Ele começou baixinho - Eu estava bêbado aquele dia,não sabia o que estava fazendo.

  - A Jen ela...

  - Terminei com ela quando recuperei a lucidez - Ele falou firme - Eu podia estar muito bêbado,mas não gostei de me me lembrar no dia seguinte que eu tinha te batido por causa de uma vadia como ela.

  - Namoravam a muito tempo?

  - Umas semanas aí. E não ligue pro que ela falou sobre o KiKi,ele quase não pega ninguém.

  - Espera ... Quem é KiKi? - Catt levantou uma sobrancelha.

  - O Kihyun oras,quem mais seria?

  Catt deu uma risada por causa do apelido. Logo acompanhada por Hyungwon.

  Começaram a conversar normalmente... Finalmente as pazes foram feitas.

  Já no final da tarde,Catt resolveu ir comprar alguma bebida e pegar a carteira de Hyungwon,que ele havia deixado na casa de Kihyun.

  A noite já estava chegando e com ela,o leve vento do temporal. Catt não ligou muito. Continuou seu caminho. Estava bem longe de casa,as ruas estavam desertas e muito silenciosas.

  Andou um pouco mais rápido. Foi quando o vento se tornou mais forte e a chuva começou com tudo. Encharcando ela no mesmo instante.

  - Droga de temporal. - Ela murmurou.

  Um raio desceu e atingiu o chão bem a sua frente. Ela pulou pra trás de medo e tropeçou nos próprios pés,caiu pra trás e bateu a cabeça numa barra de ferro que estava no chão. Catt perdeu a consciência na mesma hora.


  Na casa de Catt...

  - Filho cheguei! - a sra. Lin chegou e encontrou Hyungwon preocupado no sofá. - O que foi meu filho?

  - A Catt saiu e não voltou ainda,e já faz muito tempo que ela saiu. Tô preocupado mãe.

  - Se acalma filho,daqui a pouco ela chega.

  

 

  Minhyuk on...

 
  Não sei por que inventei de trabalhar até tarde hoje. Já eram mais ou menos 21 da noite. Eu dirigia pelas ruas desertas,no meio daquele temporal,era perigoso,mas eu precisava ir pra casa.

  Resolvi ir pro meu apartamento que ficava mais perto de onde eu estava. Pisei no acelerador e apressado,dirigi pra meu apartamento.

  Quando virei a esquina,vi um corpo na rua.

  "Santo Deus,assassinos nessa área,pensando bem,era pra eu ter ficado na empresa mesmo",pensei e engoli em seco.

  Queria passar direto e fingir que não vi nada. Mas ao perceber que era uma garota caída no chão,com a testa sangrando e uma garrafa de bebida na mão, conclui que não eram ladrões os responsáveis por isso.

  Parei o carro e desci. Fui até onde a garota estava e pulei pra trás. Era Cattleya.

  "O que ela tá fazendo aqui no meio da rua,nesse temporal?",afastei o pensamento e a peguei no colo. A coloquei no banco de trás do carro e pisei fundo.

  Cheguei no prédio e peguei o elevador. Meu apartamento ficava no último andar. Sorte que não tinha quase ninguém no prédio. Se alguém desconfiou por que eu tava com uma garota desmaiada no colo? Imagina,só ficaram me olhando como se eu fosse um killer.

  Cheguei no meu lar doce lar,abri a porta e a coloquei cuidadosamente no sofá. Minhas roupas estavam um pouco molhadas por eu ter saído na chuva. Precisava me livrar urgentemente daquele terno preto chato.

  Subir pro meu quarto,e fui ao closet,onde eu geralmente me sentava em frente as roupas e ficava esperando uma delas vir andando até mim.

  Peguei uma roupa qualquer pra mim, e tentei achar alguma pra Catt. Afinal ela teria que se livrar das roupas molhadas e... Espera um pouco aí... E se ela não se acordar? Como é que ela vai trocar de roupa?

  Balancei minha cabeça tentando afastar os pensamentos e voltei pra sala. Senhor bom Deus ouviu minhas preces e quando cheguei na sala,Catt estava sentada no sofá,olhando assustada pra tudo,e quando me viu se assustou ainda mais.

  - Se acalma,que eu te conto, primeiro veste outra roupa senão você vai contrair pneumonia. - Falei e ela sorriu confusa.

  - Como eu vim parar aqui?

  - Longa história - Estendi a roupa pra ela. - Sei que vai ficar grande pra você baixinha mas é a mais pequena que encontrei.

  - Se a pequena é assim,quero nem imaginar a grande - Ela falou e eu ri.

  - Vem,se troca no meu quarto. Quando terminar me avisa.

  - Ok.

  A levei pro meu quarto e depois sair. Fui pra sala e me sentei no sofá, enquanto esperava,desfiz o nó da minha gravata e tirei a parte de cima do meu terno.

  Foi quando ela apareceu na escada. Ela ficou muito fofa com minha roupa.

  - Olha que gracinha,parece uma anãzinha de jardim com minhas roupas - Provoquei

  - Anãzinha de jardim,haha. - Ela me olhou ameaçador - Minhyuk,tu já esqueceu que Hyungwon me ensinou jiu-jitsu?

- Então né - Falei me levantando - Tenho que tomar banho,fuiz.

  - Aliás,abs delícia esse seu hein? - Ela sorriu travesso.

  Revirei os olhos e subi.

  Cara... Foi tão bom sentir a água morna caindo sobre meu corpo. Fechei meus olhos e me encostei na parede. Tentei não pensar em Cattleya,so o que tá faltando é eu começar a ter pensamentos sadomasoquistas da Catt. Não que eu seja um sadomasoquista. Não... Eu acho. Mas o fato é que simplesmente eu penso em Catt toda hora. Isso tá ficando estranho.

  Estava quase terminando meu banho quando ouvir um trovão e em seguida as luzes se apagaram. Então,ouvi um grito vindo da sala.

  "Sério que ela ainda tem medo de escuro?!"

  Peguei minha toalha,a enrolei em volta da minha cintura e corri pra lá,no caminho dei de cara com a porta e gemi baixo.

  - Droga!


Cattleya On...

   Estava pensando em nadas enquanto observava o apartamento luxuoso de Minhyuk.

   Foi aí que ouvir um trovão alto e as luzes se apagaram de repente. Dei um grito esgoelado e ouvir algumas coisas batendo no andar de cima.

   Eu sabia que era Minhyuk,mas ainda assim fiquei nervosa,me levantei do sofá e tentei caminhar na escuridão. Me assustei quando mãos largas e geladas puxaram minha cintura e minhas costas bateram contra um peitoral úmido.

  Antes de gritar,o sussurro me acalmou:

  - Calma que sou eu tá? - Minhyuk sussurrou no meu ouvido me causando um leve arrepio.

  - MinMin,eu tô com medo.

  - Se acalma,vamos pro meu quarto,meu celular tá lá.

  Com calma ele me guiou até seu quarto. Me sentei na cama dele enquanto ele remexia na escrivaninha.

  - Pega,liga a lanterna e me espera aqui - Ele me entregou o celular dele.

  Liguei a lanterna e iluminei para o ser que estava na minha frente... Eu acho.

  - Irei me trocar e depois eu volto,se acalma, só vou estar a 20 passos de você. - Ele falou dando as costas e indo pro closet dele.

  Não demorou pra ele aparecer novamente apenas com uma calça moletom cinza,cabelos bagunçados e pouco úmidos e descalço.

  - Chega mais pra lá - Ele sorriu e se deitou ao meu lado na cama. - Você não se incomoda, não é?

  - Não,claro que não Min. Afinal é seu apartamento,eu estou apenas ocupando espaço.

  - Está me fazendo companhia,você está minha amiga e não está ocupando espaço - Ele sorriu e aproximou seu rosto do meu - Está preenchendo o vazio.

  Sua boca estava próxima demais. Lembrei das duas vezes que nos beijamos e balancei a cabeça tentando esquecer isso. Foi um erro,agimos por impulso. Éramos amigos,e eu não queria que um beijo estragasse isso.

  Mas já era tarde demais para dizer algo. Sua boca já estava grudada na minha e seu corpo também. HOMEM GOSTOSO DA PORRA!!!!!

  Queria me afastar mas parte de mim queria provar mais dele. Em um movimento rápido,ele ficou em cima de mim,descendo seus beijos pelo meu pescoço, enquanto sua mão levantava lentamente a camisa que eu vestia.

  Tentei impedi-lo mas eu não conseguia. A sensação era muito boa. Ele segurou minha cintura enquanto descia os beijos pela minha barriga. Gemi baixo.

  Estava difícil ter controle ali. Min voltou a me beijar com intensidade enquanto roçava seu quadril no meu. Era uma provocação,para eu ver como havia deixado ele.
 
  - Olhe... Como me... Deixou... - Min arfou no meu pescoço.

  - Felizmente você irá resolver isso sozinho. - Falei - Por favor Min,vamos parar,antes que a gente perca o controle e acabe se arrependendo no final.

  Ele suspirou e saiu de cima de mim.

  - Tem razão... Me perdoe,não sei o que deu em mim.

  Já estava bem tarde e eu acabei dormindo. Me acordei com os raios de sol invadindo o quarto. Olhei para o lado da cama e não vi Minhyuk. Desci pra sala e o encontrei na cozinha,fazendo o café da manhã.

  - Bom dia! - Falei.

  - Bom dia Catt. Vamos comer alguma coisa pra depois eu ir te deixar em casa. Ok?

  - Ok. - Me sentei no balcão.

  - Acho que seu irmão tá achando que a enchurrada levou você.

  - Bem provável. - Eu ri. - Você se acordou cedo. Me acordei e procurei você mas tinha sumido.

  - Na verdade,depois que você dormiu eu vim pro sofá e dormi na sala.

  - Aigoo por que fez isso? - Falei enquanto ele colocava uma xícara de café pra mim.

  Ele ficou atrás de mim e falou próximo ao meu ouvido:

  - Porque eu não conseguiria dormir com você,sabendo que não poderia te tocar.

  Ele voltou para onde estava e eu fiquei incrédula. O que ele queria dizer?

  - Eu só não quis continuar aquilo... - Comecei mas ele me interrompeu.

  - Não é fácil você amar alguém e esse alguém achar que você tá só querendo se divertir.

  Me calei no mesmo momento. Bebi um pouco do café e o olhei. Minhyuk está insinuando que gosta de mim???

   Depois,vesti minha roupa que ele tinha colocado na secadora naquela manhã. E ele foi se trocar. Apareceu vestido numa roupa social preta,ele ficava bem sexy daquele jeito. Pegou as chaves do carro e foi me deixar em casa.

  Antes de sair do carro,ele segurou meu pulso e sussurrou:

  - Desculpe por ontem... Mas se tivesse continuado... Pode ter certeza... Não seria por diversão... - Falou e mordeu o lóbulo da minha orelha.




Continua???
 
 

  


Notas Finais


Opa!!! Que foi isso meus amigos?!?!

Minhyuk gostando da Catt????

Teorias?!?!?!

Falo nada só observo... Huehuehuehuehue...

Foi isso por hj... Perdão se tiver erros... Até a próxima ...BJin 😚😚😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...