História Neverland - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Billdip, Gravidez, Mabcifica, Yaoi, Yuri
Visualizações 70
Palavras 1.856
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Capítulo 17


*Dipper on*

Acordei com luz do sol entrando pela janela, qualquer dia eu vou lá fora para mostrar pra ele como se brilha,odeio sol.

-DIPPER!!!-Mabel gritou do andar de cima,eu iria dar um pulo mas tinha um peso absurdo em cima de mim, olhei para frente e vi Bill dormi feito um anjo em minha barriga.

-CADE VOCÊ CARALHO?!-gritou descendo as escadas- DIPPE-ouvi ela cair no chão.

-Tou aqui cassete!-falei o mais baixo possível

-PRECISO TE FALAR UMA COISA!-gritou correndo até o sofá

-Faça menos barulho-falei o baixinho e tentei sair de baixo do Bill

-É urgente!-falou apressada

-Diga.-falei ficando de pé na sua frente

-Sabe que dia é hoje?!-perguntou 

-Humnn... não!?-falei

-Hoje é aniversário do nosso pai seu mongolóide!-falou com raiva

-Certo,era só isso?!-perguntei incrédulo

-Não seu idiota,ela havia me ligado pedindo pra ir passar o  aniversário dele lá!-falou como se fosse a coisa mais óbivia do mundo

-Vem cá!-falei puxando ela para a cozinha- Você vai?

-Sim e você também.-falou sorrindo

-QUE MERDA VOCÊ TEM NA CABEÇA?!-gritei com raiva

-Qual o problema?!-perguntou

-Como você acha que ela vai reagir a tudo isso?!-perguntei irritado

-A gente explica!-falou com raiva

-Hunf...tá bem,vá fazer suas malas,eu vou fazer as minhas.-falei e ela foi para o quarto

-Bom dia!-falei sorrindo ao ver Bill entrar na cozinha

-Bom dia é o caralho!-falou irritado

-Oshi! Tais de TPM é?-perguntei rindo

-Vai tomar no cu.-falou estirando o dedo

-Eu vou viajar.-falei mudando de assunto

-Você vai oque?!-perguntou 

-Viajar.-falei calmo

-Com quem?!-perguntou curioso

-Mabel.-falei e ele me olhou incrédulo

-Vão pra onde?-perguntou

-California.-falei me levantando

-Quando?-perguntou segurando meu pulso

-Daqui a 10 minutos.-falei sorrindo e ele ficou bravo

-Daqui a 10 minutos?! Você devia pelo menos me avisar que iria viajar,não de última hora!-falou irritado

-Eu não devo satisfação da minha vida pra você!-falei puxando meu pulso-afinal,não somos namorados.

-Como?-perguntou baixinho

-Eu preciso arrumar minha mala-falei saindo da cozinha- adeus Bill.

Terminei de arrumar minha mala e já estava indo em direção ao quarto da Mabel para saber se ela já estava pronta,bati na sua porta mas não ouvi nada,bati mais uma e nada.

-Ela tá na cozinha.-Bill disse parado atrás de mim

-Obrigada.-falei e fui em direção a escada

-Dipper?-Bill me chamou e eu virei pra ele

-Oi?-perguntei olhando pra ele

-Oque você vai fazer na Califórnia?-perguntou

-Nada da sua conta.-falei e voltei a andar 

-Para com isso, você não estava assim ontem, oque houve?-perguntou segurando meu pulso

-Nada,só acho que não devo  dar satisfação da minha vida pra você,é como eu disse antes,não somos nada.-falei e puxei minha mão voltando a andar

-Claro que somos!-falou

-Somos oque?-perguntei olhando pra ele mas o mesmo não disse nada-foi oque eu pensei.-falei e desci as escadas

-DIPPER PINES!-Mabel gritou da cozinha-Vamos logo!-falou e me puxou até o carro

-Calma,falta pegar minhas malas!-falei pra ela

-Não,o Fred pegou elas pra você.-falou e me jogou dentro do carro-voce vai dirigir!

-Certo.-falei e me ajeitei no carro- tudo pronto?-perguntei e ela concordou- podemos ir?-perguntei e ela concordou- está pronta?

-SO LIGA E DIRIGE CARALHO!-gritou furiosa

-Vão com Deus!-Jason disse

-Adeus.-Fred disse 

-Vamos?-perguntei pra Mabel e ela me olhou com raiva

-VAI LOGO!-gritou e eu liguei o carro,essa viagem vai ser muito longa.

*Dipper off*

*Bill on*

Depois que Dipper desceu as escadas me deixando plantado no meio do corredor eu percebi que infelizmente eu havia o perdido,ele não gostava mais de mim,mas,será que ele gostava antes? Por que ele está agindo assim? Por que ele é tão bipolar? 

Será que eu realmente preciso dele? 

Balançei a cabeça espantando esses pensamentos,eu vou me deitar, preciso pensar nisso tudo.

Acordei e olhei para a janela do meu quarto,estava de noite,nossa! Eu dormi bastante,será que o Dipper já foi? Eu pensei bastante sobre o que ele disse e cheguei na conclusão de que eu deveria pedi-lo em namoro.

-DIPPER?!-gritei do topo da escada

-Ele já viajou,bem irritado.-Fred disse enquanto jogava baralho com Jason

-Como?!-perguntei sem entender

-Ele saiu pistola, parecia uma metralhadora,já Mabel,nem se fala.-Fred disse

-Para de usar essas gírias de merda seu arrombado!-Jason disse com raiva

-Vai a merda.-Fred disse calmo

-Eles foram já faz muito tempo?-perguntei mudando de assunto

-Eles foram de manhã cedo,devem já ter chegado a essa hora.-Jason disse olhando para o seu relógio.

Droga,e agora? Eu não posso ir pra lá,se eu deixar esses dois mongolóides sozinhos eles botam fogo na casa,e se for algo de família? Mabel me disse que iriam visitar seus pais,e se acontecer alguma coisa? O carro bater? Eles serem atropelados? Que dia eles voltam? 

Dipper, quando você voltar,eu irei te dar a melhor noite que você já teve!

*Bill off*

*Dipper on*

Já fazia mais ou menos 10 minutos que haviamos chegados na Califórnia,mas estamos procurando a casa de nossa mãe,eu não sei o porquê dela gostar tanto de se mudar.

-Mabel,liga pra ela.-falei olhando pra ela

-PELA MILÉSIMA VEZ, EU QUERO FAZER UM SURPRESA!-gritou e eu parei o carro- Desculpa!!

-Não,olha!-falei apontando para uma mulher do outro lado da rua

-É ela?! Cara,que sorte!-falou saindo do carro- MÃE! AQUI!-gritou balançando a mão pra cima

-Mabel?!-Ela disse confusa mas logo correu em direção a mesma-estava com saudade!

-Tambem,tenho tanta coisa para te falar,tenho tanta novidade!-Mabel disse abraçando ela 

-Vamos pra casa,lá você me conta tudo!-falou e desmanchou o abraço

-Vamos no meu carro!-Mabel falou puxando ela pra perto do mesmo

-É seu namorado?-Ela perguntou apontando para mim

-Não se lembra de mim?!-falei olhando pra ela

-Dipper?!-Ela perguntou chorando-como?!

-Não era assim que eu queria que fosse a surpresa!-Mabel disse emburrada

-...-Ela apenas me abraçou chorando-como pode?!

-Em casa a gente diz oque aconteceu.-eu disse abraçando ela

-Vamos logo,estou morrendo de fome!-Mabel disse entrando no carro

-Vamos.-desfiz o abraço e me ajeitei no banco- me diga como chega em casa.

-É-é pert-to d-daqui,é naquela rua.-falou enxugando as lágrimas

-Esta bem.-falei e dei partida no carro

O caminho foi silêncioso e curto,chegamos em casa e pelo que eu vi nosso pai não sabia que viriamos,elas desceram e levaram três malas e eu levei duas.

-Querido? Cheguei!- ela gritou ao abrir a porta de casa

-Sua nova casa é bem grande.-Mabel disse andando pela sala

-É...estou na sala!-Ela gritou novamente-Eu tenho uma surpresa pra você!

-Estou indo!-uma voz grossa gritou da cozinha e de lá saiu um cara alto de camisa polo,calça jeans e tênis Adidas,esse cara é denominado como nosso pai.-Oque é?!

-Tchanram!-Ela disse esticando os braços em nossa direção

-Mabel!?-ele perguntou feliz e depois olhou pra mim-Dipper?!

-Oi pai!-eu e Mabel dissemos em coral

-Filhos!-falou e puxou a gente para um abraço

Esse abraço durou cerca e dez minutos,dez minutos,da pra acreditar? Eu sei que é saudade e tals,mas,pelo menos um abraço curto!

-Venham,o jantar está pronto!-nossa mãe disse da cozinha e eu e Mabel fomos lavar as mãos

-Nossa,ela não gritou nem nada.-Mabel disse ligando a torneira

-Como assim ela não gritou nem nada?-perguntei lavando as mãos

-Tipo, você lá na casa do Bill, você vai chamar a gente para almoçar você grita,e eles só vem depois de discutir com você.-ela disse indo enxugar as mãos -Aqui tudo é mais calmo.

-Oque você quer dizer com isso?-perguntei desconfiado

-Queria voltar a morar aqui.-falou saindo

-...-eu não disse nada apenas enxuguei minhas mãos e fui para a cozinha

-Vocês demoraram!-nossa mãe disse

-Estavamos conversando.-Mabel disse se sentando na cadeira

-Humnn...me digam oque aconteceu,me falem as novidades!-ela disse sorrindo

--Bom...-disse me sentando ao lado de Mabel- quando o ônibus bateu,eu fui arremessado para fora do mesmo mas não me ferir gravemente...-depois contei a história toda e eles ouviram atentamente- e...foi Isso!

-Nossa!-Ela estava impressionada

-Tem mais novidades?-nosso pai perguntou

-Tem tantas!-Mabel disse animada

-Serio?-nossa mãe perguntou e Mabel concordou-vocês estão namorando?

-Sim!-Mabel disse feliz,mas espera,ela não me disse que namorava,e eu não namoro.

-Quem são os sortudos ou sortudas?-nossa mãe perguntou feliz

-O nome dela é Pacífica!-Mabel disse feliz e minha mãe olhou confusa

-A namorada do Dipp se chama Pacífica?-nossa mãe perguntou

-Nã-interronpi Mabel

-Sim!

-Humnn...e o seu namorado?-perguntou pra Mabel

-Ele se chama Bill!-disse por Mabel

-Como?!-Mabel me olhou com raiva misturado com tristeza

-Estamos falando sobre seu namorado Mabel.-nossa mãe disse tentando acalmar ela

-Mas ele não é meu namorado!-Mabel disse irritada

-Então quem é ele?-nossa mãe perguntou e eu olhei dessesperado pra Mabel

-Não Dipper-disse baixo só pra mim ouvir-Esta errado,eu namoro a Pacífica e ele namora o Bill.

-Como é que é?!-nosso pai perguntou incrédulo

-A gente não namora Mabel!-disse irritado

-Ae?! E como você explica essa foto?!-falou e me mostrou uma foto minha e do Bill dormindo abraçados

-Deixa eu ver!-nossa mãe disse com raiva- eu não acredito!

-Mãe,Mabel não sabe de nada!-falei tentando reverter a situação

-Eu passei esses dias morando com você,foram o suficiente para saber várias coisas ao seu respeito!-Ela disse, sério,eu vou matar essa menina quando chegar em casa,ou no carro.

-Dipper! Venha aqui.-nosso pai disse me fazendo estremecer, cheguei perto dele e ele me deu um soco, depois outro e mais outro,até eu ficar inconsciente e não ver mais nada.

*Dipper off*

*Narradora LPM on*

-PAI!- Mabel gritou dessesperada-PARA!

-Não!- seu pai gritou de volta irritado

-Ele já está inconsciente!-Mabel disse tentando parar seu pai

-Isso é pra ele aprender,eu não botei filho no mundo para ser gay.-ele disse furioso

-PARE JA!-Mabel gritou novamente

-Nunca!-ele disse socando seu filho no qual estava em um estado deplorável

-AH É?!-Mabel gritou e partiu pra cima de seu pai dando um soco certeiro em seu rosto

-Filha...!-sua mãe resolveu se pronunciar

-OQUE É?! Achou que eu iria ficar vendo meu irmão apanhar?!-Mabel disse e acertou outro soco no rosto de seu pai fazendo-o cair em cima da mesa de vidro quebrando a mesma 

-Filha,ele é seu pai!-sua mãe disse com os olhos encharcados

-PAI?! Pai é quem cuida,é quem dá carinho,é quem não se importa se é homem ou mulher que faz seu filho feliz,é quem aceita o filho mesmo sendo gay ou hétero,e ele,ele não é pai,ele é um homem mal caráter que bate no filho por ele ser gay,por ele ter encontrado uma pessoa que faz ele feliz! Eu tenho nojo de vocês!-Mabel disse olhando para a sua mãe na qual estava chorando

-Me desculpe.-sua mãe disse baixo

-Descupa? Desculpa você deve a Deus, você tem que tentar ser uma pessoa melhor,mas é difícil a essa altura,quem já tem vaga no inferno Deus não ajuda.-Mabel disse colocando seu irmão no ombro-passar bem.

Depois de colocar seu irmão inconsciente no carro Mabel da partida no mesmo.

*Narradora LPM off*

*Mabel on*

Puta que pariu,caralho,porra,eu explodi na frente da minha mãe,devia ter jogado mais coisa,mas algo não deixou,estou triste,com raiva, ansiosa e um milhão de outras coisas,estou voltando pra casa,não tenho coragem de olhar na cara deles de novo.

-Oh Dipp,porque isso teve que acontecer com você?-susurrei pra mim mesma

Pouuuu(som de algo caindo no chão)

Parei o carro rapidamente.

-S-sera que eu atropelei alguem?!-desci do carro para ver

-Voce é cega ou só se faz?!-uma loira disse pra mim massageando sua cabeça

-Você que se jogou na frente,mongol!-falei e ela me olhou incredola

-ATA! Por que você acha que eu me jogaria na frente de um carro em movimento?!-perguntou com raiva

-Sei lá! Eu só sei que foi assim.-disse irritada

-Certo,tem como me dar uma carona? Minha asa está ferida.-falou e me mostrou uma de suas asas gigantescas

-Por que eu te daria?!-perguntei olhando pra ela

-Pelo simples fato de você ter me atropelado.-ela disse com um sorriso debochado no rosto

-Não dou!-disse irritada

-OH!! Saiam do caminho!-um carro atrás da gente começou a apitar e eu estirei o dedo pra ele

-Eu estou com a asa machucada!-Ela disse furiosa

-CA-GUEI!--disse pausadamente

-Você vai me levar sim!-falou e foi em direção ao carro

-Olha a ousadia da moça!-falei e fui até ela

-Voce...matou ele?-perguntou apontando pra Dipper

-Não sua anta,ele é meu irmão, aconteceu algo que não é da sua conta!-disse com raiva

-Cara, você é chata pra cassete!-falou e se sentou no banco de trás

-Sai do meu carro caralho!-disse irritada

-Não!-falou cruzando os braços

Bom,ela não saiu e eu tive que leva-la para casa,porque a mendiga não tem casa(eu já pensei em joga-la da ponte),mais um problema pra minha cabeça.

*Mabel off*











Notas Finais


Pessoinhas eu sei que foi muito curto,masssssss espero que gostem😄😄😄.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...