História Neverland's school - Capítulo 1


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Bts, Exo, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Taehyung, Park Jimin, Romance, Suspense
Visualizações 16
Palavras 1.843
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi pessoas, estou trazendo para vcs mais uma fanfic, espero que gostem.

Capítulo 1 - Primeiro


Fanfic / Fanfiction Neverland's school - Capítulo 1 - Primeiro

_ ANNE! Caramba como essa menina corre _ Gritava uma das criadas enquanto corria atrás de sua senhorita, senhorita essa que possuía 12 anos de idade.

Anne era a terceira filha da família Hee, sendo a primeira Han Na e na ordem de sequência Min Yeon, Anne e Mi Re. Anne, após uma curta corrida pelo seu enorme jardim, encontrou a entrada que procurava, essa dava no jardim secreto das irmãs Hee.

_ Onde está Han Na, Anne?_

Min Yeon perguntou.

_ Ela não pôde sair, mamãe conseguiu alcança-lá _ respondeu.

_ Droga, como poderemos ajudá-la agora?_

Exclamou Mi Re.

_ MI RE! _ disse Min Yeon, corrigindo sua irmã mais nova.

_ O quê?! Eu só falei “droga”, isso nem é palavrão… _ Resmungou baixinho.

Enquanto isso do outro lado da Floresta, onde está localizada a casa Hee, se encontra a casa Kim. Já no portão principal é possível ver uma fumaça escura…

_ JUNGKOOK SEU DELINQUENTE! _ Jin gritou.

Jungkook era o mais novo da casa Kim com 10 anos de idade, e também o mais travesso. Ele estava sendo procurado pelos irmãos, após incendiar acidentalmente o estábulo de sua casa com seus poderes.

_ Eles nunca vão me encontrar aqui! _

Falou enquanto usava sua força concentrando-se em suas pernas, para realizar um salto, afim de se esconder na árvore mais alta do jardim, plano esse que não deu certo, já que Jimin viu o mesmo e durante o pouso do mais novo no galho da árvore, ele congelou o galho o tornando escorregadio, fazendo que Jungkook caísse de uma altura de mais ou menos 8 metros.

_ AISH HYUNG!

_ Não mandei você se esconder num lugar tão ruim _ estendeu a mão para o mais novo o ajudando a se levantar.

Jimin possuía dois irmãos gêmeos,Taehyung e Hoseok, os três tinham 14 anos, mas eram gêmeos apenas por data de nascimento, pois eram muito diferentes em suas personalidades. Após debochar de seu irmão mais novo, Jimin gritou para o segundo filho da família, Yoongi.

- YOONGI HYUNG, PEGUEI O CRIMINOSO! _ Jimin carregava Jungkook pelo braço.

_ Muito bem, agora o castigo _ Yoongi sorriu maléfico.

_ Não… por favor não! _ Jungkook implorou.

_ COSQUINHA NELE! _ ele ordenou e assim foi feito. Os gêmeos atacaram o enchendo de cócegas.

_ Tá bom, chega _ Jin se aproximou tirando-os de cima do menor _ você teve sorte q o Jimin apagou o fogo antes que atingisse os cavalos.

_ Desculpa hyung _ o menor fez um bico.

_ Ta fazendo bico por que? Vai vender? _ Jin ergueu a sobrancelha.

_ Nossa hyung, você não amolece _ cruzou os braços.

_ Convivi com vcs minha vida toda. Já sou imune a suas tentativas de me ludibriar _ o mais velho virou as costas andando até o grande casarão _ vamos ver o que a mamãe acha dessa história toda.

_ A não hyung! HYUNG _ Jungkook se pôs a correr atrás do maior que andava tranquilamente.

♣♣♣

_ A Unni vai casar com o Jin oppa _ Mi Re dava voltas ao redor de Min Yeon, que estava sentada no chão próxima a sua árvore preferida, cantarolando essa mesma frase várias vezes.

A mais velha já estava no seu último fio de paciência. Os olhos já haviam mudado de castanho para azul claro, pois ela estava começando a perder o controle de seus poderes.

_ A unni vai casar com o Jin oppa e a Yeon unni vai ficar só _ saltitava.

_ CALA A BOCA _ a mais velha se pôs em pé, ondas de eletricidade passavam por seu corpo e seus cabelos, antes negros com Californianas brancas, se tornaram completamente brancos.

_ Yah! Já chega _Anne ficou no meio das duas _ Mi Re vai brincar em outro lugar _ estendeu o braço apontando pra um lugar aleatório.

Mi Re era a mais nova com 11 anos, também era a mais chorona e seu passatempo preferido era perturbar a segunda mais velha, Min Yeon, que tinha 13 anos assim como sua irmã mais velha Han Na, era responsável mas seu temperamento era muito forte. As mais velhas eram gêmeas dizigóticas (que não são iguais), mas como Han Na era mais velha seria obrigada a casar com o mais velho da casa Kim num acordo de paz entre as famílias.

_ Foi por pouco _ Anne disse observando a irmã voltar a sua aparência normal _ Pensei que você ia explodir tudo.

_ Vou explodir só a Mi Re, não se preocupe _ fechou os olhos se concentrando para que eles também voltassem _ eu odeio esse acordo de famílias!

_ A unnie também odeia, até eu que não faço parte dele odeio _ a mais nova a abraçou _  vai ficar tudo bem relaxa. Han Na nunca casaria com o Jin oppa sabendo o que você sente por ele _ se afastou para olhar a mais velha.

_ Digamos que ela não tem muita escolha _ a morena começou a andar até a saída do jardim.

_ Vai pra onde?

_ Cansei de ficar aqui _ tocou na parede de arbustos e essa se abriu dando passagem para ela, que apressou os passos de volta para casa subindo as escadas até a entrada principal.

Quando estava prestes a abrir a porta para entrar, Han Na o fez por ela prestes a sair esbarrando na irmã _ Aish… _ esfregou a testa _ Me desculpe min yeon _ Han Na tentou se desculpar, mas como Min yeon não estava muito bem humorada passou direto sem ao menos olhar para a irmã.

_ Ela não está bem hoje _ Anne rapidamente subia as escadas.

_ Percebi _ a mais velha deu risada ao final _ Agora vem, preciso de sua ajuda.

Anne tinha seus 12 anos, era a segunda mais nova. Tinha os traços da mãe, a calma e responsabilidade de seu pai, mas não é seguro mexer com ela, caso contrário, sofrerá uma terrível hipotermia. Seu poderes eram nada mais nada menos que o frio em grande quantidade, podendo criar um enorme iceberg, e o controle da água podendo mover por enquanto um profundo poço.

_ Para que precisa da minha ajuda? _ perguntava enquanto era puxada pelos corredores.

_ Você verá _ Han Na passava de porta em porta na enorme casa, até parar na cozinha _ Quero que congele isto para mim _ lhe entregou um copo com água.

_ Mas a mamãe disse que não podemos usar poderes aqui dentro _ a mais nova se negou, colocando o copo na mesa.

_ A mamãe nem vai desconfiar, por favorzinho Anne só dessa vez _ implorou.

Se entreolharam um pouco até que os fios castanhos bem claros de Anne começaram a sumir e a cor azul água surgir, indo de sua raiz até as pontas. Quando Han Na olhou para o copo, ele estava pedra pura, nem se distinguia mas o que era copo e o que era água.

_ Que maravilha _ Han Na pegou o copo e fechou os olhos _ Vamos lá você o consegue _ se encorajou.

_ O que você vai fazer ? _ Anne, que já voltava ao seu estado normal pouco a pouco, perguntou.

Han Na contou 1....2...3 e jogou o copo para cima o acertando com seu poder de fogo, fazendo o copo estourar e a água evaporar no ar.

_ Meninas?.... O que falei sobre usar seus poderes dentro de casa? _ A mãe apareceu na cozinha.

_ Mãe? _ Han Na virou-se assustada vendo sua mãe na porta com uma cara nada boa.

_ Já não sei o que faço com vocês _ Ela passou a mão entre os cabelos enquanto caminhava até as meninas _ Não é para usarem poderes em casa, será que falo outra língua? _ perguntou já alterada. Com certeza Min Yeon puxou a personalidade inconstante da mãe.

HaNa começou a rir baixinho, pensava em sua cabeça respostas perfeitas para a pergunta da mãe, mas sabia que se as falasse seria punida mais severamente.

_ HaNa _ MiRe entrou na cozinha gritando o nome da mais velha, mas percebeu a presença da mãe e deu meia volta.

_ Você mocinha, volte aqui, Agora! _ MiRe imediatamente voltou e olhou para a mãe com uma cara de santa _ Você participou disso?

_ Não mãe _ Respondeu enquanto balançava suas mãos de um lado para o outro igual uma criança de seis anos.

_ Então vá para seu quarto e só saia de lá quando eu lhe Chamar _ Hee Bong Su, a mãe da garota gritou.

_ Tá Bom _ a pequena resmungou baixinho.

MiRe então seguiu seu caminho abandonando a cozinha, foi até seu quarto, mas antes não poderia deixar de passar no quarto de sua irmã, MinYeon.

_ Min? _ Ela Bateu na porta, mas não recebeu resposta _ Min!? _ Ela bateu mais uma vez recebendo apenas um resmungo _ Posso entrar?

_ Não _ A outra gritou ainda dentro do quarto.

_ Por favor _ pediu manhosa.

Ela ouviu passos pesados em direção a porta.

_ Espero que seja importante _ Min Yeon havia destrancado a porta e dado passagem para a mais nova.

MiRe entrou encostando a porta que estava atrás de si.

_ Mamãe viu HaNa e AnNe usando os poderes dentro de casa _ A menor começou já contando o que sabia.

_ Não acredito, por que elas fizeram isso? Dentro de casa? _ A Min ficou indignada, e um pouco inquieta _ O Que mamãe falou? Ela vai punir as duas?

_ Não sei, ela me mandou embora antes de qualquer coisa _ Ela sentou-se ao lado da irmã na cama.

_ Então acho melhor ir para seu quarto e evitar maiores conflitos _ A mais velha pediu já puxando a mais nova para fora.

_ Ah, mas eu acabei de chegar _ disse já do lado de fora do quarto.

_ E olha que lindo, acabou de sair _ a maior sorriu e trancou a porta.

♣♣♣

_ Eu não falei uma, nem duas, eu falei milhares de vezes _ Bong Su gritava enquanto andava de um lado para o outro na cozinha _ Não usem poderem em casa!!! porquê continuam insistindo?

_ Nós não iremos fazer de novo _ AnNe murmurava de cabeça baixa.

_ Não irá existir um “de novo”, porque agora vocês vão ser punidas! _ As duas garotas olharam com assombro _ Não adianta tais caras, não irei mais cair, vocês já não são crianças a muito tempo, se não querem aprender por bem irão aprender por mal.

_ Mas mãe, foi apenas uma brincadeira _ HaNa tentou justificar. mas sem sucesso.

_ Não adianta, eu quero as duas no final do dia no meu escritório _ E então ela saiu.

HaNa se sentou em uma cadeira da mesa e AnNe fez o mesmo.

_ Não acredito, mais um problema em minha vira _  HaNa resmungou revirando os olhos.

_ Estou com medo do que pode ser _ AnNe olhou para a mais velha.

_ Eu também… _ abaixou a cabeça _ pensa assim, pelo menos nós morremos logo e não vamos ter que ir pro Neverland’s high school.

_ Ai, credo Han Na! _ a menor deu um tapa leve no braço da mais velha _ eu quero viver sua louca.

Se puseram a rir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...