1. Spirit Fanfics >
  2. New chance - Hosie >
  3. Amigos e Família...

História New chance - Hosie - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi legadinhos, tudo bem com vocês? espero que gostem, até mais.

Capítulo 5 - Amigos e Família...


Fanfic / Fanfiction New chance - Hosie - Capítulo 5 - Amigos e Família...

Mystic Falls, 23 de janeiro de 2020

Pv Josie

   Uma sema depois do meu encontro com a Hope na praça, e desde então eu não consigo para de pensar em como a gente se divertiu aquele dia, e fazia tempo que eu não ria assim, isso me pegou de surpresa, queria encontrar ela novamente, mas qual seria a chance de encontrar ela novamente? No meu da nossa diversão, ninguém se lembrou de trocar número de telefone, droga! São 16:00 horas da tarde, e eu ainda estou de pijama, sim estou, mas e já tomei banho hoje, viu? Só coloquei essa roupa para ficar confortável.

   Estou indo atrás da Lizzie, vou convidar ela para assistir um filme, e de quebrar chamar alguns amigos para participar, cheguei na porta do quarto da Lizzie e bati, ela gritou um entra e eu entrei – Lizzie, vamo chamar o Mg e o Kaleb para assistir um filme ? – Digo e ela se levanta da cama e me olha.

Lizzie – ta carente é maninha? – Ela fala e eu reviro o olho – liga para eles que eu vou preparar a sala – Ela disse e eu sorrir em agradecimento.

Voltei no meu quarto, troquei de roupa e desci a escada, Lizzie já estava lá, olhei para ela arrumando a sala, então sentei no sofá e disquei o número do Mg.

LIGAÇÃO ON

Josie: oi Mg!!

Mg: O que deseja querida Josette?

Josie: estou te convocando para uma tarde de cinema em minha casa, chame o Kaleb e e não aceito não como resposta! Até daqui a pouco.

LIGAÇÃO OFF

   Desligo antes que ele resolva recusa – Lizzie, vou fazer pipoca e brigadeiro, abra a porta quando eles chegarem – Digo e vou para a cozinha, pego tudo que vou precisar e começo a fazer, uns 30 minutos depois Mg aparece na cozinha e fala...

Mg – Ainda bem que você esta fazendo essa gostosura de brigadeiro, se não fosse isso eu já estaria voltando para casa – Ele fala, e eu olho para ele, e jogo um pouco da pipoca nele, que agarra com a mão e como.

Kaleb – Ei, vocês já estão comendo antes da  hora? – ele relama.

Você deveria brigar com o Mg, ele é quem ta comendo – Falo e ele vira paro o senhor Milton, e da um tapa no braço dele, eu só faço rir, terminei o brigadeiro, coloquei na panela e mandei eles lavarem a louça, reclamaram mas fizeram. Andei até a sala com as comidas e coloquei na mesa de centro, não de morou muito e eles vieram para a sala e começou uma nova briga para decidir o filme que assistiríamos.

Kaleb – devemos assistir um de terror!

Lizzie – Uma comedia romântica, ok?

Mg – Um de ação galera, vamo lá!!

Vamos assistir uma comédia, pronto – digo decidida e coloco Até que a morte nos separe e todos ficam quietinhos assistindo. A nossa tarde foi assim, e ao final dela todos voltaram para suas respectivas casas e quarto.

 Pv Hope

   Acordei pensando na Josie, como eu fui tão burra de não ter pedido o número dela, agora eu to aqui bestando, sem nada para fazer. Imagina se as aulas começam e eu continuo sem ninguém assim? Que horrível, eu definitivamente preciso fazer amigos esse ano, se não eu vou passar todos os dias morfando nessa casa sozinha. Escuto um barulho no corredor, então levanto da cama e vou até a porta do quarto, e dou de cara com o meu pai e ele se assusta.

Klaus – Credo Hope, assim você mata seu pai d o coração – começo a rir dele – Isso, pode rir do se velho aqui – Ele diz e eu paro.

O pai, não fique assim, eu ouvi o barulho aqui fora e vim olhar – Digo, e ele rir – O senhor vinha falar comigo?

Klaus – Sim, quero lhe convidar para um passeio, passeio surpresa! – ele diz – e ai, vamos lá?

Vamos, mas o senhor não vai me falar onde é? Sabe, a curiosidade, ela pode matar – Digo e ele rir e passa na minha frente saído de casa e eu só faço seguir ele – Pai, onde a gente vai? – pergunto de novo e só recebo um silencio de resposta.

Klaus – entra ai, vamos dar uma volta e por favor não faça perguntas – entro no carro contra gosto por não saber onde estou sendo levada – Ajeite essa cara, desfaça esse bico pequena lobinha – ele diz e arranca um sorriso de mim.

Pai, o senhor sabe como é a nova escola, como é lá? Eu andei procurando por aqui uma academia para voltar a treinar, mas não achei e minha ultima opção é ter algo do tipo para treinar lá na escola – Digo por fim, e ele parece pensar.

Klaus – Sabe, quando eu fui fazer sua matricula, havia algumas aulas extras, mas não lembro se tem algo desse tipo, mas sabe o que tem, vôlei e eu sei que você gosta, só não sei o motivo de você não participar lá – ele fala esperando uma resposta.

Eu ia participar, mas no dia das inscrições eu fui enganada, falaram um horário para mim e era outro, quando eu cheguei já tinha acaba os testes – Disse por fim e ele me olhou incrédulo – Tudo bem Pai, não precisa se preocupar, eu superei.

Klaus – Você podia ter me falado, poderíamos ter conversado sobre – Ele fala.

Tudo bem pai, qualquer coisa eu te aviso pai, mas não terá uma próxima – Digo a ele, para ele se confortar, e depois reparo que o carro parou – Uma revendedora de carros – falo mas ele já ta do lado de fora me olhando, ele abre porta e eu saiu.

Klaus – Anda, escolhe um para você chegar em grande estilo na escola – ele fala e eu o olho e então ele diz – Qualquer um – ele sabe o meu gosto, sabe que eu sou louca por uma ranger rover preta, com bancos em vermelho, entrei naquela loja parece uma criança quando entra no parque.

Pai, eu não acredito nisso – Digo e ele rir, eu continuo andando pela loja até encontra o que eu queria, era meu sonho desde que meu pai me levou para uma exposição de carro, quando vi esse carro, passei anos me imaginando em um desses, o atendente da loja falou que eu poderia entra no carro para ver como ele é, e eu não demorei nenhum segundo a mais, entrei nele, meu sorriso era do tamanho do mundo, dava para ver lá do outro lado da rua.

Klaus – acho que vai ser esse – ouvir meu pai falar para o rapaz da loja, e eu sorrir, sorrir tanto que já tava começando a doer.

Obrigada, obrigada, obrigada – falei dando vários beijos na bochecha dele, e então ele foi resolver a documentação e eu fiquei olha os demais carros, todos lindos, não tão lindo quanto o meu mais novo bebê, sim meu bebê!  Vi meu pai voltando e me chamando para sair da loja, sigo ele até o carro, entramos e ele fala...

Klaus – O seu carro chega segunda de manhã, bem cedo – ele fala e só faz minha ansiedade ficar pipocando.

Obrigada paizão – Digo mais uma vez e ele sorrir, e eu achando que esse dia estava chato, pensei. Voltamos para casa conversando sobre diversas coisas e então chegamos, entrei correndo para falar com a mamãe, assim que vejo ela começo a falar – A senhora nem imagina o que eu ganhei – Ela me olha assustada – um carro, um carro novinho, o carro que eu sempre quis e não aquele que era da tia Beka, um meu, só meu – Digo por fim e ela me olha sorrindo.

Hayley – Vai levar sua velha mãe para dar uma volta? – ela pergunta

Claro, quando a senhora quiser é só falar – digo e ela me abraça, logo em seguida meu pai entra no abraço, que dia perfeito!

 

 


Notas Finais


Qualquer erro de escrita, vocês podem me falar, fiz a revisão e parece está tudo ok, mas qualquer coisa é só falar.
beijinho, D.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...