História New Dream - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), CNBlue
Personagens Jin, Jung Yong Hwa, Lee Jong Hyun, Lee Jung Shin, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Jonghyun, Jungshin, Namjin, Romance, Suga, Yonghwa
Visualizações 3
Palavras 688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Saga, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Acho que depois das dicas sobre os pares fica ate fácil deduzir quem ficará com quem...
Ou nao?
Amore eu realmente espero que estejam gostando ...
Boa Leitura

Capítulo 3 - Capitulo 3



Sophia


Se tinha uma coisa que eu teria que enfrentar em um momento seria meus próprios sentimentos. Não sei o motivo de Ruby ter deixado aquilo no ar, se tinha uma das lembranças que ainda doíam no fundo do meu coração era tudo referente a ele, desde o toque das mãos, as palavras que me deixaram sem folego.

Obviamente tenta disfarça qualquer coisa na vista da mais velha era impossível, e agradeci que Yasmin não quis tocar no assunto, como sempre.

- Vocês duas, vão me abandonar mesmo aqui? – escuto Ruby falar

- Haha, chama o vizinho para te fazer companhia – falo logo levando uma almofada como resposta.

De longe Bu era a que mais me entendi nesse caso, e a que eu mais amava cutucar.

- Pensei que Natasha chegaria hoje também? – escuto Yasmin falar.

Vejo ao longe Ruby revirar os olhos e nos encarar.

- Você acha mesmo que minha irmã vira para casa? – ela fala – Acho que ela tem pelo menos cem lugares para passar, antes de vir para cá.

Isso era um fato, se deixasse a Tasha iria conhecer todos os restaurantes vinte quatro horas que existia na Coreia do Sul, e depois disso lembraria que a irmã existia.

- Desculpa Bu – falo – mas prometi pelo menos ficar um mês com a Mel.

- Pelo menos nesse ponto você e fiel a sua irmã – ela fala

- Hey – solto um pouco frustrada – eu vou contar para ela, só tenho que tomar coragem.

Nem preciso olhar para Yasmin, que a mesma já esta novamente emburrada, o assunto em questão sempre a deixava assim.

- Tchau Bu – falo – espero que você peça companhia para uma pessoa.

Rir foi pouco do que aconteceu, sei que não devia, mas ver minha amiga correr atrás de mim somente de toalha, foi hilário, mas o que quase me fez rolar no chão de rir, foi ver que nosso lindo vizinho estava pelo visto voltando para casa.

Digamos que uma Ruby somente de toalha no batente da porta mais um baixista que já tinha mexido e muito com o coração dessa, era igual a mais velha vermelha e claramente envergonhada.

Passo pelo nosso vizinho, que ficou um pouco vidrado na porta ou melhor no que estava ali segundos antes.


Aurora


De tudo o que me poderia ter acontecido, a ultima coisa que eu esperava e me ver pelo menos duas semanas longe da Tasha, mesmo que eu saiba que logo a verei de novo, enquanto a mais nova embarque no avião, isso não faz com que meu coração doa menos.

Nem mesmo quando chego em casa e tomo um suco, nem quando por fim consigo sentar para avaliar meu trabalho.

Chorar de frustração.

Bom isso estava fora da minha listinha de afazeres, mas era exatamente isso que estava preste a acontecer.

Sei que a mudança seria melhor para minha namorada, tanto profissionalmente quanto emocional já que nos moraríamos mais perto da irmã mais velha dela.

Mas saber que eu teria que ficar na Itália pelo menos duas semanas a mais tinha tirado toda a minha animação.

- Você podia melhorar mais esse rosto – falo para mim mesma olhando para o espelho. – São só duas semanas, duas...

Saber que eu revirei os olhos para mim mesma, para uma das poucas coisas que ainda não estava empacotada em todo o apartamento.

- Falando sozinha de novo – escuto a voz do meu irmão ser audível no vazio que ali se encontrava.

- Você me assustou – falo

Ele me olha e depois volta os olhos, para garrafa de vinho vazia perto do colchão que jazia no chão, depois retoma a olhar para mim com um sorrisinho no rosto.

- Nem venha Breno – falo com ele

- Sabe, olha pelo lado bom – ele começa a falar – ela te deu um presente antes de ir.

Não e muito difícil saber o que se passava na cabeça do meu irmão mesmo quando eu queria muito não saber, o que continha naquilo.

- Venho me buscar? – pergunto o olhando sério – ou vamos discutir sobre minha vida amorosa.

- Podíamos fazer os dois – ele fala – mas sei que você não irá falar sobre isso.

Seguimos para o carro do mais velho, mesmo que eu não gostasse muito das implicâncias dele, tenho certeza que sentira falta do sorriso caloroso dele quando estivesse fora.


Notas Finais


Deu para perceber que as meninas todas ...
Todas mesmo já passaram por varias coisas na vida...
Acho q essa e uma das vitorias de estar escrevendo com pessoas de uma idade mais distinta... onde eu nao tenho muito problema de escrever.
Não sei muito mas que ao escrever essa cena da Aurora eu mudei por completo meu pensamento sobre ela...
De muitas personagens que passam pela minha cabeça, e olha que nao são poucos, ela de longe e a que menos se parece com o perfil que planejei inicialmente...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...