História New Guest. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 28
Palavras 1.843
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


• Eu peço mil perdões pelo fato de ter sumido e não ter atualizado a fanfic, eu estava totalmente empenhada na minha fanfic Saturno que acabei deixando New Guest de lado, mil perdões.
• Capítulo grandinho pra vocês me perdoarem.
• Irei tentar atualizar o máximo que puder.
• Espero que vocês gostem do capítulo.
• Uma ótima leitura.

Capítulo 4 - Capítulo quatro.


SOPHIE ACKER POINT OF VIEW

A campainha toca e logo abro, era Brandon. Ele trajava uma blusa branca que havia uma caveira estampada e usava uma calça jeans.

— Olha só quem chegou. – Brandon me dá um beijo na testa e deixa as sacolas na bancada. — Pensei que ia demorar um século.

— Atrasos não são comigo, Sophie. – ele pisca. — Cadê Shawn?

— Está tomando seu banho, chegou cansado do supermercado. – ele assente e senta no sofá.

Abro as sacolas que havia engradados de cerveja. Coloco as cervejas na geladeira.

Meu celular toca. Era Tara.

— Amiga, eu estou aqui no elevador já, pode abrindo a porta. – murmuro um ok e desligo.

Abro a porta e o elevador se abre com Tara dentro. Ela corre até mim me dando um abraço.

— Isso tudo é saudades? – sorrio.

— Isso tudo é amor que eu tenho por você, bobinha. – dou passagem pra ela entrar.

Ela entra e seus olhos logo se encontraram com Brandon. Ambos sorriam e Tara foi ao seu encontro dando um abraço no mesmo.

Shawn aparece na sala. Ele trajava uma calça de moletom com uma camisa branca larga e seu cabelo estava molhado. Se eu dissesse que ele é feio estaria mentindo para mim mesma.

— Boa noite. – ele sorri e parecia estar tímido com suas bochechas vermelhas.

Os olhos de Brandon e Tara foram diretamente em Shawn. Tara se levantou e foi até ele se apresentando.

Ele se senta ao lado de Brandon e começam a conversar algo que não prestava atenção, enquanto Tara vinha até mim.

— Você está dividindo o apartamento com um deus grego e não comentou nada sobre? – ela praticamente sussurra e eu seguro uma gargalhada.

— Eu havia dito que ele era bonito, apenas não dei ênfase. – sorrio.

— Bonito é pouco para ele, Sophie. – ela observava ele atentamente. — As vezes você tem uma sorte divina, sai Elliot e entra um Deus.

— Amiga, não começa. Ele namora e é apaixonado por uma garota, então caia na real. – pisco para ela e a mesma revira os olhos.

Me sento na poltrona que havia do lado do sofá e Tara se senta ao lado de Brandon.

— O que estavam conversando? – Tara pergunta.

— Emprego. Shawn está procurando emprego por aqui.

— Ah, infelizmente não sei nenhum. – Tara bufa.

— Sophie, por que não me diz o que aconteceu com Mia? – Brandon me olhava atentamente.

— Mia estava com Elliot. Havia chegado mais cedo no apartamento e flagrei ela e Elliot no meu quarto. – Todos prestavam atenção em mim. — Elliot dias depois ainda teve a coragem de aparecer aqui para "reatarmos".

— Que desgraçada! – Brandon estava indignado. — Desculpe por ter te apresentado ela, mas dessa vez Shawn não irá te decepcionar.

Shawn ri e assente.

— Eu confio. – digo.

— Vou pegar as cervejas. – digo.

— Eu te ajudo. – Shawn diz e vem atrás de mim.

Vou até a geladeira pegando as cervejas e observo Tara e Brandon, ambos pareciam estar flertando.

— Rola algo entre eles? – Shawn pergunta me tirando do transe.

— Eles flertam, mas nunca chegaram a se beijar. – rio.

— Vamos fazer isso acontecer hoje. – ele pisca e leva duas cervejas com ele.

Dou uma das cervejas pra Tara e abro a minha bebendo enquanto colocava um canal que havia ali que estava dando um filme.

— Bora jogar algo. – Shawn diz e Brandon o olha desconfiado.

— Vamos, o que? – Tara havia ficado animada.

— Perguntas e desafios. – Sugiro.

— Essa porra não vai dar certo. – Brandon diz.

Pego a cerveja de Brandon que já estava vazia e a uso pra girar.

A cerveja cai em Tara pra mim.

— Pergunta ou desafio? – bebo um gole da minha cerveja.

— Pergunta.

— Quantos garotos você já transou?

— Uau, juntando a época da minha adolescência que era um pouco rebelde uns 10.

Brandon me olha surpreso por sempre me achar um anjo.

— Sophie, para mim você não sabia nem o que era sexo. – Brandon diz e sorrio.

Giro a garrafa novamente e cai de Brandon para Tara e a mesma escolhe pergunta.

— Tara, você já ficou com meninas?

— Sim. Eu já namorei uma menina. – ela dá de ombros.

Giramos novamente e cai de Tara para Shawn que também escolhe pergunta.

— Você namora? Não é minha pergunta ainda – ele assente. — Se você não namorasse, você ficaria com Sophie?

Arregalo os olhos quando escuto meu nome.

— Ah... – ele antes de dar sua resposta, ele me olhou atentamente cada detalhe, parecia que nada havia fugido dele. — Por que não?

Rodamos de novo e finalmente caiu em mim para Tara e a mesma quis estrear o desafio.

Fique com Brandon.

Eles se olharam e ela assente.

— Mas por favor, não na frente de vocês. – ela diz.

— Irei na cozinha, vamos Shawn. – ele se levanta e vem atrás de mim.

Coloco as louças em seu devido lugar evitando a cena que estava na sala.

— Desculpas pela resposta se você se sentiu desconfortável. – ele coça a nuca.

— Relaxe Shawn, não há problema algum e não me senti desconfortável. – sorrio, o confortando.

Ele pega algumas louças me ajudando a colocar no armário.

— Não falei sobre as regrinhas, né? – ele assentiu rindo. — As regras são para uma boa convivência. A primeira é quem acordar primeiro faz o café, só se a pessoa tiver algo muito importante ou tiver se atrasado que tudo bem. A segunda é tudo que você sujar ou bagunçar, coloque no lugar ou limpe, isso ajuda mantermos a limpeza do ambiente. A Terceira é se for trazer algum amigo ou parente tente avisar antes para não sermos pegos desprevenidos, sabe? A quarta é respeitar a privacidade um do outro. A quinta é não transe com ninguém no apartamento, principalmente na sala, simplesmente pelo fato que ainda pode atrapalhar o sono da pessoa ao lado.

— Sim senhora, irei respeitar todas. – Ele diz.

— Espero que tenha guardado tudinho mesmo. Eu vou ser bem sincera que odeio que não obedeça as regras e também eu gosto muito de comunicação, de sempre ter uma conversa antes de trazer alguém, essas coisas. – me sento na bancada.

— Eu juro que irei obedecer todinhas. – ele fica ao meu lado. — Agora deixa eu lhe perguntar uma coisa.

Assinto e ele levanta a cabeça me olhando.

— Você era realmente uma menina rebelde? – sorrio. — Não consigo acreditar.

— Fases de adolescência, sabe? Eu sempre fui uma menina de opinião muito forte e independente e isso uma parte puxei da minha mãe. Eu simplesmente fazia tudo o que queria e eu não me importava com o que as pessoas diziam sobre mim, ficava com quem queria, transava com quem eu queria e não me importava com qualquer má reputação. – ele prestava atentamente no que eu dizia.

— Pelo visto você sempre foi uma menina forte e empoderada, isso é ótimo, poucas são assim. – ele dá de ombros.

— Não diria forte, porque você não é forte sempre.

Tara e Brandon vieram até a gente dizendo que iria embora.

– Shawn você pode dar uma carona, bro? – Shawn assente.

Tara me dá um beijo na bochecha e Brandon na testa e saem pela porta. Shawn murmura um "não demoro" e sai.

Finalmente sozinha. Era difícil assimilar tudo que aconteceu hoje e a aproximação com o Shawn, ele conseguia me deixar à vontade conversando com ele.

Limpo a mesa de centro da sala, colocando as garrafas vazias na pia e me jogo no sofá depois cansada vendo algo que não estava prestando muito atenção na televisão devido o cansaço. Sinto meus olhos pesando e adormeço.

•••

Sinto a claridade forçando eu abrir meus olhos. Me sento sentindo que estava na cama, passo a mão no rosto lembrando que havia adormecido no sofá e isso me resultou um pouco de dor nas costas. Pego meu celular e estava 7:10, hoje eu tinha que trabalhar ainda.

Me levanto indo até o banheiro fazendo minha higiene. Saio do banheiro enrolada na toalha e meu celular apita com uma mensagem. Era Brandon.

"Obrigada por tudo ontem a noite e por ter desafiado a Tara, foi ótimo HAHAHA. Desculpa qualquer coisa minha princesa, eu amo você e tenha um ótimo dia guerreira."

Sorrio com sua mensagem e a respondo.

Abro meu armário procurando alguma roupa e parecia que cada vez mais eu ficava sem roupa.

Decido colocar uma calça jeans, uma blusa cinza e depois colocaria meu sobretudo.

Penteio meus cabelos e passo um rímel com um batom nude.

A casa estava um silêncio, apenas ouvia o barulho da cafeteira. Shawn havia acordado primeiro e estava cumprindo uma das regras, isso já me deixa feliz.

— Bom dia. – ele diz.

— Bom dia, pelo visto está obedecendo as regras. – me sento em uma das cadeiras que ficava ali na bancada e ele se senta ao lado.

— Sempre. – ele diz. — Quando cheguei ontem você estava jogada no sofá, te coloquei no quarto e espero que não tenha se importado.

— Tudo bem, obrigada, mas não precisa se importar comigo. – sorrio. Shawn é um cavalheiro.

— Moramos juntos e neste caso se importar um com outro é normal. – ele diz. — Hoje irei procurar emprego, devo chegar um pouco tarde e irei passar na Maddie.

— Tudo bem. Depois do trabalho irei para faculdade. – olho para o relógio vendo a hora. Se eu demorasse mais um pouco chegaria atrasada e Louise odiava atrasos.

— Eu vou indo trabalhar. Até a noite. – Coloco meu sobretudo e pego minha bolsa.

— Bom trabalho. – ele diz.

— Boa sorte para você na procura de emprego.

Saio indo em direção ao meu carro. Entro no mesmo e vou em direção à confeitaria.

Entro na confeitaria tirando meu sobretudo dando lugar ao meu avental. Havia bastante gente hoje.

•••

Entro na faculdade e logo vejo Tara encostada em seu armário com Hanna. Hanna é uma menina encantadora que fazia tudo por Tara, todos sabiam o quanto ela era apaixonada por Tara. Hanna tinha seus cabelos ruivos soltos que iam até a cintura, ela tinha seus olhos castanho escuro. Ela não era magra, ela era ideal da sua forma de ser, única e linda.

— Bom dia princesas. – abraço Hanna de lado e beijo sua bochecha.

— Estava contando a Tara sobre a festa da faculdade que vai ter no começo das férias. Você vai Sophie? – Hanna pergunta.

— Ainda não sei. – dou de ombros.

— Amiga não olha pra trás. – Tara diz e olho.

Elliot e Mia de mãos dadas entrando na faculdade. Meu estômago automaticamente embrulha pela traição deles comigo.

Eles me olham e sorriem. Infelizmente eles estavam vindo até mim.

— Olá Sophie, soube que você tem um hóspede novo. – Mia sorria ironicamente. Infelizmente na irônia ela não ganhava de mim.

— As notícias realmente correm bem rápido. Sim, felizmente estou com um hóspede novo. – digo.

— Você é bem rápida, Sophie. Além de hóspede novo, ele é um homem.

— Mia, você realmente está empenhada em saber da minha vida, viu? Anjo, se eu fosse você e graças a Deus eu não sou, eu iria mais cuidar de mim, me amar mais em vez de cuidar dos outros. – sorrio.

— Fique tranquila, apenas estou tentando manter um diálogo com você.

— Tenho um conselho Mia, não tenha diálogo comigo. Eu não tenho um pingo de vontade de ter diálogo com você.

Dou as costas para ela e Tara me olhava rindo. Finalmente Mia havia saído dali.

Meu celular apita com a mensagem de um número desconhecido.

"Salva meu número, amiga de apartamento."


Notas Finais


• Espero que tenham gostado.
• Twitter: jdrxIer. || wtt: shwnpoems
• Trailer: https://youtu.be/-N6jgM-ddw8


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...