História New Life - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Carlisle Cullen, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jasper Hale, Personagens Originais, Rosalie Hale
Tags Alegria, Comedia, Depressão, Desespero, Dúvidas, Fuga, Medo, Revelaçoes, Romance, Saga Crepúsculo, Solidão, Vampiro, Vampiros
Visualizações 43
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!
Cá estou eu tentando uma nova fanfic, agora mil vezes diferentes das que já fiz. Também desta vez vai ser bem melhorada nos detalhes, pensamentos da personagem e acontecimentos.

Espero que alguém goste. ><

Capítulo 1 - O começo


Ah, ainda bem que aquela dor dilacerante acabou. Mesmo após esses torturantes três dias ainda não conseguo abrir meus olhos. Se eu abri-los talvez a dor volte, ou não. Comecei a abrir meus olhos e logo já percebi uma pétala branca voando delidamente ao meu lado e movi minha cabeça em sua direção, a rapidez me assustou muito, levantei numa velocidade assustadora do chão enlameado em que estive por esses dias agonizantes e paralisei de surpresa, com uma expressão mais surpresa ainda.

Apenas mexendo meus olhos pude reparar no local que estava e reparei o quanto tudo esta tão mais vivo agora, os cheiros, os sons... Consigo ouvir os batimentos cardíacos dos animais a mais de 150 metros de mim! O que esta acontecendo? 

De modo mais devagar, olhei para minhas mãos que estavam mais pálidas do que já eram... Não estavam mais branca azuladas pelas veias, estavam totalmente brancas como se eu tivesse congelado por horas, nisso reparei também meus cabelos mais negros que antes, mais fortes e lustrosos porém da mesma altura, rentes ao umbigo. Fui calmamente até um pequeno riacho que corria tão calmo pela floresta que mais parecia um espelho, lá consegui ver meu rosto, não estava mais ensanguentado e com hematomas. Como me lembro que haviam esses machucados em meu rosto? Vi também meu rosto mais claro que de costume, meus cílios mais longos e pretos,não pálidos como antes, as pequenas manchas de espinhas e cicatrizes também haviam desaparecido. Mas o que mais me chamou atenção foram meus olhos de uma cor que eu não havia visto nunca, vermelhos sangue. 

Depois de alguns minutos olhando meu reflexo perfeito vieram imagens em minha mente, imagens borradas e com seus sons abafados, agora consigo me lembrar do que aconteceu, pelo menos de uma parte.

Eu estava num carro com mais três amigos, não lembro quem eram... Sinto que eram queridos para mim, também lembro de termos visto alguém na frente da caminhonete preta no meio da estrada e tentamos... Desviar, e... As imagens em minha cabeça estão turvas demais, quase me dão uma dor de cabeça, mas não sinto dor alguma, é mais como um pensamento incômodo. 

Em choque, abaixei minha cabeça a colocando entre meus joelhos e percebi que estava em cima de pinhas duras e velhas mas que não estão me machucando, sinto como se estivesse em cima de um lençol de cetim e isso me assusta mais ainda! Perdi meu sentidos? 

Levantei bruscamente quando tive essa conclusão com as pinhas e não reparei na força que utilizei para isso, percebi que estava quase na altura do topo das árvores com esse pulo e cai gritando com meus cabelos embolando em meu rosto que deveriam dificultar minha visão, mas meus sentidos, agora novos, me ajudaram, ouvi o vento passando pelo galho que estava a metros do chão porém ao meu lado naquele segundo e no próximo já estava em cima dele. Ali mesmo parei para pensar em tudo que estava acontecendo. Estou muito mais forte e meus sentidos estão mil vezes melhores, preciso me concentrar nisso. 

Com calma e sem esforço desci da árvore, quando encostei meus pés no chão ouvi um som de roupa rasgando e foi aí que percebi o vestido preto todo rasgado, ensanguentado e queimado que eu estava vestindo em meu novo corpo esbelto.


Notas Finais


Hey! Gostaram desse capítulo-experimento?
Obrigada a você que leu até aqui! :) Prometo que nos próximos virá mais história.
Para os fanáticos da Saga Crepúsculo, acho que viram que tirei os novos sentidos dela da nossa querida Saga! <3

Mandem críticas e comentários, quem tiver idéias para encher a história pode mandar! <3
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...