História New Love - Minatozaki Sana - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Blackpink, CrystaL Clear (CLC), TWICE
Personagens Personagens Originais, Sana
Tags Astro, Chaeyoung, Dahyun, Eunwoo, Jihyo, Lésbica, Momo, Nayeon, Sana, Twice
Visualizações 38
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


1) Essa obra é uma fanfiction, e pode ignorar alguns detalhes da vida da idol (se for necessário)

2)Usuários que comentarem comentários ofensivos, seja a mim ou à minha obra, serão devidamente apagados

3) A fanfic tem o tema lgbt então caso não goste por favor saia, e melhore com a comunidade lgbt (menos homofobia no mundo)

4) Se veio procurando por Hot, saiba que a fanfic terá no máximo dois ou três capítulos que terão sexo e não será muito explícito

5)Espero que goste :) É a minha primeira fanfic lgbt então estou bastante animada

Capítulo 1 - Chapter 1


Fanfic / Fanfiction New Love - Minatozaki Sana - Capítulo 1 - Chapter 1

Minatozaki Sana

Eu ainda tinha aceitado totalmente a nossa mudança de repente para a Coreia do Sul. Eu tinha amigos, conheci um cara legal, tava começando a me tornar popular na escola, e meus pais vêm com essa história de mudança para a Coreia do Sul. Nós já estamos vivendo aqui a três meses, eu não aguento mais de saudade de Osaka. E para piorar, hoje começam as minhas aulas, num país diferente, cidade diferente, escola diferente e um idioma que ainda não dominei totalmente. Amanhã serei a garota estrangeira do Japão sem amigos e que precisa de ajuda para encontrar a sala e se integrar.

— Sana. - minha mãe aparece no meu quarto - Já está pronta? Seu pai está te esperando, para levar você.

— Sim, mãe. Só vou terminar aqui algo e já desço. - respondi e ela concordou saindo do meu quarto

Peguei meu celular e liguei para minha melhor amiga, Mina. Estava morrendo de saudades delas.

— Sana? Finalmente revolveu lembrar das amigas antigas? - falou

- Eu nunca iria te esquecer, sua idiota.

- Como está sendo a Coreia do Sul?

- Nada de mais, fui só conhecer alguns lugares e a minha nova escola, a escola começa hoje, estou te ligando antes de sair de casa, estou muito ansiosa.

- Boa noite. - ouvi algo quebrando no chão - Vou ter que desligar, deixei o vaso preferido da minha mãe cair. Te amo, to morrendo de saudades.

- Também te amo, se cuida.

- Tchau! - Desliguei é suspirei. Ela vai me fazer falta.

...

- Então? Como foi suas aulas? - a garota que havia me ajudado mais cedo sentou na minha frente, a representante de turma

- Foram legais, apenas não me senti confortável quando os professores me pediram para me apresentar em frente da sala.

- Eu não sei no Japão, mas aqui é praticamente normal isso acontecer.

- Eu sei. Qual seu nome mesmo? Me desculpe ter esquecido, ainda estou me acostumando com nomes coreanos.

- Park Jisoo, mas pode me tratar por Jihyo.

— Ok, Jihyo. - sorri

— Quero te apresentar algumas amigas, principalmente uma japonesa como você que, aliás está vindo na nossa direção. - olhei para trás vendo uma garota de franja se aproximando, e se sentar do lado da Jihyo na mesa do refeitório

— Você deve ser a Sana, prazer Momo. - se apresentou sorrindo - É bom ter mais uma estrangeira no grupo, além de mim.

— E a Tzuyu? - uma garota baixa brotou do nosso lado

— Ela é de Taiwan, eu estava me referindo ao Japão.

— Então seja mais específica da próxima vez. - respondeu a mais baixa, antes de me encarar e sorrir - Son Chaeyoung.

— Minatozaki Sana. - sorri de volta

— Sei, Momo ficou falando de você a amanhã inteira após Jihyo contar que entrou uma japonesa na escola. - eu ri - Só parou após Minju ameaçar bater nela com a cadeira.

— Ela fez o que? - Jihyo perguntou

— Você sabe como a Minju é. - sentou do meu lado

— Eu não posso respirar que ela já me quer bater, essa garota me ama. - Momo disse

- O resto das garotas estão chegando tirando a Minju, ela foi no banheiro. - Chaeyoung disse - Todas estão ansiosas para conhecer a nova estrangeira da escola.

- Você deve ser a Sana. - uma garota falou após chegar na mesa com outras garotas atrás, todas se sentaram e começaram a se apresentar - Sou a Dahyun.

- Tzuyu. - a garota que parecia um poste de tão alta se apresentou

Ficamos conversando durante muito tempo, eu e Momo começamos a falar em japonês o que irritou as garotas na mesa.

— Desculpa a demora, Jackson estava me aborrecendo. - escutei uma voz feminina rouca falando

— Tudo bem, Minju, guardamos um lugar para você. - Tzuyu falou

Levantei a cabeça e encarei a tal de Minju que ainda estava de pé em frente da mesa.
Abri a boca e, estupefata, senti um arrepio percorrer meu corpo. Vi Bae Joohyun na minha frente de tão bela que Minju era. A pessoa mais bela aos meus olhos. Uma jovem de pele clara, porém não muito exagerada como costuma ser as dos coreanos, olhos avantajados, porém não muito grandes com uma agradável cor de café e, lábios carnudos, levemente rosados. O seu cabelo castanho comprido com mechas claras ia até próximo da sua cintura. Talvez não estava totalmente nos padrões de beleza, mas para mim, era perfeita. 
Era alta, muito alta, mesmo não tendo visto às duas de lado posso falar que deve ser da mesma altura que a Tzuyu.

Minju sentou do lado de Tzuyu e duas começaram a conversar baixinho sobre algo que eu não conseguia escutar, até agora ela não havia nem olhado na minha cara.

— Onde vocês vão? - Jihyo perguntou com a boca cheia assim que viu às duas se levantando

— Resolver uns assuntos. - respondeu Tzuyu e duas saíram juntas

— Sempre tão misteriosas. - murmurou Dahyun - Fico triste quando percebo que Minju não confia e nunca conta nada para a gente, apenas em Tzuyu, Tzuyu para aqui e para lá, essas duas são um grude.

Preferi me manter calada e não ficar escutando a conversa delas, afinal elas eram todas melhores amigas e eu era a nova aluna intrusa no meio delas.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...