História New Romantics - Taekook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bts, Taekook, Vkook
Visualizações 34
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heey, *já posso ser denominado como um morcego porque só apareço na madrugada fkskfks*

Não tenho muito o que dizer aqui, então, eh isto ;-; Ah, não sei se vocês já perceberam e talz, mas, o Taehyung é mais novo que o Jungkook aqui, por isso ele chama o mesmo de "hyung" algumas vezes... Só isto mesmo sz, até mais

Capítulo 4 - Wildest Dreams


Fanfic / Fanfiction New Romantics - Taekook - Capítulo 4 - Wildest Dreams

Kim Taehyung 

— Jungkook ? — Clamo por seu nome após me levantar  — O-onde estou ? — me pergunto olhando para as minhas mãos, ambas estavam cheias de farelos de areia

— Shhhh! — Sinto alguém abraçar minha cintura por trás — Não diga nada, só ouça o som das cachoeiras — Diz, ficando em silêncio logo após.

— Jungkookie ? — Sussurro baixo — Onde estamos ? — Pergunto ao garoto que acabou de afundar seu rosto em minha curvatura do ombro até o pescoço

— Estamos a onde você quiser, Tae... — Responde simples e deposita um leve selar em meu maxilar — Então, onde estamos, Kim Taehyung ? — Me vira e olha fundo nos meus olhos, se aproximando lentamente, até alcançar meus lábios.

— Ei, Tae ? Acorda preguiçoso ! — Jungkook joga seu travesseiro em meu rosto — Sunhee vai matar a gente se não acordarmos — Diz e me joga uma toalha — Toma um banho, pode usar minhas roupas já que somos do mesmo tamanho —

— Hm ? O-o que — Digo coisas sem sentido, ainda tentando processar a realidade com o sonho que tive — Nossa, Hyung, tive um sonho muito estranho que envolvia a gen... — Não termino a frase por medo de ter que explicar o que aconteceu no "sonho".

— A gente ? O que você sonhou ? — Franziu o cenho em dúvida — Deve ter sido algo bom, né ? Aliás, eu estava lá — Riu e tirou uma muda de roupas do armário, deixando do meu lado na cama 

— Nada, não sonhei nada — Forcei um sorriso em resposta. Pego as roupas que ele deixou e sigo ao banheiro 

— Okay, dessa vez passa, espertinho... — Riu sem mostrar os dentes — Bom, te espero lá em baixo — Diz, e desce - velozmente - as escadas.

Fecho a porta do banheiro e começo a me despir, após ficar totalmente desnudo, ligo o chuveiro, olho ao meu redor e penso como o mundo consegue ser tão injusto com alguns, Jeon Jungkook era tão rico, enquanto eu sou totalmente o contrário, rio nasalado com meus pensamentos, eu apenas não conseguia entender como que ele conseguia ser tão gentil e bondoso, mesmo sendo rico... Ele era diferente de quase a metade da escola, ele me aceitou mesmo sabendo das minhas condições financeiras. Ele é tão bom comigo que as vezes me dá até um certo medo.

Termino meu banho, me secando e vestindo as roupas que o mais velho me emprestou - que ficaram perfeitamente boas em mim - Me jogo na cama e fecho os olhos, lembrando do sonho que tive mais cedo 

"Então, onde estamos, Kim Taehyung ?" A voz de Jungkook ecoava na minha mente, embaraçando todos os meus pensamentos... Por que diabos eu sonhei que estava beijando meu amigo ? E pior, por que eu gostei daquilo ? Jesus só pode estar brincando comigo..

Enquanto eu descia a escadaria, consegui ouvir uma voz diferente, de outro garoto. Chego até a cozinha e vejo Jungkook conversando com um menino loiro.

— Taehyung, senta aqui — Jungkook aponta para a cadeira de frente a dele na mesa, vou até lá e me sento — Esse aqui é Kim Seokjin, primo da Hyuna e um dos meus melhores amigos — Deu ênfase no nome da garota citada 

— Prazer Kim Seokjin, eu me chamo Kim Taehyung — Dou um sorriso amigável e ele faz o mesmo 

— Sim, eu sei, Jungkook estava me contando de você agorinha, ele disse que você está escondendo um sonho dele — Diz malicioso 

— Bom, e-eu não estou escondendo nada, na verdade, tive um sonho bobo que ele estava no meio, mas é só isso. Eu juro ! — Fico vermelho 

— Mas eu quero saber que sonho é esse! — Diz um Jungkook manhoso — Me conta, por favorzinho — Faz um biquinho adorável 

— Mas não vou contar e acabou ! — Estava no ápice da minha vergonha — Vamos apenas comer — Digo e pego uma fruta que tinha na mesa 

Ficamos um bom tempo reunidos, Jin parece ser uma boa pessoa, simpatizei com ele, ele é bem espontâneo e sabe aconselhar bem, eu já tinha visto o garoto na nossa escola, mas o mesmo é de outra sala, e Jungkook nunca me apresentou a ele, então acabou que nunca nos conhecemos, até hoje, claro. 

— Meninos, tenho que ir agora... Minha mãe pediu para que eu revisasse o gráfico econômico do mês da empresa do meu pai, e fazer isso é bem complicado — riu baixo — Bom, foi um prazer te conhecer — aperta minha mão — E depois você vai ser obrigado a me contar o seu sonho, em particular — Diz e da uma piscadela para mim — Até mais, Jungkook  — Se despede do amigo e sai 

Já estava tarde e logo eu teria que voltar para casa também 

— Hyung ? — chamo 

— Hm ? — Olha para mim 

— Pode me levar para casa ? Não gosto de andar sozinho de noite nas ruas — Desvio o olhar para a parede 

— Mas é claro que posso te levar, criança — Esfrega suas mãos em meus cabelos 

— Tá, então só vou arrumar minha mochila e vamos, temos prova de química amanhã — Aviso e ele bufa 

— Sim, eu sei... Eu já tenho plena consciência de que vou gabaritar — Vangloria-se

— Tá, Sr. Einstein... — Reviro os olhos 

Termino de arrumar minhas coisas e desço novamente para me despedir dos empregados - que são uns amores, principalmente a Sunhee - E chamo Jungkook para pegarmos o elevador 

— Só estamos indo a pé porque o senhor Lee está ocupado e eu ainda não tenho carteira de motorista — Diz Jungkook frustado por estar saindo de casa tão longe sem nenhum transporte, eu apenas rio de sua infantilidade.

— É, esqueci de te falar, mas no meio da noite você pediu algo para mim enquanto dormia, Taehyung — Diz Jungkook do meu lado enquanto eu abria o pequeno portão da minha casa 

— E o que eu pedi ? — Pergunto curioso após destrancar o portão 

— Isto — Segura o meu queixo depositando um selar em meus lábios, o que causou uma sensação estranha no meu corpo, o afastei de perto, deixando o mesmo assustado — Ah, desculpe... Bom, vou ind — Seguro seu pulso.

— Jungkook, faça de novo... Mas agora com mais intensidade, por favor! — Digo olhando em seus olhos, o que fez o garoto na minha frente sorrir vitorioso... Tão lindo.

— Okay — Ele chega mais perto de mim, agarrando minha cintura e selando nossos lábios, mas agora - diferente da outra vez - ele pede passagem com a língua para adentrar minha boca, deixo-lhe​ entrar, ele move o músculo lentamente, causando um arrepio e eu apenas sigo o ritmo 

Foi um beijo rápido por estarmos em local muito aberto, mas mesmo assim, foi um beijo muito bom 

— Isto foi.... —

— Incrível ! — Me cortou, completando o que eu iria dizer.

Eu nunca achei que um dia eu iria beijar o meu melhor amigo, e eu também nunca suspeitei que ele era tão bom nisso...


I said: No one has to know what we do

His hands are in my hair

His clothes are in my room

And his voice is a familiar sound

Nothing lasts forever

But this is getting good now


Taylor Swift - Wildest Dreams








Notas Finais


Tô morrendo de sono jdskkfs :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...