História New Rules; - Capítulo 1


Escrita por: e Brenda_Zen

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 16
Palavras 2.432
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


¡Lia Kim!

Olá meu anjos! Tudo bem?

Então, eu tive a ideia para essa fanfic enquanto escutava New Rules da Dua Lipa, achei uma ótima idéia e que daria um bom enredo. Me juntei a minha ADSD ou BFF, Brenda ou Hyunah, para escrever está fic maravilhosa.

Vai ter bastante hots, então, se não gosta, não leia!

Esperamos muito que vocês gostem e voltaremos em breve.

Boa leitura.

Capítulo 1 - 0.1


P.O.V LIA KIM.

Eu estava disposta a esquece-lo, eu precisava. Amadurecer tem a ver com seguir em frente, tem a ver com deixar o passado para trás e olhar para o futuro.

Eu já estava na faculdade, era hora de deixar o ensino médio e a escola para trás, mas eu só iria conseguir fazer isso esquecendo Jeon Jungkook, meu ex-namorado, mas isso é muito difícil quando você o vê todos os dias na sala de aula.

Quando estamos no ensino médio, tudo que queremos é acabar a escola e começar a faculdade, mas então, nós entramos na faculdade e descobrimos que ali tudo é muito mais complicado e difícil. Ainda mais vendo os três todos os dias, sendo na escola ou em festas universitárias.

Eu e minhas amigas estávamos, disposta a esquecer nossos ex-namorados, e nós faríamos isso independente do que acontecesse.

[…]

P.O.V HYUNAH KIM.

Saio do banho e coloco minha roupa, uma saia bordô, uma meia calça preta, blusa de mangas longas cinza, uma gola bege e nós pés, uma bota preta de cano baixo com salto, fiz cachos no cabelo e uma maquiagem leve.

Entro no quarto de Lia e vejo que a mesma ainda dormia toda enrolada na coberta, me jogo em cima dela e começo a me mexer fazendo com que ela acordasse e me jogasse no chão.

- Aaaai, você é uma monstra!- falo levantando do chão e fazendo bico.

- Aish, me deixa dormir!- se deitou.

- Não! Você tem aula, agora levanta dessa cama e vai se arrumar Lia!- ordenei, como uma mãe.

- Aish. Ok, "mamãe".- ela fala levantando da cama.- Bom dia.

- Bom dia, dongsaeng- sorrio e saio do quarto, vou para a sala e me sento no sofá.

Cerca de vinte minutos depois, Lia sai do quarto vestindo uma meia calça rastão preta, uma calça jeans azul claro rasgada nos joelhos e em algumas partes da coxa, um cropped preto, uma jaqueta preta de couro preta e um converse preto de cano médio.

- Está pronta cinderela?- pergunto me levantando.

- Estou sim pink princess- ela fala, rindo.

- Então vamos branca de neve, não quero me atrasar, e também não quero ver a SunHi brava.

- Nem eu.- nós rimos e saímos de casa.

Caminhamos em passos lentos, porém longos até a faculdade. Em alguns minutos chegamos, já avistando SunHi com Taehyung.

Corremos até lá, vendo que a garota já estava visivelmente sem paciência.

- Por favor, Sun.- disse Taehyung.- É só passar a tarde, como amigos.

- Ela não quer.- disse Hyunah, cruzando os braços.

O garoto bufou e os outros dois chegaram, com sorrisos ladinos é completamente irritantes.

Nossos ex-namorados. Park Jimin, Kim Taehyung e Jeon Jungkook.

Park Jimin, meu ex, cursa medicina. Cabelos loiros, olhos pequenos e lábios carnudos. Aparenta ser fofo, mas é um cafajeste, pervertido e mulherengo.

Kim Taehyung, ex da SunHi, cursa artes cênicas. Cabelos cinzentos, olhos grandes e lábios largos e chamativos. Cafajeste, pervertido e se passa por infantil.

Jeon Jungkook, ex da Lia, cursa música. Olhos castanhos, olhos intensos e lábios avermelhados. Rude, mulherengo e tem cara de santo, mas é um verdadeiro pervertido.

- Senhor, me dê paciência.- resmungou Lia.

- Qual é gatinha, combinamos de ser amigos.- Jungkook se aproximou dela.

- Amigos, Jeon. Amigos.- disse ,se afastando.

- Por que não me atendeu?- perguntou Jimin, me arrastando dali.- Estava...

- Bêbado, sozinho…- completei, revirando os olhos.

- Queria te ver…- disse, acariciando meu rosto.

- Vê todo dia e já me viu agora. Posso ir?- perguntei, tirando a mão dele.

- Tão marrenta.- disse e sorriu.

Empurrei ele e corri até Lia e SunHi, puxando as duas para longe dali. Levei ambas para as salas delas e corri para minha sala, sentando com a minha colega de classe. O professor entrou na sala dando início á aula.

-Quero que façam um trabalho sobre o coração, quero detalhes, quero que sejam criativos, quero ver coisas novas e não aquelas pilhas de papéis mal feitos de sempre, façam vídeos, representações em corpos reais, mudem um pouco. E...o trabalho vai ser em grupo, grupos de três pessoas e quem vai escolher sou eu- isso já era esperado, mesmo assim ouvi alguns sussurros da turma xingando o professor, apenas revirei os olhos e continuei prestando atenção

- Lee Jisung, Kim SunHee e Shin Hanna.- ele continuou falando mais alguns nomes e eu deixei de prestar atenção, até que ele falou o nome de Jimin. Azarada do jeito que eu sou, tinha certeza de que iria fazer o trabalho com ele.- Park Jimin, Kwan Jackson e Im Doyeon.- suspirei e dei um sorriso.- Oh Eunbi, Park Nayeon e Kim Hyunah.- sorri e fui até as meninas.

De repente, Park Jimin se levantou furioso e foi até o professor. Merda, ele vai querer mudar. Vi um sorriso ladino e vitorioso aparecer nos lábios dele e de repente, o professor me chamou na mesa dele.

- Kim Hyunah, eu prefiro que você faça trabalho com Jimin e Doyeon.- vídeo e acenti, vendo que não teria jeito, afinal Jimin era o queridinho do professor.- Jackson, Hyunah trocou com você.- gritou o professor e ele acentiu.

Fui até os dois garotos e me senti, já impaciente e totalmente irritada com aquilo. Fuzilei Park Jimin, que riu descaradamente e me lançou uma piscadinha.

- É só um trabalho meu anjo.- disse, próximo a minha orelha e eu dei um tapa nele, fraco.- Marrenta.- suspirou e eu quase meti um soco naquele rosto angelical.

O sinal bateu e, em pouco tempo, nós tínhamos descido onde iria ser e já tínhamos o básico do que seria feito na casa de Doyeon. Levantei e corri para a mesa da cantina, onde Lia e SunHi já se encontravam conversando.

- Annyeong.- sorri.- Vocês não sabem…

- Vish, ter a ver com Jimin.- disse SunHi.- O que houve dessa vez?

- Ele é o queridinho do professor e conseguiu que eu trocasse de grupo para ir com ele.- eu disse rápido, mas para que elas ouvissem.- Eu quase meti um soco naquela cara.- bufei.

- Jungkook fica me perseguindo.- disse Lia.- É um puta viciado em sexo, pervertido.- fechou o punho.

- Taehyung ainda se faz de inocente, dizendo que vai na minha casa para uma tarde de amigos.- desabafou SunHi.- Falando no trio de capetas.

- Podemos nós sentar aqui meninas, as mesas estão ocupadas.- perguntou Jungkook, se apoiando na cadeira de Lia.

Olhei em volta e amaldiçoei mentalmente. Realmente, estava lotado devido a quantidade de gente que havia entrado esse ano.

Dei de ombros e eles sentaram perto de nós. A ordem era eu, Lia, Jungkook, Taehyung, SunHi e Jimin.

Nós três comemos em silêncio, enquanto os meninos faziam gracinhas ou paqueravam as garotas que passavam pela mesa. Vi Lia revirar os olhos discretamente e ri.

Meu celular vibrou e eu o peguei, vendo uma mensagem de Lia.

Lia Dong♥

O filha da [email protected] tá com a mão na minha coxa.

You

Tira a mão dele ué.

Lia Dong♥

Claro, ele é só mil vezes mais forte que eu.

Balancei os ombros e vi ela levar a mão dela para baixo da mesa e, logo depois, Jeon fez expressão de dor e tirou a mão em um movimento brusco. Segurei o riso e vi ela dar um sorriso debochado para ele, que revirou os olhos.

- Sunnie, vem aqui do meu lado rapidinho. Preciso falar um negócio com você.- chamei a garota, que estava sendo incomodada por Kim Taehyung.

Ela se levantou e sentou do meu lado. Sussurrou um obrigada e eu fingi que estava falando algo no ouvido dela, para que parassem de encher o saco.

Lia se levantou e correu em direção ao corredor, onde ficavam os banheiros. Alguns minutos depois, Jeon correu atrás dela e eu bati a mão na testa.

P.O.V LIA KIM.

Entrei no banheiro e fiz minhas necessidades. Sai de dentro da cabine e lavei as mãos e ajeitei minha roupa, que estava um pouco amassada.

- Fica linda nessa saia.- alguém me agarrou por trás.

- Seu filha da mãe, o que está fazendo aqui? Aqui é banheiro feminino.- eu disse, tentando soltar as mãos dele.

- A porta tá trancada, anjo.- sorriu.

Ele me virou para ele e passou as mãos pela minha cintura. Ele se aproximou de mim e eu amaldiçoei ele por ter tanto poder sobre mim. Vi ele sorriu discretamente e me beijar.

As nossas línguas se entrelaçavam. Ele passava as mãos pela minha cintura e apertava-a com força. Ele encerrou o beijo com alguns selinhos e eu encostei a cabeça no ombro dele.

- Eu te odeio.- resmunguei e ouvi um risada nasal vinda dele.

- Vai ter uma festa hoje, na casa de Hyunwon.- disse e eu levantei minha cabeça, timidamente.- Posso levar uma acompanhante. O que acha?- perguntou e se aproximou mais de mim.

- Tá.- respondi e me afastei.- Ainda não acredito que eu deixei você me beijar.- bati a mão na testa.

- Você não resiste gatinha, não a mim.- disse e destrancou a porta, saindo do banheiro.

- Tonta, tonta, tonta.- me olhei no espelho.

Sai do banheiro e corri para a sala, afinal o sinal havia batido e atrasos não eram tolerados.

[…]

Entrei em casa e corri para meu quarto. Me joguei na cama e fechei os olhos, ainda pensando no acontecimentos do banheiro. Eu não queria contar as meninas e nem iria, nem da pegação e muito menos da festa.

Eu iria provoca-lo essa noite e resistir a ele. Eu queria deixá-lo bobo e parecer tonto, assim como ele faz.

Corri e tomei uma ducha demorada. Sai do chuveiro e coloquei um roupão, sequei meus cabelos e fui até o armário. Peguei um saia preta de pregas e cós alto, um cropped preto de manga curta e um casaco jeans meio rasgado. Coloquei um salto baixo e fiz uma maquiagem bem leve e deixei meu cabelo natural mesmo.

Peguei meu celular e vi que havia duas mensagens.

JK

Estou arrumando já, a festa começa às 19:00.

Está pronta?

You

Estou.

Me espere na esquina de casa.

Eu sabia que provavelmente daria merda, mas o que custava tentar. Eu queria provoca-lo até não querer mais e deixaria ele com cara de tacho no final.

Hyunah sempre dormia depois da faculdade, então deixei um bilhete dizendo que eu faria um trabalho na casa de uma amiga e dormiria lá.

Sai de casa e parei na esquina e, em alguns minutos, o carro de Jeon parou na minha frente e eu entrei. Ele sorriu e eu coloquei o cinto. Em um movimento discretoz porém rápido, ele colocou a mão na minha coxa e acariciou.

- Está linda.- disse, sorrindo.

- Sem gracinhas, Jeon.- eu disse e tirei a mão dele.

Ele voltou a dirigir e parou na frente da casa de Hyunwon. Saímos do carro e fomos até a porta, sendo recebidos por ele, que estava com um copinho na mão.

- Wow, que gata.- Hyunwon sorriu.- Entrem.

Deu passagem e entramos. Barulho alto, bebidas, muita gente. Típica festa universitária coreana.

Quando me dei conta, Jeon já estava bebendo e eu corri até as minhas colegas de classe, para não ficar sozinha.

- Annyeong.- sorri e elas acenaram.

- Belo acompanhante.- apontaram para Jeon, que me encarava.- Estão namorando?- perguntou Shin.

- Não, apenas amigos.- eu disse, tendo uma leve lembrança do beijo.

Conversamos mais um pouco e eu peguei a bebida mais fraca que tinha, eu não era chegada a bebida alcoólica.

[…]

Já era quase vinte e três horas da noite e eu estava um pouco bêbada. Diria que vinte por cento bêbada e oitenta por cento sóbria. Eu havia perdido Jeon de vista, mas eu sabia que ele não tinha pegado ninguém naquela festa, estavam todos acompanhados.

- Achei você.- agarrou minha cintura.- Está me deixando louco com essa saia.

Ele entrelaçou os dedos no meu pulso e me puxou para fora da casa. Me colocou dentro do carro e, logo depois, entrou também. Ele dirigia rapidamente e em poucos minutos ele parou na frente da casa dele.

Me puxou para fora do carro e me levou até o quarto dele.

- Você fica tão linda nesse tipo de roupa.- sorriu ladino.- Mas ainda melhor sem elas.- disse e tirou minha jaqueta.

Ele me empurrou na cama e subiu em cima de mim, iniciando um beijo quente e sensual. Depois de um tempo, ele separou o beijo e começou a espalhar mordidas e beijos no meu pescoço, me fazendo arfar.

Ele tirou meu cropped e, logo depois, tirou meu sutiã, me deixando exposta. Senti minha bochechas esquentarem e meu olhos se fecharam, assim que eu senti a língua dele rodear meu seio esquerdo.

Ele alternava entre apertões e sucções nos meus seios. Ele desceu os beijos pelo vale dos meus seios até o cós da minha saia.

Ele parou o que fazia e tirou a jaqueta jeans e a blusa branca que ele usava. Voltou para perto de mim e tirou minha saia, junto com a calcinha e não tardou a se aproximar da minha intimidade.

Soltei um gemido alto quando senti a língua dele pressionar o meu crítoris. Ele começou a fazer movimentos circulares e, quando eu menos esperava, ele penetrou três dedos de uma vez na minha entrada. Fechei os olhos com força e agarrei os lençóis da cama, arqueando minhas costas.

Ele continuou a enfiar os dedos na minha entrada, cada vez mais rápido, porém quando estava quase chegando no meu ápice, ele diminuiu os movimentos e eu gemi em reprovação.

Ele tirou os dedos de dentro de mim e, em um movimento brusco, tirou as calças e logo depois, tirou a box preta que ele vestia. Ele subiu em cima de mim e enfiou o membro dele de uma vez só, me fazendo arquear as costas.

- Como quer, uh?- perguntou, dando selinhos rápidos.

- Rápido e forte.- eu disse, com a voz meio falha.

Abri os olhos e vi um sorriso carregado de malícia surgir naqueles lábios vermelhos e muito chamativos.

Ele começou a me estocar com força e rapidez, me deixando um pouco tonta e sem ar. Eu segurava alguns gemidos que, provavelmente, denunciaram aos vizinhos o que fazíamos entre quatro paredes.

Cinco, dez, quinze, trinta estocados e eu cheguei ao meu ápice, sentindo meu músculos tensos, relaxarem.

Após algumas estocadas, Jungkook chegou ao ápice dele também. Ele tirou o membro dele de dentro de mim e se deitou ao meu lado, totalmente exausto.

Ele me puxou para perto e me abraçou. Alguns minutos depois, nós adormecemos.

[…]

Acordei de manhã sentindo meu corpo dolorido. Levantei e senti uma sensação estranha.

Olhei em volta e vi que eu não estava no meu quarto. De repente, flashes da noite passada começaram a passar e eu olhei para o lado, vendo um bilhete, um remédio e um copo de água.

"Tome esse anticoncepcional, afinal, você não pode ficar grávida.

Sai mais cedo e voltarei apenas de noite."

Senti meu coração doer. Novamente, eu tinha caído nos encantos do anjo, ou demônio, vulgo Jungkook.

Bati a mão na testa e me senti totalmente fraca por ceder a ele tão facilmente. Respirei fundo, segurando as lágrimas e me amaldiçoando por ter aceitado esse convite.


Notas Finais


Então meus anjos? O que acharam?

Comentem, críticas construtivas e elogios ajudam muito♥

Amamos vocês!

Nossos perfis: @Lia_Kiim @Brenda_Zen


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...