História New Rules (vkook - taekook) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Crianças, Kookv, Namjin, Taekook, Vhope, Vkook
Visualizações 257
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, está um pouco corrido por aqui kkkk
Eu fiz esse capítulo e já ia postar mas a energia caiu e só consegui postar agora :(
Não revisei e se ficarem confusos com algo me avisem ok?
OBRIGADA PELOS 32 FAVS VCS ESTAO NO MEU CORAÇÃO ❤
Boa leitura ✨

Capítulo 4 - Capítulo 4



O Kim nunca ficou tão decepcionado. Fez a prova na segunda feira passada e hoje, sexta feira, o professor rabugento lhes entregou as notas tão esperadas.


Sentiu-se um aluno inútil, havia tirado um I bem grande.


I de insatisfatório.


Mas não estava muito de diferente de Jeon Jungkook, o rapaz havia sido salvo por uma mísera questão, tirando um R.


As notas, diferentes de outras faculdades, eram ditas utilizando letras ao invés de números.


I de insatisfatório, onde o aluno ficava abaixo da média.


R de regular, isso quer dizer que você está na média mas logo logo pode se tornar um I.


B de Bom, se tirar isso você é um bom aluno, pode comemorar.


MB de muito bom, quase impossível de atingir.


- Os alunos com índices Insatisfatório e Regular terão uma pequena recuperação, participando da apresentação no final do ano, se falharem já sabem, vou espera-los aqui nesta mesma sala ano que vem. - disse o professor, assustando vários dos alunos presentes na sala da enorme faculdade.


O sinal tocou, agora era hora de voltarem aos seus respectivos lares e estudarem, até mesmo refletirem sobre a apresentação do final do ano.


Ninguém gostava de participar, já que os temas eram considerados “infantis” e “idiotas", o que muitos não sabiam é que diversos representantes de empresas importantes estavam presentes, sempre a procura de um novo talento.


O Kim só esperava não ter que interpretar uma árvore ou um lago.


Chegou ao seu apartamento, olhando para o relógio.


13:30


Tinha que correr, entrava no seu emprego às 14:30.


Trabalhava como um estagiário na empresa do Pai de Namjoon, apenas entregando cafés, correspondência e organizando documentos.


Não gostava do seu chefe, um rapaz egoísta e mal educado, apesar de ter seus quarenta anos tinha cara de vinte e cinco, facilmente confundido como algum irmão de Nanjoom.


Almoçou algo rápido e correu colocar o uniforme, que se resumia em uma camisa branca com símbolo na empresa no canto esquerdo do peito, e saiu correndo em direção ao ponto de ônibus.


Esperava não atrasar muito.


•••


Hoje definitivamente não era seu dia, o ônibus no meio do percurso quebrou, fazendo Taehyung correr o resto do caminho, em baixo de um sol de vinte e sete graus Celsius.


Talvez devesse ter vindo de metrô.


Adentrou a entrada da grande empresa, conhecida Big Hit, olhou para o relógio.


14:29


Tinha um minuto exatamente para passar o cartão e confirmar a presença no trabalho.


Chegou no balcão, tirou o cartão do bolso da calça jeans e passou pela máquina.


14:30


Não acreditava ter conseguido.


-Kim! Vejo que não se atrasou hoje!


- Estou aqui senhor Soo, deseja algo?


- Ah sim, poderia ir pegar os arquivos na pasta vinte e quatro na sala onze? Acabei me esquecendo e preciso daqueles documentos.


- Certo, já vou indo.


Mais um dia trabalhoso esperava o Kim, e mais uma vez chegaria exausto em casa.


•••


Jungkook estava sozinho em casa, sua mãe havia saído mais uma vez para ir ao mercado.


O pai há muito tempo havia partido.

Quando o moreno tinha apenas dez anos de idade, seu pai morreu em um acidente de carro.


Ainda se lembra do estado em que a mãe ficou, Jungkook se sentia triste e culpado por não ter dito mais vezes que amava o pai.


Deitou no chão frio da sala encarando o teto, não sabia porque tinha se lembrado desses fatos.


Talvez ele estivesse um pouco sentimental hoje, olhando para os lados, tendo a impressão de que o apartamento estava mais pequeno do que realmente é. Deve ser o efeito de se sentir sozinho e com o coração partido, já que seu amor não era correspondido por Kim Taehyung.


Encarou o relógio na prateleira acima da enorme televisão de tela plana, marcavam três horas da tarde. Essa hora seu amor estaria no trabalho e provavelmente depois chegaria cansado.


Jeon sabe muito sobre a vida do vizinho, não para fazer fofoca como a senhora Eujin do terceiro andar, e sim por que lhe fascinava o fato do Kim ser tão forte. O pai faleceu após desenvolver um câncer, na qual Jungkook não sabia qual, fazendo a mãe de Taehyung cair em uma depressão profunda. Também havia a irmã do castanho, era cinco anos mais velha. O rapaz nunca mais viu a irmã do vizinho após alguns anos da morte do pai de ambos os irmãos, mas sabia que esse fato agravou ainda mais a situação da senhora Kim, tendo que ser internada e tratada em uma clínica especializada.


Jungkook sempre ficou curioso para saber o que aconteceu com a irmã de Taehyung, o mas o Kim  não gostava de tocar no assunto e nem mesmo quem era mais próximo citava sobre isso. Mas o moreno não podia deixar de notar que toda vez que entrava no apartamento do vizinho, havia várias fotografia da irmã e de toda a família.


Todos esses fatos ocasionaram no Kim sendo criado pelos pais de Seokjin e quando teve idade suficiente começou a morar no apartamento, antes que toda sua família morava, mas agora sozinho.


- Filho, cheguei me ajude com as sacolas!


Jungkook olhou para o relógio, agora marcavam quatro e meia.


Levantou do chão e foi ajudar sua mãe, carregando as sacolas cheias de comida industrializada.


- Mãe a senhora sabe que não deve comer essas coisas!


- Mas não é culpa minha se estavam mais baratas do que aquelas comidas saudáveis que você vive comprando e comendo, além disso são mais gostosas!


Jungkook suspirou frustrado, nunca iria mudar o pensamento da mãe.


Guardou todas as coisas e se retirou para ficar em seu quarto, fechando a porta e as janelas para iniciar sua partida no jogo, chamado “overwatch” e jogar até o horário da janta, que provavelmente seria sausicha, arroz e purê de batata igual ao dia anterior, mas não podia culpar a mãe, afinal nenhum Jeon tinha dons culinários. Só esperava que mais para a frente, aprendesse a cozinha, caso contrário iria viver de miojo e mais miojo para o resto da vida quando fosse morar sozinho.







Notas Finais


Desculpa pelo capítulo, não está tão bom ;(
Comentem o que acharam, seus comentários me motivam muito meus amores❤
Talvez eu demore para postar, não fui bem em uma prova no curso :(
Isso me chateou um pouco, então vou estudar mais e isso pode causar os atrasos nas att, desculpem✨
Me chamem no twitter : @ ruiva_21_
Bjs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...