História New Rules (vkook - taekook) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Crianças, Kookv, Namjin, Taekook, Vhope, Vkook
Visualizações 128
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aaaaa fala a verdade, eu nem demorei tanto assim para postar! Ksksks
OIOIOI MEUS AMORES!
"Ah ruiva você disse que ia tentar postar sábado, já são 00:40 é domingo" aaaa eu sei mas enfim, consegui att :)
OBRIGADA PELOS 82 FAVS 💘 VOCÊS ESTÃO NO MEU CORAÇÃO!
Já sabem né (sem revisar), tá fresquinho.
Boa leitura ✨

Capítulo 8 - Capítulo 8


O carro estava numa velocidade maior do que devia, e Taehyung sabia disso enquanto o dirigia, mas nem ligou.

Tinha que chegar a Jungkook o mais rápido possível, o rapaz devia ter escutado seu conselho.

A casa de Jimin parecia estar a mil quilômetros de distância, coisa que era só de sua cabeça. O universo parecia conspirar contra, deixando os faróis vermelhos e longas filas de carros parados na rua.

Quando avistou seu destino, nem sequer se preocupou em estacionar direito, deixando a camionete um pouco sobre a calçada.

Agora ele estava bravo, e se Jeon acabasse se prejudicando? Ou se alguém resolvesse mexer com o jovem? Ele era tão ingênuo!

Tão bonito.

Alegre.

"A menina que ganhar o coração dele será de grande sorte", pensou. Esta ideia por algum motivo o incomodou.

Mal sabia que Jeon gostava do vizinho castanho, famoso Kim Taehyung.

Assim que entrou na casa avistou copos cheios de bebidas nas mesas com alguns aperitivos misturados, jovens se beijando sem vergonha alguma, outros dançando, alguns reclamando, cantando, até mesmo chorando ou apenas comendo mesmo e entre esses havia Jungkook. O rapaz estava com um copo descartável com alguma bebida, que o Kim podia jurar ser cerveja, em mãos e dançando como se não houvesse amanhã.

A calça preta era justa parecia desconfortável para dançar, diferente da camiseta branca e larga.

Lindo.

Foi se aproximando, passando entre os universitários felizes e animados.

Logo estava atrás do outro, observando suas costas cobertas pela camiseta molhada pelo suor.

– Ei, Gukkie! – Gritou, não recebendo resposta.

Lógico que não teria uma resposta, o som alto impedia sua pergunta de ser escutada por alguém.

Julgou-se burro por ter feito isso.

Foi aí que observou uma garota se aproximar de Jeongguk, olhando de modo malicioso, ostentando um sorriso safado no rosto delicado.

Ela ficou frente a frente do rapaz e quando foi avançar para dar um beijo, Taehyung puxou o vizinho para longe dali.

Não queria ver Jeon sendo beijado por outra pessoa.

O caminho inteiro até seu apartamento ficou em silêncio, irritado, escutando Jungkook choramingar que queria ter ficado na festa, segundo ele estava “divletido”.

Abriu a porta de seu lar, colocando o chorão sentado no sofá.

– Eu não acredito que está bêbado Jeongguk! Estou… decepcionado, eu disse para não beber tanto! – disse Taehyung enquanto sentava do lado esquerdo do moreno.

– Ah eu...eu…sei Taetae, me desculpe – respondeu, dizendo um pouco embolado – você parece a mamãe me dando bronca...

– É porque me importo com você...E ainda tinha aquela menina safada! Ela ia te beijar Gukkie! Ela não devia fazer isso! Eu fiquei irritado com ela – bufou estressado.

– 'Ta com ciúmes Tae?

– Eu? Por que teria ciúmes? Somos apenas amigos…

– Uh eu acho que você está com ciúmes… – disse Jeon, subindo no colo de seu vizinho e colocando as pernas uma de cada lado.

Taehyung congelou.

– Confesse que estava com ciúmes Tigrinho! – falou novamente, próximo a orelha do rapaz.

Aquele não era o Jungkook que Taehyung conhecia, mas tinha que admitir: estava gostando desse outro lado.

– Eu… não estava…

Os dois rapazes se encaravam intensamente, como se não houvesse nada ao redor.

Como se o tempo tivesse parado.

E sem mais nem menos Taehyung beijou o moreno em seu colo. O outro o atiçava.

Lembrou-se de quando ele saiu do carro de Hoseok na faculdade, da menina da festa, dele não escutando seu conselho…

As línguas exploravam, e se entrelaçaram, como em uma dança perfeita.

Ambos envoltos em uma sensação boa e concentrados no beijo.

As mãos descobrindo o corpo um do outro.

Se separaram e se encararam novamente.

– Eu gosto muito de você Tae.

Então começaram um outro beijo, dessa vez mais intenso.

Logo, Kim Taehyung estava em cima de Jeon, entre suas coxas fartas marcadas pela calça preta.

Os dois excitados.

Mas... Jungkook estava bêbado.

O que diabos o Kim estava fazendo?

Taehyung encerrou o beijo na hora, saindo de cima do vizinho.

– Hãn? Por que parou Tae?

– É errado fazer isso com você estando bêbado Kookie… nem sei como vou contar isso para você amanhã? Não vai se lembrar disso. Você nem gosta de garotos!

– Mas...Mas eu gosto muito de você!

– Isso é apenas um efeito da bebida. Vamos você precisa dormir.

– Qual o seu pr-problema? – disse exaltado, com algumas lágrimas no rosto.

– Se acalme Gukkie… e… hãn… não chora…

Mas isso não adiantou, talvez Jungkook fosse o tipo de bêbado que chora.

E chorou, muito, no colo do Kim.

– Ei, o que acha de ir deitar… vamos eu te ajudo.

– Eu 'to triste, você brigou comigo!

– Ah mas você mereceu!

– Mas… eu sou um bom rapaz.

– Eu sei que é, vamos dormir.

Pegou o bêbado no colo e o colocou deitado na cama, este logo pegou no sono. Muito contrário de Taehyung, que dormiu no sofá e pensou no que tinha acontecido.

Por que Jeon havia mexido consigo?


•••


Os raios claros do sol incomodaram Jungkook.

O garoto acordou e não reconheceu onde estava.

Aquele não era seu quarto.

Aquela não era sua casa.

Aquela não era sua cama.

– Oh vejo que acordou!

– Tae? O que… ai merda… minha cabeça.

– Famosa ressaca.

– Por que não me deixou em casa?

– Porque… eu não quis...ué.

– Por que foi me buscar na festa?

– Interrogatório agora senhor Jeon? Eu que devia estar fazendo perguntas ao senhor!

– Certo, certo.

– Por que o senhorzinho bebeu tanto?

– Nenhum motivo em especial… apenas gosto, era uma festa e todo mundo bebe em festas!

Em parte era verdade o que Jeongguk havia dito, porém usava mais a bebida para tirar o castanho da cabeça, algo que muitas vezes falhava.

– Hum – disse pensativo, no fim apenas dando os ombros, entregando alguns remédios ao moreno – tome, vai ajudar com a dor de cabeça.

– Está bem. Obrigada, por… tudo. De verdade.

– Não precisa agradecer coelhinho. Vou te desejar boa sorte.

– Por que?

– Sua mãe está aí na sala e ela parece furiosa – respondeu, dando um sorriso e se retirando no quarto.

Jeon Jungkook estava ferrado, com ressaca e muito provavelmente levaria a maior bronca de sua vida.

– Merda!


Notas Finais


É isto!
Comenta POFAVO
Se quiserem falar comigo: https://twitter.com/ruiva_21_?s=09
Para quem acompanha "Red sword" calma, eu não desisti dela e vou atualizar ok? Só... Talvez... Demore... (Dashi run run)
Esta Pequeno, mas não me julgue eu tô dodói :(
Amo vcs ❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...