História New Society - Yoonseok - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Cl, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Park Bom, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Ação, Bts, Futurista, Jikook, Namjin, Yoonseok
Visualizações 82
Palavras 1.293
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Survival, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Neve


Fanfic / Fanfiction New Society - Yoonseok - Capítulo 7 - Neve

   Yoongi imediatamente se apaixonou pelos lábios sorridentes de Hoseok, precisava de mais daquele corpo, então por isso ficou em cima dele. Sentiu as mãos de Hoseok tentando afastá-lo, mesmo sabendo que era contra a vontade de seu companheiro, ele precisava de mais e não parou por causa disso. Quando os dois pararam o beijo por falta de ar, Hoseok se soltou.

— Eu não consigo... Não consigo mais do que isso.

Ele sabia que apenas um empurrão seria o suficiente para que ele se soltasse como Yoongi gostaria, ele pensou um pouco e teve uma ideia. Ele viu que Hoseok estava ofegante e suando, então, Yoongi teve uma ideia, se levantou e sorriu, olhando para o estado daquele jovem que havia gostado tanto.

— Quer um copo de água?

— Quero sim.

Yoongi saiu do quarto e caminhou silenciosamente até a cozinha do estabelecimento, não queria ser pego por Namjoon quando tentava fazer uma de suas "artes". Entrou na cozinha e vasculhou todos os armários de bebidas, procurando algo que pudesse dar para Hoseok se soltar completamente. E acabou achando uma garrafa de Cirus.

Cirus era uma bebida alcoólica bem baratinha, por não ter gosto de nada e se passar facilmente por uma água, até que fizesse efeito. Colocou a bebida em uma garrafa de água e levou para Hoseok, que tomou tudo sem ao menos saber do conteúdo, para uma pessoa do campo, nunca que alguém vai jogar bebida em seu organismo sem que ele saiba. Era a primeira vez que ele bebia, e por ter tomado tudo de uma vez, uma tontura tomou conta de seus sentidos.

— Está tonto? — Yoongi se levantou e trancou a porta. — Eu estou tonto por causa de você. — Ele abriu o zíper dá calça e tirou a camisa branca que estava usando. — Eu to tontinho de tesão.

— Yoon... Yoongi... — Hoseok deitou na cama, tonto por causa da bebida. Por mais que fosse barata e não tivesse cor, gosto ou cheiro, o efeito era forte, e ele estava aos poucos perdendo os sentindos. — O que você fez...

Ele jogou Hoseok na cama e deitou por cima, o beijando apaixonadamente, ele mal correspondia por causa da embriaguez, não conseguia entender direito o que estava acontecendo. Sua mente estava distorcida e ele falava frases arrastadas e sem nexo, não fazia ideia que em poucos minutos iria desfrutar de seu primeiro sexo.

— Eu não queria te deixar bêbado, mas você é muito medroso. — Yoongi o beijou novamente, agarrando a barra da calça branca que Hoseok estava usando e a puxando para baixo, conseguindo ver parte de sua roupa íntima, como queria arrancar aquilo. — Você não vai se lembrar de nada disso.

Hoseok ainda dizia coisas que ninguém conseguiria entender, por mais que tentasse se mexer, o peso de Yoongi sobre o seu corpo apenas atrapalhava. O rapaz mais velho começou a acariciar seu membro, mesmo bêbado, ele gemia pouco, e aquele som apenas deixava Yoongi mais excitado. Ele acariciava o garoto fazendo mais pressão em sua região íntima de propósito, precisava se deliciar mais com aquele som. Finalmente pôde tirar os boxers de Hoseok e ver seu membro ali, querendo acordar para ser usado pela primeira vez.

— Hoseok-ah~~ — Yoongi disse beijando seu pescoço e sorrindo pela reação dele, que começou a rir. — Você é tããão fofo.

As reações de Hoseok quanto aos toques de Yoongi estavam mudando, ele passou de desentendido para bêbado alegre, ele virou de lado e abraçou Yoongi, enquanto ria baixinho, tendo sua voz abafada, já que sua boca estava sendo prensada contra o peito desnudo de Yoongi, e ele abraçou Hoseok bem apertado e pensou um pouco.

Ele não podia tirar a virgindade de Hoseok sem que ele estivesse pronto.

Yoongi suspirou, enquanto olhava para o belo jovem que o abraçava e levantou suas roupas novamente, subiu seu zíper e colocou a camisa, por mais que estivesse com muita vontade, ele não iria fazê-lo sem que Hoseok sentisse o mesmo prazer. Olhou para o bêbado na cama, que ria do nada, tinha as bochechas levemente coradas, suas covinhas estavam mais a mostra do que nunca, como ele iria tirar o efeito da bebida sem que o homem descobrisse que tinha sido intoxicado?

Ele não sabia exatamente o que fazer, então deitou ao lado de Hoseok, olhando bem para o rostinho lindo dele. Perecebeu que o tempo tinha esfriado bastante, depois que o calor de seu corpo se apagou, foi até a janela e viu que estava nevando, e começo a sentir muito frio. Fechou a janela, deixando apenas o vidro, adorava ver a neve, foi por causa da neve que ele tinha pintado seu cabelo de branco, que foi ficando loiro com o tempo. Yoongi foi até uma lareira que tinha no quarto e acendeu, tentando deixar o quarto mais quente, já que quanto mais ele se acalmava, mais frio ficava.

Pegou um cobertor que estava no armário e o abriu sobre Hoseok, que apenas ficava deitado, com um sorriso no rosto. Yoongi se deitou ao lado dele e suspirou, o mais velho gostava de ficar deitado em dias de neve, geralmente abraçado aos seus pais, para se aquecerem mais, já que os cobertores eram velhos e meio rasgados, e aliviam muito pouco o frio. Faziam uma fogueira dentro de um latão, se deitavam os três ao lado dela e se abraçavam, ficavam ali o dia todo, já que a falta de agasalhos impedia que sua família fosse trabalhar, era uma das boas memórias que Yoongi carregava de sua vila.

Por impulso, ele acabou abraçando Hoseok, o colocando com a cabeça encostada em seu peito, como sua mãe fazia com ele, ele viu o sorriso aumentar e ficar mais radiante, o jovem do campo se aconchegou mais ali naquele corpo e fechou os olhos, esperando pegar no sono, enquanto Yoongi acariciava seus cabelos, olhando para a neve, que caia lá fora.

-×-

Seokjin estava sentado no pátio, embaixo do teto, coberto de casacos e observando a neve. Quando trabalhava com as flores na área dos rejeitados, ele odiava a neve, já que ela sufocava suas flores e as matava, ele tinha que sair de casa para tentar salvar algo, mas se fosse comparado o que ele perdia com o que ele salvava, o ganho era completamente nada. Mas agora, ele não tinha mais que trabalhar nas flores, então, o que dizer da neve?

Seus pensamentos foram interrompidos quando Namjoon sentou ao seu lado, com uma expressão séria, usando os óculos pretos, que Seokjin achava que ficavam sexys no homem, também coberto de casacos, ele estendeu sua mão para o namorado, estava coberta por uma luva preta, Seokjin segurou aquela mão, que lhe passava uma sensação de segurança e conforto, se sentou ao lado do namorado, ouvindo ele respirar fundo.

— O que está fazendo aqui em um frio desses?

— Sabe o que é engraçado? Eu ficava tão bravo quando a neve enterrava minhas flores que nunca percebi o quanto isso é bonito. Tudo branco, os flocos caindo... Parece que, quando estamos lutando para sobreviver, nada mais importa, nem apreciar as belezas da vida, nem o amor... Nada mais importa, apenas viver.

Ele apertou a mão de Namjoon e se aconchegou em seu ombro, sorrindo e olhando para ele, que olhou de volta e sorriu.

— Suas covinhas são um charme.

— Essa sua boca rosa também.

Os dois riram, mas logo depois voltaram a admirar a neve em silêncio.

— Nossa rebelião vai dar certo, vamos casar e você nunca mais vai precisar sair na neve para salvar suas flores... Eu prometo.

Ele selou os lábios de Seokjin, aquilo tinha que dar certo, ele precisava dar uma vida melhor pra ele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...