1. Spirit Fanfics >
  2. New times, Same feelings >
  3. Capitulo 91

História New times, Same feelings - Capítulo 92


Escrita por:


Notas do Autor


Bom meus amores, eu atualizei o mais rápido q pude, eu queria ter postado antes mas fiz várias modificações várias vezes, eu to no final dessa fic e não queria q chegasse ao final e eu não sei o q fazer sobre isso, mas espero que gostem, fiz com todo carinho e no próximo as coisas vão ser bem rápidas, então aproveitem. Boa leitura

Capítulo 92 - Capitulo 91


Draco pov’s 

Acordei sentindo um peso na minha mão e minha barriga doía demais, não conseguia fazer nada, parecia que meu corpo tinha sido esmagado totalmente. 

Poucas lembranças vinham até minha mente enquanto tentava abrir os olhos e logo veio minhas filhas, e que eu simplesmente apaguei naquela sala. Abri os olhos devagar e vi o Harry cochilando ao meu lado segurando minha mão e sorri fraco sentindo um pouco de dor e apertei de leve a mão dele. 

-Harry... - chamei muito baixo e ele não se moveu, minha voz estava falha, então puxei minha mão da dele para ele se mover e logo já estava de olhos abertos 

- Draco meu anjo, você acordou - falou em alerta e eu o olhava e ele sorriu largo 

- Acordei meu Doce, e estou morrendo de dor, mas eu preciso ver nossas filhas agora - falei baixo e ele fez carinho no meu rosto assentindo 

- Eu vou ver se podem traze-las, mas antes o doutor precisa te ver, ver que acordou e que está bem - falou e eu assenti sem forças. 

- Tudo bem, mas espero que seja rápido, eu não pude segura-las no colo, não pude ve-las muito bem, eu só quero elas - falei e ele assentiu 

- Você já vai pegar, e nunca mais soltar, elas são tão pequenas, tão lindas - falou sorrindo com os olhos brilhando e sorri junto e ele me deu um selinho 

- Elas são mais parecidas com quem? - perguntei ansioso - elas estão bem? Saudáveis? Ai Agora eu quero ve-las Harry - falei forçando mais um pouco a voz 

- Elas estão muito bem, estavam fazendo mais exames quando saí de lá, sua mãe está com elas, elas são tão parecidas com você, porém elas tem os olhos verdes - falou e eu não pude deixar de sorrir largo e deixei uma lágrima escapar 

- Elas têm seus olhos - falei e ele assentiu e limpou meu rosto - eu nem as vi direito, só sujinhas de sangue e sei que são perfeitas, eu preciso delas Harry, vá pega-las por favor - pedi entre lágrimas e ele assentiu me dando mais um beijo 

- Estou indo, e no meio do caminho eu peço para o doutor vir aqui - falou e eu assenti vendo ele sair do quarto. 

Era estranho olhar para meu corpo e não ver mais aquela barriga enorme que tanto me acostumei, ainda mais que estava no oitavo mês, era para eu ainda estar grávido, mas agora minhas bebês já estão a alguns metros de mim e eu só sinto falta delas, só quero pega-las e nunca mais soltar.

Fiquei um tempo sozinho só pensando em como elas eram, e ansioso enquanto o Harry não aparecia e então o doutor apareceu. 

- Olá Draco - falou assim que entrou e eu sorri gentil 

- Oi Victor, nem acredito que eu acordei - falei respirando fundo e ele sorriu leve 

- Sim, está se recuperando rápido e fico contente com isso, já que seu caso foi um pouco sério- falou preocupado e eu suspirei 

- O que exatamente aconteceu comigo? - perguntei me ajeitando na cama 

- Bom, você teve uma hemorragia no ventre, não é muito comum em veelas, mas pode acontecer, ainda mais sob um nível alto de estresse que você estava passando, eu consegui controlar tudo e interromper o sangramento, e durante a cirurgia achei que não conseguiria preservar seu útero, mas deu tudo certo no final e você continua sendo fértil- falou e eu sorri aliviado e agradecido 

- Nem acredito que está tudo bem, vou poder ver minhas filhas, só queria ter visto melhor elas antes - comentei e ele assentiu e antes de falar algo o Harry entrou no quarto sorrindo 

- Elas já estão chegando com a enfermeira - falou agitado e senti meu peito se apertar e minha barriga revirar sentindo um cheiro fraco e doce se aproximar e ja sabia que era das minhas garotas. 

Depois de alguns instantes a enfermeira entrou no quarto com elas e eu pude ver de onde eu estava e meu coração se contorceu mais, elas eram tão lindas 

- Olha, nós fizemos um ótimo trabalho com elas - o Harry disse ao meu lado me dando um selinho e eu ri voltando meu olhar para elas enquanto segurava a mão dele 

- Eu preciso segurar - falei finalmente e a enfermeira pegava as duas e me entregou uma de cada vez devagar e com cuidado e as duas estavam nos meus braços uma em cada, as coisas mais lindas, pequenas e delicadas que eu já vi, perfeitas e eu chorei e os médicos saíram do quarto me deixando com o Harry e as crianças. 

- Oi meninas - falei baixinho olhando para elas encantado - eu sou o papai de vocês, eu que tive que aguentar oito meses vocês dentro de mim, vocês fizeram a bagunça hein - falei com elas e a menor estava acordada e em alerta para tudo enquanto a maior olhava tudo tranquila, e mal se mexia só prestando atenção - Eu amo tanto vocês - falei e dei um beijo leve no rostinho de cada uma 

- Elas são a sua cara, viu - o Harry falou sentando ao meu lado e eu sorri animado 

- Sim, a pele branquinha, os cabelos loiros, o nariz, elas são perfeitas, e olha os olhos, são os seus, eu pedi tanto para elas virem com seus olhos, e olha que veio - falei e ele riu fraco e eu voltei a atenção para elas sorrindo bobo e o Harry pegou as fichas delas. 

- Bom, aqui está tudo que precisamos saber, a maior, que está com a pulserinha roxa é a mais velha, por exatamente um minuto e cinco segundos - falou e eu sorri olhando a mais velha - ela está com um kilo e trezentos, e um tamanho de 57 centímetros, e a mais nova, ela está com o peso de um kilo e cem e tem de tamanho 53 centímetros, duas princesinhas fofinhas, que dá vontade de apertar mais ainda - completou e eu assenti sorrindo 

- Elas são perfeitas, e olha, a mais nova é imperativa, ela te puxou, to até vendo o trabalho - falei rindo e ele sorriu para ela e depois para a mais velha 

- Eu tenho pena da mais velha, vai sofrer com a irmã - falou e eu ri 

- Com certeza - falei e ele deixou as fichas delas do nosso lado e ficou nos olhando por um tempo e depois só olhando para as meninas 

- Você já tem algum nome em mente? - perguntou me dando um beijo no ombro e suspirei 

- Tenho, e quero saber se você aceita colocar esse nome na mais velha - falei e ele me olhou curioso 

- Pode falar - disse e eu sorri

- Bom.. eu lembro que você disse que amava o nome Olívia, e acho que combina, então se ainda gostar desse nome por mim, está incrível, e o nome que eu pensei, mas se para você não estiver tudo bem, não tem problema, é Lilian - falei e ele na mesma hora me olhou sem acreditar, sem uma expressão definida e eu fiquei tenso também 

- Draco... eu, eu nem sei o que falar - falou deixando os olhos lacrimejados e eu sorri - você tem certeza que quer colocar o nome da minha mãe? Por mim é maravilhoso, mas se não for esse o nome, eu não me importo - falou segurando as lágrimas e eu assenti 

- É esse que eu quero Harry, to falando sério, Lilian Malfoy-Potter e Olívia Malfoy-Potter - falei o nome das duas e ele sorriu largo me beijando com carinho e eu retribui 

- Eu te amo tanto - falou e eu sorri 

- Eu também te amo, e nossas filhas também- falei e ele sorriu largo e se ajeitou melhor 

- Então a mais velha é a Lilian e a mais nova a Olívia - falou pegando as fichas delas e escrevendo seus nomes 

- Sim, isso mesmo, nossas princesas, com nomes de princesas, duas lindas - falei e ele sorriu 

- Eu vou entregar isso lá no berçário e de lá acho que já consegue o registro delas - falou e eu assenti 

- Tudo bem, vai lá enquanto eu fico paparicando elas e dando de mamar se elas quiserem, posso ficar assim o dia todo se deixar - falei e ele riu concordando e nos deu um beijo e saiu do quarto com os papeis. 

Fiquei com elas no colo olhando cada detalhe delas e a Olívia começou a chorar e a Lilian olhava tudo atenta e deixei ela encaixada nas minhas pernas e peguei a Olívia melhor e comecei a dar de mamar para ela que logo ficou quieta e sorri largo com aquela sensação. Ela estava quase dormindo ali e a Lilian estava tão quieta. 

- Sabem meninas, eu esperei tanto por isso, esperei vocês chegarem e já estão aqui comigo, são tão pequenas, imagina vocês com aquelas roupinhas lindas, e daqui anos indo para Hogwarts, vocês vão ouvir tanta coisa de mim e do seu pai, mas não se preocupem, sempre foi amor, a gente que não aceitava, e agora, olha no que resultou, vocês chegaram, e sabem.. eu tenho vocês, e isso agora é a melhor coisa para mim, eu vou dar meu máximo para voces - falei para elas mas a Olívia ja dormia contra meu peito e a Lilian piscava lentamente quase dormindo. 

Ajeitei a Olívia num braço e peguei a Lilian devagar e ela reclamou um pouco mas logo ficou quieta. Era incrível como elas eram tão iguais, e tinham os olhos tão lindos, tão verdes, chegava ser um verde quase sonserina e só de pensar nisso fiquei mais feliz ainda. 

Fiquei ninando as duas com calma e depois de alguns minutos o Harry voltou para o quarto e com companhia da Hermione e do Theo e eu fiz sinal de silêncio porque as duas estavam dormindo. 

- Oh meu Merlim, elas são tão incríveis, tão pequenas, e tão loiras - o Theo falou sorrindo largo e a Hermione começou a chorar e eu olhei para o Harry suapirando sabendo o motivo daquilo e o Theo a olhou sem entender - Não chore Mione, olha como são lindas, e nós somos padrinho e madrinha - falou e a castanha respirou fundo 

- Ja parei, é que fiquei feliz por elas estarem bem - falou e sorriu para mim - e vocês? Já decidiram os nomes? - perguntou e eu sorri largo

- Simm, a maior, a mais velha, é a Lilian Malfoy-Potter e a mais nova é nossa Olívia Malfoy-Potter - falei e ela sorriu muito olhando para o Harry

- É o nome da sua mãe, ai Merlim, eu não acredito, que linda homenagem, quem escolheu? - perguntou 

- Foi o Draco - o Moreno falou e eu concordei e o Theo veio mais perto para ve-las melhor 

- Draco, você foi demais, sério- falou e eu sorri 

- Quais são as cores dos olhos delas? - o Theo perguntou 

- São verdes, iguais aos do Harry - falei e ele sorriu 

- Vocês vão ter problemas, do jeito que são lindas agora, imagina em Hogwarts - falou e o Harry que ria até então, ficou sério o olhando e eu ri do seu rosto 

- Elas não têm nem 6 horas que nasceram e você já está falando que elas vão namorar?? Elas só vão namorar mais velhas, com uns 16 anos?? Talvez?? 32??? Elas são meus bebês - o harry falou e o Theo riu 

- Para com isso, você namorou a Gina com 15?? Só estou falando que a hora vai chegar - A Hermione também disse e o Harry bufou e eu ri

- Olha, elas são minhas, não quero ninguém perto delas, porém concordo que quando tiverem sua primeira paixão vou ficar animado, minhas meninas tendo um romance de colégio, o que eu não tive porque estava muito ocupado te irritando do que te amando abertamente- Falei e o Harry sorriu fraco

- Ta legal, mas seja quem for o amor delas, vai ter que passar pela minha avaliação- falou e eu concordei

- mas é claro, vou ser bonzinho mas nem tanto assim - falei e eles riram. 

- Vocês já sabem quando vão para casa? - perguntou e eu neguei 

- Não ainda, mas provavelmente depois de amanhã, dar tempo para me recuperar da hemorragia e elas também estarem mais estáveis - falei e o Theo assentiu 

- Ah que bom, qualquer coisa eu passo la na casa de vocês e arrumo as coisinhas das meninas, viemos da catedral e não tem nada aqui - falou e eu me lembrei desse detalhe 

- Simm, se conseguir por favor faça isso, elas estão sem as roupinhas delas - falei e a castanha assentiu 

- Bom, acho melhor deixar os pais corujas com as meninas deles e depois voltamos - o Theo disse e eu sorri agradecido - Ah, aliás, o casamento ficou adiado por enquanto, eu comuniquei todos na igreja e depois vocês vão precisar mandar outros convites falando da nova data - falou e eu assenti 

- Okay, depois vamos resolver isso - falei e eles saíram do quarto e o Harry fechou a porta me olhando com as meninas nos braços e sorriu largo. 

- Sabe.. eu podia dicar aqui te olhando tão feliz pelo resto da minha vida - falou e eu sorri com os olhos marejados - nossa família finalmente cresceu mais um pouco - completou se aproximando e eu assenti. 

- Sim, agora só vai aumentar - falei e ele riu 

- Isso é verdade, imagina, mais para frente chegar um menino, ah vai ser tão maravilhoso - falou e eu ri só de pensar 

- As meninas vão acabar com ele tadinho - falei e o harry concordou rindo 

- Exatamente por isso que vai ser maravilhoso - falou brincando e eu neguei com o rosto e as meninas começaram a chorar acordando e nós ficamos quieto e então o Harry pegou a Lilian no colo e eu fiquei com a Olívia ninando ela sentado enquanto o Harry andava com ela pelo quarto no seu colo. 

Ficamos assim por alguns minutos até que as duas pararam de chorar um pouco e o Harry as colocou de novo na pequena encubadora que a enfermeira trouxe elas e eu senti meu peito doer só de ve-las longe de mim dormindo e meu lado veela com meus hormônios da gravidez se fazendo mais presente me fazendo chorar e ficar com dor no ventre ao ve-las ali. 

- Deixa elas mais um pouco comigo - pedi e o Harry me olhou preocupado mas negou e eu bufei 

- Elas precisam descansar agora e você também Anjo, mais tarde elas vão precisar de você tanto quanto você precisa delas agora, e não vai demorar, eu vou leva-las de volta para o berçário, e o pessoal vai ve-las agora com sua mãe, que só passará aqui mais tarde porque sabe que você só precisa descansar e aproveitar esse momento - falou tudo me olhando e se aproximando me dando um beijo que retribui sem ao menos pensar duas vezes e senti um calor subir pelo meu corpo com o toque e aprofundei mais o beijo segurando o rosto dele que sorriu entre o beijo e se afastou

- Tem horas que odeio esses hormônios, mas as vezes eles são incríveis - falei respirando fundo tomando fôlego e o Harry riu

- Eu ja estou voltando, e você nem vem com essa carinha porque agora, por 40 dias nós não podemos transar, você está de resguardo - falou praticamente lendo minha mente e quando ouvi a frase toda revirei os olhos irritado e ele saiu dali rindo do meu rosto e eu fiquei olhando para a porta. 

Depois de alguns minutos assim, senti meus olhos pesarem e logo vi tudo escuro voltando a dormir profundamente. 




Notas Finais


Espero que tenham gostado, doa nomes, das bebês, de toda situação tranquila que eles estão tendo, um final tranquilo até, até o próximo e espero pelos comentários okay? Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...