1. Spirit Fanfics >
  2. New York Again >
  3. Capítulo 1

História New York Again - Capítulo 1


Escrita por: kryptalita

Notas do Autor


Espero que gostem, somos duas autoras. ~Bia

Capítulo 1 - Capítulo 1


“Eu sei que nos encontraremos novamente.

Porque você é meu.”

Reki: UHAUUU! – fala Reki como se fosse primeira vez que estivera em um aeroporto – Olha Miya como é grande aqui! -fala Reki se apoiando no menor, que estava a jogar em seu celular. Assim, perdendo a fase de seu jogo com o impacto de Reki.

Miya: Para de gritar porque não sou surdo! você me fez perder essa fase. – fala um pouco irritado e revirando os olhos, porém não se exaltando pois ainda estavam em um aeroporto lotado. -do jeito que você fala até parece que nunca esteve aqui.-falava olhando para a tela de seu joguinho.

Reki: é... que eu realmente nunca estive aqui. -falava enquanto olhava para o chão - Porém agora estou e vai ser muito legal! ainda mais que estamos todos juntos. – Fala abrindo um sorriso enorme, típico dele. Miya revira os olhos e continua a jogar. O baixinho pode até não se surpreender com esse aeroporto grande ou com essa cidade gigantesca, até porque ele já esteve lá outras vezes. Mas para Reki é tudo muito novo e incrível, o jovem raramente saia de sua cidade no Japão. O garoto nunca estiverá tão longe. Porém, ainda sentia o conforto e acolhimento, uma ansiedade que parece não caber em seu peito, era como se estivesse em casa. Logo Reki saiu de seus devaneios com Kaoru e Kojiro o chamando.

Kaoru: Reki, já percebemos que você está feliz, porém faça um favor a todos e não se perca, não queremos perder tempo o procurando – fala Kaoru colocando a mão apoiada na cabeça e se perguntando por que havia comentado da competição de skate com eles.

Kojiro: Certo Kaoru, deixa de sermão no menino e vamos falar do que importa!- fala apoiando a mão no ombro do outro que e rapidamente tirada pelo mesmo.

Kaoru: Não encoste suas mãos em mim, seu gorila – fala apontando o dedo na cara do outro, que recua de leve. Kaoru normalmente briga com Kojiro por tudo, eles são como cão e gato. Miya pensava que tinha alguma coisa entre eles. já Reki, não opinaria sobre tal coisa.

Miya: tá bom, vocês dois já podem ir parando de briguinhas, minha vó dizia que quem briga muito, um dia se casa.- assim que termina sua frase percebe a cara de Kojiro e Kaoru de quem poderiam matar ele ali mesmo- Ah! Vamos logo pessoal, temos que ir para o hotel e depois conhecer o lugar. – E era verdade, hoje não poderiam competir. Porém, podiam ir conhecer os outros competidores e a cidade. Reki estava animado com tudo isso, ainda mais que passariam 7 dias ali.

Reki: Nem acredito que realmente conseguimos ir tão longe! Nunca achei que viria para Nova York. – fala quase dando pulos de alegria.

Miya: Você quis dizer que não acredita que VOCÊ conseguiu, não é? Porque era bem óbvio que eu passaria.- fala com sua arrogância de sempre. Porém errado não estava, Reki realmente achava que não iria conseguir ganhar aquela competição, pois ele acreditava não ser tão bom quanto os seus outros amigos.

Kojiro: Baixinho, já falei para você não falar. Se o Reki está aqui, é porque que merece tanto quanto qualquer um de nós. - fala enquanto passava a mão por cima da cabeça do menor.

Miya: Tá tá! Até que para um slime, você foi bem. – disse o garoto fingindo que não havia dito nada e Reki riu vendo o quanto o baixinho era orgulhoso.

Kaoru: vamos logo, o taxi já chegou- fala chamando a atenção de todos.

*Chegando no hotel*

Reki desceu correndo do carro e seu olhar brilhava de felicidade, parecia uma criança olhando tudo em sua volta. Como tudo era tão grande e com tantas luzes, a cidade trazia em seu coração um sentimento de conforto e ao mesmo tempo um pouco de angustia, medo, receio e coragem. Ele olhava admirado o hotel que aos olhos dos outros não chegava e ser muito bom, mas para ele era um 5 estrelas.

Kaoru olhava surpreso para o menino, ele sabia que Reki nunca havia ido á Nova York e provavelmente nunca tinha saído do Japão, mas do jeito que ele olhava tudo com tanta inocência, alegria e entusiasmos. Chegava a parecer uma criança que acabará de ganhar um doce. Kaoru ainda recordava a primeira vez que esteve em Nova York, ele devia ter por volta de 18 ou 19 anos e estava a passeio. Claro que Kojiro estava junto, como em quase todas as viagens que ele fizera quando mais novos, ele lembra de ter ficado muito feliz e entusiasmado com tudo, é claro. Mas não chegava aos pés de como Reki estava nesse momento.

Kaoru lembrava bem de brigar com Kojiro por estar atrasado para o voo, como passou mal na aterrissagem, como Kojiro segurou sua mão e de mais brigas com Kojiro por se perderem ou por querer comprar tudo. Lembranças especiais que ele guardava em seu coração.

Já Kojiro estava a acordar Miya que dormiu durante o caminho para o hotel, ele também tinha a sensação de déja vu. Ainda mantinha vivo os dias e noites que viveu com Kaoru ali.... quem diria que eles estariam de volta e agora agora tão distantes. Realmente, o tempo passa e as pessoas mudam, eles cresceram e agora vão competir em um campeonato de skate internacional. Talvez, as coisas não mudem tanto assim.

Após tentar acordar Miya e ver que suas tentativas não estavam funcionando, pegou o menor no colo e carregou o mesmo, levando-o para dentro do hotel, onde Kaoru e Reki já estavam fazem o check-in no balcão com recepcionista, que certamente Kojiro teria dado em cima se não tivesse com Miya em seus braços.

Kojiro: Kaoru, você poderia me dar a chave do quarto dele? - Kaoru parou analisando a cena de Kojiro com Miya em seus braços, chegava a ser fofo, porém jamais admitiria que achou aquele gorila fofo.

Kaoru: Ele vai dividir o quarto com o Reki.- falou apontando para o mesmo.

Kojiro: Então vamos Reki, meu braço vai ficar dormente- Reki assentiu com a cabeça e antes de saírem o mesmo fala – Bebê, você termina de resolver as coisas – piscou para Kaoru que poderia mata-lo ali mesmo.

Um tempo depois, Miya já havia acordado e o grupo de amigos estavam se arrumando para saírem durante a tarde. Kaoru teria um evento em uma biblioteca e no dia seguinte iriam para o local da competição.

Reki estava incrivelmente animado para ir á uma biblioteca, uma coisa estranha de se acontecerer, já que não era muito fã de leitura. Kojiro estava pedindo o número da recepcionista e pior ainda, na frente de Kaoru para ver se conseguia irrita-lo um pouco.

Quando os últimos dois chegaram, eles saíram com destino a biblioteca. A cada rua o coração de Reki apertava e o mesmo sentia a ansiedade tomando conta de seu corpo. Por que aquilo era tão estranho? Era oque o avermelhado se perguntava. Mas ainda sim, maravilhado com a cidade linda e as luzes que refletiam em seu olhar. O garoto sentia que estava de volta.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...