História New York por uma noite. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Saga
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Luzes amarelas


Fanfic / Fanfiction New York por uma noite. - Capítulo 5 - Luzes amarelas

Logo você estacionou, na frente de um lugar que parecia ter sido um armazém. Um prédio de dois andares de tabuas largas, envelhecidas, mas muito bem cuidadas como se recuperasse ou mantivesse o estilo vintaje. Com um estacionamento não muito longe, com mais de cem carros estacionados e de frente para o mar. Havia uma passarela de madeira escuras iluminadas pelas mesmas luzes brancas e baratas , usadas no natal.

- Que lindo Scott!- me sentia perplexa e você sabia disso, enquanto saia do carro e dava a volta para abrir a minha porta. Você queria aquela noite perfeita.

- Um amigo meu me indicou, falou que poucos conhecem esse local, só mesmo os que os antepassados indicaram. Ele é cliente fiel daqui, me disse que nos ajudaria a entrar.

Descíamos da calçada e de mãos dadas caminhamos até a entrada que era o início da passarela. Havia um segurança ou porteiro eu não podia muito explicar, você chegou deu boa noite e desenrolou com a cara que havíamos sido convidados pelo seu amigo Can. Não deu muito para entender a não ser que o segurança não quis nos liberar, mas pude ouvir você murmurar algo que aquela noite era especial e que você queria me fazer surpresa de casamento. Acho que o segurança gostou da sua sinceridade e nos liberou nos dando uma boa noite.

Era espetacular, era algo deslumbrante nunca havia visto algo tão lindo. As mesas eram redondas com mais de quatro a seis cadeiras, onde casais sorriam e conversavam como se fossem toda uma só família. Eram tudo com fortes pequenas lâmpadas amareladas, com direito a pista de dança, uma barman, garçons, e musica clássica. As mesas eram iluminadas com velas aromatizantes, longos tecidos de renda e flores por todo o local. Pratos e copos de porcelanas me senti naqueles filmes clássicos como Titanic onde no centro do estabelecimento era totalmente iluminado com um gigante lustre de pedrarias. Eu não pude me mexer , me encontrava estatelada observando a cada detalhe a cada luz, eram como se minhas pernas estivessem travadas mal podia respirar.

- Gostou?- interrompeu meu olhar infantil por todas aquelas luzes amarelas, e todos aqueles casais dançando, sem falar na banda ao vivo de homes vestidos de preto com gravata borboleta rosa e com cabelos grisalhos lambidos com gel para traz, se eu havia gostado? Nossa era como eu sempre havia sonhado conhecer!

- Se gostei? Amor esse lugar é incrível me sinto em um conto de princesa.- Disse pasma.

Você se aproximou do meu rosto e com aquele hálito de menta sussurrou:

-Você é, minha princesa! – me dando um beijo natesta e me puxou para conhecer a cada detalhe daquele lugar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...