1. Spirit Fanfics >
  2. NEWTMAS:From Beginning to the End >
  3. Together until the end

História NEWTMAS:From Beginning to the End - Capítulo 75


Escrita por:


Notas do Autor


But I set fire to the rain
Watched it pour as I touched your face
Well, it burned while I cried
'Cause I heard it screaming out your name
Your name

Olá meus amores, que saudade de vcs hein. Peço mil e uma desculpas pela demora pra sair esse capitúlo, mas o cronavirus pegou a gente de surpresa, e eu meio que tive que refazer minha vida. Eu espero que vcs e suas familias estejam se cuidando, e lembrem-se, fiquem em casa.
O capitulo de hoje tá bem tristinho, então se preparem... #faltam5

Capítulo 75 - Together until the end


Fanfic / Fanfiction NEWTMAS:From Beginning to the End - Capítulo 75 - Together until the end

Thomas’ POV

 

  Quando procurei de onde vinha a voz, percebi que a parede da sala tinha se aberto, revelando um grande vidro, e uma sala envolta da que eu estava. Notei que Ava Paige, me olhava através do vidro, enquanto segurava um microfone pra se comunicar comigo. Eu estava preso como um rato de laboratório.

  ─ Olá Thomas  ─ disse ela.

  ─ Mas que merda é essa? O que vocês vão fazer comigo? Onde está o Newt?  ─

  ─ Se acalme por favor, eu vou explicar tudo o que você precisa  ─ disse ela.

  ─ Então acho bom você começar logo  ─ disse impaciente.

  ─ Bom como você já deve imaginar nós ainda continuamos buscando a cura, e nós estamos mais pertos do que nunca  ─ disse ela me fazendo revirar os olhos.

  ─ Sempre isso né, é ótimo que vocês querem buscar uma cura, e continuam matando metade do mundo  ─ digo.

  ─ Infelizmente apenas mais uma morte será necessária  ─ ela diz cabisbaixa.

  ─ Ah, ótimo, então acaba logo com isso me matando de uma vez, é só isso que vocês querem desde o começo  ─ parece que realmente esse é o fim mesmo  ─ Só por favor me digam o que vocês fizeram com o Newt, e me prometam que não vão machucar ele.

  ─ Preciso que venha comigo Thomas, vou pedir pros seguranças te acompanharem.

  Dois seguranças entraram na mesma sala que Ava, e vieram até a porta que entrava no quarto em que eu estava. De repente a porta se abriu e eu já me encaminhei para a saída. Os dois seguraram meus braços, e eu até tentei me soltar mas foi inútil, até porque vi que eles estavam armados.

   Eles me puxaram pelos corredores do que deveria ser a nova base do CRUEL, e todos que passavam pra lá e pra cá, com seus jalecos, pranchetas, e até armas, voltavam-se para olha pra mim. Finalmente chegamos em uma sala, e eles me fizeram entrar. Quando entrei percebi que era uma sala igual a que eu estava, que tinha um quarto dentro e um vidro do lado de fora, todo em branco. E pelo vidro eu consegui ver Newt la dentro, sentado chateado olhando para o chão. Aquilo me deu um alivio tão grande, de saber que ele estava vivo. Quando o loiro me viu, ele correu pro vidro e colocou suas mãos nele chamando por meu nome, seus olhos logo se encheram de lagrimas, e percebi que ele ficou muito aliviado quando me viu vivo também. Os guardas abriram a porta automática, e me jogaram pra dentro da sala me prendendo com Newt, e eu já corri até ele pra o abraçar.

  ─ Tommy, eu pensei que tinha te perdido ─ ele choraminga contra meu ombro.

  ─ Eu to aqui meu anjo, shhh  ─ o acalmo, passando minhas mãos por seu cabelo.

  ─ Bom garotos, não temos mais como adiar essa conversa, então agora eu vou revelar o porque de termos feito tudo o que fizemos, além de explicar como vai funcionar a fase final do teste da cura, o verdadeiro, experimento letal  ─ diz Ava Paige.

  Sinto Newt apertar meu braço e nos dois ficamos de frente ao vidro encarando Ava Paige esperando ouvir o que ela tem a dizer.

  ─ Bom, como vocês dois já devem imaginar, tudo isso tem sim haver com a cura  ─ diz ela segurando uma mão na outra  ─ O verdadeiro problema é que o CRUEL sempre achou que a cura viria de uma grande mistura de medicamentos, ou de reações do cérebro a coisas como adrenalina, perigo, que liberariam as substancias necessárias. Julgamos que o perigo seria a forma mais forte do cérebro procurar uma reação, mas infelizmente erramos, e ficamos muito tempo apenas nos enganando. Desde o começo da experiência, vocês dois sempre foram os mais perspicazes nos testes que fazíamos, agora com suas memorias devidamente restauradas vocês devem se lembrar de como vivíamos fazendo testes em vocês todos desde muito cedo.

  Newt e eu nos entreolhamos cumplices, realmente eles tinha devolvido nossas memorias.

  ─ Bom, desde cedo Newton se mostrou um individuo incapaz de ser o primeiro a nos mostrar indícios da cura, já que ele sempre foi uma criança muito frágil, então logo usamos ele apenas como individuo controle no labirinto, que é nada menos que colocar ele lá pra contribuir nas reações de outros indivíduos, como ele não é um imune, acabamos por descartar ele  ─ diz Paige  ─ Thomas pelo contrario sempre foi o que acreditamos ser nosso salvador, e foi nele em que apostamos tudo. Contudo, depois que vocês se conheceram, vocês se fortaleceram numa relação tão sincera, e tão genuína, uma coisa realmente impressionante para apenas duas crianças. Infelizmente o CRUEL só fez as percepções certas tarde demais...

  ─ Como assim tarde demais?  ─ pergunto irritado  ─ Nos fala de uma vez o que nós temos haver com tudo isso.

  ─ Bom, resumindo bem, a relação de vocês é tão forte que conseguimos a cura a partir dela. Todos atributos que o Thomas tem, é o que falta no Newton, e os atributos que o Newton tem é o que falta no Thomas  ─ diz ela ─ Basicamente, vocês juntos formam algo tão forte que nem a própria ciência conseguiu explicar. A relação dos dois é o que fazem vocês terem as mais fortes, variadas e incríveis reações a diversas situações  ─ diz ela empolgada  ─ Como por exemplo, nunca vimos um crank com tanto auto controle como o Newton, ele conseguiu impedir os próprios instintos de te matar mais de uma vez Thomas, sacrificando a própria vida pra salvar você, coisa que nunca vimos em Crank nenhum. As reações do cérebro dele foram fortes o suficiente para conseguir quase parar o fulgor de agir em seu cérebro, e vou me martirizar pra sempre por ter descartado Newton tão cedo como fizemos.

  ─ Descartado, tarde demais, você fala como... ─ Newt encara o chão com os olhos cheios de lagrimas, então ele já percebeu...

  ─ Infelizmente chegou a fase final das experiências do CRUEL, o sacrifício  ─ ela diz como se estivesse decepcionada  ─ Um de vocês dois vai ter que se voluntariar pra morrer, e finalmente obtermos a cura pra trazermos nosso mundo de volta. Por isso trouxe vocês aqui, vamos dar a liberdade de vocês escolherem qual dos dois vai morrer pra salvar a humanidade.

  ─ ESPERA AÍ, O QUE VOCÊ TA FALANDO? QUER QUE ESCOLHEMOS ENTRE NÓS QUEM VAI MORRER PRA DAR CONTINUIDADE A ESSA LOUCURA?  − eu grito desesperado  ─ Alias, o Newt tem o fulgor, como pode ele ser a cura? Deixa ele em paz.

  ─ Thomas, nós precisamos do cérebro de um de vocês pra conseguirmos a cura, e o seu sangue já foi forte o suficiente pra eliminar o fulgor da cabeça do Newt por um tempo. Infelizmente só funciona com ele, por conta da relação de vocês dois. E foi isso que nem nós conseguimos explicar  ─ ela nos olha com cara de piedade  ─ Eu sinto muito mesmo garotos, queria que tivesse um outro jeito, mas nós temos que salvar o mundo. Então deixamos na mão de vocês a escolha de quem vai ser um herói. Eu prometo que será totalmente indolor. Vamos aplicar uma anestesia forte o suficiente pra apagar o escolhido, e ele nem vai ver tudo terminar. Eu volto daqui um tempo, vou deixar vocês conversarem.

  E sem nem olhar pra trás, Ava e seus guardas nos deixam ali preso naquela sala, com a pior decisão que vamos tomar em nossas vidas.

  De imediato quando ela sai, Newt cai sob seus joelhos, e vejo as lagrimas escorrerem por suas bochechas. Ele está totalmente em choque, então sinto que vou ter que tomar a rédea da situação, o único problema é que eu estou surtando tanto quanto ele.

  ─ Amor fica calmo tá  ─ digo me sentando no chão ao lado dele, e o abraçando  ─ Não temos nem o que discutir, eu vou, e você vai ter finalmente a vida que você merece, num mundo de verdade  ─ eu sorrio pra ele.

  ─ Sempre soubemos que esse momento ia chegar não é Tommy, você pensava nisso igual eu, não é mesmo? ─ ele diz depois de quase um minuto de silencio  ─ Eu sempre soube que tínhamos um limite de tempo, mas nunca pensei que seria tão rápido, parece que quando eu to com você, o mundo todo para  ─ ele passa a mão por meu rosto  ─Tá tudo bem Tommy, eu vou, o meu destino já está traçado a muito tempo, e eu já fugi da morte varias vezes.

  ─ Newt...

  ─ E você vai voltar pro refugio, ser o líder que nasceu pra ser, e vai cuidar de todo mundo por mim, principalmente da minha irmã, e do meu sobrinho que vai nascer  ─ ele começa a chorar, sua voz fica engasgada, ver ele assim acaba comigo  ─ E conte a Sonya sobre mim, diga que o irmão dela a ama eternamente. E com sorte, daqui alguns anos, você pode ter sua família, e ser feliz com outra pessoa...

  ─ PARA  ─ eu grito e levanto, passo a mão por minha cabeça, acho que estou começando a surtar, não consigo mais conter meu choro  ─ Nem se atreva a dizer isso. Nós dois sabemos que eu jamais seria feliz ao lado de alguém que não fosse você. Você viu naquele quarto branco, a minha vida não é nada sem você Newt, nada  ─ choro o encarando  ─ Desde a primeira vez que te vi eu soube que você era o grande amor da minha vida. Eu sempre soube que você que estaria ao meu lado em cada momento, os bons, os ruins... Eu não vivo sem você Newt, não dá... 

  O loiro corre até mim, e me abraça apertado, me fazendo chorar mais ainda.

  ─ Porque tudo tem que ser assim  ─ eu choro  ─ Eu estou muito cansado, não aguento mais.

  ─ Tá tudo bem Tommy, eu to aqui  ─ ele acaricia meu rosto.

  Então a única ultima esperança me passa a cabeça, e eu já consigo saber o que fazer. Eu jamais deixaria Newt morrer no meu lugar, e sei que o loiro teimoso também não vai me deixar morrer por ele, e como logo Ava Paige estará de volta...

  ─ Parece que só temos uma escolha então, o único jeito de ficarmos juntos...

 

 

 

  Algum tempo depois, Ava Paige passa com os guardas pela porta, dessa vez ela trouxe mais de 10 guardas, pra não termos nenhuma chance de fugir. E pela primeira vez isso não me incomoda, Newt e eu estamos cansados de lutar.

  ─ E então garotos? Tomaram uma decisão?  ─ ela pergunta.

  ─ Sim  ─ aperto a mão de Newt  ─ Os dois vão.

  ─ Mas...

  ─ Sem mais Ava Paige, é a nossa condição. E também queremos que você prometa que deixara todos em paz no refugio  ─ digo.

  ─ É claro, seus amigos ficarão bem, mas  ─ ela engasga  ─ Vocês tem certeza de que é isso que vocês querem? Nós só precisamos de um.

  ─ Sim, nós já decidimos. Começamos juntos, terminaremos juntos. Eu não vou a lugar algum sem o Newt, e ele não vai sem mim.

  ─ Isso é muito lindo queridos, vocês são muito corajosos.

 

  E num piscar de olhos fomos levados pra um laboratório onde teríamos nosso fim. Eles nos deitaram, nas macas lado a lado, e os médicos pegaram a agulha que nos aplicaria a anestesia final mortal. Eu e Newt nos entreolhamos e...

  ─ Eu te amo pra sempre ─ falamos.

  Por incrível que pareça eu estava calmo e sereno, pois meu fim seria com a pessoa que mais amei na minha vida. E eu sei que Newt também estava. Meus olhos foram se fechando, e os de Newt também, a cada segundo ficava mais difícil segurar a mão dele.

  E foi assim, Newt e Thomas, juntos até o fim.

 


Notas Finais


Musica do Capitulo: Set Fire to the Rain - Adele
Link da Playlist: https://open.spotify.com/playlist/3ZICeGzTN9pTx4HivZwnYi?

E ai gente, era esse final que vcs esperavam???? Triste demais né, vamo pensar que pelo menos esses dois vão ficar juntos agora :( </3
Espero vcs no proximo capitulo, e espero que vcs me perdoem por esse final triste dos dois, amo vcsssss #faltam5


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...