História Alternative Demon - Interativa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Ava's Demon, Interativa, Next Demon
Visualizações 70
Palavras 1.564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Shounen, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yolo Mijos, quem vos fala é Druncle Masu, seu tio bêbado e hoje eu venho lhes trazer o prólogo dessa história.
Eu sei que não ficou tão grande, mas esse é meu estilo de escrita, qualquer erro que vocês verem só me avisar.

Antes de começar eu também quero avisar como será a dinâmica de interação entre personagens.
- = Fala dos personagens
[ ] = Fala dos espíritos
{ } = Passagem de tempo muito grande ou ações extremamente importantes.

Capítulo 2 - Prólogo


 Aqui estamos nós, espaço sideral, fugindo de um bando de piratas espaciais. Para aqueles que me vêem, um jovem de arrepiados cabelos prateados usando uma roupa cinza que mais parece um moletom, mesmo não sendo, podem achar que estou sozinho, mas eu tenho alguém que me acompanha desde que eu nasci, seu nome é Gaster, mas eu chamo ele de G, ele é um tipo espírito vingativo que voltou a vida para conseguir matar um tal de "Trigon", que de acordo com ele é um dos seguidores de Titan, um falso herói que conquista mundos em nome de um suposto bem maior, dizem que seus seguidores são tão fanáticos que fazem qualquer coisa por ele.

 A perseguição estava até que calma, para uma perseguição é claro, quando eu só escuto uma explosão, sentindo um impacto fortíssimo, me fazendo bater a cabeça contra o painel da nave.

Está tudo escuro, ficando cada vez mais escuro, minha cabeça roda lentamente girando no mesmo eixo, eu vou me sentindo cada vez mais tonto, então abro os olhos e:

 - Puta que pariu a nave está caindo- eu grito em desespero, rapidamente puxo o manche da nave a tentando fazer subir, porém somente consigo ativar as turbinas de emergência, eu havia acabado de adentrar a atmosfera de um planeta que nem eu sabia qual era- Porque você não me avisou G?

 [É claro que eu avisei, mas você tinha entrado num coma temporário] -Um ser usando uma peculiar roupa preta disse, ele possui um rosto branco cuja nenhuma movimentação podia ser vista, nem mesmo quando falava, e suas mãos flutuavam a seu redor- [Não tinha nada que eu pudesse fazer. Além do mais, o casco da nossa nave  foi danificado, mas eu acho que vi outras duas naves entrando no planeta conosco]

 - Então vamos lá, agora que a gente já está aqui temos que ser amigáveis- Falei manobrando a nave para pousá-la, logo o fazendo. Me direcionei até a porta da nave e coloquei em minhas pernas dois pequenos dispositivos, peguei uma máscara de neve que encontrei nos suplementos militares e a coloquei, indo até a porta da nave apertei um botão para que ela se abrisse se abrisse- Tem certeza que é aqui?

 [Absoluta, a nave deve se encontrar em algum lugar por aqui] -G falou ainda flutuando ao meu redor. Apontou para uma direção aleatória com uma de suas mãos flutuantes- [Ali está, consigo enxergar uma grande silhueta vindo dali]

Como estava numa situação onde não tinha muitas opções simplesmente andei naquela direção. Meu cabelo prateado balançava gentilmente com a gélida brisa daquele planeta soterrado por gelo e neve, não conseguia ver nem três passos a minha frente, o vento ficava cada vez mais forte e o frio cada vez maior, tenho sorte por já ter passado por coisa pior. Aquela imensidão branca só parecia ficar cada vez maior, quando ao longe escutei um tipo de explosão, mas ela não parecia ter sido gerada por nenhum tipo de explosivo, mas sim por algo muito maior que isso, o som de tiros que começou a ser emitido só me deixava ainda mais curioso e preocupado. Foi quando em minha frente uma garota de cabelos brancos passou correndo em minha frente, cabelos brancos que mal podiam ser vistos em meio aquela neve tão densa, seus olhos cruzaram com os meus e sentindo uma forte porrada em meu peito, seguido por um arrasto fudido, me vi sendo lançado metros de distância, só tendo tempo de ver que foi aquela garota de cabelos brancos como a neve que havia me atingido.

Novamente tudo estava escuro, porem dessa vez eu queria realmente acordar:
 - Aquela filha da puta- Sentindo uma grande sensação de perigo acabei acordando, banhado por uma fúria imensa, dei uma cambalhota para trás assim me levantando e comecei a andar de volta para minha nave- Eu vou caçar aquela desgraçada nem que seja a última coisa que eu faça

 [Isso vai ser meio complicado, levando em consideração que ela roubou nossa nave] -G falou tranquilamente, me fazendo entrar em desespero.

 - Ela roubou nossa nave? Agora o que nós vamos fazer? Vamos apodrecer nesse planeta de merda?

 [O mais apropriado seria congelar, porém, tem uma forma da gente sair daqui]

 - A é senhor sabichão, então fala aí.

 [É bem simples, é só nós fazermos o pacto]

- Nós já conversamos sobre isso e eu não vou fazer, não tem outra nave por aqui?

[Uma das naves foi destruída, já a outra decolou atrás da nossa nave. Você não tem uma outra opção, ou é isso, ou é morte]

 - Ok, faça o que precisar- Eu tiro minha máscara de neve deixando que o gelo entre em contato com minha face, sinto o leve arrepio do frio subir pela minha espinha. Estendo minhas mãos, então sinto que as mãos de G se entrelaçam com as minhas, fazendo minhas alma sair de meu corpo 

{ Pact Maker }

Minha alma começa a dançar numa sincronia incrível junto com a de Gaster, elas começam a se misturar até se tornar uma única, a luz prateada que saia de mim se juntou com a luz negra de coloração roxa que saia dele. Tudo foi tão simples quanto rápido.
Minha nova alma então entrou em meu corpo e como que se eu já soubesse o que fazer eu disse "Astro", então um manto negros envolver todo meu corpo, eu então puxando o manto percebi que minha roupa havia sido trocada por um terno vintage, completamente negro, usando por dentro somente uma camisa branca com uma gola rolê. Minha pele foi ficando branca aos poucos, juntamente com meus cabelos, logo uma máscara branca também se formou sobre meu rosto.

{ Pact Transformation }

 - Agora vamos pegar aquela filha da puta- Eu estico minha mão e ao redor dela começa a se formar um círculo formado de pequenos pontos brilhante, tal círculo era pouco maior que meu corpo, me deixando passar por ele sem muitas dificuldades. Então estalando meus dedos aqueles pequenos pontos brilhante formam um portal a minha frente, levando ao interior da minha nave. Eu logo adentro a mesma e colocando ambas as mãos atrás de meu corpo numa posição imponente começo a andar até a cabine do capitão- Interestelar.

 Ao chegar na cabine percebo que aquela garota estava sentada na cadeira, ela mexia nos botões de forma amadora como se mal soubesse o que estava fazendo. Eu chego por trás dela e dizendo "Sagittarius" aponto uma grande flecha para sua cabeça, tal flecha era acompanhada de um arco, ambos feitos de matéria estelar. Eu então digo com uma voz um pouco mais grossa:

 - Get dunked on- A garota se vira assustada para mim, como se não espera-se que um cara estranho fosse invadir a nave que ela havia acabado de roubar. Ela tentou se levantar para fazer algo, mas eu morei minha flecha em seu peito e atirei, a fazendo ser jogada para o painel de comando, por ser um pouco mais alto que ela eu a fiz cair na diagonal, assim não prejudicando nenhum sistema da nave- Hold and cancel- Eu falei fazendo a flecha que a havia acertado a prendesse na parede, também anulando qualquer poder que ela tentasse usar em mim- Você tem sorte, essa flecha era somente de impacto e não ia chegar a te perfurar, agora me diga garota, o que te levou a pensar que me atacar e roubar minha nave seria uma boa ideia?

 - Eu não te devo satisfações- Ela falou tentando exercer algum tipo de força contra minha flecha, falhando miseravelmente- Ice- ela então falou como que numa última tentativa de se soltar, novamente sem efeito- O que você fez?

 - Não te devo satisfações- falei de forma irônica, desativando o Pacto e voltando a minha forma normal, sabia que a flecha ainda permaneceria lá então não fiquei muito preocupado. Andei até minha cadeira e lá me sentei, colocando minha perna esquerda sobre a direita- Eu poderia muito bem te levar para a federação galáctica, mas isso não seria tão divertido- Falo num tom intimidador, lambendo meu lábio inferior, na intenção de ver como ela reagiria aquela situação tão escrota, mas ela somente abaixou sua cabeça, não disse uma sequer palavra. Dando um breve suspiro estalo meus dedos, fazendo com que ela seja liberada de sua prisão temporária - Perturbada né? Vou ver o que faço com você depois, tem um banheiro lá em cima e as toalhas já estão lá.

 - Espera, você não vai fazer nada comigo?

 - Não, seria sem graça, além do mais não sou um cara que gosta desse tipo de coisa- Eu  a olho e pisco meu olho direito- Mesmo porque, eu acho que você deve ser doida mas não suicida para tentar me atacar novamente. Além disso, você pode vir a me ser útil.

 - Ok, não estou numa posição de negar ajuda, então foda-se- ela diz se levantando e subindo as escadas da nave.

 - Mulheres, nunca vou entender elas- Digo enquanto me arrumo em minha cadeira, quando escuto o radar apitando, ao olhar percebo que tem um corpo estranho flutuando ao redor da nave- Mas que caralho- Quando olho por uma câmera de segurança remota que se encontra fora da nave percebo um que aquele corpo era realmente um corpo, não sabia dizer o que era, só sabia que ele tinha cabelos roxos.


Notas Finais


Bem, foi isso, espero que tenham gostado. Agora flw
♪~ ᕕ(ᐛ)ᕗ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...