1. Spirit Fanfics >
  2. .night >
  3. .único

História .night - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


voltamos a programação normal

Capítulo 1 - .único


Chenle amava as caminhadas noturnas com Jeno. Saíam escondidos na madrugada quando não conseguiam dormir e caminhavam pela cidade que parecia não descansar nunca. Dependendo do lugar onde iam, a cidade permanecia bem iluminada e movimentada mesmo às três da manhã. Chenle tremia de medo ao passarem pelas ruas que estavam pouco iluminadas, e rapidamente agarrava o braço do moreno.

— Chenle-ah. – Jeno riu, mas apertou mais o braço de Chenle no seu. — Tudo bem, não precisa ficar tão assustado. Estou aqui.

O casaco grosso que cobria praticamente todo o corpo do chinês o fazia parecer mil vezes mais pequeno, e Jeno achava aquilo adorável. Quase tão adorável quando o outro lhe chamava de hyung para reclamar de que já estava cansado de andar.

O coração de Jeno nunca fora tão maltratado.

Naquela noite, no entanto, o clima estava visivelmente diferente comparado à outras noites em que saíram. Já estavam numa rua mais iluminada novamente, algumas lojas ainda funcionavam e muitos casais transitavam por ali. Olhou para seu braço que ainda estava preso ao de Chenle. Pigarreou.

— Ah... desculpa. – Chenle riu, constrangido. Jeno não respondeu, mas não demonstrava estar desconfortável ou irritado com aquilo. Apenas seguiram caminhando até chegarem em uma espécie de parquinho. Decidiram se sentar próximo ao balanço depois de uma breve discussão sobre quem iria empurrar quem, no fim haviam desistido.

Estava tudo calmo, os sons do carro passando no fundo podia ser ouvido apesar de ser um pouco distante. Jeno começou a ficar nervoso perto do amigo. Era uma sensação esquisita.

— Estou um pouco nervoso, eu acho. – disse.

— Como? – o coreano de Chenle às vezes não funcionava bem depois da meia-noite. — Está se sentindo mal? Vamos voltar-

— Não é isso. – Jeno franziu o cenho, tentando acalmar o outro. — Estou bem, apenas nervoso. – explicou dando de ombros.

— Ainda não entendi...

Jeno suspirou.

— Estou nervoso porque estou perto de você. – confessou. Não havia o porquê de fazer cerimônia.

Chenle achou que havia feito algo errado para seu hyung, e estava prestes a iniciar um pedido de desculpas mesmo não entendendo bem o que havia feito. Mas de repente, também estava sentindo coisas estranhas.

— Hyung, acho que também estou nervoso. – agora Chenle tinha encostado sua cabeça no ombro do outro para que não tivesse que olhar em seu rosto.

Os dois, então, começaram a rir. Não havia motivo para estarem nervosos assim de uma hora para a outra. Jogavam a cabeça para trás em meio as gargalhadas que quebravam o silêncio daquele local.

Quando o riso cessou após alguns minutos, ambos se olharam, ainda com um pequeno sorriso no rosto. Chenle, involuntariamente, levou sua não esquerda para o rosto de Jeno, que não tentou recuar do toque alheio. O chinês passou seus dedos pelos fios negros do outro, que observava cada movimento atentamente. Em menos de três segundos, ambos estavam próximos demais, aquecendo o rosto um do outro com o hálito que escapava de suas bocas.

— Hyung... – Chenle sussurrou contra o rosto do outro que apenas murmurou algo como “hum?” para que continuasse. — Vai ser estranho se eu beijar você agora?

— Não. – Jeno riu antes de acabarem definitivamente com aquele pequeno espaço entre suas bocas.

De certa forma, não estavam estranhando o que estava acontecendo ali naquele momento, era exatamente o que os dois queriam há muito tempo. As bocas se encontrando de um jeito calmo e gentil, a pressão gostosa que ocorria entre elas e os corações acelerados.

Era o que queriam fazer sempre.

Na volta para casa, os dois foram o caminho todo de mãos dadas até chegarem na casa de Chenle, que era a mais próxima. Na varanda, depois de outros beijos e risadas trocados, Jeno foi embora, prometendo que voltaria na noite seguinte para que pudessem dar outra das suas caminhadas noturnas.


Notas Finais


jenle nosso de cada dia neah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...