História Nightfall (Long-Imagine BTS) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Visualizações 97
Palavras 1.551
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boy meets evil→ J-Hope

Keu eebsulee neomu dalkomhaedkiae
Yeohanui dwiaeseo beoryeojin mirae
Kkaeeonako bol ddae nimi sabangee jiroe
Keondeuril su eobneun maeseoun juwioe siseondeul

Kijeokeul oechyeo hyeonsileul
Michidorok johadji keu dalkomhanae
jungdokdoen byeongsin
Keurae byeong sin sin sin
Silheosseo akmaui sonkileul

Too bad
But it's too sweet
It's too sweet, it's too sweet
Too bad

Um Garoto Conhece a Maldade

Porque esses lábios eram muito doces
Meu futuro foi abandonado ao amor por você
Quando acordei, armadilhas estavam por toda parte
Olhos frios intocáveis

Eu choro por milagres, nessa realidade
Sendo incrivelmente feliz
fui um idiota viciado em sua doçura
Sim, um idiota
Não quero deixar ir o toque do mal

Muito ruim
Mas é tão doce
É tão doce, é tão doce
Muito ruim

Capítulo 5 - Chapter five - Special.


Fanfic / Fanfiction Nightfall (Long-Imagine BTS) - Capítulo 5 - Chapter five - Special.


Outubro de 1789 -Escócia, Reino Unido.


- Vamos _______ senão vamos chegar atrasadas.-Falou Sophie me puxando pelo braço. 


- Calma Sô, não vamos chegar atrasadas.-Falei tentando ddiminuir os meus passos , mas isso era quase impossível Sophie era bem mais forte do que eu.


Fazia um ano e meio que eu estava fazendo intercâmbio na Escócia, tudo isso para ficar perto da minha melhor amiga. 


Eu morava com a minha tia Christine e cai por nós, pensa em uma mulher insuportável ela me fazia de escrava sempre que podia, acho que pelo fato de ser extremamente feia ninguém quis se casar com ela por isso acabou ficando assim. Então na primeira oportunidade que eu tive sai da minha cidade Straffan na Irlanda, minha tia não queria me deixar vim para a Escócia, mas eu acabei convencendo ela, não me pergunte como, na verdade foi bem estranho porque eu apenas Falei olhando no fundo dos olhos dela e ela acabou deixando, parecia até hipnotizada, talvez os meus poderes mágicos tenham a infeitiçado ela. Mas que besteira estou falando magia não existe. 


Então eu acabei vindo para a Escócia junto com a Sophie para estudarmos em uma escola para moças, essa foi a condição que minha tia impôs: "Você não irá estudar em uma escola cheia de garotos, não queroque depois você apareça gravida",falou ela eenquanto eu já estava me preparando para viajar.


Eu e Sophie corremos muito até chegarmos na nossa sala, tentamos entrar lentamente mas a sra.Chesham acabou nos vendo.


- Olha o que temos aqui, duas garotas atrasadas, não é mesmo? -Falou vindo na nossa direção com uma vara na mão. 


- Perdão pelo nosso atraso sra.Chesham é que tivemos um imprevisto no meio do caminho.-Falou Sophie com a sua melhor cara de inocente, mas eu sabia que aquela bruxa não iria cair no nosso papo furado.


- Me dêem as mãos.-Falou com a vara na nossa direção, eu e Sophie esticam os as nossas mãos e ela deu duas varadas nas duas.-Agora sentem - se que eu tenho que dar um aviso para a turma.-Falou nos empurrando na direção das nossas mesas.


- Bruxa.-Sussurrei baixo, mas Sophie ouviu e deu um sorrisinho cúmplice. 


- Como nós já estamos no final do ano a direção decidiu que já estava na hora de vocês terem alguma diversão, então preparem os seus vestidos porque nesse final de semana vocês terão um baile para ir.-Falou calma, eu pude ouvir algumas garotas comemorando do outro lado da sala, mas para mim isso não fazia a mínima diferença porque veríamos as mesmas pessoas de sempre.


-Que graça vai ter isso, não vai ter nenhum garoto para a gente...-Sophie estava falando quando a sra.Chesham continuou.


- Dessa vez teremos a ilustre presença dos alunos da escola de garotos da nossa cidade.-Falou, nesse momento a sala se tornou um local de comemoração. Até podemos ser garotas que usam saias xadrez até o joelho e blusas de manga longa com blazers. Mas não perdemos a oportunidade de termos alguém do sexo oposto perto de nós. 


- Parece que alguém vai se divertir nessa festa, não é mesmo _______? -Falou Sophie.


- Querida eu sou uma loba má no meio de várias ovelhinhas. -Disse com um sorriso malicioso no rosto.


{ .... }


Estava me arrumando para o tão aguardado baile que teria na minha escola, eu coloquei um vestido bem simples porque não queria parecer uma piranha patricinha igual a maioria aqui queria parecer, eu só queria ser eu essa noite.


-Wow...Você está linda.-Falou Sophie entrando no quarto.


- Para de ser mentirosa, a sua roupa está dando de dez a zero na minha.-Falei apontando para ela. Sophie vinha de uma família muito rica da Escócia então ela podia ter o que quisesse, na hora que quisesse.


- Deixa de ser boba. Você sabe que tem uma beleza natural que nem com todo o meu dinheiro eu conseguiria comprar, você não precisa dessas coisas para ficar bonita. -Falou apontando para o seu vestido.-Você já é naturalmente e acho que se você vesti um saco de lixo ainda fica bonita.-Disse sorrindo.


--Okay...Então, vamos? Quero pegar uns garotos hoje.-Falei me levantando da cama.


- Querida eu só estava esperando a sua deixa.-Falou Sophie envolvendo o seu braço no meu.


{ .... }


Assim que eu e a Sophie entramos no salão de festas todos presentes ali olharam para nós. Clichê? Talvez, mas foi exatamente isso que aconteceu, mas eu tenho certeza que os garotos estavam era olhando para Sophie porque hoje simplesmente ela estava maravilhosa.


O salão estava bem enfeitado,tinha uma mesa com vários tipos de comida para que os convidados se deliciarem com ela, eu daqui a pouco daria passadinha lá. Todos no salão estavam com as suas melhores roupas de gala, Sophie foi falar com alguns amigos dela enquanto eu fui direto ver o bifê, estava me servindo com uma bebida vermelha que me chamou muita a minha atenção, que nem percebi um menino se aproximar de mim.


- Você não devia beber bebida alcoólica. -Falou um menino de cabelos negros ao meu lado.


- Quem você acha que é para falar o que eu devo e o que eu não devo beber?-Perguntei o olhando nos olhos. 


- Me desculpe, só que você parece que não é acostumada a beber muito.-Falou.


- Pois vou me acostumar hoje.-Falei bebendo aquele líquido vermelho todo de uma vez.


-Você é bem teimosa hein.-Falou sorrindo.


- Só um pouco.-Falei retribuindo o sorriso.


- Ah e à propósito, eu me chamo Jung Hoseok. -Falou se curvando.


- Muito prazer eu me chamo ______.-Falei sorrindo.


- Você não acha que essa festa está muita chata que tal darmos uma volta? - Perguntou se aproximando.


- Eu não, vai saber se você não é um estrupador.-Falei brincando.


- Não se preocupe eu não sou um estrupador.-Falou sorrindo.-Eu não faria nada que você não quisesse.-Sussurrou no meu ouvido.


- Vamos dar uma volta.-Falei sorrindo maliciosa.


É hoje que eu deixo essa maldita virgindade para trás.


{ .... } 


Eu e Hoseok estamos andando pelo jardim da minha escola mas logo decidimos nos afastarmos mais, fomos para um campo que tinha ali perto e logo chegamos no lago da minha escola.


Eu e Hoseok queríamos a mesma coisa, sexo. E é por isso que estávamos aqui ninguém poderia nos pegar ali, na escola em si era muito perigoso.


- Você sabe para o que viemos aqui não é mesmo?  -Perguntou chegando perto do meu ouvido e mordendo o lóbulo. 


- Hobi me fode logo.-Falei me virando para ele e começando um beijo necessitado.


Ele não perdeu tempo e já colocou sua mão por baixo do meu vestido e começou a subi-lo lentamente, ele passou suas mãos pelas minhas coxas e parou na minha intimidade. Eu arfei quando ele apertou ela por cima da minha calcinha.


- Hobi não brinque comigo.-Falei arfando enquanto ele começava a tirar a minha roupa. 


Ele começou a beijar e dar leves chupões no meu pescoço, ele desceu mais um pouco o meu vestido e teve a visão completa dos meus seios, ele não esperou nenhum segundo e já abocanhou eles, ele fazia tudo de um jeito tão maravilhoso, tão intenso, que só com esses atos eu já estava gemendo baixo o seu nome.


Por segundos eu olhei para Hoseok e pude jurar que eu vi os seus olhos ficarem amarelados, sabe quando a lua está cheia e fica naquele tom meio amarelado, então foi essa cor que eu vi nos seus olhos.


Ele começou a descer mais e logo chegou seu rosto na minha intimidade, em um movimento rápido ele colocou a sua língua na minha vagina, eu gemia igual a uma vagabunda, mas é que não dava para controlar ,a sensação era muito boa.


Quando eu já estava chegando ao ponto de gozar ele parou.Eu re clamei um pouco, mas logo ele me acalmou.


- Espera gatinha eu quero me sentir dentro de você. -Falou. Hoseok tirou a peça de baixo do seu traje e penetrou o seu membro sem avisar.


- Hobi!!!!!! -Falei em um gemido arrastado.


- Calma querida logo essa dor vai passar.-Falou dando um beijo na minha testa.


Ele começou a se mover lentamente, mas foi questão de segundos para que o Hoseok ficasse animado para se movimentar mais rápido. 


Isso era tão bom, ele dentro de mim, era um modo diferente de sentir um ao outro.


Não sei quanto tempo durou só sei que não foi pouco, eu e Hoseok aproveitamos um do outro ao máximo que podemos.

Ele saiu de dentro de mim e caiu ofegante ao meu lado.


- Será que é possível se apaixonar por uma pessoa na primeira transa?  -Perguntou ele sorrindo para mim.


- Acho completamente possível. -Falei sorrindo. 

{ ... }

Depois de três horas voltamos para o baile, cada um para o seu lado, mas prometemos manter contanto. 


Estava tão feliz que assim que o baile acabou eu fui para o meu quarto e me joguei na cama com um sorriso bobo no rosto.


- O que houve para você está tão animada assim? -Perguntou Sophie sorrindo para mim.


- Hoje eu posso falar que eu não sou mais virgem. -Falei sorrindo para ela.


- Nãooooo...Foi com aquele tal de Hoseok não foi? -Perguntou sorrindo.


- Com ele mesmo.-Falei tirando o meu vestido. 


- Eu sabia que você estava muito próxima dele, eu sabia que ele tinha te comido.-Falou jogando um travesseiro em mim.


- Eu estou tão animada que eu estou pensando em convidar ele para o meu aniversário de 17 anos.-Falei.


- Se você não morrer até lá. -Disse sendo sarcástica. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...