1. Spirit Fanfics >
  2. NightMare >
  3. .único

História NightMare - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


pode ser um conteúdo muito pesado para algumas pessoas, então, se for sensível, aconselho não ler:)

Capítulo 1 - .único


O homem alto lavava suas mãos depois de mais um crime cometido, para ele, matar mulheres era um prazer, ele se sentia ótimo depois disso.

Sua última vítima tinha 16 anos, era bonita, mas aquele homem nunca tocava em suas vítimas de forma "sexual", apenas uma, a mais bela de todas, ele a estrupou e a matou friamente, tinha 18 anos e seu nome era Dahyun.

O belo homem sorriu de um jeito estranho ao olhar seu reflexo no espelho, sua boa aparência chamava bastante atenção, essa era uma das vantagens de conquistar "suas garotas".

Secou suas mãos e seu rosto com uma toalha, e subiu até seu quarto. Trocou de roupa, colocando uma mais leve para dormir. Riu ironicamente ao ver uma foto da última garota pendurada sobre a parede, era filha do seu vizinho, então foi bem fácil conseguir informações.

Bocejou e foi até a cama, deitando e cobrindo seu corpo com uma coberta, se acomodou perfeitamente e caiu em um sono profundo.

...

"Ei, moço bonito, o que o senhor faz aqui?"

"Está muito tarde para o senhor está aqui, não?" 

"Moço? Por que está tocando aí? Para! Por favor..."

A voz incrivelmente educava ecoava em sua cabeça. O mesmo homem corria, como se estivesse sendo perseguido por alguém. Aquela criatura correu ainda mais desesperadamente atrás de si e parou em sua frente. 

Era uma bela moça, era Dahyun, estava com um belo vestido vermelho de renda, aquele mesmo que estava usando no dia que foi morta. Ela sorria e seu sorriso estava radiante.

"Olá de novo, moço bonito". Seu sorriso mudou de gentil para macabro. Seus olhos estavam totalmente pretos, mostrando seu profundo ódio e vingança. 

Aquele rosto bem cuidado e sem defeitos havia machucados, vários deles, deixando a criatura ainda mais assustadora.

"Quer um pouquinho do meu pirulito?". Mostrou um pequeno pirulito de morango, escorrendo sangue. Ela riu quando o homem tentou fugir novamente, gritando por socorro ou a chamando de louca.

"Você não pode fugir, homem bonito. Eu sou seu maior pesadelo". A garota andou tranquilamente em direção ao homem, esticou seu braço para frente e em um piscar de olhos, o homem de cabelos platinados não estava mais correndo e sim ali, na frente de Dahyun.

Ela segurava seu pescoço com força, mostrando sua raiva, as unhas grandes se enterraram na pele macia, fazendo o homem gritar, Dahyun cuspiu sangue em sua face e riu, aquilo só estava começando para ela.

...

Suado e com a respiração descontrolada. Assim se encontrava o homem de horas atrás que dormia tranquilamente. Ele suspirou e passou a mão entre o cabelos, os jogando para trás e dizendo assim mesmo que era apenas um pesadelo inútil.

Voltou a dormir, mas antes de pegar no sono, ouviu uma risada aguda vindo do canto do quarto. Era Dahyun novamente.

Achou que não era sério? 


Notas Finais


créditos pela maravilhosa capa: @sungset


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...