1. Spirit Fanfics >
  2. Ninfomaniaca - BTS (Hot) >
  3. 0.2

História Ninfomaniaca - BTS (Hot) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


boa leitura pervertidos 🔥🖤

Capítulo 2 - 0.2


Fanfic / Fanfiction Ninfomaniaca - BTS (Hot) - Capítulo 2 - 0.2

Por s/n

Chamo um táxi logo que a consulta termina, já que Yoon disse que não poderia me levar pra casa.

Quando o táxi passa em frente a cafeteria onde encontrei Jungkook pela primeira vez eu sorrio involuntariamente.

Flashback 

Me sento olhando para os lados ainda assustada, minhas mãos estão suando e meu corpo treme.

-Você está bem?! - um garoto sentado a minha frente com um boné preto e máscara me encara. 

-Do que te importa?! Eu nem te conheço. - acho que ele sorriu já que seus olhinhos puxados ficaram ainda mais fechados.

-Costuma tratar todos que tentam te ajudar assim?! - ele insiste, eu abro o cardápio colocando sobre o rosto pra evitar olhá-lo.

Quando me dou conta ele já está sentado a minha frente, fala sério. Ele abaixa sua máscara, eu encaro seu rosto por breves segundos... seu rosto não me é estranho. Meu Deus será que é um dos amigos do Jason?! Eu tremo mais ainda só de imaginar.

-Ei, você está pálida. - eu me levanto rapidamente.

-Me deixa em paz! - saio correndo da cafeteria olhando pra trás. 

Ando meio sem rumo indo parar em um beco, droga droga droga! Meu celular vibra roubando minha atenção.

Jason: Volte agora! Você sabe do que eu sou capaz...

-Eu não posso te deixar sozinha nesse estado! - o garoto da cafeteria aparece atrás de mim.

-Você me seguiu?! Ele... ele te mandou não é?! Não me machuca por favor!! Eu volto. - ele me olha confuso.

-Eu não sei do que você está falando. Mas vem, você não está bem. Me deixa ajudar você! - ele estende a mão. 

Um barulho de carro derrapando rouba nossa atenção...

-É ele! - meu coração quase sai pela boca.

-Vem, vamos! - o garoto me puxa para o outro lado.

Flashback 

-Chegamos! - o motorista diz fazendo eu sair dos meus devaneios.

-Oh! Aqui está, pode ficar com o troco. - digo descendo do carro.

Entro na casa onde encontro Jimin jogado no sofá.

-Meu bem... veio embora sozinha?! - ele diz tombando a cabeça pro lado.

-Chamei um táxi. - digo sorrindo caminhando até ele.

-Senta aqui, vem. - ele diz batendo no sofá ao seu lado.

-O que está fazendo?! - digo me aconchegando.

-Estava cochilando... você e o Tae não me deixaram dormir. - eu dou um sorriso culpado.

-Eu passei pelo seu quarto, você estava dormindo como um anjo. Não quis te acordar. - ele entrelaça nossos dedos, e acaricia meus cabelos.

-Vou colocar um isolamento acústico nos quartos, é horrível te ouvir gemer e saber que não é pra mim. - ele diz sério, meu rosto ruboriza. Jimin sempre me desestabiliza! 

-Ciúmes mochi?! A gente pode brincar sempre que você quiser. - digo virando meu rosto a ele e mordendo o lábio.

-Não posso ter ciúme de você, não é?! - ele diz com pesar. Eu engulo a seco. - Só vamos dormir um pouco. - Ele diz deitando e me puxando pro seu colo.

...

Jimin pegou no sono tão pesado que nem acordou quando eu sai do seus braços. Subo pro meu quarto pra tomar um banho, quando entro no cômodo vejo Jungkook sentado na minha cama.

-Você demorou. - ele diz emburrado.

-Eu não sabia que você estava me esperando... - digo fechando os porta e caminhando até ele.

-Não importa, tenho uma surpresa pra você. - ele diz com um sorriso vitorioso.

-E que surpresa é essa?! - digo passando meus braços sobre o seu pescoço, ele agarra minha cintura me fazendo sentar no seu colo. 

-Você precisa ser obediente, tá bom? - eu mordo o lábio.

-Tá bom... - ele me coloca na cama e levanta indo até a porta, trancando a mesma.

-Tira toda a roupa, eu vou te dar um banho. - eu me levanto e o obedeço sem pestanejar.

Ele encara cada centímetro do meu corpo como se pudesse me comer com os olhos.

Quando já estou completamente nua, ele me entende a mão me levando até o banheiro onde a banheira já está cheia. Eu olho sorrindo pra mim mesma, esse filha da puta planejou tudo! 

-Você precisa relaxar. Depois do Tae, e do Hope... hoje foi cansativo pra você, não é minha bonequinha?! - ele diz me encarando.

-Você sabe que eu posso aguentar. - digo o fazendo abrir um sorriso.

Ele me faz entrar na banheira, e então tira suas roupas sentando atrás de mim. Suas mãos firmes acariciam minhas costas, me fazendo relaxar. 

Depois de longos minutos, ele liga o chuveiro me fazendo levantar. 

-Mais relaxada? - ele diz acariciando meu rosto. 

-Com certeza! - digo sorridente. 

-Termina seu banho, eu vou te esperar lá na sua cama... - ele pega a toalha e sai do banheiro. 

Depois de alguns minutos, eu me seco e saio do banheiro sem roupas. Ele está deitado na cama, seu olhar me segue pelo quarto e ele então se levanta.

-Vem cá! - quando eu chego perto dele, ele me vira de costas.

Ouço apenas o barulho das algemas prendendo meus pulsos. Meu corpo se arrepia inteiro. Ele beija meu pescoço fazendo um gemido sair pelos meus lábios, suas mãos sobem pelo meu corpo me fazendo estremecer.

Suas mãos sobem até o meu rosto, meus olhos são cobertos por um pano macio. Jeon vira meu corpo a ele me deitando sobre a cama. Sinto sua boca quente percorrer pelo meu corpo, ja não respondo mais por mim... meu corpo se contorce e eu sinto uma excitação fora do normal. 

Ele sempre teve esse poder sobre mim.

Quando sua boca chega até a minha intimidade, meu corpo se enrijece.

-Parece que eu ainda te causo a mesma sensação que no primeiro dia. - ele diz lambendo cada ponto da minha intimidade me fazendo gemer. 

-Não aguento mais... me fode de uma vez! - digo inquieta, ele ri divertido.

-Tão molhada! - ele diz penetrando dois dedos em mim. Ele sobe seus dedos até a minha boca me fazendo sentir meu próprio gosto.

Ele afasta minhas pernas o máximo que pode, e começa a me chupar com vontade. Eu não posso controlar meus gemidos, ele me deixa louca.

-Jeon... assim.... eu awnnn!!! - mal posso completar uma frase.

-Goza pra mim. - ele diz intensificando os movimentos, fazendo eu me derramar em sua boca.

Com rapidez ele me vira de quatro, segurando meus braços ainda algemados.

-Com força! - digo arrastado, logo recebendo um tapa na bunda.

-Não me diz o que fazer, quem obedece aqui é você. - ele mal termina de falar e já penetra seu membro em mim, sem nenhum aviso.

O gemido alto ecoa pelo quarto, juntamente ao barulho das estocadas cada vez mais rápidas e fortes. Quando ele solta meus braços sinto um alívio

-Vem sentar aqui, vem! - ele me puxa pro seu colo. 

...

Eu deito exausta depois de mais um banho, estou toda dolorida. Minhas pernas ainda estão trêmulas.

-Machuquei você?! - Jeon diz me olhando triste.

-Foi incrível, você é incrível. - digo sorrindo.

-Minha boneca... vou pro meu quarto tá?! Até o jantar! - ele se aproxima e me dá um beijo carinhoso.

-Até o jantar. - digo sorrindo ao vê-lo sair pela porta.

...

Já é hora do jantar, eu estou de pijama já que hoje somos só eu e os meninos. Saio do meu quarto encontrando Yoongi.

-Está indo jantar?! - digo calma.

-Sim, vamos. - ele diz pegando minha mão, descemos juntos até a sala de jantar, onde os meninos já estão todos sentados. 

Sento ao lado do Jimin, o garoto me olha de cima a baixo e faz uma cara nada boa. O que deu nele?

-Está bem meu amor?! - Jin diz se sentando ao meu outro lado, e me puxando pra um abraço.

-Estou morrendo de fome. - digo com uma careta.

-Jungkook acabou com todas as suas energias né?! - Tae diz divertido.

-Não posso negar... - digo dando de ombros encarando Jungkook que me olha sorridente.

Quebra de tempo

Depois do jantar, os meninos se levantam pra ir para os quartos.

-Eu vou ficar pra arrumar aqui. - digo calma.

-Não precisa meu amor, amanhã a faxineira vem. - Nam diz calmo.

-Eu ajudo ela. - Jimin diz ainda sentado na mesa.

-Vocês que sabem! - Nam diz, ele me dá um beijo na testa e sobe junto com os outros garotos.

Começo a tirar as coisas e colocar na pia, Jimin segue em silêncio me ajudando. Eu lavo a louça enquanto ele limpa a mesa... quando enfim terminamos, eu me viro a ele.

-Vai me falar o que tá acontecendo?! - ele se aproxima levantando minha blusa.

-Isso tá acontecendo! - ele aponta para os rochas da minha pele, causados pelos meninos mais cedo.

-Jimin... não é nada demais. - digo abaixando minha blusa, e me afastando.

-Não é nada demais?! Você não tá tomando os remédios não é?! - eu engulo a seco.

-Eles não me fazem bem. - o garoto suspira.

-Você precisa se cuidar. Só isso. - eu dou de ombros.

-Sabe o que me faz mal?! Você não me querer mais! Você nem me olha. - ele ri sem graça alguma.

-Por mim eu te foderia a todo o segundo! Você me atrai tanto, que eu preciso me manter longe... não quero machucar você. 

-Eu não ligo! - digo me aproximando, abraçando seu corpo.

-Eu queria que isso fosse diferente, eu queria ter te encontrado e te dado a vida que você merece. Eu queria que você fosse só minha! - eu o abraço mais forte, não tem nada que eu possa dizer.


Notas Finais


Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...