História Ninguém pode saber.... ( ji Chang-wook) - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Ji Chang-wook
Visualizações 19
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Algo muito importante


Fanfic / Fanfiction Ninguém pode saber.... ( ji Chang-wook) - Capítulo 24 - Algo muito importante

Terminamos de tomar café e fomos lavar a louça, depois me deitei no sofá e wook veio junto deitando entre minhas pernas com a cabeça em minha barriga, foi quando lembrei de algo muito importante.

- Wook!

Wook- Oi.

- Precisamos ir na farmácia .

Wook- Para que?

- Comprar remédio a não ser que queira ser papai.

Ele levantou a cabeça e me olhou.

- Fizemos sem camisinha ontem e hoje.

Wook- Verdade... Então tem um intruso ai dentro.

Ele dis passando a mão em minha barriga, depois coloca a cabeça por dentro da minha roupa.

Wook- Não me parece tão ruim.

- E não é, mas não estou pronta para ser mãe.

Wook- Você é jovem não precisa se preocupar com isso agora. E eu não estou pronto para ser pai então estou indo compra o remédio...  

Ele se levanta e vai para o quarto se trocar depois volta.

Wook- Estou indo lá. *diz me dando um beijo* - Quer alguma coisa ?

- Quero... Alguma coisa doce. *sorrio*

Wook- Entendido.*sorri*

Ele sai e fico na sala até ele voltar.... Um tempo depois ele chega trazendo varias sacolas. Me levanto e vou para cozinha junta dele.

- Waao... Eu pedi apenas algo doce, parece que trouxe a doceria toda.

Wook- O que eu não faço para te agradar.... *sorri*

Me aproximo e lê dou um celinho.

- Obrigado. *sorrio*

Wook- Seu remédio esta aqui.

- Vou tomar agora.

Pego um copo de água e o remédio e tomo, depois vou caçar algo doce que wook trouxe.

- Vamos ver um filme?

Wook- Sim. Pode ir escolhendo lá que vou vestir uma roupa mais confortável.

- Ok.

Fui para sala de TV e procurei um filme bom, escolhi Homem aranha, wook chega e senta ao meu lado me encostei na lateral e passei minhas pernas por cima das sua.

Wook- Homem aranha?

- Sim.

Assistimos o filme e depois outro.

Wook-Quer janta fora ?

- Prefiro janta aqui.

Wook- Por que ?

- Podemos ficar mais a vontade.

Wook- Então vou mandarem entregar.

- Você vai me levá para casa que horas ?

Wook-Quando você quise.

- Então ta.

Já era seis da tarde então wook encomendou comida.

Wook- Aqui esta nosso jantar.

- Ebaaa.... Já estava com fome.

Wook colocou a comida em pratos e tigelas para comermos eu fiquei apenas encima da bancada assistindo.

Wook- Podemos comer.

- Ok.

Sentei ao seu lado e comemos.

Wook- Gostou?

- Sim. Gosto de quase tudo, não tenho frescura com comida.

Wook- Que bom. *sorri* - Bom... Já comemos e acho que ainda esta cedo para você ir bora... 

- Também acho.

Wook- E o que quer fazer em nosso tempo restante.

- Não sei... O que quer fazê?

Ele aproxima seu rosto e me beija logo me puxando fazendo com que eu levante, ele levantou e me colocou na bancada.

Wook- É só uma ideia.*sorri pervertidamente*

-Adorei sua ideia.

Passei minhas mãos em seus ombro envolvendo seu pescoço, wook ficou entre minhas pernas e com as mãos em minha cintura.

Wook- Como vou passar uma semana sem você?

O beijo tocando em seu rosto, na verdade também não sabia como ficar sem ele por uma semana.

- Pensa que se ficarmos longe a saudade é maior e melhor quando nos encontra.

Wook- Não consigo ver isso como algo bom.

- Eu também não. *sorrio*

O puxo para mais um beijo e passo minhas mãos em seu corpo descendo até seu quadril, puxei sua camisa para tirá e wook se afasta levantando seus braços para que eu a retirasse. Olho para seu rosto é o vejo sorrindo, vou em direção a seus lábios e os tomo com os meus, depois desço para seu pescoço com cuidado para não deixar marcas.

- Acho injusto não poder deixá-lo com minhas marcas, você marca todo meu corpo.

Wook- Nas ferias você vai pode me marca em todo lugar.

Faço bico e ele sorri mais ainda.

- Não vejo graça.

Wook- Você é muito linda... queria que tivesse desmaiado antes em minha porta.

- Agora sou toda sua.

 Wook- Bom sabe.

Ele volta puxando minha roupa e eu levanto os braços dando passagem, ele volta a me beijar cada vez mais sedento e solta meu sutiã. Desço minha mão para sua calça e sinto sua ereção.

- Depois diz que eu é quem tenho energia de sobra.

Wook- Você que faz isso comigo.

Ele vai para meus seios e os chupão me fazendo gemer de prazer, desliza seus dedos em minhas costas com leveza causando arrepios em meu corpo.

Wook- Não aguento mais.

Ele diz abrindo minhas pernas e beijando a parte interna de minhas coxas, mordo meus lábios tentando conter minha excitação. Logo sinto seus dedos sobre minha intimidade puxando a calcinha lê dando visão do que avia entre minhas pernas.

Wook- Não preciso fazer nada por aqui, você já está preparada para me receber.

Ele levanta e nos beijamos... ergue meu corpo puxando a calcinha me deixando completamente nua, desço minha mão para sua calça e a desço junto da cueca o deixando exposto também.

- Pode vim!

Digo em seu ouvido, o mesmo me puxa para frente e se encaixa em mim seguido de uma forte estocada.

- Wook...

Wook- Adoro quando chama meu nome...

Ele se mantem firme dando estocadas fortes porem lentas, logo se tornam leves e rápidas, fazendo a mudança de ritmo e força tornar as coisa mais duradoura e prazerosa.

- Se continuar vou goza.

Wook- Ainda não.

Ele diminui o ritmo dando estocada leves, desço minhas mãos em seu quadril mas uma em seu glúteo. Ouso ele rir quando aperto seu bumbum.

- Você é lindo.

Logo ele olha para mim e sorri.

Wook- Sou todo seu minha princesa.

Ele me beija e aumenta a velocidade e a força, com minhas mãos puxo seu quadril dando ainda mais força as suas estocadas.

- Wook... Vou gozar.

Wook- Eu também.

Nos olhomos nos olhos e logo gozamos colando nossos corpos suados e gemendo de puro prazer.

Wook- Acho que desse jeito vou ter que compra muito remédio. *sorri*

- Concordo *sorrio*

Wook sai de dentro de mim e arruma sua calça, depois me encaixa  seu quadril me pegando no colo e andando para o quarto.

Wook- Não vou te deixar ir para casa hoje.

- Eu tenho que trabalha amanhã.

Wook- Eu te levo de manhã, agora você vai ficar quietinha do meu lado a noite toda.

Diz me levando para o banheiro, eu desço de seu quadril e entramos para o chuveiro, tomamos banho e retornamos para o quarto depois de vestidos. Ele me pega no colo antes de sairmos do closet e me carrega até a cama me cobrindo, logo deitando ao meu lado e me abraçando.

Wook- Durma bem. * me da um beijo*

- Você também.

Fechei meus olhos sentindo o corpo de wook a minha frente, logo o sono chegou me fazendo cair em um profundo sono.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...