História NMCN - No More Cold Nights - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bangtanboys, Bts, Jhope!ômega, Jikook, Jimin!bottom, Jimin!ômega, Jin!ômega, Jungkook!alfa, Jungkook!top, Kookmim, Namjin, Namjoon!alfa, Puros, Sexo, Sope, Taegi, Taehyung!beta, Taeyoonseok, Traição, Vhope, Violencia, Vkook!bromance, Yoongi!alfa, Yoonseok
Visualizações 321
Palavras 2.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Foto do pai do Taehyung apenas para vocês apreciarem sua beleza.


Só pra avisar que não revisei kkkk (como sempre)

Boa leitura ❤📖

AAAAAAAAAAAAAAAAAA ESTAMOS COM 200 FAVORITOS E EU ESTOU CHORANDO DE EMOÇÃO POIS NUNCA IRIA IMAGINAR QUE ESSA FANFIC CHEGARIA TÃO LONGE RÁPIDO DESSE JEITO.
Muito obrigada mesmo gente, de coração ❤

Capítulo 20 - Jimin é do Jungkook


Fanfic / Fanfiction NMCN - No More Cold Nights - Capítulo 20 - Jimin é do Jungkook


POV's Jungkook



Acordo com um barulho de liquidificador. — Nossa, eu tive um sonho muito estranho... — Abro lentamente meus olhos e faço uma cara de espanto em notar que eu estava na cama e no quarto do Taehyung. Tentei me levantar mas quase não consegui por conta de uma dor aguda que senti em meu pescoço. — Oque aconteceu comigo meu Deus? — Olho pro meu corpo e noto que meus pés estavam todos machucados e com alguns curativos. Subo o olhar até meus braços e vejo que estava vestindo uma blusa de manga amarela que pelo cheiro é do Taehyung. Com a visão turva olho ao redor e foco meu olhar em um relógio que dizia... 11:23AM de um Sábado. — OQUE? Como assim? Era sexta de manhã até agorinha meu pai amado... — Sem entender me levanto com dificuldade por conta da dor e ando até o banheiro. Lavo meu rosto e olho no espelho. — Eu fui atropelado? — Pergunto virando a cabeça por olhar meu rosto que estava todo arranhado. — Independente se fui ou não eu preciso urgentemente de um corte de cabelo. — Digo puxando uma mecha da minha "franja" e vejo que a mesma esticada estava batendo no meu nariz. Saio do banheiro balançando a cabeça e descalço vou até as escadas. 

— Ahhiiw Yoongi. — É impressão minha ou o Taehyung está gemendo? 

— Espero não estar atrapalhando nada e aproveitem que eu estou de olhos fechados e vistam suas roupas. — Digo rindo com a mão no rosto tapando meus olhos. Mas como sou curioso olho entre os espaços dos dedos e vejo que o Taehyung estava abraçado com o Yoongi no sofá enquanto os dois assistem alguma coisa na TV, e suspirei aliviado pois o Taehyung gemeu porque o Yoongi beliscou ele. 

— Menino tu tem que avisar quando vai acabar o sedativo! — Taehyung diz em um pulo por conta do susto que levou e Yoongi deu uma risada baixa.

— TAEHYUNG POR QUE CARALHOS TU ME DOPOU?! — Pergunto alto.

— PORQUE VOCÊ IA ATACAR O JIMIN SUA ANTA! — Ele responde ríspido.

— Oque? — Pergunto confuso.

— Você não se lembra? — aceno com a cabeça. — Affs... Você entrou no cio e resolveu atacar o Jimin, e fiquei espantado pois você correu da sua casa até aqui. — Ele diz virando o rosto.

— E...?

— Ai eu injetei sedativo em você pois você estava querendo fuder o Jimin... mas era para o efeito durar apenas 6 horas, que é o tempo que dura o ápice do cio de um alfa puro... porém a Sonya colocou muito e você apagou por 20 hora. — Taehyung diz rindo sem jeito. 

— Tá agora me explica por que tu tá abraçado com o Yoongi? — Pergunto rindo. — Me diz que você... TU VIROU PASSIVO TAEHYUNG? 

— JUNGKOOK EU VOU ENFIAR O CONTROLE DA TV NO SEU CU!!! — Taehyung que ainda estava sentado no sofá joga sua pantufa na minha direção e apenas sinto ela passando ao lado da minha orelha. — Mas tá... vamos falar de você. Por meu pai ser um puro, eu sei muito bem que o cio de vocês são um pouco mais longos que os de um alfa normal (ainda mais você que é um lúpus), só que eu sei que todos nós temos um periodo que o cio não nos afeta tanto, e eu sei que você ainda tem mais dois/um dia de cio... 

— Tá eu já até sei oque você vai falar. — Digo revirando os olhos. — Eu vou para casa e lá minha mãe me dopa novamente. 

— Okay então. — Taehyung diz e de repente abre a boca e aponta para cima como se tivesse lembrado de algo. — O Jimin me pediu para avisar ele quando você acordar. 

— Mas... Você me disse que eu queria atacar o Jimin, e mesmo assim ele quer me ver? — Pergunto sem entender. 

— Aparentemente sim. Mas ele não quer ver apenas você. Ele me disse que quer falar com nós dois. — Taehyung diz. — Então vamos aproveitar essas 5 horas que você tem para seu cio voltar com tudo. 

— É... então eu vou indo. — Yoongi diz se levantando do sofá. 

— Melhor mesmo! Pois daqui a pouco o Jimin chega e se ele ver você ele vai começar o inferno na minha vida. — Taehyung diz empurando o alfa mais velho até a porta. E antes do mesmo sair os dois deram um beijo de despedida e o menor foi embora deixando apenas eu e o Taehyung na sala.

— Então Kim Taehyung é passivo meu povo? — Pergunto atormentando a vida do Taehyung e vejo ele correr na minha direção com o vaso de flores na mão para jogar em mim. 

— Você quebrar esse vaso de flores eu faço você catar ele com a boca. — Sonya que estava na cozinha diz fazendo eu e o Beta darmos gargalhadas altas.








( . . . )




Eu estou no intervalo do meu cio, pois é esse o periodo que o cio dá trégua para o lobo, geralmente esse período dura 5 horas e vem depois do ápice do cio que dura de 6 a 8 horas. Nesse tempo podemos agir normalmente sem sermos perturbados por dor e tesão.


— Vem comer Jungkook. Ficar sem comer por 20 horas é difícil. — Sonya diz. 

— Está bem. — Digo e vou até a cozinha para comer o almoço que já estava pronto. 

Vejo Taehyung se levantar da mesa e falar com alguém pelo telefone. Eu poderia muito bem escutar com quem ele falava porém comer estava importando mais.

— Jungkook sua mãe me ligou e perguntou se você pode passar os três dias aqui. Ai eu concordei, só que depende de você se você quer ficar aqui mesmo. — Ele diz voltando a se sentar. 

— Mas por que eu não posso passa o cio em casa? — Pergunto. 

— Ela disse que uma amiga dela que é uma ômega está na sua casa e ela tá com medo de você querer foder a amiga dela. — Escuto Taehyung rir. 

— Meu Deus... — Digo. — Mas e seu pai? Ele não vai se importar em ter um alfa no cio dentro de casa?

— Ele nem liga. — Taehyung diz. 

— Está bem então. 


( . . . )




O pai do Taehyung tinha chegado em casa acompanhado de uma ômega lúpus. Taehyung pareceu não se importar com a presença da mulher ali ao seu lado.

— Bom dia Soohyun hyung. — Digo.

— Parece que acordou. — Ele diz rindo. 

— Pois é. — Digo rindo.

— Taehyung olha, você sabe que somos como amigos e eu não vou enrolar muito para dizer isso. Essa aqui é a Rosé, uma amiga minha do trabalho. 

— Eu conheço a Rosé pai. — Taehyung diz rindo se levantando para dar um abraço na ômega. 

— Desde quando meu Deus? — o mais velho pergunta curioso.

— Desde a vez que você me pediu para pegar uns papéis na sua casa. Ai essa coisinha me tratou muito bem. — a ômega diz. Mesmo eu ainda não estando no ápice do meu cio, sentir a presença forte da ômega ali estava me arrepiando e o Hyung percebeu isso.

— Pois é né. É melhor irmos logo antes que o Jungkook se descontrole. — O Hyung diz empurrando a ômega para subir as escadas.









— Mano eu vou arrancar o figado do Jimin. — Taehyung diz bravo sentado no sofá. Eu estava coltando da cozinha com uma xícara de chocolate quente nas mãos.

— Por que? — Pergunto me sentando ao seu lado. 

— Só temos duas horas e cinquenta minutos para o ápice do seu cio voltar e nada do Jimin chegar e ir embora. — Ele diz.

Vemos seu pai descer as escadas carregando uma mala nas mãos junto com a ômega loira.

— Taehyung me bateu uma curiosidade... — O alfa mais velho diz. — Eu entendi o motivo do Jungkook ter ficado aqui antes, mas porque ele ainda está aqui? 

— Ele vai passar o cio aqui em casa. — Taehyung diz. 

— É... eu não vou perguntar mais nada. — Com a frase do Hyung engasgo com o chocolate. 

— Pai antes do senhor pensar na idéia de que o Jungkook vai passar o cio comigo... na verdade você já pensou, mas o Jungkook vai ficar aqui em casa porque tem visita na casa dele e a Noona tá com medo dele atacar a visita. — Taehyung diz rindo me fazendo balançar a cabeça negativamente.

— Não estou reclamando nada. E Jungkook, se você quiser viu, meu filho tá precisando mesmo... — O Hyung diz rindo.

— PAI!!!!??? — Taehyung diz alto. 

— Tô indo embora. — Ele diz rindo saindo da casa acompanhado com a ômega.

— Aiai. Bom cio Rosé. — Taehyung diz acenando para a ômega.

— Pra você também. — Ela diz sorridente com um olhar meigo.

— EU NÃO VOU PASSAR O CIO COM O JUNGKOOK!! 













Taehyung Já estava se descabelando quando escutamos a campainha tocar e alguém entrar sem permissão.

— Eu sei que atrasei e que tenho 2 horas para me explicar e ir embora então vamos começar logo! — Ver o Jimin na minha frente fez meu corpo aquecer e possívelmente meus olhos estavam brilhando e eu estava o encarando com um sorriso bobo.

— Então vai logo. — Taehyung diz. Me levanto pois o ômega ia se sentar ao meu lado. 

— Ah... — Ele suspira. — Eu escondi isso de todo mundo por vários anos. Eu sei que eu deveria ter contado assim que isso aconteceu pela primeira vez, mas eu não tive forças para isso. E o único que sabe dessa história é o Jin e não foi porque eu contei. 

— Conta logo Jimin! 

— Tá eu preciso de paciência, isso não é uma coisa fácil de se dizer. — Jimin diz apertando suas mãozinhas. — É que... — Jimin ficava mais nervoso a cada segundo. E isso me preocupa. — Quando eu...

— Jimin se acalma. — Taehyung abraça o ômega que estava começando a tremer. — Agora nos conte oque aconteceu. Jimin independente do que for eu e o Jungkook vamos ficar ao seu lado.

— Quando eu tinha 14 anos... e-eu fui... eu fui estrupado. — Escutar Jimin dizer isso fez meu lobo uivar de raiva e eu só queria acabar com a vida do monstro que fez isso comigo.

— Oque? — Taehyung pergunta.

— S-sim, e quem fez isso comigo foi... meu padrasto. 

Uma raiva subiu meu corpo e eu apertei com força o estofado do sofá. 

— Jimin isso é verdade? — Taehyung perguta.

— Taehyung eu estou com cara de quem veio aqui para mentir!? — Jimin grita com o beta e pude ver seus rosto molhado pelas lágrimas.

Eu não tinha reação alguma. Então apenas fiquei sentado no outro sofá enquanto Taehyung abraçava com força o Jimin.


Jimin explicou melhor tudo para gente, na verdade explicou para o Taehyung, pois eu não estava conseguindo prestar atenção pois a raiva tinha me preenchido e eu só queria matar o monstro que estrupou o Jimin, pois eu nem posso chamar aquilo de padrasto. 



POV's Taehyung


Eu não acredito no que o Jimin disse... como que o Malcon teve coragem de fazer isso...? E ainda fazer duas vezes.

— Mas... vocês não estão bravos comigo? — O Chim pergunta baixo.

— Claro que nao! Por que estaríamos? — Pergunto.

— Pois vocês sabem oque acontece com um ômega que tem o primeiro ato sexual antes do cio... — Jimin diz mordendo o lábio.

— Nada de mais Jimin... tirando o fato de que você...

Escutamos Jungkook rosnar e com medo olhamos para ele. Vimos seus olhos virarem novamente a cor vermelhos vivos. E seu cheiro infectou novamente a casa inteira. Rapidamente Jungkook se levantou e em instantes deitou seu corpo sobre o do ômega sentado no sofá.

— Agora não meu Deus! — Digo puxando meus fios de cabelos. 

— Jimin eu... — Jungkook tenta dizer mas é impedido pelo ômega.

— Jungkook não se explique. E... agora você sabe o motivo de eu não ter te beijado aquele dia. E eu atrasei pois estava na casa do Jin e ele me fez perceber que não preciso ter medo de você.

— Mas...

— Não preciso ter medo de todos os puros apenas porque um me machucou. — Jimin diz olhando dentro dos olhos vermelhos do alfa que estava se segurando para escuta-lo e não perder totalmente o controle. — Eu não preciso ter medo de você pois você é uma pessoa muito diferente. 

— Então significa que Jimin vai ser do Jungkook? — Jungkook e suas manias de falar em terceira pessoa. 

— Sim. Jimin é do Jungkook. — Jimin diz com um sorriso no rosto.

— Ah mais vocês vão fazer as putarias de vocês lá em cima! — Digo puxando Jungkook pela camisa e ganho um rosnado em resposta. — Não vou dizer nada. — Digo com as mãos para cima. — Se quiserem eu vou embora da minha própria casa...

Jungkook ainda não tinha beijado o Jimin. Mas o mesmo o pegou no colo e subiu as escadas indo na direção do meu quarto.

— VÃO SE FODER!! Espera... eles já vão fazer isso. — EU LEVO A CAMISINHA DEPOIS! — Grito. — Se eu encontrar alguma nessa casa...



Notas Finais


Oie meu povo, tudo bom?
Oque estão achando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...