1. Spirit Fanfics >
  2. No caminho para o mal Descobrir o verdadeiro amor >
  3. Meu primeiro beijo

História No caminho para o mal Descobrir o verdadeiro amor - Capítulo 5


Escrita por: BabyRum

Capítulo 5 - Meu primeiro beijo


Tenho que fugir sem morrer, comecei a bater no meu proprio rosto, ate sair sangue, quando saiu bastante sujei as cameras peguei um dos meu grampos e abri a porta do quarto, vi que ao lado do meu quarto tinha uma sala e la tem um homem dormindo com todas as cameras oa redor dele, entrei na sala em silencio para ele nao me ouvir e acordar, vi um uniforme e la tinha um sinto peguei o sinto e enforquei ele ate ele morrer.

Revistei o homem, consegui uma pistola peguei a blusa dele, e achei um cartao de acesso a outras salas, vi as cameras eles estavao se preparando para sair, esperei ate o momento certo ( quando eles foram tentar achar os meninos ) sai bem devagar ate a saida, vi que nas cameras que tinha dois guardas apenas protegendo as entradas, joguei uma pedra do corredor ao lado um deles foi ver oq era entao atirei na cabeça do cara que estava olhando em volta, quando ele voltou por te ouvido o barulho dos disparos ficou olhando ( eles pareciam ser amigos ) vi seu rosto com vontade de chorar, logo ele olhou onde eu estava escondida atirei nele antes que me visse.

Sai correndo, vi que onde eu estava era mais ou menos no centro da cidade voltei peguei o telefone de um deles e liguei para o Itadori.


telefone on~


Itadori:S/n onde vc esta ?? nao estamos em casa ouvimos sua mensagem antes

S/n:Eu consegui escapar estou no centro da cidade em frente a lanchonete do chines-escutei bem fundo a voz do Sukuna.

Sukuna:Acho ela??w vamos la agora.


telefone off~


Passaram Se, eu ainda estava la sentada e disfarçada, so que veio um homem tentar dar em cima de mim ja que eu estava so com a blusa do cara aparecendo minha calsinha.

homem:Olha que menina gata-ele me puxou pelas minhas mãos para um beco ali perto-voce e minha.

Começei a entrar em panico,ele começou a meter um dedo dentro de mim enato puchei a arma e dei tiro no rosto, o Itadori o Sukuna tinham acabo de chegar.

Corri na direçao do Sukuana e dei um abraço muito apertado, começei a chorar.

S/n:Eu tive tanto medo…..eu tive que….

Sukuna:Eu sei pequena….

itadori:Temos que levar ela da qui logo.

Eles me levaram ate um hotel onde ficamos hospedados, contei tudo oq tinha acontecido e tudo oq fiz para poder sair de la.

Itadori:Vc fez tudo isso sozinha??vc e tao forte, fiquei tao preocupado com vc

Sukuna:Parabéns….

S/n:O homem que parecia ser o lider ele...ele me ...es…

Itadori:Ele te estrupou ??FILHO DA PUTA.

O Sukuna nao falou nada apenas saiu da sala e bateu a porta do quarto, o Itadori pegou uma blusa do Sukuna que ele n ussa muito e me emprestou foi na farmacia e em uma loja de pega intimas feminia e me trouxe tres calcinhas de renda preta os tres tinha um sutiã preto de renda, me vesti e ele tbm touxe uma dipirona para dor.

Itadori:Amiga...eu to namorando ja faz um tempo…

S/n:Porque nao me falou??? 

Itadori:Pq ele e homem…..

Pulei em cima dele e dei beijinhos na bochecha dele.

Itadori:O nome dele e Aio Todo, mais chamo ele de Todo

Depois começamos a conversar sobre o namoro dele com esse menino, ele me parecia tao feliz, e isso me deixa tao bem tao feliz e animada, sempre desconfiei dele mais eu n ligo nem um pouco afinal ele sabe que sou pan então por mim ta tudo bem.

Quando consegui fechar meus olhos para podee dormir lembrei do que passei q acordei com falta de ar, escutei o barulho como se alguém tivesse ligado a torneira da pia do banheiro, olhei para o lado e vi Itadori dormindo na cama de solteiro ao lado, suponho de seja Sukuna.

Me levantei e fui em direção ao banheiro vi Sukuna limpando a arma cheia de sangue seu corpo esta lotado de sangue.

S/n:Ain meh deus…..-falei desesperada o sangue poderia ser dele.

Sukuna:Nao e meu -soltei um suspiro de alívio-E do filho da puta que te estrupou.

S/n:Mais pq vc fez isso ?

Ele n me respondeu, tirei seu terno deixei ele so com sua blusa e sua calsa peguei um pano para limpar seu sangue e começei a chorar.

Sukuna:Pq esta chorando ?-ele falou me levantando com seus olhos arregalados 

S/n:Cala boca idiota….so nao faz mais isso...e se vc morrer??? N quero perder vcs

Sukuna:E n vai 

Ele me deu um abraço apertado, mais logo depois me soltou e foi tomar banho.

Quando ele saiu eu estava esperando ele na cama, vi ele vindo em minha direção e sentando ao meu lado.

Sukuna:Amanhã temos uma missão matar um cara que anda vendo armas para bandidos...voce vai ter que seduzir um deles e beijá lo, ai eu e Itadori entramos.

S/n:Ok...mas tem um problema….

Sukuna: Qual? O plano e perfeito 

S/n:E..eu..-me levantei e me encostei na parede do banheiro para poder olhar para ele-Eu nunca….beijei

Sukuna:Mas vc e uma idiota msm.

S/n:Pensei que perderia com alguem que eu amo

Ele suspirou fundo e olhou para mim, na mesma hora abaixei meu olhar com vergonha, vi seu semblante indo em minha direção ele me pegou pelo braço e entrou no banheiro trancou a porta. 

Ele começou a vim na minha direção, fui andando para trás e acabei batendo na porta, uma mão sua me puxou pela cintura e a outra levantou meu queixo, sua língua pediu passagem e eu sedi, a mão que estava no meu queixo foi para o outro lado da minha cintura, ele começou a pressionar seu corpo no meu, nao consegui acabei gemendo entre o beijo.

S/n:Aaaaahn

Sukuna abriu os olhos, e mordeu meu lábio inferior, depois me pegou no colo e sentou no vazo que estava atras dele me fazendo ficar por cima, ele começou a mexer minha cintura para rebolar no colo dele, senti seu pau ereto vi que seu beijo ficou mais intenso e quente.

Toc toc ~

Itadori:Para de putaria preciso mijar. 

Sukuna:JA VAI PORRA

Ele respirou fundo olhou bem no fundo dos meus olhos, pedi obg por me ajudar com o beijo.

Quando saímos o Itadori olhou com olhos arregalados para seu irmão.

Itadori:Ate quem fiz esta superando

S/n:Superando?

Sukuna:Nada porra….

Ele saiu e foi para a cama e vi que o semblante de Itadori ficou brinte.

Ele entrou no banheiro e eu me deitei ao lado do Sekuna.

S/n:E….o….-fui interrompida 

Sukuna:Esqueça oq aconteceu…..e agora você já sabe beijar

Me senti triste mais me virei de costa para ele e tentei dormir.




Notas Finais


Sinto muito pela demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...