1. Spirit Fanfics >
  2. No final, Ícaro sempre cai >
  3. Quando se aproxima demais do sol, suas asas de cera derretem

História No final, Ícaro sempre cai - Capítulo 1


Escrita por: e Katsu_


Notas do Autor


Opa, tudo bem?
Bom, finalmente tomei vergonha na cara e escrevi essa maravilha de fic que tá muito boa de ler. Espero que gostem!

Capítulo 1 - Quando se aproxima demais do sol, suas asas de cera derretem


Dizem que androides não possuem quaisquer sentimentos semelhantes aos humanos, ridículo, dizia Shoto, ele tinha todos os sentimentos que os humanos possuíam, afirmava como tal, tomando por direito seu lugar de fala como androide sentimental.

O androide Shoto Todoroki sobreviveu sozinho: ele se deu o próprio nome e a própria a aparência, nunca precisou dos humanos para tal. Humanos? Para quê? Para ser maltratado e sucateado quando não mais preciso? Oh, por favor, ele se deu seus cabelos bicolores, olhos heterocromáticos e estatura alta, não precisava de mais ninguém, obrigado! Então por que, ele se perguntava, por que estava preso à um humano?

Shoto tinha todas as emoções humanas e suas complexidades: amor, simpatia, tristeza, raiva e tudo mais que se possa imaginar. Dor, no final, era a que menos gostava, era a que fazia seu sangue falso esfriar e suas juntas precisarem de óleo extra, e Katsuki Bakugou era o nome de sua dor.

Katsuki era um humano, é claro, tinha cabelos loiros e olhos claros, nada escolhido por ele, nasceu assim. Tinha para Shoto algo mais injusto do que não poder escolher como será desde o nascimento? Sinceramente: não entendia os humanos, não, não, nadinha de nada. 

Não entendia o porquê de serem tão pouco práticos, oras, se gostava dele era só dizer!

Bom, mais fácil falar do que fazer, ele logo percebeu.

E então, talvez por isso, quanto mais o tempo passava, mais Shoto o observava, e mais o androide era atraído pelo sol que o homem era, e nada falava. E quanto mais o tempo passava, mais seu óleo secava, mais o sangue esfriava.

Quanto mais o tempo passava, mais a dor aumentava.

Shoto viu então que ele era como o Ícaro do mito, o mais fascinado pelo sol que, quanto mais se aproximava a cada vez que batia suas asas de cera, mais ele lembrava como terminava o tal mito. No final, todos sabiam como a história terminava.

Veja bem, Shoto não tinha um Dédalo, mas tinha um sol, e esse sol lhe derrubaria derretendo suas asas e lhe jogando no mar aberto por chegar perto demais do seu calor.

E foi isso que aconteceu, quando viu o humano que amava com outro de cabelos vermelhos.

Shoto enferrujou, assim como os androides que amavam demais. Ele enferrujou, pois, caiu no mar, ficando lá no fundo para nunca mais voltar.

Pois é isso que acontece com Ícaro: ele se afoga.


Notas Finais


Muito obrigado por ler!
Obrigado ao @kalahi pelas capas e a betagem por @Anonymous_San


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...