História NO INSTANTE EM QUE TE VI (RUGGAROL) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo Balsano
Tags Karol Sevilla, Ruggarol, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Visualizações 45
Palavras 446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem....
boa leituraaaaaa

Capítulo 4 - Pov Ruggero


Eu havia acabado de gravar minha ultima cena do dia e fui até onde Karol estava acabando de gravar,pois não consegui falar com ela o dia inteiro,mas assim que chego lá vejo que ela está muito pálida e aparentemente quase desmaiando,e provavelmente não era parte da cena,mas só fiquei olhando até que ela se apoia em um banquinho que havia no cenário,mas não adianta e ela desmaia, eu já estava extremamente preocupado sai correndo em direção a onde ela estava caida gritando por seu nome,e assim que chego perto o suficiente pego ela e meus braços,ia levar ela á enfermaria,mas como ainda estávamos gravando as primeiras cenas da série,estávamos em uma externa,ou seja, não tinha enfermaria lá,e eu comecei a ficar desesperado, só chacoalhava ela e chamava por seunome tentando  fazer com que ela acordasse até que ela começa a abrir seus olhos e diz

KAROL-Rugge...

RUGGE-Fica calma...você passou mal e eu vou te levar para o hotel,pode ser.

KAROL-Pode...

Então levo ela até meu carro,coloco ela lá dentro,passo o cinto nela,dou a volta,entro e dou partida.

Assim que chego ao hotel eu contorno o colo e a pego em meus braços de novo e a levo até seu quarto e pego a chave na bolsa que eu havia pegado antes de sair da gravação,entro no quarto dela e a deito na cama,mas quando eu ia saindo escuto a sua doce voz dizendo:

KAROL-Rugge...fica aqui comigo....

E como eu não conseguiria recusar seu pedido eu me deito na cama junto a ela na intenção de esperar ela dormir e ir para o meu quarto,mas acabo pegando no sono ali junto à ela.

HORAS DEPOIS

Eu acordei com ela levantando rápidamente da cama,estranho mas vou atrás,e quando chego ao banheiro vejo ela debruçada no vaso quase caindo,e assim como na manhã depois da noite na balada me ajoelho ao seu lado e seguro sua cintura com uma das mãos e com a outra faço um tipo de rabo de cavalo nela,mas assim que ela para de vomitar eu sinto o peso dela sobre meu corpo,e ao olhar para ela percebo que ela havia desmaiado,e seguro ela e a levo até a cama com certa dificuldade pois não consegui a pegar no colo com ela abaixada daquela maneira,e decido que assim que ela acordasse eu iria leva-la ao médico,e assim o fiz...

Assim que ela acordou eu a ajudei a descer até meu carro e fui até o hospital mais próximo que tinha e ela fez muitos exmes,e nós ficamos cerca de 2h esperando o resultado e quando o médico aparece ela pergunta:

KAROL-E então doutor

DR-Eu tenho uma notícia que não é muito boa...Karol,você está com........

 

 

 

 

CONTINUA!!!!!!!!


Notas Finais


COM O QUE SERÁ QUE A KAROL ESTÁ......
SERÁ QUE É GRAVE
DEIXEM SUAS IDÉIAS NOS COMENTÁRIOS!!!!!!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...