História No Love- Lil xan - Capítulo 58


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Lil Xan
Visualizações 119
Palavras 1.043
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura <3 <3 <3

Capítulo 58 - Demitida.


Acordei com o som do despertador ecoar pelo quarto o desliguei e em seguida fui para o banheiro fazer minhas higienes. Depois de quase uma hora eu já estava pronta e fui em direção ao estacionamento onde peguei meu carro e segui em direção a delegacia.

   - Bom dia –eu disse chegando perto da Helena e da Jenna

   - Que animação é essa? –elas perguntaram sorridentes

   - Então não briguem comigo por não ter contado antes mas é porquê no começo do mês teve o feriado depois vocês saíram de férias e 3 semanas depois eu estou contanto

   - Fala logo Lia –a Helena disse impaciente

   - Olha minha mão –eu disse e logo balancei o meu dedo que tinha o anel

   - MEU DEUS QUANDO ISSO ACONTECEU? –a Helena disse animada

   - Você não prestou atenção que foi no começo do mês? –a Jenna disse revirando os olhos e eu ri

   - Senhorita Martin, venha a minha sala por favor –o Delegado disse me olhando e eu concordei séria seguindo ele

     Eu nunca tinha sido chamada em sua sala então eu fiquei tensa assim que o mesmo me chamou. Passei quase uma hora lá dentro e no final eu fui demitida pois ele disse que estavam suspeitando de mim ter pego propina ou algo do tipo e que alguém que trabalhava no mesmo setor que eu teria confirmado, achei estranho e eu quase estourei naquela sala pois eu nunca tinha feito nada de ilegal lá.

 

   - Eu só quero entender o porque disso? Eu nunca fiz isso –eu disse brava

   - Nós não podemos dizer nada além do que eu já disse –ele disse sério e eu fiquei parada por uns minutos o encarando

     Quando parei de encara-lo fui pegar minhas coisas no meu armário e eu estava quase quebrando tudo o que fez com que chamasse atenção das meninas e elas viessem conversar comigo perguntando o que aconteceu e eu contei tudo. Depois de pegar minhas coisas fui assinar o que eu precisava e logo saí da delegacia.

   Ligação on.

   - Amor –eu disse chorando assim que o Diego atendeu minha ligação

   - Lia? Você está bem? –ele perguntou com uma voz preocupada

   - Eu fui demitida –eu disse ainda chorando e o ouvir soltar um suspiro triste

   - Amor, vem aqui em casa pra gente conversar –ele disse calmo e eu concordei desligando em seguida

 

     No caminho até sua casa eu fui tentando me acalmar para não chorar na sua frente mas eu realmente precisava daquele emprego sem ele eu tenho dinheiro para me sustentar uns meses mas minhas contas do apartamento são caras, eu não sei o que vou fazer.

X

 

   - Relaxa Lia, não é o fim do mundo fica calma –ele disse pela quinta vez tentando me acalmar

   - Mas você não entende o que eu recebia ali naquele lugar eu não vou voltar a receber por muito tempo –eu disse mexendo em minha mão e tentando segurar o choro

   - Olha para mim –ele disse e eu olhei – O problema é dinheiro? Olha para mim e olha para os seus amigos, você acha mesmo que nós vamos te deixar passar algum tipo de necessidade? –ele perguntou incrédulo e eu neguei desviando o olhar

   - Mas é que eu vou ter que sair do meu apartamento agora, aquela porra de aluguel é 10 mil –eu disse triste

   - Vem morar com a galera –ele disse óbvio

   - Eu não posso –eu disse incomodada

   - Por que não? –ele perguntou

   - Por que nós vamos acelerar as coisas de novo e vai dar errado, eu não quero que as coisas deem errado entre nós –eu disse

   - Não vai dar errado, não precisa ter medo dessa vez –ele disse triste e eu neguei com a cabeça – Lia, tira um tempo para pensar então só não deixa de fazer isso por minha causa

   - Tá bom, me desculpa por isso –eu disse e ele apenas concordou saindo do seu quarto em seguida me deixando sozinha apenas olhando para a porta

     As coisas eram complexas de mais para mim naquele momento então liguei para o Post para saber o que fazer, ele sempre sabia me dizer a coisa certa então passamos por volta de uma hora conversando e ele me fez criar coragem de enfrentar esse medo e morar junto com o Diego depois de conversarmos eu desliguei o celular o deixando na cama do Diego e saindo a procura dele pela casa.

   - Vocês sabem onde o Diego está? –eu perguntei para o Steven e para o Uzi assim que cheguei na sala

   - Ele foi lá atrás com as meninas –o Uzi disse e eu concordei com um sorriso e comecei a caminhar em direção ao jardim da casa

     No caminho cumprimente alguns dos meninos que eu ainda não tinha visto e continuei meu caminho pela casa até o jardim onde cheguei e vi que o Diego chorava abraçado a Sophi e o resto das meninas o consolavam.

   - O que aconteceu? –eu perguntei preocupada

   - Acho que vocês precisam conversar –a Lauren falou e assim elas saíram e eu me sentei ao seu lado

   - Amor, o que aconteceu? –eu perguntei já sabendo o motivo, mas mesmo assim eu queria ouvi-lo dizer

   - É nessa situação toda de você ter medo toda hora de se entregar para mim, eu juro que nunca quis isso –ele disse secando uma última lágrima que tinha em seu rosto

   - Eu estou tentando melhorar me desculpa, Diego eu te amo muito –eu disse o olhando e ele sorriu ao ouvir

   - Eu também te amo –disse ainda com a voz embargada

   - Eu conversei com o Post e ele me deu como sempre uns conselhos maneiros e nós dois concluímos que já está na hora de eu tentar apagar uma parte do nosso passado e começar a viver pensando um pouco mais no agora –disse  e eu respirei profundamente –Conclusão, eu quero morar com você

   - Sério? –ele perguntou feliz

   - Sim –eu disse sorrindo ao ver ele

   - Eu te amo de verdade –ele disse sorrindo - ELA VAI MORAR COM A GENTE  –o Diego gritou entrando na casa e todo mundo começou a comemorar

Eles realmente são minha família.


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...